Menu

17.1.19

{Resenha} O método Bullet Journal - Ryder Carroll


Oie amores. C-H-E-G-U-E-I!

 Adorei conhecer mais a fundo esse método que vem crescendo a cada dia e o livro mostra a facilidade que se é ter um igualzinho como os que são mostrados no youtube.
Confere aí!


*livro cedido pela editora
Sinopse:

"O aguardado primeiro livro oficial do famoso método Bullet Journal®.
O método Bullet Journal é muito mais do que uma forma de organizar tarefas através de anotações. É uma maneira de diminuir a ansiedade e “viver de forma intencional”. Ao remover as distrações e focar seu tempo e energia nas atividades que realmente trazem resultado, você vai transformar sua vida profissional e pessoal.
Aprenda neste livro a:
– Registrar o passado;
– Organizar o presente;
– Planejar o futuro.
Um guia certeiro para quem quer tomar as rédeas da própria vida e comemorar um aumento na produtividade."

Resenha 

Segundo Ryder, o Bullet Journal foi inventado com o intuito de trazer praticidade, organização com apenas caneta e um caderno sua vida, seja profissional ou pessoal.
O livro traz dicas simples e práticas, mostrando passo a passo como criar o seu, ajudando a planejar seu futuro, com estratégias, técnicas e dicas.
A perspectiva do BUJO (como é conhecido por aí) é que você desconecte um pouco do celular ou de algum aplicativo que possa lhe auxiliar como um "diário".
Ryder acha que escrever sobre seus projetos, problemas ou até mesmo para ajudar a não esquecer aquele compromisso importante, o BUJO tem essa função. 

Era um cruzamento de agenda, diário, bloco de anotações, lista de afazeres e caderno de desenho. Ele me servia como uma ferramenta prática e generosa para organizar a mente. Aos poucos, fiquei menos distraído e sobrecarregado, e muito mais produtivo. Comecei a me dar conta de que cabia a mim lidar com minhas limitações. E o mais importante: a perceber que era capaz de fazer isso!


Adoro a ideia de poder pintar, desenhar, deixar o BUJO da forma que eu gosto, pois não é obrigatório ser assim ou assado entende? O BUJO é feito por você, e deve se adequar as suas necessidades registrando suas atividades de uma forma divertida e fácil.


O método Bullet Journal vai ajudar você a realizar mais, trabalhando menos. Ele ajuda a identificar o que é importante e se concentrar nisso, eliminando o que é irrelevante. 
Como? Juntando produtividade, atenção plena e propósito em um sistema flexível, generoso e acima de tudo, prático.


“Sentar com seu caderno lhe permite esse precioso luxo. Cria um espaço pessoal, livre de distrações, para se conhecer melhor. Uma das principais razões para usarmos o caderno no método Bullet Journal é que ele nos obriga a desconectar.
O caderno funciona como um templo mental onde somos livres para pensar, refletir, organizar e nos concentrar.” 


O livro é apresentado por partes, indicando o que se deve fazer, como e com dicas valiosas.
Nada cansativo ou estressante, ao contrário, o BUJO tem a finalidade de despertar o "artista" que existe em você. Tenho amigas que são loucas nessa "técnica" e já andei pesquisando formas de fazer um para mim no youtube e vi coisas lindas. Dá logo aquela vontade de ter um também. O que eu mais amei nisso tudo é que você somente precisa de um caderno pontilhado ou sem pauta, canetas coloridas, washi tapes, adesivos e a sua criatividade pra criar algo novo e divertido.
Eu sou muito esquecida nesse aspecto, preciso anotar datas, mês pra isso e pra aquilo, semanas de cronograma capilar, dias de cinema ou idas a Zoonoses quando tem alguma campanha de vacinação animal... então ter um Bullet Journal é imprescindível pra quem quer organizar a vida de forma bem fácil e simples. As dicas do Ryder nesse livro, se seguidas passo a passo, vai se apaixonar e vai ser mais um (a) adepto (a) do BUJO como existem muitos por aí aí a fora.


Por hoje é só amores.
Até a próxima. Tchau!



Título: O método Bullet Journal
Autor (a): Ryder Carroll
Editora: Fontanar
Número de Páginas: 328

16.1.19

{Lançamentos} Janeiro: Planeta de Livros


Adivinha quem renovou parceria com essa editora maravilhoas que é a Planeta de Livros?


