Menu

20.3.10

O Compêndio
J.R Ward

Esta é a primeira parte do livro onde aparece a história que trata de Zsadist, Bela e sua filhinha Nalla. Com o nascimento de sua filha, Zsadist se vê enredado novamente no pesadelo que foi sua vida como escravo de sangue. Os abusos e humilhações e a raiva estão de volta, bem como a vergonha e o medo de saber que um dia sua filha descobrirá tudo. Bella sofre outra vez para fazê-lo compreender que ele é um homem digno e merecedor de felicidade.

Lindo! O Z é Perfeito Demais...
Não dá pra falar muito pois a história é curtinha e se eu for falar mais do que o resumo vou contar o livro. O Z e a Bela são perfeitos e a luta deles pra ficarem juntos é tão linda.

A Hospedeira
Stephenie Meyer

Melanie stryder se recusa a desaparecer. Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo.
Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente.
Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.

Confesso que foi muito Difícil fazer a resenha desse livro.
Eis o Porque:O Livro é muito complexo,sem deixar de ser empolgante.A relação e o conflito que vai crescendo entre a Peg e a Mel é emocionante.E os sentimentos de ambas para com Jared e Jamie é muito profundo e cresce mais no decorrer do livro.O envolvimento de Peg com os humanos,o modo como ela se encaixa na vida humana,os hábitos e sentimentos é indescritível.

Adorei a oportunidade de ler o livro,apesar de no começo não levar muita fé na história,não me arrependi.Mas atenção não tente comparar com a Saga Crepúsculo da autora pois é completamente diferente.

Palavras da Autora sobre a História:
"É um livro de ficção científica que não parece ficção científica - é sobre um triângulo amoroso com apenas dois corpos. O que mais gostei nesse livro foi de explorar o amor de ângulos tão diferentes. O amor pela comunidade, pelo próprio 'eu', pela família - o amor romântico e o amor platónico." - Stephenie Meyer

Bom será que preciso falar mais?
Aproveite a leitura.!!!!

18.3.10

Indomada
P.C. Cast e Kristin Cast
A vida é uma droga quando seus amigos estão chateados com você. Basta perguntar a Zoey Redbird – ela se tornou uma perita no assunto.

Em uma semana ela passou de três namorados a nenhum, e de ter um grupo íntimo de amigos que confiavam nela e a apoiavam, para ser uma rejeitada. Falando de amigos, só sobraram dois. Neferet declarou guerra aos seres humanos, Zoey sente em seu coração que está errado.

Mas será que alguém a escutará? As aventuras de Zoey na escola de aperfeiçoamento de vampiros da uma reviravolta selvagem e perigosa, lealdades são testadas, enquanto chocantes e verdadeiras intenções vem a luz, e um mal antigo é despertado no quarto volume fascinante da série House of Night.


Este é o quarto livro da série House of Night e tive o prazer de devorá-lo e tenho que dizer a vocês foi um imenso prazer.

No inicio do livro fiquei meio impaciente, não acontecia nada e achei meio cansativo ler tudo que eu já sabia de novo, pois as autoras têm uma mania meio irritante de explicar fatos que aconteceram nos livros passados (nada é perfeito), mas o desenrolar da história nos prende e nos impede de largar esse livro, eu fui literalmente absorvida pelo universo da House of Night.

Neste livro Zoey tem que aprender a lidar com as conseqüências de suas escolhas e tentar reparar e reaver sentimentos e amizades, enquanto ela tentava fazer isso eu pensava nos amigos que por um motivo ou outro perdi contato e me deu certa nostalgia, voltando ao livro Zoey irá precisar de toda ajuda possível nesse momento de sua vida, não quero entrar muito em detalhes para não prejudicar a leitura de vocês e manter os segredos do livro.

Os personagens dos livros são outro detalhe que fazem a leitura do livro maravilhosa, Afrodite tão odiada no inicio e tão cheia de luz do seu próprio jeito traiçoeiro; A super e magnífica avó de Zoey que nos surpreende com seu amor e aceitação e que nesse livro tem um papel importante. Erick que volta neste livro mais gostoso que nunca e com uma surpresa e tanto para Zoey.

Novos personagens são inseridos na história e acredito que terão importância significativa para os livros seguintes. Um novo mal chega a morada da noite e antigos inimigos se tornam aliados e irão necessitar de toda ajuda possível para vencer essa guerra.

