Menu

5.3.10

Mistério da Noite
Nora Roberts

Seria tolice seguir seus próprios instintos?

Por 10 anos aquela casa ficara abandonada, mas a premiada compositora Maggie Fitzgerald sabia que poderia considerá-la seu lar. À procura de paz longe do agito de Los Angeles e das lembranças do acidente que matara seu marido, os instintos de Maggie a levaram em direção ao leste, e ela chegou à pequena cidade de Morganville, em Maryland, decidida a recomeçar a vida. A intuição de Maggie também dizia que Cliff Delaney, dono da empreiteira local, era a pessoa certa para reformar a casa. Entretanto, logo no início das obras, eles descobrem o corpo de um homem há muito desaparecido. E quase todos os habitantes de Morganville, incluindo Cliff, tinham algum motivo para ter cometido o assassinato... Poderia Maggie confiar mais uma vez em seus instintos? Ou a verdade seria sua ruína?.

Quando vi esse livro na banca meu primeiro impulso foi comprá-lo, mas como eu estava com uma pilha de livros em casa e acompanhada da minha querida amiga Thalita (ela ficou me puxando e me impedindo de comprar) consegui sair de banca sem levar o livro, mas como minha força de vontade é pouca quando se trata de livros, principalmente da Nora eu acabei voltando lá e comprando o bendito. Não vou dizer que me arrependi, mas esse é um livro que eu não teria pressa em ler, quem me conhece um pouquinho, sabe que sou uma super fã da Nora e que sendo dela eu leio tudo, mas não é por isso que não consigo ver quais livros dela são melhores ou piores (lógico que o pior dela, está longe de ser ruim.)

Agora deixa eu começar a falar do livro, achei a história um tanto quanto cansativa, meio que se repete em alguns momentos. Maggie Fitzgerald nasceu em um mundo de brilho e glamour e decide que está cansada dessa parte de sua vida, se muda para uma pequena cidade do interior com a intenção de ficar um sozinha, em paz consigo mesma, já que desde criança é seguida por fotógrafos e jornalistas. Ela encontra refugio na pequena cidade de Morganville e compra uma casa que esteve abandonada por 10 anos, o que ela não sabe é que sua mudança irá lhe trazer varias coisas menos tranqüilidade.

Maggie é uma artista e assim como seus pais uma estrela, ela compõe letra e musica para filmes e já ganhou 01 Oscar e 02 Grammy, mas independente dos prêmios ela é apaixonada por música. Devo abrir um parêntese aqui e dizer que achei maravilhosa a forma que a autora descreveu essa profissão que é tão pouco divulgada, foi interessante conhecer um pouco da disciplina necessária para criar um tema que nos toque.

Cliff Delaney é antes de tudo um mocinho atípico da Nora, quem já leu algum livro da autora deve saber que em 90% de seus livros o mocinho sempre se apaixona primeiro pela mocinha e esse é um dos pontos que faz com que goste tanto de seus livros, mas o Cliff é meio que o oposto e no inicio me peguei o achando insuportável e preconceituoso, ele tem uma visão estreita da Maggie por ela ser famosa e demorar muito para ver que nem sempre os pré-julgamentos são os mais corretos. No decorrer do livro suas ações e pensamentos passam a mudar (lentamente), mas ainda assim eles mudam e ele aceita o que é inevitável: O amor.


1.3.10

Um sonho Possível
(The Blind Side)

Em 'Um Sonho Possível', o adolescente Michael Oher (QUINTON AARON) sobrevive sozinho, vivendo como um sem-teto, quando é encontrado na rua por Leigh Anne Tuohy (SANDRA BULLOCK). Tomando conhecimento de que o garoto é colega de turma de sua filha, Leigh Anne insiste que Michael — que veste apenas bermuda e camiseta em pleno inverno — deixe-a resgatá-lo do frio. Sem hesitar por um momento sequer, ela o convida a passar a noite em sua casa. O que começa com um gesto de bondade evolui para algo maior, pois Michael passa a fazer parte da família Tuohy, apesar de terem origens bem diferentes.

Vivendo no novo ambiente, o adolescente tem de encarar outros desafios. E à medida que a família ajuda Michael a desenvolver todo o seu potencial, tanto no campo de futebol americano quanto fora dele, a presença de Michael na vida da família Tuohy conduz todos por uma jornada de autodescoberta.

Curiosidades:
» Inicialmente intitulado 'O Lado Cego', teve o título nacional alterado para 'Um Sonho Possível'.

» Um Sonho Possível já arrecadou mais de US$ 220 milhões nos Estados Unidos e promete dar a Sandra Bullock sua primeira indicação ao Oscar®.

» 'Um Sonho Possível' é inspirado em uma história real e dirigido por John Lee Hancock (O Álamo), que também escreveu o roteiro a partir do livro The Blind Side: Evolution of a Game, de Michael Lewis.

Emocionante!

Essa é a primeira palavra que consigo pensar para descrever esse filme, ele mexe com a gente do inicio ao fim. Durante todo o filme fiquei pensando na situação de tantas pessoas que como o Michael são esquecidos pelo sistema e se tornam "invisíveis". Ao contrario de muitos, Michael encontra Leigh Anne que é interpretada pela Sandra Bullock e devo dizer que eu adoraria que ela ganhasse o Oscar por esse filme, pois ela conseguiu tornar sua personagem tão real para mim que foi impossível eu enxergar além do seu papel. Devo ressaltar aqui que todos os personagens do filme são cativantes e desde o inicio abrem o coração para receber Michael em sua família. É surpreendente saber que esse filme não é apenas uma história criada para nos emocionar e sim algo real e que hoje essa família se mantém unida, isso sim é emocionante.