E qual é o melhor jeito de celebrar, se não mostrar para vocês os lançamentos incríveis desse mês de abertura do ano? E também meu aniversário ;D

Vam'bora!

50 IDEIAS DE BIOLOGIA QUE VOCÊ PRECISA CONHECER

J.V. CHAMARY

NÃO FICÇÃO
Páginas 216
Preço R$ 41,90
O guia definitivo para as questões essenciais da biologia e do estudo da vida! Por que as espécies evoluem? Como certas características passam de uma geração para outra? Todos os organismos são feitos de células? O que nos torna humanos? Escrito pelo cientista e jornalista premiado J.V. Chamary, 50 ideias de biologia que você precisa conhecer é o guia definitivo para essas e outras questões essenciais da biologia explicadas em 50 artigos curtos e envolventes que cobrem desde as teorias clássicas até as pesquisas mais recentes. Dos mistérios do sexo e do sono até a seleção natural, a imunidade e a genética, este livro abrirá os seus olhos para os processos vitais que garantem a vida na Terra, incluindo como os genes controlam o crescimento e o comportamento dos seres vivos, como o corpo se desenvolve a partir de uma única célula e como as forças ambientais criam a diversidade de espécies através da evolução. Por meio de conceitos-chave explicados em termos simples e com a ajuda de diagramas e linhas do tempo que mostram as principais descobertas científicas no seu contexto histórico, o mais novo livro da premiada coleção 50 ideias proporciona um panorama completo de um dos assuntos mais fascinantes, que vem assombrando cientistas ao longo dos séculos: o estudo da vida.
Você encontrará conceitos como: Evolução | Genética | Imunidade | Sexo | Vírus | Células-tronco | Origem da vida | Ecossistemas | Seleção natural | Hereditariedade

KINTSUGI A ARTE JAPONESA DE ENCONTRAR FORÇA NA IMPERFEIÇÃO

CÉLINI SANTINI


NÃO FICÇÃO
Páginas 256
Preço R$ 51,90
Como dar a volta por cima Kintsugi é a arte de reparar peças de cerâmica quebradas, destacando as fissuras com ouro puro ao invés de tentar escondê-las. A partir deste conceito, criou-se uma filosofia segundo a qual não se deve esconder erros e fracassos. É preciso encarar, aprender com as adversidades e dar a volta por cima. Esta metáfora é o fio condutor usado por Céline Santini em Kintsugi – a arte japonesa de encontrar força na imperfeição, sobreviver e voltar ainda melhor. Um livro de desenvolvimento pessoal inspirado em uma prática zen-budista que alterna exercícios práticos, filosofia e muitas histórias de vida. Badalada por celebridades pop como Beyoncé e Jay-Z e citada em filmes e seriados como Grey’s Anatomy, a técnica do Kintsugi vem se transformando em uma nova tendência de comportamento mundo afora. Descoberta no século XV no Japão, ela consiste em reparar um objeto quebrado realçando com ouro suas linhas de fissura, em vez de disfarçá-las. Mas a filosofia do Kintsugi vai além de um simples conserto: remete à simbólica prática da cura e da resiliência. Tratado, depois celebrado, o objeto quebrado assume seu passado, tornando-se, paradoxalmente, mais resistente, belo e valioso do que antes do trauma. Assim como na vida. Aprenda a cuidar das suas feridas, transforme suas linhas de fissura em marcas de força e os cacos de sua vida em lembranças edificantes.

MEU PECADO

A ATRIZ ESPANHOLA QUE TRIUNFOU EM HOLLYWOOD E MUDOU O DESTINO DA ESPANHA NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
JAVIER MORO

FICÇÃO
Páginas 256
Preço R$ 52,90
Novo sucesso do aclamado autor Javier Moro, a incrível história vencedora do Prêmio Primavera 2018 de melhor romance Nesse romance histórico, baseado em uma incrível história real, a protagonista é a atriz espanhola Conchita Montenegro. Em 1930, com apenas 19 anos, ela sai de Espanha e segue rumo a Hollywood, em busca de sucesso na capital do cinema. Graças a sua beleza, sua inteligência, sua forte personalidade e sua tenacidade, quem antes era apenas uma jovem promessa se torna uma das principais estrelas de sua época. Seu olhar penetrante e extremamente envolvente acaba conquistando Leslie Howard, um dos atores mais célebres do momento. Leslie, no entanto, era um homem casado, com mais que o dobro da idade de Conchita. Isso não é um empecilho para os dois, que se apaixonam e começam um tórrido romance, entre festas dignas de sonhos e estreias triunfais nas maiores e mais disputadas telas do mundo, entre passeios a cavalo e voos panorâmicos pela costa californiana, entre a paixão e a traição. Treze anos depois, em plena Segunda Guerra Mundial, a história de amor tem um desenlace inesperado, quando os dois amantes se reencontram em Madrid. Sem saber, esse encontro irá influenciar o curso da guerra, orientando a participação de Espanha no conflito.

