Menu

18.3.11

O vinhedo – Barbara Delinsky

image

O vinhedo

Barbara Delinsky

"Para sua família, Natalie Seebring é uma mulher que preza as aparências. Tem maneiras refinadas, participa de rodas sociais, é uma esposa que sempre apoiou o marido e dirige um bem-sucedido vinhedo. Portanto, quando anuncia sua intenção de casar com um empregado do vinhedo, poucos meses depois da morte do marido de 58 anos, o filho e a filha ficam aturdidos. Diante da desaprovação, Natalie decide escrever suas memórias, pois há muitas coisas que os filhos não sabem sobre sua vida... como o amor pelo vinhedo, a luta que foi para implementá-lo, os sacrifícios pela família. Olívia Jones é uma sonhadora, que vivencia, por intermédio de sua imaginação, as fotos antigas que restaura. Ela e a filha, Tess, não têm mais ninguém na vida. Assim, apegam-se à fantasia de que uma família grande e feliz, em algum lugar, encontra-se à espera delas. Quando Olívia é contratada por Natalie para ajudá-la a escrever suas memórias, um verão no belo vinhedo à beira-mar parece a oportunidade perfeita para realizar tal fantasia... Mas nem tudo é o que parece, como Olívia e Tess descobrem quando chegam a Asquonset, o vinhedo no estado de Rhode Island. Embora acolhedora, Natalie não é do tipo maternal, como logo fica evidente pela hostilidade que os filhos demonstram contra ela... A história de Natalie, destinada a seus próprios filhos, também ajuda Olívia. As vidas dessas duas mulheres de diferentes gerações, mas em muitas coisas tão parecidas, fazem de O Vinhedo uma história poderosa e comovente, a fantasia de uma vida ideal, o relacionamento perfeito... que se choca com a realidade."

Este livro foi um presente da Rafinha. Muito obrigada, adorei!

O início do livro é um pouco cansativo, somos apresentados a muitos personagens ao mesmo tempo e isso acabou me deixando perdida durante certos momentos.

Samantha e Greg são os filhos adultos de Natalie . Quando recebem a noticia do casamento de sua mãe com Carl (Antigo administrador do vinhedo) veem seus mundos “perfeitos” serem alterados e não gostam nada disso. Aqui nos deparamos com preconceitos que muitas vezes carregamos sem nem mesmo perceber, alguns deles tão enraizados que será necessário que muitas coisas aconteçam até serem resolvidos.

Claire já passou por muita coisa na vida e tudo que deseja é construir um lar feliz par Tess, sua filha. Tess sofre de dislexia e por isso têm problemas para se relacionar com outras pessoas, principalmente crianças. Claire é uma sonhadora, acredita que o verão quer irá passar em Asquonset irá resolver todos os seus problemas, mas acaba percebendo que nem tudo é o que parece.

A melhor parte do livro são os relatos do passado de Natalie, foi isso que me prendeu a leitura do livro, mas alguns momentos e personagens são totalmente dispensáveis.

O envolvimento de Claire e Simon é lindo, é aquele tipo de amor que começa bem devagar e se torna algo grandioso.

Recomendo!


16.3.11

Samantha Sweet, executiva do lar – Sophie Kinsella

Samantha Sweet, executiva do lar

Sophie Kinsella

Maravilhoso! Shopie Kinsella é aquele tipo de autora que consegue te fazer rir, chorar, se emocionar e em alguns momentos faz você ter vontade de morrer de vergonha. Samantha Sweet é uma mulher de 29 anos no auge da sua carreira, vive para o trabalho e seu maior objetivo na vida é conseguir sociedade na firma de advocacia em que trabalha, mas quando comete um erro na conta de um cliente vê todos os seus sonhos irem por água abaixo.

Ela fica sem direção, afinal no que mais ela pode trabalhar? O que ela não sabe é que o destino vai dar um jeitinho de ela logo conseguir um novo emprego. Antes mesmo que possa perceber ela está trabalhando como doméstica, isso sem saber nem mesmo como se liga um fogão. Lavar, passar, espanar são algumas das novas funções que Samantha vai precisar desempenhar. Para uma mulher que detesta fracassos, desistir não é opção, mesmo porque para onde mais ela poderia ir.

Nathaniel é jardineiro na casa onde Samantha trabalha e junto com sua mãe fazem com que as coisas sejam mais fáceis nessa nova fase da vida de nossa ex-advogada.

Aos poucos Samantha descobre uma nova forma de viver, onde não precisa contar os minutos do dia, agora ela pode aproveitar seu tempo livre e quem sabe se apaixonar. (Gente a primeira vez de Nathaniel e Samantha é mais que demais. Ai ai ai)

Dos outros livros que já li da autora, achei esse mais adulto. Claro que mantém o mesmo estilo de escrita onde a personagem vive diversas situações hilárias, mas ao mesmo tempo ela é madura e responsável.

Minha única reclamação é com o fato da autora não ter feito um final mais detalhado (sempre reclamo disso.), mas nada que prejudique a história.

Esse livro é daqueles que você não consegue largar até concluir a leitura. Eu mais que recomendo!!