Não deixem de participar da nossa Promoção!


(clique no banner)

17.3.10

Lúcia tem uma vida monótona e previsível até vencer o concurso mais cobiçado do momento.
Não apenas ganha uma viagem para Londres, como também um jantar com o ator inglês Richard Clevehouse.

O que era sorte, entretanto, muda de cor. Richard, o belo ator de olhar sombrio, guarda um segredo: a vida de Lucia corre perigo. E ele fará de tudo para protegê-la, mesmo que, em troca, tenha de sofrer muito mais do que espera.



Das certezas, apenas uma: Não há para onde fugir!


Não sei bem como começar a falar deste livro, não lembrava o que era ler um livro de escritor Brasileiro e sair apaixonada, acho que só tive essa relação de "amor" com o Pedro Bandeira. Li desde a Marca de uma lágrima até o Dinossauro que fazia au-au (Sim! eu li um livro com esse titulo, mas só por que era do Bandeira. O que é que o amor não faz! rsrs). Voltando à Estrela Pier...o livro me surpreendeu. Nele você vai encontrar muita ação, uma evolução maravilhosa, romance, mistérios... Se achar pouco, tem Lúcia Píer Eli, uma bibliotecária, aficionada por leitura, buscando novos rumos e necessitada de um verdadeiro amor, também pode se encontrar com Richard Clevehouse, o belo ator, de cabelos cor erva-doce, com feição de vilão, dono de um sorriso sedutor e olhar sombrio! Pelo visto a Lúcia é parecida comigo ... Se o rapaz tiver cara de mau ela morre de amores. O Rick (olha a intimidade) de vilão só tem cara, por que na história ele é um fofo. Desde sempre apaixonado pela Lúcia , mesmo antes de conhecê-la, é romantico e lindo, ainda por cima não morre tão cedo... Hum! não entendeu? leia o livro e divirta-se!

16.3.10

Escolhida
P.C. Cast e Kristin Cast

Neste terceiro livro da série House of Night os acontecimentos tomam um rumo misterioso e perturbador. Zoey tenta encontrar uma solução para ajudar Steve Rae, que luta para manter sua frágil humanidade, antes que ela se transforme em um monstro. Entretanto, salvar sua melhor amiga significa ir contra Neferet, e para conseguir o que quer, Zoey acaba se aliando a uma inesperada pessoa, tornando-se sua confidente e parceira. Para complicar, o horror atinge a Morada da Noite quando dois assassinatos ocorrem. Zoey se vê num drama pessoal e numa posição realmente delicada. Deve guardar segredos, até mesmo de seus amigos, tomar decisões muito importantes, e agora que acabou se envolvendo com um terceiro cara, deverá lidar com os três, já que não consegue se decidir entre eles.

Após ler Marcada e Traída fiquei muito ansiosa para ler o terceiro livro da série e apesar das juras e tentativas de não comprar mais nada enquanto não ler os livros da minha pilha, acabei comprando e não me arrependo de jeito nenhum...rs

Quanto ao livro o considero o melhor dos três até agora, a cada livro Zoey recebe mais dons da Deusa Ninx e com eles chegam cada vez mais desafios e inimigos para nossa jovem Sacerdotisa enfrentar. Eu sou ultra romântica e acredito que para um livro ser bom deve definir logo de cara o casal principal, assim podemos acompanhar o desenrolar da história, mas lendo esse livro tenho que confessar que meus conceitos não podem e não devem ser aplicados. Durante o livro Zoey fica dividida entre três certo/possíveis/quase namorado e até quase o final do livro não tenho ideia de com quem ela deve ficar, se bem que agora que eu li acredito que ela deveria ter ficado com... (Calma não vou falar).

Algo que considero incrivel nessa serie é o fato da Zoey apesar de tantos poderes e responsabilidades cometer os erros mais tolos e juro que muitas vezes ficava gritando com o livro para evitar que ela fizesse algo muito errado (Infelizmente ela não me ouviu. Nem vou dizer que avisei), a autora ou melhor dizendo autoras conseguem passar as pequenas dúvidas e imaturidades que são tão comuns na idade da Zoey. Devo abrir aqui um parêntese para falar que não apenas a Zoey, mas todos os personagens secundários são muito bem construídos, O Damien e o Jack (casal gay muito fofo). As Gémeas (atenção para o fato de uma ser negra e a outra loira de partes diferentes do mundo) mas que completam as frases uma da outra e não poderiam ser mais parecidas se fosse irmãs de verdade, a Steve Rae melhor amiga da Zoey e que tem muita importância na série e claro Afrodite La fonte pode gerar as opiniões mais controversas.