DEMOS GRAÇAS A DEUS

APRENDA A VIVER COM SABEDORIA E GRATIDÃO
PADRE MARCOS ROGÉRIO

AUTOAJUDA
Páginas 128
Preço R$ 29,90
Seja grato e viva melhor Ser grato é a maior lição que podemos aprender com Deus Padre Marcos Rogério nos ensina em seu novo livro a viver a gratidão para sermos diariamente mais feliz. A vida apresenta momentos de tristeza, frustração e complicação, mas o que determina o nosso estado de espírito é como lidaremos com cada um deles. Aqui será possível aprender a ser grato e entender como vencer situações de solidão, decepções, dúvidas, perdas familiares, morte entre muitos outros desafios. Aprenda a encarar todos eles com amor e principalmente gratidão, diariamente, lembrando sempre que se há amor ainda vale a pena tentar e agradecer.
“O amor nos localiza naquilo que somos e no que temos de mais bonito.” ZIZA FERNANDES

O PODER DO AMOR

O QUE É PRECISO PARA AMAR A VIDA TODA
OSHO

AUTOAJUDA
Páginas 208
Preço R$ 39,90
Livro inédito do maior guru espiritual do nosso século Explore a emoção e o afeto nas diferentes formas de amor da sociedade moderna Em um mundo cada vez mais individualista O poder do amor apresenta os seguintes questionamentos: o que é preciso para que o amor dure a vida toda? Ele realmente precisa durar para sempre? As formas de amor que conhecemos contemplam os sentimentos e necessidades humanas? Ao responder estas e muitas outras perguntas, Osho, um dos mestres mais provocativos e inspiradores do século XX, nos ajuda a direcionar nossa busca por amor, ampliando a visão sobre ele e suas muitas manifestações que não se limitam ao “outro”. Ele desafia os leitores a examinarem e se libertarem dos sistemas de crenças e preconceitos condicionados que limitam sua capacidade de aproveitar a vida em toda a sua plenitude. Esses modelos preestabelecidos se opõem ao amor orgânico, que é institucionalizado pelo casamento, afiliações religiosas, nacionalismo etc. Isso resulta em amor que é, para a maioria das pessoas, um desafio doloroso de uma forma ou de outra ao longo da vida. Pare de sofrer e entenda a essência do amor de forma direta e emocionalmente saudável.

LUA BRANCA

TRÊS LUAS #2
FRED OLIVEIRA

FICÇÃO
Páginas 192
Preço R$ 36,90
Sequência do grande sucesso Lua azul, a mais nova light novel de Fred Oliveira, o maior youtuber de animes e mangás do Brasil, também com ilustrações de Arhur Pandeki Pelo quê vale a pena lutar? O universo está em perigo... Katsuma e seus companheiros deverão se organizar, caso queiram lutar contra a destruição da humanidade. Contam, claro, com o grande poder de suas relíquias, mas talvez apenas essas armas não sejam suficientes para impedir o avanço do Império Hakai e a sede de vingança de um ser com poderes inimagináveis. Em Lua branca, segundo volume da saga Três Luas, acompanhe o desenrolar dessa história, em um livro repleto de reviravoltas emocionantes.

