Menu

11.9.09

Luxúria - Judith krantz


Billy, filha infeliz e feia de um médico obscuro de Boston, dá asas às suas paixões reprimidas, passando de um homem a outro até encontrar Ellis Ikehorn, milionário quase quarenta anos mais velho. Em sua vila na Riviera Francesa, no apartamento de Paris ou na vinícola da Califórnia, ela consegue esquecer as dores de seu passado. Após cinco anos de felicidade, fica sozinha novamente. Para ocupar sua vida ociosa, ela cria Luxúria, uma butique onde os ricos podem satisfazer seus mais extravagantes desejos. Saído das mãos da criativa Judith Krantz, o romance evoca os mundos público e privado dos milionários, ambiciosos e talentosos. Observadora sagaz e brilhante narradora, Judith Krantz retrata o sexualismo cru, as necessidades e impulsos do beautiful people.
Não gostei. Muito enrolada a história, as vezes você fica perdida. Gosto de livro com final feliz para os mocinhos.

9.9.09

O Encantamento do Cupido
Michelle M. Pillow

Contrariando a crença popular, Cupido não é um formoso e pequeno querubim. E ele se vingará de qualquer um que diga o contrário. Basta perguntar à Ilar, o comandante da guarda de Lycaon... A beleza de Lady Rhiannon distrai os pretendentes de sua irmã mais velha e arruína suas chances de casamento, por isso seu pai a trancou em uma torre distante. Acreditando que está enlouquecendo por causa do isolamento, Rhiannon ouve uma voz assustadora. A próxima coisa que ela se lembra, é de acordar numa estranha floresta entre míticos homens lobos. E, o pior de tudo, o líder deles estava levando-a ao seu lar com ele. Ilar estava furioso ao descobrir uma humana encantada - seus antigos caçadores - distraindo a guarda de Lycan. Um simples sorriso desta mortal encantada e seus homens voltaram-se loucos, tratando de matar por consegui-la. Somente convertendo-a em sua amante o feitiço pode ser quebrado. Ilar não tem outra opção que reivindicar a mulher como dele. Mas quem sabe o que ocorrerá quando o encantamento do Cupido for quebrado...

Gostei muito desse livro, ver o cupido de forma diferente do que estamos acostuma foi uma surpresa, ele é uma coisinha suja e desagradavel e que adora pregar peças nos Lycans.

Rhiannon e Ilar são um ótimo casal, tem muita quimica... Um livro Hot e divertido, ideal para uma leitura rápida, pois, o livro não tem muitas páginas.

Recomendo!



Conspiração Mortal

Numa época em que a natureza humana permanece tão previsível quanto a morte, um assassino brinca de Deus e coloca vidas inocentes na palma da mão. Com a precisão de um cirurgião, um serial killer ataca as almas mais vulneráveis pelas ruas das grandes cidades do mundo. Os crimes não deixam marcas roxas nem sinais de luta - apenas um buraco feito a laser, com bordas perfeitas e o tamanho de um punho, no lugar do coração. Quem recebe a missão de investigar o caso é, claro, a detetive Eve Dallas. Porém, no calor do jogo de gato e rato com o assassino, o trabalho de Dallas subitamente se coloca na linha de tiro. Neste oitavo romance futurista da Série Mortal, de J.D. Robb (Nora Roberts), os mistérios e as emoções não cessam.


Era janeiro de 2059, um frio desgraçado e Eve atendendo uma ocorrência de um mendigo morto e sem seu coração todo estragado.De fato, ninguém se importaria com a escória da sociedade, exceto Eve Dallas! Ela sim se importa e vai cavar fundo para descobrir que fez isso com o cidadão em questão e também mais alguns. Indo cavar nas entranhas de um famoso centro médico, a tenente vai infernizar a vida de muitos médicos com atitudes suspeitas.A trama se torna mais ainda interessante, porque Eve passa a ter problemas com uma policial-metida-a-dona-confusão que quer de toda maneira pegar Eve de jeito. Mas o problema fica mais fedorento ainda quando essa policial é encontrada morta. Violentamente morta.Quer queira quer não, a culpa acaba caindo sobre Eve e ela é suspensa do seu trabalho. Choque, fúria, tristeza, ódio, choro, culpa. Perder o distintivo não estava nos planos de Eve. Certamente este é o ponto alto do livro. Como será que ela irá lidar com essa situação? Mais do que nunca nossa tenente precisará de apoio e também de arrumar um jeito de continuar no caso, mesmo que isso seja de forma ilegal.



Meia - Noite Mortal


Eve Dallas é chamada para investigar um corpo no Rockefeller Center muito cedo na manhã de Natal, ao que reconhece como a um distinto juiz.O corpo foi deixado depois de que o juiz foi torturado brutalmente e pendurado até morrer lentamente.Uma nota é deixada com o corpo, mas realmente não é necessária, já que Eve reconhece o trabalho do Dave Palmer, que ela ajudou a prender e encarcerar a três anos.Dave Palmer é um psicopata e deixou uma lista daqueles aos que ele se prepõe matar, com Eve por último.Também inclui o ajudante do Fiscal, seu advogado defensor, o presidente do júri, a própria policial, e a Dra. Mira, amiga de Eve.Roarke oferece sua ajuda e Eve aceita para dar a sua ajudante, Peabody, mais tempo para se recuperar de um ataque (veja em “Natal Mortal”).Enquanto Eve, Roarke, o capitão Feeney e outros inclusive Peabody finalmente perseguem pistas, entrevistam aos pais do Palmer, etc., Dave Palmer é tudo menos ocioso, pois começa a avançar metodicamente por sua lista para capturar, torturar e matar às pessoas que ele suspeita que foram responsáveis por sua condenação.A caça de Eve contra o relógio é emocionante.

Este livro não foi publicado no Brasil. É um conto bem pequeno que se passa depois de Natal Mortal e antes de Conspiração.



8.9.09

Natal Mortal

Quando as pessoas se conhecem através de encontros programados pelo computador, sair com um pretendente pode se transformar num jogo mortal...
Ninguém gosta de passar sozinho as festas de fim de ano. E na Intimo e Pessoal, a agencia de encontros mais famosa de Nova York, essa é a melhor época do ano para unir os corações solitários. Entretanto, a tenente Eve Dallas, no rastro de um serial killer que transforma seus crimes em rituais padronizados, fez uma descoberta preocupante: todas as vítimas eram clientes da famosa agência de encontros. A medida que os crimes continuam acontecendo, Eve penetra no mundo das pessoas que busca do seu amor verdadeiro e também no ambiente onde circula um assassino em busca da próxima vítima. Um mundo onde o poder do amor leva homens e mulheres ao ato final da traição

O sétimo Romance da Série Mortal vem recheado de todos os ingredientes dos outros livros: androides, AutoChefes, armas de atordoar, luzes com comandos de voz, tele-links, skate aéreo, hologramas, Summerset, Roarke, passarelas aéreas, dirigíveis de propagandas, trafego aéreo, e uma Nova York do ano de 2058. A figura do bom velhinho se desfaz nessa história. Um assassino está à solta e usa a imagem do Papai Noel para matar sem ser reconhecido.