Enfim, recomendo o livro e claro a série e espero que assim como eu você se apaixone por esse universo tão diferente e envolvente da House Of Night!

Não deixem de participar da nossa Promoção!


(clique no banner)

Fazendo Meu Filme
Paula Pimenta


Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. “Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades.





Fazendo Meu Filme 2
Paula Pimenta
Depois de conquistar milhares de leitores e leitoras, a nossa doce e querida Fani volta ainda mais divertida e encantadora. O segundo volume do livro Fazendo meu filme apresenta as aventuras de Estefânia Castelino Belluz na terra da rainha. Sim, na Inglaterra! Longe do grande amor, ela passa por momentos de alegria, dor, saudade, tristeza e, mais do que isso, pode conhecer melhor a si mesma. Sem deixar de lado suas amigas inseparáveis e sua família, ela consegue, no outro continente, viver momentos cheios de suspense, revelações, aventuras, descobertas e emoções fortíssimas! Feliz, triste, preocupada, ansiosa, temerosa, otimista, insegura, cheia de si, apaixonada, desiludida, seja como estiver, Fani mostra a cada página deste livro que não é mais aquela menina tão frágil que muitas vezes se escondia por trás de sua timidez.

Mais do que a história de uma adolescente que se encoraja a fazer intercâmbio e morar fora por um ano, este livro fala de um grande e delicado amor. Em meio a uma avalanche de sentimentos e acontecimentos surpreendentes, ela consegue viver intensamente na Inglaterra, conhecendo pessoas que conquistam seu coração e sua amizade para toda a vida. Porém, o melhor filme de sua vida ainda está para ser contado, ou melhor, vivido…


Tão bacana para eu fazer essa resenha. Me vi tanto na Fani. Relembrei a epóca em que tinha 16, 17 anos. De cara quando comecei a ler veio o nome Estefânia (eu tive uma amiga com esse nome e passamos uma SITUAÇÃO no cinema por conta de censura rsrsrs por causa dela... amei relembrar esse momento). Depois veio o enredo do livro. Menina com melhor amigo da escola (lá vai eu novamente - melhor amigo que virou namorado que virou marido).

A história "seria" para adolescentes, mais é um livro tão gostoso de ler que eu li em dois dias o primeiro e não li o segundo nesse tempo porque o trabalho não me deixou (obrigado por me emprestar os livros Jê entraram na minha lista de aquisição - vou falir FATO). A Fani é encantadora. Quem tem filhos adolescentes, eis uma excelente pedida. Vão entender muitas coisas que se passam com eles ( caso tenha esquecido rsrsrs).
Na minha epóca na tinhamos MSN, mais tinhamos os famosos e incomparaveis bilhetinhos. Fala sério rsrsrs existia coisa melhor do que aquele leva e trás de bilhetes?!?! As professoras não suportavam ( estou pagando meus pecados pois virei professora) mais nós ... preciso falar. Eu era feliz e não sabia. A melhor epóca de nossa vida é quando estamos estudando. O clima de amizade, de troca de experiências (literalmente), até os de castigo (nunca mais faço aquilo ou aquilo outro rsrsrsr).
O Leo é um caso a parte. Amo música. Conseguir unir duas das minhas paixões ao mesmo tempo (Livro + Músicas). Que proeza hein Dona Paula. É TDB fazer esses cds personalizados que sejam a cara da pessoa.

No segundo livro a Fani fez o que eu gostaria de ter feito e não tive oportunidade. Intercâmbio. Quem não sonha com um?!?! As experiências que ela vivencia na terra da rainha foram muito bem escritas (chegando a detalhes que eu não esperava que tivessem) e o principal é muito útil para quem pretende fazer, pois tem dicas do processo que passam os estudantes. Me apaixonei pelo Christian. Além de pedir a continuação da história da Fani quero ... não, EXIJO ( tá, menos Liliana! rsrsrs) um livro contando a história do Christian.
Cansei de escrever e acho que já escrevi muito rsrsrs. Só digam uma coisa. LEIAM. Não é mais um besteirol adolescente.