15.3.11

Morte e Vida de Charlie ST. Cloud – Ben Sherwood

23582084_4Um coração dividido entre dois mundos. Em uma pacata vila de pescadores da Nova Inglaterra, Charlie St. Cloud cuida dos gramados e monumentos de um antigo cemitério onde seu irmão mais jovem, Sam, está enterrado. Após sobreviver ao acidente de carro que tirou a vida de seu irmão, Charlie recebe um dom extraordinário: ele consegue enxergar, conversar e até mesmo brincar com o espírito de Sam. É neste mundo místico que entra Tess Carroll, uma cativante mulher treinando para navegar sozinha ao redor do mundo em um veleiro. O destino faz com que seu barco seja apanhado por uma violenta tempestade, trazendo-a assim para a vida de Charlie. Sua bela e incomum ligação os leva a uma corrida contra o tempo e a uma escolha entre a vida e a morte, entre o passado e o futuro, entre apegar-se ou deixar o passado para trás – e a descoberta que milagres podem acontecer se nós simplesmente abrirmos nossos corações.

barra3 copymenor

Voce acredita em milagres?

Eu e o Flório (narrador desta história) acreditamos!

E é disso que se trata o livro… Milagres.

Milagre do amor incondicional de dois irmãos

O milagre de uma segunda chance

Fala da tênue linha que existe entre a vida e a morte.

De amores perdidos e reencontrados

O milagre da vida, seja neste plano ou em outro qualquer.

Me emocionei com o amor entre Sam e Charlie, a dedicação que cada um tem com o outro,

As escolhas que fizeram para que nunca se separassem, e a hora de dizer adeus.

Quando passar pra frente e deixar seus amores seguir um novo caminho?

Aí mais uma vez o milagre se faz… um novo começo.

Quero agradecer a Editora Novo Conceito por ter nos enviado este livro e nos dado a oportunidade de nos emocionarmos com esta linda história de amor. 


14.3.11

O Filho da Noite – Karen Robards

O Filho da Noite 

Karen Robards

Grace Hart é uma mulher acostumada a lidar com os problemas familiares de outras pessoas, pois é juíza da Vara da Família em uma cidade de Ohio. Diariamente, seu trabalho é tomar as decisões finais para o futuro de filhos e pais, mas quando depara-se com dificuldades em sua própria família Grace não sabe ao certo o que fazer.
Jéssica, sua filha adolescente, que recentemente foi diagnosticada com diabetes e ainda ao se conforma com as limitações e responsabilidades que a doença lhe trouxe, começa a envolver-se em situações arriscadas. No auge de sua rebeldia adolescente, Jéssica não respeita as imposições da mãe e, para piorar a situação, relaciona-se com outros jovens de seu círculo escolar que usam drogas e abusam de bebidas alcoólicas.
Grace luta de todas as maneiras para proteger a filha que tanto ama, e sofre bastante quando sente-se incapaz de fazê-la entender sua preocupação. Mas as coisas começam a piorar ainda mais quando os problemas tomam proporções ainda maiores. Grace teme que a filha esteja sendo perseguida por alguém que está querendo vingança, provavelmente por achar que Jéssica está passando informações sobre o consumo de drogas dos adolescentes de seu colégio para a polícia.
Até que o policial Marino entra em cena para investigar e descobrir quem é a pessoa que anda assustando e tirando o sossego da família Hart. Grace, Jéssica e Marino precisam convencer a polícia de que as ameaças de morte no espelho do banheiro, o roubo de objetos pessoais e a morte do hamster de estimação de Jéssica são mais do que simples brincadeiras de mau gosto. No desenrolar da história, Grace e Marino passam de ?quase inimigos? a amigos muito próximos, e logo envolvem-se emocionalmente. Tal envolvimento traz à tona tristes lembranças do passado de ambos que tornam-se essenciais para a continuidade e desfecho da trama.

Li esse livro todo ontem. A sinopse não deixa muitas dúvidas a respeito do que se trata a história, por isso eu não esperava muitas surpresas, mas não poderia estar mais enganada.

Claro que muitas coisas são clichês, bem como a sinopse descreve. Mocinha com uma filha adolescente passando pela fase da rebeldia. Eventos assustadores que começam a atormentar mãe e filha. Mocinho que é policial da narcóticos e passa a garantir a segurança das duas.

Em alguns momentos a autora descreve tanto os locais que se torna cansativo, mas nada que impeça a leitura, só que é algo desnecessário a meu ver.

O romance entre Grace e Tony com certeza é o melhor do livro, eles preenchem as páginas com uma forte atração. A construção da relação dos dois faz com que fiquemos presa ao livro, desejando que eles finalmente encontrem um pouco de felicidade. Tony Marino passou por momentos tristes e agora precisa abrir seu coração se quiser fazer parte da pequena família de Grace e Jessica.

Como eu disse no início esse livro não parecia conter nada de novo, mas eu com certeza estava enganada. O livro nos reserva uma ou duas surpresas que não fui capaz de identificar até que ela se apresentasse com todas as explicações.

Recomendo que leiam e se surpreendam também.

Nota 8.