Menu

7.11.10

O Problema dos Livros

A Bruna do blog Supreme Romance escreveu um texto fabuloso falando sobre os problemas dos livros. Acho que o texto é digno de ser repassado, então pedi permissão a ela para copiar e colocar aqui para vocês. Dei muitas gargalhadas lendo, espero que você se divirta também.

Juliana Vicente

O Problema dos Livros by Bruna Britti.

Sim, estou revoltadíssima. Vou aproveitar que as pessoas estejam atacando os gêneros literários, e aproveito para dizer que tenho um grande preconceito com os livros, e vou dizer o porquê:

Romances de banca: A começar por eles. Ah sim, esse são os piores!!! O-d-e-i-o! Eu sempre conheço homens bonitões nesses livros, que sabem fazer de tudo: Eles são agente-secretos, as vezes são bilionários gregos (ou italianos), outros são cowboys machos bonitões que se dão super bem na cama… hellooo??!!! Isso está acabando com minha vida real! Não posso olhar pra nenhum homem na rua que acho barango…

E as capas? Móóó pegação ô! Tá bom, eu confesso: Eu tenho ciúmes da mocinha que sempre agarra o bonitão:

image

image

Romances policiais: Ah, sabe porque eu os odeio e tenho mega preconceito? Simples, o mordomo e/ou empregado quase sempre é o culpado. Agora não paro de olhar pro empregado aqui de casa, que por sinal tem gestos esquisitos demais. Humpf! Não posso esquecer que os mocinhos são sempre “fortudos”, sabem pular de um prédio em chamas carregando a mocinha nos ombros e agarra uma mocinha de jeito. E se for mocinha, ela está sempre com maquiagem em dia, enquanto sai atrás dos ladrões mais perigosos do mundo… (estou sentindo a depressão vir…)

Chick-lits: Romances leves e divertidos… E sabe qual é o maior problema?  As mulheres geralmente tem mais de 30 anos, vestem 44, estão encalhadas, são pobres e tem um emprego ruim. E no fim arrumam o maior gatão, rico, gostoso, fiel e que ainda por cima não liga delas estarem acima do peso. Mais fácil acreditar em papai noel, porque né… os homens que eu conheço arrotam na mesa, soltam pum e não abaixam a tampa da privada…. *bufa*… ô vida!

YA Books e sobrenaturais: Eu os odeio porque… ah, sei lá. Sempre quis encontrar um vampiro, mas sabe que até hoje não consegui? Estou frustrada, sério. Mas o mais frustrante ainda é ver aquelas menininhas sem sal, tímidas e sem graças pegarem o gostosão do vampiro/anjo/fantasma/bruxo ou sei lá mais o quê, e eles se apaixonarem por elas a vida toda! Vou jogar todo o meu guarda roupa da moda pela janela e começar a me vestir de preto.  #prontofalei

Bom gente, esse foi um post descontraído. Talvez alguns não saibam o que esteja rolando na blogosfera, mas para quem acompanhou, sabe bem o porque decidi fazer essa postagem. Não importa o que você leia, se é bula de remédio, YA Books, auto-ajuda, etc… Ler faz bem, e é isso que importa.

Então, a dica da semana é: Leia o que você gosta, respeite o gosto dos outros e seja feliz!

*Esse post foi feito com a ajuda da Nanda do Viagem Literária.

 


5 comentários:

  1. Nossa ri demais, post muito bem elaborado, parabéns pra quem o escreveu.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. OMG!!!

    Falou tudoooo!!!

    Me encontro atualmente apaixonada por um Vampiro de papel sombrio, perigoso e gostoso ao extremo.

    POR QUÊ??

    Por que ele não é real??

    Eu não cosigo mais olhar um homem na rua sem me perguntar:

    Por que ele não é um vampiro alto, forte, com uma cicatriz Ultra-Mega-Hiper sexy e um apetite sexual insaciável???

    ISSO NÃO É JUSTO!!!

    ResponderExcluir
  3. Uma vez um amigo meu rdclamou porque eu estava lendo Sidney Sheldon, sabe o que eu respondi? "Quer ler cultura, vai ler o dicionário!" Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Estou por fora do que está rolando... mas apoio total... Leia o que vc gosta e seja feliz!
    kkk Amei o testo!
    Eu, particularmente, leio de tudo! Adoro Banca, Policial, sobrenatural, chick-lit e auto-ajuda!

    Muito bom!

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.