Menu

10.3.11

O Cirurgião – Tess Gerritsen

O Cirurgião

Tess Gerritsen

A doutora Catherine Cordell pensava que o pesadelo tinha terminado. Dois anos antes fora uma das vítimas de um assassino que entrava em casa de mulheres enquanto estas dormiam e mutilava-as horrivelmente antes de lhes tirar a vida. Catherine Cordell sobrevivera milagrosamente e tentava esquecer o passado, quando surgem, na cidade de Boston onde ela agora vive, uma série de crimes idênticos. As mutilações são tão semelhantes que só podem sugerir tratar-se do mesmo assassino, mas isso é impossível já que Catherine matara o seu algoz em legítima defesa. Quem poderia ser então o criminoso a quem foi dado o nome de Cirurgião devido à perícia com que os ferimentos eram infligidos. E porque razão parecia querer atingir novamente Catherine. Os inspetores da delegacia de Homicídios, Thomas Moore e Jane Rizzoli têm de travar uma luta contra o tempo pois quanto mais rapidamente resolverem o mistério menor será o número de vítimas.

Esse livro foi um verdadeiro achado! Visitando o sebo “O Geraldo” aqui em Fortaleza, sempre encontro uma grande variedade de livros com ótimos preços. Quando li essa sinopse, no mesmo momento me identifiquei com o enredo do livro e decidi trazer para casa. O cirurgião é um livro de suspense policial que te fisga e faz com que as 379 páginas sejam lidas de uma única vez.

Catherine é uma médica que está lutando para viver uma vida normal depois de ter sido vítima de um assassino em série, ainda é cheia de traumas e obsessões adquiridas em virtude do que viveu. Não permite que as pessoas se aproximem. Quando ela passa a ser alvo de outro assassino, somos apresentados ao detetive Thomas Moore. Ele é o tipo de policial que é muito bom no seu trabalho, faz tudo certo e sempre segue as regras. Perdeu sua mulher há dois anos e até conhecer Catherine não imaginava se interessar por outra mulher.

Jane Rizzoli é detetive da homicídios e durante todo o livro precisa provar que merece seu lugar. Ela faz questão de apagar tudo de feminino em si mesma, afinal seus colegas de profissão fazem questão de lembrar que mulher é sexo “frágil”. Apesar de ela ser a personagem principal do livro, me liguei muito mais a Catherine e Thomas que são personagens mais atraentes e “simpáticos”.

O livro é repleto de ação, descrições detalhadas das mortes e muito sangue. Se você não gosta de cenas fortes envolvendo corpos e mutilação, não recomendo a leitura desse livro. Somos transportados para a mente de um assassino em série, temos acesso a seus pensamentos e motivações. A autora mantém o suspense durante todo o livro, não temos certeza de nada até que por fim algo aconteça.

Tess Gerritsen é formada em medicina, mas desistiu de exercer para escrever e cuidar da família. Acredito que por isso ela descreve as cenas de forma tão realista.

O único ponto negativo é que o final merecia mais páginas, gosto de finais bem resolvidos, mas como é uma série acredito que essa tenha sido a intenção da autora nos deixar com gostinho de quero mais.

A série é composta dos seguintes livros:

* O Cirurgião (2005)
* O Dominador (2005)
* O Pecador (2006)
* Dublê de Corpo (2007)
* Desaparecidas (2008)
* O Clube do Mefisto (2010)
* The Keepsake/Keeping the Dead (2008)
* Ice Cold (2010)

Tem uma série americana inspirada nos livros. Eu já vi alguns episódios e posso dizer que a Jane do livro e a da série não combinam muito no aspecto físico.

 


9.3.11

Resultado: Sorteio Especial "Série Mortal" - J.D. Robb

Caros amigos e leitores,
Primeiramente quero dizer que o Sorteio Especial: "Série Mortal", da J.D. Robb, no "As meninas que leem livros" foi um sucesso em parceria com mais 14 blogs amigos!
Foram 658 inscrições que geraram 2961 números válidos para o sorteio no Google Docs.
Obrigada a todos que participaram e divulgaram, como também aos blogs participantes!
♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸¸.•♥´¨´♥•.¸¸.•♥•.¸.•♥
E o ganhador dos 15 livros da Série Mortal, da J.D. Robb, pelo random.org, foi: (Clique na imagem abaixo para ampliá-la!)
Parabéns, Jenniffer Puerta! Assim como Eve e Roarke, espero que você fique em êxtase ao ler, emocionar e surpreender-se com essa série fenomenal e Mortal, e possa desfrutar de uma excelente leitura!
LEMBRANDO QUE:
Você terá três dias para responder ao e-mail que será enviado com seus dados e endereço completos para o envio dos livros.
Você deverá receber seu prêmio dentro de 30 dias.
Muito obrigada pela participação.
ATENÇÃO!
Essa promoção foi conjunta com mais 14 blogs.
Cada blog é exclusivamente responsável pelo envio dos livros listados sob sua responsabilidade. Qualquer problema deverá ser tratado diretamente com a administração de cada blog.
Clique AQUI para ver a lista dos blogs e dos respectivos livros que cada um é responsável.