MÁGICAS PARA FAZER NA ESCOLA

IMPRESSIONE SEUS AMIGOS E TORNE-SE UM MÁGICO EM 30 DIAS
FELIPE BARBIERI

INFANTOJUVENIL 
Páginas 176
Preço R$ 36,90
Desperte o mágico que existe em você! Já imaginou como seria se você pudesse ler pensamentos? Acertar números matemáticos? Adivinhar a idade de alguém? E se você pudesse desaparecer com uma moeda? Ou virar sua mão 360 graus sem quebrar? Em Mágicas para fazer na escola, o mágico e ilusionista Felipe Barbieri ensina truques e mágicas com objetos do dia a dia, pra você impressionar qualquer pessoa e se tornar um mágico em 30 dias. Você vai conhecer a história da mágica, a diferença de ilusionismo, os tipos de mágicas, seus benefícios para a mente humana, além de colocar em prática tudo o que aprender neste livro.
Você irá aprender: Ases ambiciosos – Dupla adivinhação – Carta invertida – O comparsa – Resta um – Par ou ímpar – O hotel mágico – Damas rebeldes – A previsão dos dados – Previsão 3 objetos – Batimento cardíaco – Celular na bexiga – Voodoo Giz – Desaparecimento de uma moeda – O quadrado – A previsão do Japão – O post-it mágico – A previsão de matemática – Leitura de pensamento – Clips mágicos – Adivinhar a idade – Em que mão está o objeto? – Mão 360 graus – Mãos entrelaçadas – O barbante misterioso – O anel saltitante – O mentalismo das bolinhas – Banana Karateka

PRA VOCÊ QUE TEVE UM DIA RUIM

VICTOR FERNANDES

FICÇÃO
Páginas 192
Preço R$ 36,90
Para todas as pessoas que precisam voltar a acreditar que vai ficar tudo bem Este livro é para todas as pessoas que precisam de um abraço, de uma dose de afeto, de luz, de amor. Para todas as pessoas que precisam voltar a acreditar que vai ficar tudo bem. Não vai ter mágica. Não vai ter um clique onde tudo vai passar de uma maneira brusca. Não vão ter soluções caindo do céu. A única solução mágica que eu conheço é continuar seguindo em frente apesar de tudo. Continuar vivendo, enfrentando, caminhando mesmo cambaleando e tropeçando e sentindo dor. É preciso se permitir seguir em frente. Permitir-se levantar e continuar. Parar de se achar fraco. Você não é fraco, você só está passando por dias ruins, por momentos dolorosos, por algumas situações incômodas. Você está longe de ser fraco. Olhe quantas coisas você superou, quantas coisas você precisou enfrentar e conseguiu dar a volta por cima. Eu sei que é difícil, mas a única coisa que posso te dizer agora é que vai passar. O resto é o tempo quem diz. E, sim, vai passar. Vai, sim. Você sabe.

AMANTES PARA SEMPRE

JODI ELLEN MALPAS

FICÇÃO
Páginas 384
Preço R$ 55,90
A aguardada continuação da série O amante
TRÊS, DOIS, UM... ZERO Jesse Ward está de volta no quarto romance da série O Amante e, com ele, a sensualidade, o amor e os jogos de sedução. Doze anos se passaram do casamento de Jesse e Ava. A vida é boa para Jesse, o Senhor Ward. Perfeita, na verdade. Ele ainda tem charme, está em ótima forma física, e continua enlouquecendo a esposa com um simples olhar. Tem total controle e domínio sobre Ava, do jeito que ele gosta. Mas o mundo perfeito de Jesse desmorona quando um terrível acidente deixa Ava no hospital correndo risco de vida. Devastado e enraivecido, sente como se toda a sua existência estivesse presa por um fio. Quando Ava recupera a consciência, o mundo abalado de Jesse volta aos eixos. No entanto, o pesadelo mal começou. Ava não se recorda dos últimos dezesseis anos da sua vida. Ou seja, toda sua vida de casada. Ele é um estranho para ela. Agora, Jesse tem que fazer tudo o que for preciso para recuperar as memórias da mulher... e ajudá-la a apaixonar-se outra vez por ele, louca e perdidamente.

