Menu

13.1.10

Caminhos do Coração
Diana Palmer

Uma tragédia em sua vida a fez ir para as montanhas... Amanda Callaway, famosa vocalista do grupo musical Desperado, foi para um chalé no Wyoming repousar após um triste acontecimento que a fez perder a voz durante um show. E enquanto lutava para recuperar a saúde, conheceu Quinn Sutton, um rancheiro rude e sensual, que havia sido abandonado pela mulher e morava com o filho nas montanhas. E não fazia idéia de quem ela era!! E encontrar o seu verdadeiro amor!

Quinn Sutton não queria ninguém por perto. Muito menos uma mulher da cidade como Amanda. Porém, após ficar presa em seu rancho por causa de uma tempestade de neve, Amanda se aproximou do rancheiro solitário, provando que alguém como ela poderia partilhar os mesmos hábitos simples e valores antigos de um homem como Quinn. E até mesmo desejá-lo... Mas será que quando ele descobrisse quem ela era, Amanda o perderia para sempre?

Janeiro/2010

Eu e a Diana Palmer temos uma relação de amor e ódio e tenho que confessar que ultimamente não tenho lido um livro dessa escritora que tenha me cativado, em virtude do desafio literário decidi dar mais uma chance a essa escritora e como o tema de janeiro nos remetia a livros de banca decidi ler este livro e sinceramente não posso estar mais arrependida. O livro é uma enrolação geral, os diálogos e cenas se repetem o tempo todo como se a autora não tivesse conseguido criar cenários novos, 90% da historia acontece dentro de casa e apenas com quatro personagens que não conseguem cativar o leitor em nenhum momento, na historia em si o único personagem que ainda dá para engolir é o Joey (filho do Quinn) um garoto de 12 anos de idade. O Quinn nosso personagem principal é um homem mal amado que odeia as mulheres e que por isso trata a Amanda como bem quer e fala barbaridades que eu sinceramente tive vontade de falar poucas e boas para ele, uma diferença nesse livro é que a mocinha não é tão boboca como a maioria das mocinhas da Diana, ela até que tem fibra , mas fica o tempo todo num jogo de vontades e bobagens com o imaturo, virgem e sem noção do Quinn Sutton.

Estou feliz de haver cumprido a minha meta para Janeiro do desafio literário, ler um livrinho de banca é algo comum para mim que iniciei meu pequeno vicio com um romance maravilhoso da Anne Mather também de banca e hoje apesar dos ebooks e livros de livraria, tenho sempre a mão um livrinho de banca para leituras rápidas e divertidas, mas sinceramente fico muito triste de ter lido um livro tão ruim, acredito que eu e a Diana devemos mesmo seguir caminhos separados, para aquelas que gostam da autora não se ofendam com minha critica, essa é apenas a minha opinião tenho muitas amigas que adoram Diana e não conseguem ler nada da minha diva Nora Roberts, afinal gosto não se discute.


Até o próximo...

10 comentários:

  1. Ju,se algum dia eu chegar perto deste livro vc pode me interditar?

    ResponderExcluir
  2. Ah, esse eu passo! Não morro de amores pela Diana Palmer também...rsrs
    Parabéns por cumpri essa etapa do desafio!

    Beijins

    ResponderExcluir
  3. Juliana
    Isso e'que e' escrever com clareza, objetividade e sinceridade!!! O que eu li tambem foi muito ruim!!! Console-se comigo. Voce tem razao: gosto nao se discute, lamenta-se. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Bem a Diana também não é minha autora favorita, bem ela não chega nem perto da favorita, li renegado dela e não achei tão bom assim, creio que só leria algo dela se não tivesse mais nem um livro pra ler...rsrs...porem add no meu skoob uns que dizem serem ótimos pra tentar dar uma segunda chance a escrito quem sabe né....Parabéns pelo blog e sua resenha ta ótima...bjus elis!!

    ResponderExcluir
  5. isso aí, participando direitinho do desafio! Eu ainda nem fechei minha lista.....que vergonha!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, coitada! Que azar, hein?

    Poxa, espero que no mes que vem vc dê mais sorte!

    ResponderExcluir
  7. Ui! Pegar romance de banca ruim é o ó! Boa sorte em Fevereiro!

    Bjo.

    ResponderExcluir
  8. Bahh nunca li nenhum livro dessa autora...
    OO
    VOu ficar longe hehehe...

    ResponderExcluir
  9. Não conheço a autora, mas dada a sua resenha não me animaria a ler o livro pelos elementos da história que você citou muito bem.
    Boa resenha e até o próximo mês.

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Não conheço esta autora e depois da tua resenha nem quero conhecer, sei lá mas acho que não faz mesmo o meu gênero! Ótima resenha, parabéns!
    estrelinhas coloridas...

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.