Menu

29.11.10

A Passagem – Justin Cronin

image

A Passagem

Justin Cronin

Primeiro, o imprevisível: a quebra de segurança em uma instalação secreta do governo norte-americano põe à solta um grupo de condenados à morte usados em um experimento militar. Infectados com um vírus modificado em laboratório que lhes dá incrível força, extraordinária capacidade de regeneração e hipersensibilidade à luz, tiveram os últimos traços de humanidade substituídos por um comportamento animalesco e uma insaciável sede de sangue.

Estou  a cerca de meia hora olhando para a tela do computador sem ter nenhuma idéia sobre como resenhar esse livro, por isso decidi começar pelo que me motivou a comprar. Não vou dizer que foi alguma resenha que li, pois não me lembro de ter lido sobre ele em nenhum blog. Comprei porque estavam falando muito dele no twitter. Enfim, comprei sem me atentar para o fato do livro ter 816 páginas e uma capa linda. Comprei por comprar (Adoro comprar livro).

Ele ficou entre as dezenas de livros da minha pilha e alguns dias atrás resolvi tirar da estante e iniciar a leitura.

A sinopse do livro me deixou muito curiosa e a primeira impressão que tive foi “Nossa, deve ser estilo residente Evil” (Eu adoro os jogos e os filmes). Mas apesar de algumas semelhanças, logo qualquer lembrança que eu tenha tido com Residente foi apagada e me vi presa dentro de um mundo assustador, hostil e sem nenhuma esperança.

A passagem é um livro que te leva a extremos. Inunda-nos de sentimentos e nem todos são bons, na verdade a maioria deles são tão intensos que durante a leitura do livro me vi tendo pesadelos à noite. Meu pensamento me levava o tempo inteiro para dentro do livro, era impossível fugir da leitura e do que estava acontecendo com as dezenas de personagens que nos são apresentados no decorrer da história.

O autor retrata bem cada personagem, seus pensamentos, a importância de cada um na criação do futuro e das desgraças que o assolam. São tantos personagens que por algumas vezes tive que parar a leitura e repassar quem era quem, quando eu conseguia identificar todos, logo era apresentada a outros tantos. Justin Cronin foi um mestre nesse ponto, pois cada personagem por menor que fosse tinha uma importância única em tudo que estava acontecendo ou iria acontecer.

Em alguns momentos somos levados para frente e para trás na história. Presente, passado e futuro se misturam, mas conseguimos identificar facilmente esses momentos e eles só tornam o livro melhor.

O livro se divide em Partes e cada parte se concentra em contar um pouco do que aconteceu com o mundo e as pessoas, quase no final do livro essas partes se unem e temos uma visão ampla de tudo e todos.

Este é o primeiro livro de uma trilogia (Quase morro quando descobri). O segundo “The Twelve” tem previsão de lançamento nos EUA em 2012 e o terceiro “The City of Mirrors” previsão para 2014. (Gente vai demorar demais).

Depois que terminei a leitura fui pesquisar na internet para saber mais sobre esse livro e continuações, encontrei um site que dizia que esse livro estava entre os “Épicos”, concordo completamente com ele. Este é um livro maravilhoso que merece ser lido e apreciado.

“Esta é a história de vampiros que você não pode perder: 15 páginas são suficientes para cativá-lo; depois de 30, você se descobrirá prisioneiro, lendo noite adentro. Um livro com a força dos épicos.”

Stephen King.

 


14 comentários:

  1. Juliana, agora fiquei com vontade ler este livro. Já tinha visto em alguns blogs, mas nem me interessei em ler sobre ele. Agora com sua resenha me despertou aquela vontadezinha de le-lo. Pena que se for comprar todos os livros que quero ler, vou a falência. Mas vou colocá-lo na minha listinha de desejados.
    Beijo grande

    Eliane (Leituras de Eliane)

    ResponderExcluir
  2. Ju, nossa eu já tinha vontade de ler, agora então ... mortinha de vontade de ler rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  3. Meninas, eu mais que recomendo o livro.

    Eliane quando for possivel compre mesmo, vale mesmo a pena.

    Luka vou esperar que você leia e me diga o que achou.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Mais um livro vampiresco... confesso que nem imaginava que a temática fosse ser essa rsrs.
    Adorei sua resenha, mas não tenho muito interesse em ler esse livro.
    Bjos.

    ResponderExcluir
  5. E pensar que ainda não li esse livro apenas pela quantidade de páginas, me dá até nervoso, kkk
    Adorei sua resenha até por que vc disse tudo sem contar nada, adoro resenha assim, que me instiga a ler.
    Beijão amiga!

    ResponderExcluir
  6. Uma amiga me deu esse livro de presente mas ainda não li! Assim como a Lena, a quantidade de páginas me assustou um pouquinho!

    Estou guardando para o próximo feriado, rs!

    beijosss

    ResponderExcluir
  7. Pode dizer o que quiser do livro... mas este eu não leio nem por decreto! Não é nem pela quantidade de páginas, o trauma foi ver a Ju aparecer todo dia na porta da minha sala (trabalhamos perto) e ela estava com olheiras e dizendo que não tinha conseguido dormir direito pensando no livro ou que tinha tido pesadelo.. Deus me defenda de livros assim. rsrs

    ResponderExcluir
  8. Juliana muito obrigado, pq se antes eu estava com uma baita vontade de ler, agora estou doidinha, rsrsrsrs.
    Preciso, necessito ler esse livro.
    Ele parece ser demais.

    Xero.

    ResponderExcluir
  9. Fiquei super curiosa pra ler o livro. Já tinha visto nas livrarias e sempre achei a capa maravilhosa, até parecida com a capa de "A Cabana". Mas 800 páginas??? Nossa, é muito. Mas realmente me interessei pelo livro.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. To doida para ler esse livro!! Ja estava antes da resenha, agora então!!!
    Preciso dele!
    beijooos
    Livros e blablabla

    ResponderExcluir
  11. A Passagem já está na minha lista de livros para ler. Bjs, rose:D

    ResponderExcluir
  12. Oi, Juliana.

    Lendo sua resenha, comecei a lembrar-me dos sentimentos contraditórios e emoções infindas que tive durante a leitura!

    Assim como você, e comentei isso, também tive pesadelos à noite, ainda mais pelo fato dos voadores lembrarem-me muito do filme que assisti "30 Dias de Noite" (que foi outro pesadelo p/ completar meu martírio). Meu Deus, como sou medrosa e acho que temos isso em comum. (risos).

    Além disso, lembrei-me de muitos fatos, livros e seriados que assisti!

    Então, esse livro foi uma grande supresa do ano! Envolvente e arrebatador da primeira a última página!

    Está mais do que recomendado!

    Quem ainda não leu, não sabe o que está perdendo!!! Vale muito a pena!

    Quando termina, você nem percebe que leu mais de 800 páginas, de tão bom que é!!!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Nossa Ju, eu não tinha reparado muito nesse livro, e nem que ele tinha 816 páginas! É grande mesmo! Sua resenha ficou ótima pois apesar de não dar nenhum gostinho do que se passa na história, me deixou com vontade de ler pra saber pq você gostou tanto :D
    bjos

    ResponderExcluir
  14. Ralei para comprar esse livro, enquanto não achei uma promoção eu não comprei, mas até agora não li, espero que eu goste como todas que eram até agora. Tenho que gostar de qualquer jeito, pelo trabalho qu deu para comprar..rs

    Bjos

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.