A PRAÇA E A TORRE

REDES, HIERARQUIAS E A LUTA PELO PODER GLOBAL
NIALL FERGUSON

NÃO FICÇÃO
Páginas 608
Preço R$ 124,90
Um novo jeito de enxergar a história
A maior parte da história é hierárquica: descreve papas, presidentes e líderes revolucionários. Porém, e se a razão disso for apenas o fato de as hierarquias criarem os arquivos históricos? E se estivermos ignorando redes igualmente poderosas, mas menos visíveis — deixando-as para os defensores de teorias conspiratórias, com seus sonhos de illuminati todo-poderosos? O século XXI tem sido chamado de a era das redes. No entanto, em A praça e a torre, Niall Ferguson argumenta que as redes sociais não são um fenômeno novo. Desde as gráficas e pregadores que fizeram a reforma aos maçons que lideraram a Revolução Norte-Americana, passando pelo Iluminismo, as grandes guerras e até a recessão econômica de 2008/2009, foram as redes que abalaram a ordem vigente. Ao longo da História, hierarquias alojadas em altas torres governavam, mas muitas vezes o poder real residia nas redes das praças das cidades. São as redes que tendem a inovar – e é através delas que as ideias revolucionárias se espalham. Longe de ser novidade, a nossa era é a Segunda Era das Redes, com o computador pessoal no lugar da prensa móvel. Portanto, aqueles que mantêm esperanças de uma utopia de “cidadãos da Internet” interconectados talvez se desapontem, pois as redes são suscetíveis a agregações, contágios, e até mesmo interrupções de atividades. E os conflitos dos séculos XVI e XVII já têm paralelos inquietantes hoje, na época do Facebook, do Estado Islâmico e do mundo de Trump.

SKYWARD

CONQUISTE AS ESTRELAS
BRANDON SANDERSON

FICÇÃO
Páginas 400
Preço R$ 59,90
O novo épico de um dos maiores autores de ficção especulativa do mundo: Brandon Sanderson, agora na Planeta Minotauro Nesse título inédito do aclamado autor Brandon Sanderson, o futuro da humanidade depende dos sonhos de uma garota Derrotada, devastada e levada quase à extinção, a raça humana se vê presa em um planeta distante, constantemente atacado por misteriosos combatentes alienígenas. Spensa, uma adolescente, anseia por se tornar piloto e se juntar à resistência. Quando descobre os restos de uma velha nave, um modelo que a garota nunca tinha visto na vida, percebe que esse sonho pode enfim se tornar realidade. Para isso, no entanto, ela precisará consertar o grande caça estelar, aprender a pilotá-lo e – talvez o mais difícil – convencer a inteligência artificial que controla os restos da embarcação a ajudá-la: essa incrível nave, de alguma forma, parece ter uma alma própria.

15.1.19

{Top 5 2018!} Aryanna Santos



Vamos começar com os melhores de 2018!

A Aryanna falou um pouquinho dos 5 melhores livros que ela leu no ano de 2018! Ao lado estão os links das resenhas se quiserem conferir melhor sobre os livros!




De longe as páginas que mais me arrancaram risadas neste ano de 2018! As tirinhas de Sarah podem ser curtas, mas a diversão, meus caros, não pode medida assim. Um livro leve, bom pra ler no fim de uma tarde de trabalho quando tudo que você precisa para melhorar o dia é uma pequena dose de bom humor. 




Eis uma pequena coletânea do que há de mais rebelde neste país! Leitura rápida, bruta, mas que me fez pensar bastante sobre a atemporalidade de nossos problemas. Dado o período político em que estamos (sempre?) vivendo, a leitura vale a pena.



Iniciando há pouco no mundo dos quadrinhos, ler um clássico da literatura estrangeira sob o olhar aguçado de André Diniz, que precisava de pouquíssimas palavras para garantir que as angústias das personagens fossem lidas. 



Nos últimos meses me aproximei mais da literatura do medo que engloba Stephen King e outros grandes autores. Até então, O Iluminado tornou-se meu favorito do King. Mesclando a leitura rápida e envolvente com o terror característico de sua escrita, vivi algumas noites de agonia graças a esse livro e sou sincera quando digo que valeu a pena, ô se valeu!



Nunca fui muito chegada a poemas, como já disse acima. Mas a escrita simples porém (muito) tocante de Rupi Kaur foi além de qualquer expectativa que eu pudesse ter sobre o gênero. Estou em dívida com a autora pois me comprometi a ler outras obras e fiquei na inércia... mas o ano novo apenas começou e minhas promessas têm tempo para se concretizar.

