Menu

11.2.10

A esposa Perfeita
Lynsay Sands


Grã-Bretanha, Idade Média

Uma mulher muito especial...

Quem olhasse para Avelyn não diria que ela estava tão ansiosa, apavorada mesmo. Esperava impressionar seu noivo no dia do casamento, mas qual seria a reação de Paen quando descobrisse que ela não era a mulher esguia e bem-feita de corpo com a qual ele certamente desejava se casar?

Paen Gerville sonhava com uma mulher voluptuosa e ardente, em cujos braços ele encontrasse refúgio e prazer depois de uma vida solitária dedicada às batalhas. No princípio, sua noiva não parecia prometer tais delícias, com as roupas discretas que lhe escondiam o corpo, e com a aparente fragilidade e timidez. Entretanto, ao vê-la de camisola na noite de núpcias, a imagem que Paen tinha de Avelyn mudou da água para o vinho... e ele sorriu, sedutor, antecipando as surpresas que o aguardavam nos braços daquela mulher, que era nada menos do que a esposa perfeita...

Nas minhas andanças pelos sebos eu encontrei esse livro e sua sinopse me chamou atenção, logo o separei para levar para casa e tenho que dizer a vocês eu adorei... Fazia certo tempo que eu não lia nada de banca, quanto mais clássico histórico, não sei se vocês já passaram por isso, mas eu sou de temporadas, temporada que só leio livros de livraria, temporada que só leio livros de banca e claro temporadas que não leio nada, essa ultima sempre dura pouco tempo, mas quando ela bate não tem quem faça eu ler nada, bem mas ultimamente estou numa fase de ler romances de banca e esse livro vai ficar marcado, por que eu ri muito lendo , ria tanto que algumas vezes minha mãe perguntava o que eu estava fazendo..rsrs

Avelyn tem um grande complexo com seu corpo e peso e sempre foi alvo de provocações por parte de seus primos e isso agravou ainda mais seus problemas de auto estima, ela está noiva e tem um temor secreto que seu noivo não irá gostar dela e claro se negar a casar, claro que o nosso mocinho esperto adora o corpo e todo o resto da sua futura esposa, mas convencê-la disso é que é o desafio.

Um livro super divertido, com pitadas de erotismo.
Recomendo!


Sombra da Lua - Nora Roberts.

Sombra da Lua
Nora Roberts


Numa cidade dominada pelo medo, uma figura solitária vestida de preto caminha pela noite, determinada a livrar a metrópole do pesadelo do crime. Nem balas, nem formalidades legais poderão impedir Nemesis de cumprir sua missão. Afinal, ele não é homem comum… e nada poderá detê-lo! A jovem e idealista procuradora Deborah O’Roarke representa a lei contra o crime. Os métodos pouco ortodoxos de Nemesis não a agradam, embora esse estranho justiceiro provoque nela um desejo obscuro… algo tão misterioso e inalcançável quanto o lado oculto da lua. Mas Deborah não imagina o quanto Nemesis está perto dela… Bem ao alcance dos olhos… e do coração!

Eu praticamente devorei esse livro, não que eu não devore a maioria dos livros que leio, mas esse eu simplesmente não conseguia parar de ler. Não temos grandes misterios quanto a identidade do Nemesis ou seu alter ego, o conflito nessa história é sobre aceitar os lados escuros de cada um e aprender a conviver com isso. Nemesis tem um dom(muito interessante) e o usa em beneficio de muitas pessoas, mas não pense que ele é um simples heroi, acredito que muito do que ele faz se baseia em vingança , em contrapartida a Nemesis que não acredita na "justiça dos homens" temos a idealista Deborah que acredita que apenas a justiça pode e deve punir. Então como duas pessoas que pensam tão diferente podem ficar juntas?

Na verdade é bem simples só precisarão deixar o coração os guiar.

8.2.10

Blogagem coletiva "Não ao Plágio"


A blogosfera literária unida vem através desta blogagem coletiva mostrar seu repúdio a aqueles que se utilizam dos textos alheios para se projetar na web.

O mundo virtual dos blogs é um espaço livre, de compartilhamento de ideias e opiniões, mas essa liberdade também deve ser norteada pelos princípios da ética e da camaradagem.

Infelizmente a ética e a camaradagem não têm sido respeitadas por algumas pessoas. Nos últimos dias tivemos conhecimento de que um dos blogs dedicados a falar sobre o universo dos livros o "Nossos Romances", foi quase que totalmente copiado. A proprietária (e nós também) vimos que além do layout do blog, vários textos foram simplesmente transplantados de um blog para o outro. A confirmação do plágio se deu a partir da comprovação que as mesmas resenhas publicadas no blog Nossos Romances, estavam publicadas aqui.








As blogueiras têm consciência de quando os textos estão inseridos na internet, há possibilidade de menções e cópias, mas o que não é admitido é ter os nossos textos copiados, sem a nossa autorização ou, pelo menos, um aviso de que o texto será reproduzido. A falta desse aviso é compreendido pelas blogueiras como uma simples cópia com o intuito de aproveitar-se da audiência e/ou sucesso alheio.

O caso do blog Nossos Romances que teve seu template e textos copiados, chegou a tal ponto que até o domínio .com.br foi registrado. A ação é considerada como plágio e a blogosfera literária repudia, abomina e em conjunto vai denunciar essa atitude.