Menu

11.6.11

Mentirinhas Inocentes – Gemma Townley

Mentirinhas Inocentes – Gemma Townley

Não faz muito tempo, Natalie Raglan chegou a Londres. Largou o emprego em uma pequena agência de publicidade no interior e seguiu em direção às brilhantes luzes londrinas, para morar no transado bairro de Nothing Hill, onde planejava ter a vida urbana e chique que sempre desejou. Só que a vida na cidade mostra-se muito menos glamourosa do que ela havia imaginado. Até Cressida Langton, a antiga inquilina do apartamento onde Nat mora, recebe mais telefonemas e correspondências que ela – convites para festas descoladas, para jantares com bonitões. Antes de se dar conta, Natalie passa a se fingir de Cressida. Mas quando conhece Simon Rutherford, executivo de um banco de investimentos, ela nota que suas mentirinhas inocentes simplesmente saíram do controle.

Antes de começar a resenha do livro vou divagar um pouco sobre os motivos que me fizeram lê-lo. Sempre que estou estressada e quero alguma coisa leve e divertida pra ler, recorro a um Chick-lit, ou mudo de visual, ou como chocolate. (Nesse caso fui hedonista e fiz as três coisas). Dessa vez o escolhido foi Mentirinhas Inocentes que eu tive a sorte de encontrar novinho em folha num sebo aqui de Fortaleza.

Logo no primeiro capitulo achei que iria detestar a Nat, detesto livros em que as mocinhas são indecisas e inseguras, mas Natalie foi me conquistando, e quando eu me dei conta já estava rindo das trapalhadas dela. Tudo começa por causa de uma carta, ou melhor, várias cartas e o tédio dela por estar sozinha num sábado à noite, escutando o barulho da festa do vizinho. As cartas que estão se acumulando no novo apartamento de Nat, são da antiga moradora que se mudou e não deixou novo endereço, aliás, a antiga moradora era bem popular, coisa que Nat ainda estava longe de ser, sem nada pra fazer, ela resolve abrir as cartas da antiga moradora (Isso mesmo cara leitora, ela abre a correspondência alheia, por isso sugiro a você que é muito certinha, e que nem por toda curiosidade do mundo faria esse tipo de coisa, é melhor nem continuar).

E quando sua amiga Chloe de Bath liga dizendo que ela pode voltar pra casa se não estiver tudo bem, Natalie resolve contar a primeira de uma série de mentiras, mentirinhas que isoladas parecem bobinhas e sem importância, mas que vai tomando proporções gigantescas quando ela passa a fingir que é Cressida a antiga moradora do prédio, ao conhecer Simon e se apaixonar por ele Natalie vai perceber que sustentar essa bola de neve que virou sua vida pode ser muito difícil, e que de uma hora para outra a verdade pode explodir na sua cara.

Simon é um fofo, não tem outra palavra, é fofo mesmo, carinhoso, atencioso, mas sem deixar de ser Másculo quando necessário (Quero um!!!).

Os Chick-Lits são sempre garantia de boas risadas, e Mentirinhas Inocentes não foi diferente, na verdade nunca li um livro tão rápido principalmente depois que comecei a trabalhar, pois mesmo quando precisava deixar o livro de lado ainda ficava pensando na vida muito, mas muito enrolada da Nat. Adorei!!!!

P.S:Não sei se foi só eu, mas uma coisa que eu achei bem interessante na Gemma é que ela não descreve muito os personagens, quer dizer pelo menos não fisicamente, o que é legal, pois pude enxergar um pouco a Nat em mim e em cada amiga minha.




10.6.11

Promoções até dia 20/06

Oi gente, passando só para reforçar as promoções que estão acontecendo no blog até dia 20/06.

Então não perca tempo e participe. São 03 promoções, 03 livros maravilhosos! E o melhor, é muito fácil participar!

1ª Promoção até dia 15/06. Promoção no Twitter:

Promoção até 15/06

Para conferir a resenha clique na imagem do livro. Para participar da promoção:

Siga o Blog e RT:Quero uma #PROPOSTAIRRECUSAVEL que as @meninasqueleem e a @novo_conceito estão sorteando http://kingo.to/Cte até 15/06/2011

Obs: Sigam o twitter do blog e da editora.

2ª Promoção até dia 17/06. Promoção no Twitter:

Para conferir a resenha clique na imagem do livro. Para participar da promoção:

Siga o blog e RT: @livrodestino e @Meninasqueleem vão me presentar com #DESTINO da @Suma_BRhttp://kingo.to/EUm até 17.06.2011

Obs: Sigam o twitter do blog e da editora.

3ª Promoção até 20/06. Promoção no blog: (Essa é muito fácil de participar!)Promoção até 20/06

Leiam o post clicando na imagem e prestem atenção nas regras. Se tiver twitter ajude na divulgação retuitando a seguinte frase:

Sigo @meninasqueleem e quero ler #AlmasSombrias lançamento da @galerarecord até 20/06 kingo.to/DSi

 Super Fácil participar e levar para casa um super lançamento! E se preparem que dia 20/06 iremos lançar uma super promoção aqui no blog.

