Menu

10.6.10

Como ser um pirata - Cressida Cowell

COMO_SER_UM_PIRATA_1273624720P
Soluço Spantosicus Strondus III foi o mais grandioso herói já visto em todo o território viking. Ele era bravo, impetuoso e muitíssimo inteligente. Mas até mesmo os grandes heróis podem ter dificuldades no começo. Principalmente se têm como companheiro um dragãozinho teimoso e mal-educado.
Nesse novo livro arrepiante, Soluço conta mais uma aventura do inicio de sua história - quando ele ainda tinha muito o que aprender sobre como usar uma espada, sobreviver a naufrágios, escapar de dragões homicidas e desvendar os mistérios de um tesouro pirata muito bem escondido...
Aventura, ação, muito humor e ilustrações divertidíssimas: essa é a receita do sucesso de "Como Treinar o Seu Dragão", seguida à risca nesse segundo lançamento da série escrita e ilustrada pela inglesa Cressida Cowell, autora premiada de obras infantis e infanto-juvenis.
Scan0004
Eu sempre fico encantada com livros infanto – juvenis, desde conto de fadas a aventuras em arco-íris e ilhas mal-assombradas. Este foi o primeiro livro que nosso Blog recebeu com a parceria com a Editora Intrínseca. Por sinal, tenho que parabenizar esta Editora… a qualidade dos livros estão magníficas! O que mais me chamou a atenção em “ Como ser um Pirata” foram as ilustrações, me lembraram meus rabiscos na infancia, que era bem menos elaborada(sempre fui pessima em desenho). Quem gosta de livros do genêro, vai ficar preso na leitura querendo saber o fim de Soluço Spantosicus Strondus III (Sim! Ia esquecendo… os nomes dos personagens e dos lugares são muito legais. Adorei a Dinossaura chamada Vaca aterrorizante, que de aterrorrizante não tem nada e de vaca também não. rsrs)
Scan0003
Mesmo sendo uma continuação do livro Como treinar seu dragão e pertencer a série de mesmo nome, você pode ler separadamente, pois sua leitura não será prejudicada.
É uma boa aposta para começar a cultivar o gosto pela leitura nas crianças.
Recomendo!

3 comentários:

  1. Mesmo sendo uma série voltada para crianças, eu quero muito ler! Parece ser uma leitura tão aconchegante e ilaria!

    ResponderExcluir
  2. marcinho, é muito legal. Tá, confesso que comecei a ler e achar que a classificação não deveria ser infatil, onde já se viu livro infantil onde o personagem principal tem aula de violencia gratuita? mas depois mudei de ideia.

    ResponderExcluir
  3. Tha, agora é minha vez de ler...

    Beijos

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.