Menu

12.5.10

Amante Eterno – J. R Ward


Amante Eterno
J. R. Ward

ISBN: 978-85-7930-084-4
Preço: 39,90
Formato: 15.7x23 cm
Papel: chamois 75g
Páginas: 448


Vampiros x Redutores: o amor e a guerra

Nas sombras da noite em Caldwell, Nova York, desenrola-se uma sórdida e cruel guerra entre os vampiros e seus carrascos os redutores. Há uma irmandade secreta, sem igual, formada por seis vampiros defensores de sua raça. Possuído por uma besta letal, Rhage é o membro mais perigoso da Irmandade da Adaga Negra.

Dentro da Irmandade, Rhage é o vampiro de apetites mais vorazes. É o melhor lutador, o mais rápido a reagir, baseado em seus instintos, e o amante mais voraz, porque em seu interior arde uma feroz maldição lançada pela Virgem Escriba. Possuído por esse lado sombrio, Rhage teme constantemente que o dragão dentro de si seja liberado, convertendo-o num perigo letal para todos à sua volta.

Mary Luce, uma sobrevivente de muitas adversidades, entra de maneira involuntária no universo dos vampiros, contando apenas com a proteção de Rhage. Concentrada em combater sua própria maldição, potencialmente mortal, Mary não está em busca de amor e perdeu sua fé em milagres tempos atrás. Mas quando a intensa atração animal de Rhage se transforma em algo mais emocional, ele sabe que Mary precisa ser sua e de mais ninguém. E enquanto os inimigos fecham o cerco, Mary luta desesperadamente para alcançar a vida eterna com aquele que ama...

Amante Eterno é o segundo volume da série e também já foi publicado pela Universo dos Livros e assim que eu lê-lo coloco a minha resenha para vocês.

Sobre a autora


J. R. Ward é o pseudônimo de Jessica Bird, escritora formada em Direito e História da Arte que mora no sul dos Estados Unidos. Apesar de ter escrito seu primeiro livro (não publicado) ainda na adolescência, foi só no início dos anos 2000 que sua carreira de advogada deu lugar à de escritora em período integral. J. R. Ward sempre gostou de histórias de pessoas apaixonadas, principalmente por todo o drama que cerca aqueles que se entregam por completo ao amor. Não por acaso, especializou-se em escrever romances sobre paixões arrebatadoras que acabam por hipnotizar os leitores. Ela própria se define como uma mulher apaixonada – pelo marido, pela arte de escrever, por seu cachorro e pelo rumo que sua vida tomou. Em 2007, foi premiada pela associação de Escritores de Romance da América (RWA) o prêmio RITA por Melhor Romance Curto Contemporâneo.

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.