14.1.19

{Resenha} Espere Agora Pelo Ano Passado | Philip K. Dick


Título Original: Now wait for last year
Autor: Phillip K. Dick
Editora: Suma
Sinopse: O dr. Eric Sweetscent está em apuros. Seu planeta está enredado em uma guerra intergaláctica; sua esposa é letalmente viciada em uma poderosa droga com efeitos colaterais estranhos; e seu novo paciente não é apenas o homem mais importante da Terra, como talvez o mais doente.
Em meio a uma crise interplanetária, onde nada é exatamente o que parece, Eric se torna o médico pessoal do secretário-geral Gino Molinari, que transformou suas misteriosas doenças em um instrumento político — e Eric já não sabe se seu trabalho é curá-lo ou apenas mantê-lo vivo. Navegando entre o impossível e o inevitável, Philip K. Dick nos apresenta um futuro onde a realidade é uma superfície terrivelmente tênue, multifacetada — e faz com que o leitor repense tudo o que sabe sobre o tempo.



Estamos no ano de 2055 na Terra. Nosso mundo tem tecnologia muito avançada, porém estamos no meio de uma guerra intergaláctica entre dois povos: os Starmen, os ancestrais dos humanos, e os reegs, seres que tem a aparência de insetos. Os dois povos são inimigos declarados há séculos e a Terra acabou se envolvendo com os Starmen através do ditador Gino Molinari, o secretário-geral da ONU e comandante das tropas militares da Terra. Porém, ele não imaginava que ao assinar o Pacto de Paz com os Starmen isso traria muitas mortes à humanidade.

No entanto, nosso protagonista principal é Eric Sweetcent, que se vê sendo médico pessoal de Gino para fugir de sua esposa Kathy. Esse sofre de uma grave hipocondria, que parece querer mata-lo a cada dia com uma doença diferente. A partir daí, Eric se vê em um emaranhado de situações que podem alterar seu presente e também futuro. Sua percepção de mundo muda completamente ao virar médico de Gino e ao mesmo tempo descobrir uma poderosa droga que altera as percepções do tempo. Será que isso pode acabar colando fim a essa guerra tão sofrida? Ou pode piorar tudo?

A edição está maravilhosa e bem trabalhada. A capa tem cores vibrantes que dá aquele ar de viagem no tempo, como é a proposta do livro. A narração está em terceira pessoa, com foco maior em Eric Sweetscent.

 
Quando eu terminei o livro voltei as páginas esperando encontrar alguma pagina que eu deva ter pulado sem querer. Eu esperava as coisas fazerem mais sentindo. Philip K. Dick tem uma escrita viciante e muito, muito maluca. Às vezes é difícil acreditar que uma história assim foi mesmo criada e publicada. O cara parece um gênio maluco da ficção-científica.

Algo que pude notar no personagem Eric foi sua indecisão quanto a sua vida pessoal, mas muito bem resolvido no que queria fazer para efetuar uma mudança no mundo. Como uma pessoa pode ser tão controversa? Kathy foi uma personagem bastante irritante, mas o autor a criou assim de propósito e posso dizer que isso me incomodou um pouco. Já Gino, é um mistério para mim. Dick trata sua hipocondria de maneira clara, mas ao mesmo tempo muito misteriosa. Algo é destacado por Eric sobre isso, mas depois o assunto é deixado de lado. Isso me deixou imensamente curiosa para saber como aquilo era possível. Além da complexidade que o próprio Gino representa ao ser o capitão de um navio afundando.

“Abatido, com seu rosto exibindo agora linhas e rugas mais profundas do que antes, ele voltou a concentrar sua atenção na tela, na imagem saudável, vigorosa e totalmente sintética do que ele fora um dia.” Página 126

Meu primeiro contato com o autor foi com O Tempo Desconjuntado (tem resenha aqui no blog) e foi uma experiência bem diferente do eu estava acostumada com os livros sci-fi. Com Espere Agora Pelo Ano Passado aconteceu algo semelhante, mas diferente ao mesmo tempo. Philip K. Dick tem esse dom em transformar uma história maluca em algo a mais e deixar um final com e sem sentido ao mesmo tempo. Como? Não faço ideia, mas sei que acabei adorando essa fascinação que o autor tem em escrever livros de ficção-científica pensando em mundos diversos e complexos. Essa é a maior característica que o autor tem ao meu ver: ele escreve sobre algo que vai além dos limites inimagináveis de outros autores se sci-fi que já li. Dick gosta muito de brincar com o nosso imaginativo em suas histórias, o que faz suas narrativas serem interessantes e instigantes.
 

