Menu

20.5.11

Abigail – Nora Roberts

Coleção Os O´ Hurley – Abigail (01/04)

image 

Abigail – Nora Roberts

Abigail O'Hurley Rockwell foi a única das trigêmeas O'Hurley a escolher uma pacata vida no campo em vez das luzes de neon do mundo do showbizz.
Marcada por um casamento infeliz com o famoso piloto de Fórmula 1 Chuck Rockwell, ela sempre se dedicou à administração de sua fazenda e à criação de Ben e Chris, seus dois filhos pequenos que mal conheceram o pai. Mas Abby tinha uma missão muito mais pesarosa: com a morte de Chuck, ela tinha de manter intacta a memória de seu marido, ainda que ele estivesse sempre envolvido em escândalos.
Porém, acima de tudo, Abby precisava preservar seu coração.

Esse livro é muito doce, devido a personalidade da personagem principal, já li os outros da série e resenhei aqui. Apesar da série ser composta de 04 livros é possível ler fora de ordem sem nenhum problema, mas claro que se você tiver os quatro volumes isso não é necessário.

Abigail sempre foi a mais centrada das irmãs, sempre quis formar uma família e ter estabilidade, algo que ela nunca teve em sua infância, quando conhece o piloto de corrida Chuck Rockwell acha que seus sonhos irão se tornar realidade. Dylan Crosby é contratado para escrever uma biografia sobre o marido de Abigail, ele chega em sua casa cheio de preconceitos que aos poucos são derrubados através da convivência com ela e seus dois Filhos, Ben e Chris. (Chris é um fofo!)

A Família O´Hurley é maravilhosa e é um prazer ver a interação entre seus membros. (Ri demais com o Frank)

A paixão entre os dois personagens cresce aos poucos e quando percebem ambos estão completamente apaixonados e morrendo de medo disso.

Um livro leve, romântico e rápido de ler, apesar de não ser um dos melhores livros da Nora, vale a pena a leitura.

Confiram as resenhas dos outros livros:

MADDY  (02/04)
CHANTEL (03/04)
TRACE (04/04)


Quarto – Emma Donoghue

image

Quarto – Emma Donoghue

Aos cinco anos, o mundo do que pequeno Jack se resume a um pequeno quarto de 4 m por 4 m sem janelas. No pequeno que divide com Ma, sua querida mãe, existem apenas Cama, Armário, Mesa, Berço, Fogão, televisão e Banheira.

É sempre mais difícil falar de um livro que amamos do que de um que  não gostamos. Pode parecer loucura, mas o meu desejo é de poder passar pelo menos uma parte de tudo que senti lendo este livro.

Acho que o melhor é começar dizendo que a narrativa é totalmente envolvente e apaixonante, todo o livro é na perspectiva de Jack, nosso pequeno personagem de cinco anos de idade, alguém tão especial que fui totalmente cativada por ele.

Jack cresceu dentro de um espaço de 4x4 acreditando que aquele era o mundo "real", que aquilo era tudo que existia. Quando ele completa cinco anos, sua mãe lhe faz revelações que balançam seu mundo, e a partir disto nada será como antes.

Não temos acesso aos pensamentos da mãe de Jack, durante o livro nem mesmo o nome dela sabemos, mas não senti que isso era necessário para o desenrolar da história, suas ações nos mostram tudo que precisamos saber em relação a seus sentimentos sobre o cativeiro onde vive a sete anos.

Não pensem que por Jack está confinado junto de sua mãe ele não seja um garoto esperto, na verdade ele é mais esperto por causa disso, "Mãe" lhe ensinou tudo que sabia, e algumas coisas, acredito que Jack já nasceu sabendo, talvez não consigam entender exatamente o que estou tentando dizer aqui, mas espero que quando vocês tiverem o prazer de ler o livro, entendam exatamente o que eu quis dizer.

Não temos muitos momentos onde o "Velho Nick" apareça, mas quando isso acontecia foram momentos tão assustadores para mim quanto para o Jack.

O livro é dividido em cinco partes: "Presentes - Desmentidos - Morrer - Depois - Viver" Cada uma dessas partes divide o livro, uma divisão que fala não só de ações, mas também de sentimentos.

“Mãe” chama Jack de seu pequeno herói e no fim das contas é exatamente isso, acaba salvando-a até de si mesma.

A resenha está enorme, eu sei, mas eu ainda queria falar tanto! Acho que o melhor é vocês lerem e sentirem por si mesmos as emoções que o livro desperta, apesar de ter derramado diversas lágrimas, também ri um bocado com Jack.

Já tem site do livro, se quiserem saber mais é só acessar:
http://www.record.com.br/quarto/

Aqui no blog está tendo promoção desse livro pelo Twitter, para participar acesse: http://kingo.to/Bqk

Só um último comentário: Foi um privilégio ler este livro!


