Menu

1.12.11

Bios – Luiza Salazar.

bios Bios – Luiza Salazar.

Quando Liz abre os olhos, ela se vê nas ruínas de uma cidade. E como se isso não fosse assustador o suficiente, tem mais um detalhe: Ela não se lembra de nada.

Completamente perdida e sem nada além de uma mochila com alguns itens pessoais, Liz logo é resgatada por um grupo de adolescentes com ela, apenas para descobrir que eles são refugiados em um mundo onde ser humano é um crime.

Uma grande corporação conhecida como O Instituto, responsável por criar vida artificial – no chamado Projeto Bios – está caçando os humanos restantes sob o pretexto de que eles são selvagens e instintivos demais para serem livre. A medida que passa tempo com estas pessoas, perturbada por fragmentos de memórias que não consegue conectar, Liz logo começa a suspeitar que o item do seu passado, aquele que ela não consegue lembrar, pode ser o segredo para a acabar com a guerra. E que o Instituto vai fazer de tudo para ver esse segredo – e ela – enterrados para sempre.

Comecei a leitura acreditando que se tratava de mais um livro sobre apocalipse Zumbi, a capa não me deixou dúvidas quanto a isso. A sinopse então, foi mais uma garantia que o livro iria tratar de um tema que apesar de “batido” é dos mais interessantes, pelo menos para mim.

O inicio do livro foi super confuso, eu não conseguia entender exatamente que futuro o livro poderia ter, mas ainda que eu não visualizasse um seguimento na história, a autora me surpreendeu. Quando percebi estava totalmente fascinada pelos personagens.

Liz é o soldado perfeito, foi treinada desde a infância para ser a melhor. Ensinada pelo instituto a obedecer ordens e não temer a dor. O livro é repleto de momentos de ação, onde Liz nos mostra tudo que é capaz de fazer. Como adoro livros com muita ação, foi um prazer entrar nesse mundo dividido pela guerra.

Enquanto lia o livro ficava imaginando perfeitamente os lugares e os personagens, como as descrições são muito bem escritas é totalmente possível imaginar que algo assim possa acontecer. Se o Brasil fosse um pais que desse valor aos novos escritores, eu diria que esse livro merecia virar filme.

A parte romântica do livro meio que se arrasta durante a história, somente quase ao final é que finalmente Liz e Liam se entregam ao novo sentimento que está surgindo. O engraçado é que Liz é mais forte, mais esperta, mais tudo que o Liam, mas felizmente ele não se deixa abater por isso, na verdade ele aprecia Liz por tudo que ela é capaz de fazer.

Espero em breve ler outros livros da autora, pois gostei muito desse livro.


4 comentários:

  1. Olá, olá! Uau! Achei muito, mas muito interessante mesmo! Amei a capa! ;)
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    já li várias criticas sobre esse livro, que só me deixaram com mais vontade de ler

    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, Juliana!

    Tenho que confessar que essa capa é terrível! Mas a sinopse e agora a sua resenha me fizeram ter a certeza de que a capa é só um detalhe, rsrs. A história parece ser ótima!

    Bjs.

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.