10.1.19

{Resenha} A Luneta Âmbar

Título Original: The Amber Spyglass
Trilogia: Fronteiras do Universo vol.3
Autor: Philip Pullman
Editora: Suma de Letras
Sinopse: Em todos os universos,  forças se reúnem para tomar um lado na audaciosa rebelião de lorde Asriel contra a Autoridade. Cada soldado tem um papel a desempenhar - e um sacrifício a fazer. Feiticeiras, anjos, espiões, assassinos e mentirosos: ninguém sairá ileso.
Lyra e Will têm a tarefa mais perigosa de todas. Com a ajuda de Iorek Byrnison, o urso de armadura, e de dois minúsculos espiões galivespianos, eles devem alcançar um mundo de sombras, onde nenhuma alma viva jamais pisou e do qual não há saída.
Enquanto a guerra é travada e o Pó desaparece dos céus, o destino dos vivos - e dos mortos - recai sobre os ombros dos dois. Will e Lyra precisam fazer uma escolha simples, e a mais difícil de todas, com consequências brutais.
||Suma||Skoob|| 

Aconteceram tantas coisas nesse último volume que eu nem sequer sei direito por onde começar ou o que contar. (risos)

Ele já começa nos mostrando o que ocorreu depois do final de A Faca Sutil, quando Lyra é levada pela Srta. Couter, sendo mantida adormecida, enquanto Will está a sua procura, com o auxílio de dois anjos Baruch e Balthamos. Em boa parte do começo do livro, só sabemos de Lyra por seus sonhos, onde ela se encontra com o seu falecido amigo Roger, do primeiro volume.

Depois de muita ação, desencontros, algumas despedidas dolorosas e sentimentos conflitantes, Will e Lyra se reúnem novamente, com a presença do Rei Iorek Byrnison, o urso de armadura, além de dois espiões de outro mundo, enviados por lorde Asriel, afim de trazer as duas crianças até ele, no entanto, conhecendo ambos como são, eles se recusam, para seguirem adiante com outra missão: irem até o mundo dos mortos.

Bom, eu resumi basicamente metade do livro só nesses dois parágrafos (sem brincadeira), é tanta coisa acontecendo com tantos personagens ao mesmo tempo, que fica difícil contar tudo sem escrever o livro todo. Além do que, a narração segue o ritmo do anterior, com toda a adrenalina da guerra que está se desenrolando entre os mundos, além da grande missão que Will, Lyra e Mary Malone devem desempenhar. Sempre carregado de emoção e tensão, do tipo que você fica vidrado pra acabar logo, tentando saber o que vai acontecer, o que eles estão tentando fazer, mas ao mesmo tempo fica esperando que não acabe nunca ou que não acabe como você não quer que acabe. Tem cenas onde eu me peguei murmurando "não" ou simplesmente prendia a respiração com tudo aquilo (risos).
"mas não teve tempo de se mover antes que uma voz falasse atrás de Lyra, e ambos sentiram o frio descer e envolvê-los. [...] O vulto da morte estava muito perto dela, sorrindo gentilmente, seu rosto exatamente igual ao de todos os outros que tinha visto; mas esse era o dela, o vulto de sua própria morte"
Eu gostei bastante em poder ver novamente o Rei Iorek na história e mais ainda por ele ter tido a chance de conhecer Will e reencontrar Lee e Lyra, mas devo dizer que em relação à alguns dos personagens novos, como os espiões galivespianos, não saberia dizer ao certo se me atraíram em personalidade. Claro, foram de muita ajuda em muitos momentos, mas não acho que tenham me encantado como Mary ou as duas crianças.
"E isso foi tudo. Foi como um daqueles momentos como quando nos recordamos, de repente, de um sonho que, inexplicavelmente, havíamos esquecido, e em uma torrente toda a emoção que havíamos sentido durante o sono volta. [...] Tudo o que restou foi a doçura do sentimento e a recomendação insistente de contar histórias."
E mais uma vez me vi dividida com os pais de Lyra. Desde o começo eles mostraram personalidades muito complexas, com paixões avassaladoras. Mas sempre se mostraram duvidosos como pais, mas no fim, pude concluir que eles eram um belo de um casal e não teria ninguém melhor pra serem pais de Lyra Belacqua do que aqueles dois. Sempre os admirei pela audácia e cinismo, além da inteligência atraente de ambos, apesar de todas as dúvidas.

