Menu

11.6.11

Mentirinhas Inocentes – Gemma Townley

Mentirinhas Inocentes – Gemma Townley

Não faz muito tempo, Natalie Raglan chegou a Londres. Largou o emprego em uma pequena agência de publicidade no interior e seguiu em direção às brilhantes luzes londrinas, para morar no transado bairro de Nothing Hill, onde planejava ter a vida urbana e chique que sempre desejou. Só que a vida na cidade mostra-se muito menos glamourosa do que ela havia imaginado. Até Cressida Langton, a antiga inquilina do apartamento onde Nat mora, recebe mais telefonemas e correspondências que ela – convites para festas descoladas, para jantares com bonitões. Antes de se dar conta, Natalie passa a se fingir de Cressida. Mas quando conhece Simon Rutherford, executivo de um banco de investimentos, ela nota que suas mentirinhas inocentes simplesmente saíram do controle.

Antes de começar a resenha do livro vou divagar um pouco sobre os motivos que me fizeram lê-lo. Sempre que estou estressada e quero alguma coisa leve e divertida pra ler, recorro a um Chick-lit, ou mudo de visual, ou como chocolate. (Nesse caso fui hedonista e fiz as três coisas). Dessa vez o escolhido foi Mentirinhas Inocentes que eu tive a sorte de encontrar novinho em folha num sebo aqui de Fortaleza.

Logo no primeiro capitulo achei que iria detestar a Nat, detesto livros em que as mocinhas são indecisas e inseguras, mas Natalie foi me conquistando, e quando eu me dei conta já estava rindo das trapalhadas dela. Tudo começa por causa de uma carta, ou melhor, várias cartas e o tédio dela por estar sozinha num sábado à noite, escutando o barulho da festa do vizinho. As cartas que estão se acumulando no novo apartamento de Nat, são da antiga moradora que se mudou e não deixou novo endereço, aliás, a antiga moradora era bem popular, coisa que Nat ainda estava longe de ser, sem nada pra fazer, ela resolve abrir as cartas da antiga moradora (Isso mesmo cara leitora, ela abre a correspondência alheia, por isso sugiro a você que é muito certinha, e que nem por toda curiosidade do mundo faria esse tipo de coisa, é melhor nem continuar).

E quando sua amiga Chloe de Bath liga dizendo que ela pode voltar pra casa se não estiver tudo bem, Natalie resolve contar a primeira de uma série de mentiras, mentirinhas que isoladas parecem bobinhas e sem importância, mas que vai tomando proporções gigantescas quando ela passa a fingir que é Cressida a antiga moradora do prédio, ao conhecer Simon e se apaixonar por ele Natalie vai perceber que sustentar essa bola de neve que virou sua vida pode ser muito difícil, e que de uma hora para outra a verdade pode explodir na sua cara.

Simon é um fofo, não tem outra palavra, é fofo mesmo, carinhoso, atencioso, mas sem deixar de ser Másculo quando necessário (Quero um!!!).

Os Chick-Lits são sempre garantia de boas risadas, e Mentirinhas Inocentes não foi diferente, na verdade nunca li um livro tão rápido principalmente depois que comecei a trabalhar, pois mesmo quando precisava deixar o livro de lado ainda ficava pensando na vida muito, mas muito enrolada da Nat. Adorei!!!!

P.S:Não sei se foi só eu, mas uma coisa que eu achei bem interessante na Gemma é que ela não descreve muito os personagens, quer dizer pelo menos não fisicamente, o que é legal, pois pude enxergar um pouco a Nat em mim e em cada amiga minha.




6 comentários:

  1. Fiquei com uma super vontade de ler esse livro. Apesar de não ser muito fã do gênero gostei da história e queria conhecer melhor o Simon.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. http://arismeire.blogspot.com/2011/06/primeiro-sorteio-do-blog-jane-austen.html

    Vim convidar você para participar do sorteio do livro Jane Austen, a Vampira:-)
    Bj, Aris.

    ResponderExcluir
  3. Aaaa que bom, tbm acho muito legal quando nos identificamos com um livro, ou visualizamos nós mesmos nos personagens...

    Muito Legal! =***

    ResponderExcluir
  4. Achei ótimo o seu blog. Gostei muito de como você escreve, é bastante atraente para quem lê. Parabéns. Bom, te convido a visitar o meu POET (Pages Of Erased Text) http://pagesoferasedtext.blogspot.com/. De lá você pode ir ao “Illegitimate” novel, o blog-book que escrevo. Saindo quentinho do forno, inédito...rs. Espero que goste. Parabéns pelo blog. Cuide-se.

    ResponderExcluir
  5. Oi Natalia, que bom que você gostou do blog.

    Vou seguir seu blog e acompanhar seu livro, achei a história muito interessante e a forma de escrita muito madura.

    Beijos e até mais.

    ResponderExcluir
  6. Como faço para baixar esse livro? Não to achando nenhum site :(

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.