Menu

17.11.10

Desculpa se te chamo de amor – Federico Moccia

Desculpa se te chamo de amor

Federico Moccia

Niki é uma bela garota, é divertida, é inteligente. Tem 17 anos. Alex é um "garoto" de quase 37. Separou-se há pouco, e sem uma razão clara, de sua noiva. Publicitário com grandes responsabilidades vê-se em crise no trabalho. Os dois se cruzam casualmente num pequeno acidente de trânsito. Niki gosta de Alex, Alex acha Niki divertida. A relação fica cada vez mais intensa. Não querem deixar a diferença de idade atrapalhar... O mundo dos adolescentes se choca com o dos adultos. Mas a vida dos dois nunca mais será a mesma. Este romance é a vontade de reencontrar a própria liberdade, a vontade de ter sentimentos verdadeiros, de amar sem convenções e sem muitos porquês. É o cotidiano, mas também o sonho.

Comprei esse livro em abril deste ano e ele ficou entre os tantos da minha pilha de livros a serem lidos. Esses dias eu olhei para ele e soube que era a hora certa de lê-lo.

Desculpa se te chamo de amor nos encanta desde o início e nos proporciona uma leitura agradável e envolvente. Me vi transportada a Itália e lá conheci pessoas incríveis. Niki tem 17 anos e encontra Alex que tem 36 (quase 37), ele acabou de ser abandonado por Elena e a última coisa que imagina é que irá se apaixonar por uma menina mulher. Pessoalmente teve momentos que achei Niki mais madura do que o Alex, pelo menos em pensamentos.

Federico tem uma suavidade em sua forma de escrita e ao mesmo tempo é tão dinâmico que me vi presa dentro das páginas do livro e quando não conseguia ler ficava com a mente voltada para o que estaria acontecendo dentro do mesmo. Sei que isso é estranho, mas até concluir a leitura não conseguia pensar em mais nada. Nunca li um livro tão romântico tendo sido escrito por um homem, as descrições do livro nas cenas de amor são verdadeira poesia.

O autor nos apresenta outros personagens durante o decorrer da história, temos acesso a suas idéias, medos, dúvidas e milhões de outros sentimentos que impossibilita deixar o livro de lado. Me peguei rindo muito em alguns momentos e derramando algumas lágrimas em outro. Não pude deixar de me irritar por certas atitudes de alguns personagens ou pela “cegueira” de outros.

Federico Moccia se tornou um dos meus autores favoritos e aguardo ansiosa para ler seu próximo livro que já tem lançamento previsto agora para dezembro.

Desculpa se te chamo de amor virou filme e já falei dele aqui no blog. Quem quiser conferir é só clicar na imagem abaixo.

image


12 comentários:

  1. Ai que lindo, sua resenha foi poética, adorei!
    E nem acredito que meu livro esteja na estante esperando leitura, correndo para subir na pilha.
    Beijo amore!

    ResponderExcluir
  2. Eu lembro desse livro, quando fui para SP com minha mãe e todo lado que olhava no metro tinha um cartaz desse livro, acho que é por isso que não esqueço dele, mas tb nem sabia do que se tratava, adoro livros quando a mocinha é bem mais jovem, quando achar em promoção eu compro, agora só compro promoção. Adorei o cara do cartaz do filme, tem cara de homem mesmo, alguns tem cara de bichinha..rs
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Leninha, suba mesmo, pois é bom demais.

    Sol, vou ficar torcendo para você encontrar de promoção. Ele é uma delicia né, tudo de homem... rsrs


    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Agora fiquei com vontade de ler e ter esse livro! que resenha maravilhosa! Quero ler!
    O filme já tinha ouvido falar! Tb quero assistir!

    ResponderExcluir
  5. Ei Ju,

    Amei este livro e tbm fiquei fã do autor. Cada frase tão linda, tanto romance aiai

    bjoo

    ResponderExcluir
  6. Sou doida nesse livro, mas não sabia que tinha virado filme!!
    Vou assistir!
    beijoo
    Juh
    Filmes, livros e blá, blá, blá...

    ResponderExcluir
  7. Lerei assim que concluir O Mapa do Tempo... Ju, me empresta, né?^^

    ResponderExcluir
  8. Oi, Ju.

    Já ouvi tanto desse livro.

    Acredita que nunca li?!

    Adorei a forma encantadora com que expressou suas emoções.

    Lembrei-me até da forma de escrever da Martha Medeiros, que é de uma poesia.

    Nunca vi o filme, mas ambos estão na minha lista!

    Preciso muito ler!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. hi, Ju, esse não faz exatamente o meu gênero...
    Vou pular hihihihi

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Doida para ler esse livro Juuuuuu quero quero quero hahaha :P

    ResponderExcluir
  12. Odeio o livro, não gostei da narrativa do autor e após abandonar o livro, meses depois tentei lê-lo novamente e dessa vez consegui terminar!

    Mas o filme é MARAVILHOSO, recomendo que todos vejam! :0

    Beijos meninas!

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.