Esse com toda a certeza foi o melhor livro da trilogia, mesmo com os altos e baixos, as tristes despedidas e mortes. Fiquei realmente encantada pela maestria de Pullman em criar e manter esse mundo coerente e maravilhoso até o fim. Já me decepcionei com trilogias antes, talvez por isso eu tenha ficado com tanto medo do final (risos), mas não pude ficar mais do que feliz em ver que todas as pontas foram devidamente finalizadas, até onde eu consiga me lembrar. Todos os personagens de significância foram cobertos e o universo todo da narração se manteve nos trilhos, o que é algo para ficar satisfeito. Confesso que o final me doeu bastante, mas foi um final merecido e como disse antes, coerente.

Recomendo como todo meu coração essa trilogia maravilhosa! Certamente é uma daquelas histórias que fica pra gente pelo resto da vida. Que a gente pega pra ler vez ou outra e é sempre como a primeira vez. Logo mais, eu vou estar relendo o primeiro livro! (risos).

9.1.19

{Resenha} A missão traiçoeira - O beijo traiçoeiro #2



Título Original: The Traitor’s Ruin
Autora: Erin Beaty
Editora: Seguinte
Sinopse: Sage Fowler abandona seu posto como aprendiz de casamenteira e se envolve em uma nova missão secreta ao lado do capitão Alex Quinn no segundo volume da série O Beijo Traiçoeiro.
Depois de se provar uma espiã habilidosa e uma casamenteira estrategista, Sage Fowler passou a ocupar uma posição confortável na alta sociedade, dando aulas para as princesas do reino de Demora. Quando surge a oportunidade de participar de uma nova missão secreta, porém, Sage quer aproveitar a chance para servir ao seu reino mais uma vez — e ficar mais próxima de seu noivo, o capitão Alexander Quinn. Alex não fica nada feliz com a ideia, já que está determinado a proteger a namorada de qualquer perigo.
A insistência de Sage em fazer parte da missão faz com que eles se desentendam cada vez mais e, quando um conflito com um reino vizinho resulta em uma tragédia, os dois acabam separados. Para completar a missão de Alex — e a sua própria —, Sage precisará contar com a ajuda de aliados inesperados para sobreviver em um território inimigo e salvar o reino de Demora mais uma vez.
Segundo livro da série O Beijo Traiçoeiro, A Missão Traiçoeira nos mostra como está agora a vida de Sage Fowler, que foi de casamenteira de Demora a professora das princesas e príncipe do castelo. Está feliz com sua nova posição, afinal é uma das coisas que sempre quis fazer, mas a distância de seu amado Alex Quinn é algo que perturba sua paz.

Manteve-se treinando esgrima e luta, para não lhe acontecer novamente o que ficou no passado. Ainda atormentada, ela tenta fazer sua parte para não repetir o mesmo erro.

Alex está diante de uma nova missão, mas não se sente totalmente pronto para ela. Pesadelos com a perda de seu irmão e Sage em perigo, ou seus amigos, o tem mantido insone e longe de todos. Então quando Sage obriga sua presença nessa nova missão, ela acaba se tornando o maior pesadelo dos dois.

Algo está sendo mantido segredo, então a jovem preceptora é colocada à prova pela rainha de Demora para descobrir e relatar. Sage parte então com os soldados para o encontro com os limites com um outro país, um local que há centenas de anos cortou relações com Demora.

Foi um livro diferente do anterior. Não me passou tanta emoção quanto o primeiro, mas acho que foi um bocado por conta do problema que tenho para me manter lembrando do que aconteceu no livro anterior, haha!

Tanto Alex e Sage me pareceram um pouco sem química dessa vez, mas deve ter sido essa a intenção da autora, uma vez que os dois estavam em pé de guerra. O amor entre eles era presente, mas a cabeça dura de ambos que não permitiu que as coisas se resolvessem.

Mas o que salvou a leitura, em minha humilde opinião, foi mostrar mais reinos do mundo criado por Erin Beaty. Conhecemos as areias e reinos do deserto e como funciona a ordem hierárquica do local, que pareceu melhor que o mundo tomado pelo verde. As mulheres, embora também não tenham “muito valor” para os homens no machismo nosso de cada dia, lutam também e são ensinadas desde criança nessas artes.

Enfim, foi uma boa continuação para se conhecer mais sobre o mundo criado pela autora e conhecer outros personagens, mas não foi tão bom quanto o primeiro. A capa segue a linha do livro anterior e temos um mapa ampliado dos reinos.

Você leu essa série? O que achou?