Boa Sorte!!


9.6.11

Cobiça - Fallen Angels - Livro 1 - J. R. Ward

Cobiça

Cobiça - Fallen Angels - Livro 1 - J. R. Ward

Redenção não é uma palavra que Jim Heron conhece muito bem – a especialidade dele, pessoal e profissional, é vingança, e para ele, pecado é bem relativo. Mas tudo muda quando ele se torna um anjo caído e é incumbido de salvar as almas de sete pessoas dos sete pecados capitais. Sua arma: o poder do amor. Seu inimigo: o mais sombrio mal. E falhar não é uma opção. Vincent Di Pietro se entregou ao seu trabalho – até que o destino intervém na forma de um muito convincente, dono de uma Harley, salvador declarado, e uma mulher que o fará questionar seu destino. Com um mau antigo pronto para reclamá-lo, Vin tem que trabalhar com um anjo caído não apenas para salvar sua pele… mas para salvar sua alma.

É incrível como às vezes nos apegamos a preconceitos.

Estou com esse livro na estante desde que foi lançado, comprei por ser da J.R Ward, mesma autora dos queridos livros da IAN - Irmandade da Adaga Negra, quando chegou comecei a folhear, mas quando li a sinopse e vi qual era a profissão da mocinha imediatamente deixei o livro de lado.

Marie-Terese é uma mulher cheia de segredos e pecados, faz aquilo que precisa fazer para manter seu filho seguro. Vin DiPietro é um homem que nunca amou ninguém, fruto de uma família destruída ele aprendeu que o melhor é evitar se aproximar demais das pessoas, assim ele constrói uma fortaleza ao redor de si mesmo, que começa a desabar assim que coloca os olhos em Marie-Terese.

Se o enredo do livro fosse apenas as dificuldades entre esses dois personagens, teríamos um livro atraente, mas sem grandes surpresas. Mas J.R Ward é aquele tipo de autora que constrói uma trama tão perfeita e cheia de altos e baixos que é impossível deixar o livro de lado. Em Cobiça temos uma guerra entre o bem e o mal, bem no meio dessa guerra está Jim Heron, um soldado, que precisa ajudar sete almas corrompidas pelos sete pecados capitais.

Um livro onde às vezes é difícil saber quem é amigo e inimigo, por isso é bom estar de olho aberto para os pequenos detalhes da trama.

Eu devorei esse livro, e estou ansiosa para ler "Desejo" segundo livro da série que para alegria de todos já foi lançado no Brasil pela editora Universo dos livros.

Ah, para os fãs de IAN, esse livro se passa na mesma cidade da Irmandade, e Marie Terese tem um rápido encontro com um dos irmãos.

Nota 1000.


8.6.11

Lançamento – As mais lindas histórias de amor da Bíblia.

image
Título: As mais lindas histórias de amor da Bíblia
Autor: Allan F. Wright
Tradutor: Luis Fernando Protássio
ISBN: 978-85-7930-237-4
Editora: Universo dos Livros
Número de páginas: 208
Preço: R$ 29,90







As histórias de amor nunca saem de moda

Há algo nelas que nos intriga. Seja nos palcos, no cinema, nas páginas de um romance emocionante ou na vida real, desejamos entrar na trama para ver como ela terminará.

Diferentemente do que possamos imaginar, a Bíblia também tem narrativas de amor muito envolventes. Essas grandes histórias tratam de pessoas comuns que assim como nós desejam amar e serem amadas. Esses protagonistas sentiam desejo, formavam laços fortes de amizade, eram leais, e também erraram e receberam o perdão.

Acima de tudo, são relatos de algumas das mais fortes experiências humanas como: paternidade, casamento, adultério e traição a fim de revelar o amor ao próximo.

Conheça a verdadeira história dos casais mais famosos da Bíblia começando com Adão e Eva, passando por Abraão e Sara, Jacó e Raquel, Abigail e Davi, Tobias e Sara, os amantes sem nome no Cântico de Salomão e muitos outros até José e Maria.

Todas elas não mostram um retrato idealista do amor, mas demonstram todas as emoções e todos os desafios ao longo do caminho para conquistar o amor e a sabedoria divina.


7.6.11

Um amor para recordar–Nicholas Sparks

 

UM_AMOR_PARA_RECORDAR_1304381567P

"Landon é um jovem sem metas, medroso , irresponsável e que não tem fé, que foi punido por ter feito uma brincadeira de mau gosto a um rapaz que quase fica paraplégico. Como punição, o diretor da escola faz com que participe na produção de uma peça que está sendo montada, onde ele conhece Jamie Sullivan, filha do pastor da pequena cidadezinha onde moram, uma garota "certinha" que o ajuda a ensaiar para a peça com apenas uma condição: ele não se apaixonar por ela. Porém ambos se apaixonam, até que Jamie conta-lhe que possui leucemia, e que parou de responder aos tratamentos faz 2 anos. Isso muda a vida dos dois e Landon corre contra o tempo para poder realizar todos os sonhos de sua namorada antes que a morte os separe."

