Menu

2.7.10

A Breve Segunda Vida de Bree Tanner - Stephenie Meyer

bree A Breve Segunda Vida de Bree Tanner
Stephenie Meyer
Bree Tanner mal se recorda da vida que tinha antes de descobrir seus sentidos extremamente aguçados, os reflexos sobre-humanos e a força física sem precedentes. A vida antes da insaciável sede de sangue... Antes de ser uma vampira.

O que ela sabe é que a rotina em um bando de recém-criados é de poucas certezas, e de ainda menos regras: fique alerta, não chame atenção para si mesmo e, acima de tudo, volte para casa antes do nascer do sol, ou será destruído. O que ela não sabe: seu tempo como imortal está se esgotando. Depressa.

Bree encontra em Diego um amigo inesperado, outro jovem vampiro atormentado pelas dúvidas a respeito do monstro que os criou – alguém que conhecem simplesmente por Ela. Quando os dois percebem que são apenas peões em um jogo cujas proporções jamais imaginaram, é preciso descobrir em que acreditar. Mas se tudo o que você sabe sobre sua espécie é uma farsa, onde estará a verdade?
Combinando romance, horror, ação e mistério, a trama de Stephenie Meyer mergulha na trajetória de devastação do bando de recém-criados enquanto eles se preparam para o confronto definitivo.
Quando comecei a ler este livro não tinha muitas expectativas de gostar e assim como muitos fui uma das que disseram, para que escrever este livro, por que ela não continua a escrever a versão do edward de crepúsculo o tão sonhado midnight sun que tristemente ficou incompleto, então sem expectativas comecei a ler Bree Tanner e me encantei com o universo assustador e medonho dos recém criados, jovens vampiros sem nenhum controle além das mentiras contadas por Riley.
É impossível não sentirmos pena da Bree, do caminho que ela tinha tomado antes de se tornar vampira e do que ela passa depois de se tornar. Antes de começar a história a Stephenie Meyer explica por que criou a história de Bree, um personagem tão pequeno entre tantos do livro e achei legal que ela disse, que após concluir Bree ela gostaria de ter dado um fim diferente a personagem em eclipse, mas infelizmente não é algo que pudesse ser alterado.
Diego é um personagem que cativa você de cara, é impossível não gostar dele, mesmo enquanto você pensa: “será que ele é mau”. Ele se aproxima de Bree e faz com que as coisas se tornem mais fáceis para ela e mais difíceis também.
Demorei a escrever essa resenha por que não conseguia encontrar as palavras certas para descrever uma pequena história que nos passa uma grande emoção.
Recomendo!

2 comentários:

  1. Eu gostei demais do livro da Bree.
    Foi uma experiência bem legal ler um livro onde já sabemos o final.
    Eu fui até a última letra torcendo para a um final diferente para a Bree.
    Bjs
    Luka.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei com vontade de ler esse livro depois de ver o filme de Eclipse. Até então não tinha me interessado, rs.

    Bjos

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.