Menu

6.12.09

A Princesa de Rosa - Shocking
Meg Cabot


Até as princesas sonham. E Mia Thermapolis não é diferente: mesmo sendo herdeira de um pequeno principado europeu e morando em Nova York, uma das cidades mais interessantes do mundo, ela só pensa no baile de formatura. Em A PRINCESA DE ROSA-SHOCKING, quinto volume da série O Diário da Princesa ? que deu origem à superprodução dos Estúdios Disney estrelada por Julie Andrews e Anne Hathaway e um dos lançamentos mais vendidos pela Editora Record ?, ela precisa convencer o namorado Michael a vestir um smoking, comprar um belo buquê e alugar uma limusine para o evento.Com uma linguagem leve e descontraída, Cabot acompanha as peripécias de Mia: o envolvimento numa greve e a rescisão do contrato que a obriga a passar suas férias com a avó. Mas, fora isso, tudo vai bem para a princesinha. Ela é a mais nova integrante do jornal da escola, e o milagre de conseguir passar em álgebra está prestes a acontecer. Além disso, logo vai ganhar um irmãozinho ou uma irmãzinha. Mesmo que a mãe passe toda a gravidez reclamando dos inconvenientes de se ir ao banheiro de meia em meia hora.A voz da personagem principal continua cativando adolescentes do mundo inteiro e a trama está mais deliciosa e divertida, repleta de referências à cultura pop americana. As listas com os gatos mais quentes, os melhores filmes e pegadas do cinema ganham a versão Baile de Formatura. Mia fala sobre todos os filmes de adolescente que mostram a formatura como peça fundamental no desenvolvimento do enredo. Principalmente A garota de rosa-shocking. Mia se identifica com o drama da personagem, de Molly Ringwald ? ela vai conseguir ir à festa de formatura com o menino rico bonito ou vai com o pobre esquisito? ? embora odeie o vestido escolhido. A cor é boa, mas parece um saco de batata pavoroso.O livro é uma indiscreta espiadela num mundo totalmente selvagem. Cada página, o resumo perfeito das agruras e neuroses dos adolescentes. Desde amores não correspondidos até dias de cabelo ruim, passando por dúvidas existenciais e movimentos para salvar o planeta. Não esquecendo conflitos nada clássicos com os pais, festas de arromba, roupas e muita pegação.


2 comentários:

  1. Olá!
    Não li este, mas assisti os dois primeiros filmes... Adorei!
    Beijos*

    ResponderExcluir
  2. Adoooooro essa série. Li todos os dez livros. Rio demais com as trapalhadas da adorável Princesa Mia. Fiquei meio triste quando acabei o último, porque acabou, não tem mais =/
    Quanto aos filmes, gosto mais do segundo, mas como uma história à parte, porque não tem nada a ver com os livros, nem o primeiro filme - o livro é apenas uma inspiração, porque eles não seguiram a história.

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.