17.5.11

Se eu ficar – Gayle Forman

image

Se eu ficar – Gayle Forman

Aos 17 anos, a musicista Mia é uma adolescente como tantas outras. Tem pais amorosos, uma melhor amiga e um namorado apaixonado. Sua vida, no entanto, não é livre de escolhas dolorosas, como decidir se permanece fiel ao seu primeiro amor – a música –, mesmo que isto signifique perder seu namorado e deixar todos os que ama para trás.
Em uma manhã de fevereiro, Mia sai para um passeio com a família e, em um instante, tudo muda. A última coisa que lembra é estar no carro com seus pais e seu irmão mais novo, Teddy, em uma estrada repleta de neve. De repente, está em pé fora do seu corpo, ao lado dos cadáveres de seu pai e sua mãe, observando ela e o irmão serem atendidos pelos paramédicos.
Enquanto tenta entender se está morta ou não, Mia é levada para um hospital, onde, com seu corpo em estado de coma, reflete sobre seu passado e tenta decidir se vale a pena lutar pela vida.

É incrível como algumas ações podem mudar nossa vida, um pequeno erro muda tudo. Tudo aquilo que nos fazia ser nós mesmo em um segundo desaparece, como ficar? Como enfrentar algo assim?

Quando li a sinopse desse livro, imaginei que me emocionaria, mas não estava preparada para a torrente de sentimentos e lágrimas.

É impossível não se apaixonar por cada um dos personagens que compõe o livro, independente do tamanho deles na história. A autora tem uma sensibilidade que torna possível sermos transportados para dentro do livro, nos faz sentir e imaginar.

Mia é uma garota de 17 anos que tem uma família nada convencional, mas muito feliz. Tem um namorado por quem é apaixonada e para completar é uma grande violoncelista. Enfim, um futuro promissor, mas quando o acidente acontece e ela perde grande parte do que ama, ela vai precisar decidir entre partir e ficar.

Durante o livro somos apresentados a partes do passado de Mia, lembranças que se intercalam com o momento atual que ela vive, momentos simples e belos que se tornam vitais para a decisão que ela precisa tomar.

Vou parando minha resenha aqui, mesmo porque poderia continuar escrevendo por muito tempo, e ainda assim não conseguiria passar toda a emoção que senti lendo essas páginas.

Um livro que fala dos diversos tipos de amor e como ele é necessário para continuarmos existindo.

Recomendo!


16.5.11

Eventos: Deixe os Homens aos seus pés.

image

UNIVERSO DOS LIVROS e MARIA MELILO convidam você para os eventos de lançamento da edição comemorativa de 100 mil exemplares vendidos do livro Deixe os homens aos seus pés.

CURITIBA (PR)
Livraria Curitibas
Palladium Shopping (Av. Presidente Kennedy, 4121 - Portão - 41 3212-3500)
19/05 - 5ª feira
A partir das 19hs.


RIO DE JANEIRO (RJ)
Livraria Saraiva
Shopping RioSul (Rua Lauro Müller, 116 - Botafogo - 21 2122 8070)
20/05 - 6ª feira
A partir das 19:00 hs.


SÃO PAULO (SP)
Livraria Saraiva
Shopping Center Norte (Travessa Casalbuono, 120 - Vila Guilherme - 11 2224-5959)
25/05 - 4ª feira
A partir das 19:00 hs.


BELO HORIZONTE (MG)
Livraria Leitura
BH Shopping (BR 356, nº 3.049 - Bairro Belvedere - 31 3228-4000)
28/05 - Sábado
A partir das 16:00 hs.

Infelizmente dessa vez não terá evento desse livro aqui em Fortaleza, mas se você mora em alguma dessas outras capitais não pode perder! Tirem fotos do evento e enviem para o e-mail do blog, faço um post bem legal mostrando como foi o evento na cidade de vocês!

http://www.universodoslivros.com.br/


15.5.11

Cabeça de Vento – Meg Cabot

Cabeça de Vento – Meg Cabot

Emerson Watts odeia seu nome, tem problemas com quase todo mundo na escola e seu melhor amigo parece nem desconfiar de sua paixão por ele. Parece que ela tem problemas? Pois um acidente num shopping aproxima a garota e a famosa modelo Nikki Howard muito mais do que deveria, e é aqui que os problemas começam de verdade.

Ontem resolvi ler um dos livros que estão parados na minha estante, e este foi o escolhido. Ganhei de presente de natal, por isso muito obrigada Lili e Suzana. (Adorei!!)

A leitura de Cabeça de vento flui perfeitamente, terminei o livro em poucas horas e fiquei com aquela sensação “Ih, já acabou?!”. Felizmente a seqüencia já foi lançada pela Galera Record, espero ler logo.

Apesar de ter lido a sinopse eu não sabia bem o que esperar deste livro, acho que algo parecido com o filme “Uma sexta-feira muito louca” onde mãe e filha trocam de corpo, por isso quando descobri o que realmente estava acontecendo com Em/Nikki fiquei mais que surpresa.

Tenho que confessar que não sou exatamente fã da Meg Cabot, quase não li nada dela, mas agora vou prestar mais atenção se por acaso encontrar algum livro dela nos sebos por aqui.

O livro tem tudo para ser um clichê, mas para mim foi tudo menos isso, apesar do tema ser bem adolescente, as mais crescidinhas também podem ler sem problemas. (Se forem como eu irão se apaixonar pelos tantos pretendentes de Nikki)

Me emocionei em alguns momentos do livro, e fiquei pensando como seria passar por tudo que a personagem vive dentro dessas páginas, claro que uma vida de glamour é o sonho de muita gente, mas vale à pena deixar uma vida inteira para trás?

Recomendo!

Abaixo a capa do segundo livro.