8.3.11

Repostagem – Persuasão.

Persuasão

Solteira e infeliz, a jovem Anne Elliot (Sally Hawkins) ainda tem de lidar com as dificuldades financeiras de sua família. Por obra do destino, o capitão Frederick Wentworth (Rupert Penry-Jones) retorna à vida de Anne oito anos depois que a família dela a aconselhou a não aceitar o pedido de casamento dele. Ocorre que Wentworth está rico e rodeado de belas mulheres - todas evidentemente interessadas na fortuna dele. Anne agora será desafiada a provar que lamenta pela decisão tomada no passado e que durante todos esses anos sempre amou verdadeiramente o capitão Wentworth.

Ontem à noite comecei a assistir esse filme sem nenhuma pretensão de terminar, afinal era mais de 01 da manhã e estava com muito sono, mas ao começar a assistir não consegui parar e qualquer sono que houvesse me incomodado simplesmente desapareceu,  fiquei totalmente concentrada nesse filme e ao terminar de vê-lo voltei repetidas vezes minhas partes favoritas, pois desde ontem esse livro entrou entre os meus favoritos. Adoro os filmes e adaptações feitas de livros de autores clássicos como Jane Austen, mas algumas dessas adaptações deixam a desejar, o que não posso dizer desse filme. Não tive o prazer de ler o livro, mas acredito que deve ser maravilhoso se o filme foi fiel ao livro.

O filme se concentra na história de Anne Elliot e o Capitão Frederick Wentworth que oito anos atrás propôs casamento a Anne, que por influencias de terceiros não o aceitou, afinal para sua família as aparências são de extrema importância. Anne desde o inicio mostra que amadureceu muito desde os 19 anos de idade e que não depende mais da "persuasão" de outras pessoas para tomar suas próprias decisões, mas em sua visão agora é tarde demais para arrependimentos.

Ela tem duas irmãs e como é comum nos livros da Jane é mais sensata das três. Quando se torna necessário sair de sua casa e a alugar a terceiros, por coincidência os inquilinos são parentes do Capitão Frederick Wentworth que não tem nenhuma intenção de reatar laços com Anne, que ainda é apaixonada por ele, cada vez que o olha se arrepende de sua decisão impulsiva. Acredito que muitas vezes passamos por situações como de Anne onde tomamos decisões que não estamos prontos para tomar e assim buscamos ajuda em pessoas que muitas vezes não entendem nossas necessidades.

Anne é uma mulher forte que se arrepende de sua impulsividade, mas sabe que algumas decisões são impossíveis de voltar atrás e busca fazer o melhor de sua vida. O capitão Frederick Wentworth é um homem que fez fortuna na marinha e teve seu coração partido muito tempo atrás pela juventude de Anne que ao voltar a vê-la usa seu orgulho como escudo para evitar se apaixonar novamente por ela, mas sabemos que o amor nem sempre age como deveria.

Já me estendi muito sobre esse filme e nem todas as impressões que tive do filme podem ser passadas por esse post, recomendo que assistam e depois me digam se concordam ou não comigo.

P.S: Estou apaixonada pelo ator que faz Frederick Wentworth, ele não é lindo??



7.3.11

Casamento em Perigo – Miranda Lee

Casamento em Perigo

Miranda Lee

A batalha para salvar o casamento começou... no quarto! Brooke estava feliz, casada Com o rico italiano Leonardo Parini... até ouvir acidentalmente uma conversa que sugeria que Léo já fora perdidamente apaixonado pela esposa do irmão. Brooke não queria acreditar que seu marido maravilhoso fosse infiel, mas logo teve a dolorosa confirmação de que ele estava visitando a cunhada em segredo. Deveria Brooke revelar a Léo o que sabia? Uma coisa era certa: o marido ainda a desejava, como nunca, o que lhe dava esperança de salvar seu casamento. Lutaria pelo homem que amava, não aborrecendo-o com cenas de ciúme, mas fazendo tudo o que pudesse para seduzi-lo.

Miranda Lee é aquele tipo de autora que prende a atenção do leitor! Ela costuma escrever histórias repletas de mocinhos e mocinhas fortes e decididos, apesar de algumas vezes escorregar na maionese. Mas esse livro é um exemplo de livro bem escrito para mim. Os conflitos vividos pelos personagens são reais e bem desenvolvidos. Leo e Brooke são felizes no casamento, ele é um empresário de sucesso e ela desistiu de trabalhar fora para cuidar dos filhos. Um casamento perfeito! Ou não?

Quando viajam para a Itália para o funeral do irmão de Leo, Brooke acaba descobrindo certas coisas que Leo não fez questão de lhe contar, dessa forma se inicia um período de dúvidas por ambas as partes e será necessário que ambos sejam honestos um com o outro.

Um livro leve, envolvente e picante em certos momentos.

Nota 10!