Espero que vocês, assim como eu apreciem esse filme.


28.2.10

Tithe - Fadas Ousadas e Modernas
Holly Black

Kaye é uma menina de 16 anos que leva uma vida bastante atípica. Junto com sua mãe vive de cidade em cidade enquanto a mãe busca a fama com sua banda de rock. Tanto Kaye quanto Ellen fumam e bebem demais e estão sempre envolvidas com os homens errados. Após ser estranhamente espancada pelo namorado, Ellen e a filha voltam para Nova Jersey, para morar durante algum tempo com a avó da menina. Lá, no lugar onde passou sua infância, Kaye reencontra velhos amigos, tanto seres humanos quanto mitológicos: fadas que a visitavam regularmente e que, depois que ela se tornou adolescente, nunca mais a procuraram, fazendo com que Kaye acabasse por considerar a existência de tais seres como um simples fruto de sua imaginação. Já na primeira noite em Nova Jersey coisas estranhas começam a acontecer. Um cavalo de madeira parece tomar vida e, em meio a uma tempestade, ela encontra um cavaleiro do reino das fadas ferido nas margens de um córrego. Kaye acaba salvando a vida dele e se apaixonando. Nessa mesma noite, seus velhos amigos encantados a procuram, se mostrando mais reais e assustadores do que nunca. Eles lhe revelam que Roiben, o cavaleiro que ela salvara algumas horas antes, é na verdade uma criatura perigosa, responsável pela morte de um de seus antigos amigos mágicos e que viera buscá-la para ser oferecida como sacrifício na Tithe, um ritual onde uma jovem e inocente mortal é sacrificada para aplacar o desejo das rainhas fadas. Entretanto, a notícia mais estranha que revelam a Kaye é que, na verdade, ela também é uma fada e que, graças a um encanto, ela consegue assumir a forma humana. Assim, Kaye deve utilizar-se desse trunfo para escapar da Tithe, tarefa que, infelizmente, terá que realizar sem a ajuda deles. A partir daí, Kaye empenha-se numa luta frenética pela harmonia do reino das fadas e por sua própria vida. Contando apenas com Corny, um velho amigo mortal, ela é obrigada a observar as alterações de seu corpo, que, aos poucos, vai se transformando no de uma fada, aprender a dominar seus novos poderes e ajudar Roiben, que está sobre a maldição de uma das rainhas das fadas, monarca da mais sanguinolenta horda de seres mitológicos. Logo, Kaye e Roiben se tornarão as figuras centrais de uma antiga e mortal guerra entre reinos encantados.

O Tema do Desafio Literário do mês de fevereiro foi Contos de fadas, de todos os temas do desafio o desse mês foi o mais difícil para mim, eu não tinha a miníma ideia do que ler, ja tinha lido Penelope e minhas outras opções não pareciam tão atraentes.

Procurei, procurei...e acabei escolhendo esse. E me Arrependi. Não me levem a mal quem gostou do livro, mas definitivamente não é pra mim, a autora até conseguiu prender minha atenção por algum tempo e eu me obriguei a ir até o final, mas não faz meu genêro.

Confuso demais.

Principalmente pra quem acabou de sair de um bloqueio literário. Espero reler o livro e quem sabe num momento melhor eu possa gostar dele (Duvido muito).

P.S: Fadas Verdes???? hellooo.... verdes são alíeniginas! Alguém prenda essa mulher.
Oráculo de ovos...??????Fala sério...nem merece comentário...

Fevereiro/2010




As Crônicas de Narnia
C.S. Lewis

O tema de fevereiro do desafio literario foi contos de fadas e meu livro escolhido foi as Crônicas de Narnia do C.S Lewis, eu já tinha esse livro a um tempo e aproveitei o desafio para lê-lo. Infelizmente por falta de sorte logo que peguei esse livro para ler entrei em pane, quer dizer entrei em um bloqueio total e sempre que eu pegava o livro para ler acabava deixando de lado por isso só hoje no último dia do mês estou postando minha resenha.

O volume que eu li engloba todos as histórias do autor e devo confessar que gostei de umas mais do que de outras, acredito que fui influenciada pelos filmes, claro que todas as histórias são maravilhosas, C. S Lewis consegue nos envolver e acabamos viajando junto com ele ao mundo de narnia onde conheceremos personagens incriveis, alguns comuns como nós mesmos e outros magicos como o magnifico senhor de Narnia Aslam.

O livro me deixou ansiosa pelos próximos filmes, espero que sejam feitos filmes de todas as histórias.


O livro é composto pelas seguintes histórias:


  • O sobrinho do Mago.
  • O leão, a feiticeira e o Guarda-roupa.
  • O cavalo e seu menino.
  • Príncipe Caspian.
  • A Viagem do Peregrino da Alvorada.
  • A cadeira de Prata.
  • A Última Batalha.
Um livro mágico que nos leva a um mundo incrível.

Fevereiro/2010.