Eu tive o prazer de me deparar com o e-book deste livro ainda na minha adolescência ( Tá, 2002 eu não era mais tão adolescente, mas isso não vem ao caso, né?), o livro foi digitalizado ainda com o nome “Um momento inesquecível”, e foi paixão à primeira vista. Depois dele fui à caça de outros livros do Nicholas Sparks  e de alguma forma encontrei o filme. Tenho a vaga lembrança de compará-los e não saber qual tinha gostado mais.

Bom, este ano foi lançado o livro pela Editora Novo Conceito, que eu gostaria de coração agradecer por ter nos enviado o livro, e gostaria de pedir: Publiquem “A Alquímia do Amor” do Nicholas Sparks. O livro é maravilhoso! (Tá!  vou parar com meu momento tiete e voltar ao livro, rsrs)

É diferente você ler um e-book que você foi apaixonada na adolescência, não–tão-adolescente-assim, e depois na fase adulta ter a oportunidade de ter o livro nas mãos e poder se apaixonar de novo ou retomar um paixão que estava guardadinha. Não tem como não fazer comparações entre e livro e filme, O Landon do livro me passou uma imagem totalmente diferente do Landon do filme, no primeiro ele foi um rebelde mais sutil, na verdade nem encontrei rebeldia, apenas um descontentamento com a vida, senti falta no livro do Landon realizando os sonhos da Jamie, estar em dois lugares ao mesmo tempo, fazer uma tatuagem ou construir um telescópio? Fácil, tudo por ela!  A imagem da Jamie, que fiz em minha cabeça, é igualzinha em qualquer lugar que ela apareça, livro ou filme, ela tem o mesmo jeito. Se  você me perguntasse se descobri qual dos dois eu acho melhor ainda não saberia dizer, acho que o que falta no livro, o filme completa e vice-versa. Faça assim, leia o livro ou releia, veja o filme ou reveja e se apaixone. Depois me diga se um não completa o outro, combinado?

 

Trailer do Filme:

 

Música (Tema do filme):


6.6.11

Destino – Ally Condie

Destino – Ally Condie

Cassia tem absoluta confiança nas escolhas da Sociedade. Ter o destino definido pelo sistema é um preço pequeno a se pagar por uma vida tranquila e saudável, um emprego seguro e a certeza da escolha do companheiro perfeito para se formar uma família.
Ela acaba de completar 17 anos e seu grande dia chegou: o Banquete do Par, o jantar oficial no qual será anunciado o nome de seu companheiro. Quando surge numa tela o rosto de seu amigo mais querido, Xander – bonito, inteligente, atencioso, íntimo dela há tantos anos –, tudo parece bom demais para ser verdade.
Quando a tela se apaga, volta a se acender por um instante, revelando um outro rosto, e se apaga de novo, o mundo de certezas absolutas que ela conhecia parece se desfazer debaixo de seus pés.
Agora, Cassia vê a Sociedade com novos olhos e é tomada por um inédito desejo de escolher. Escolher entre Xander e o sensível Ky, entre a segurança e o risco, entre a perfeição e a paixão. Entre a ordem estabelecida e a promessa de um novo mundo.

Terminei esse livro ontem a noite. Destino foi um livro que mexeu com as minhas emoções. Apesar do início do livro ser um tanto quanto parado, me vi presa nas descobertas que Cassia passa a fazer após seu banquete de par. Todas as certezas de Cassia mudam quando o rosto que ela vê na tela não é de Xander, seu par, segundo a escolha da sociedade. Ela vê na tela o rosto de Ky, alguém que ela nunca enxergou de verdade.

A sociedade esconde muitos segredos, em vez de ser "perfeita" como querem fazer todos acreditarem, ela é cheia de falhas e mistérios.

Em muitos momentos do livro fiquei furiosa pelas pessoas não verem o quanto tudo estava errado. Todos devemos ter direitos a nos expressar de forma individual, mas na Sociedade isso não é aceito.

Todos precisam se vestir iguais, falar igual, pensar igual e nunca, nunca mesmo se rebelar contra isso.

Fiquei muito orgulhosa de Cassia durante a leitura do livro, pois quando ela percebe o que está acontecendo começa a lutar contra. Seus pensamentos não são mais de conformidade e aceitação, ela amadurece.

O triângulo amoroso do livro fica por conta de Cassia, Xander e Ky. Os dois estão dispostos a ficar com Cassia, mas ela só pode escolher um.

Xander é um personagem muito maduro, ele é companheiro de todas as horas, e mesmo quando é magoado por atitudes de Cassia, continua ajudando-a a seguir em frente. Ky é um jovem que aprendeu da forma mais difícil a ficar invisível, mas quando tem a chance de amar, acaba arriscado tudo por alguns momentos.

Um livro que me fez valorizar a sociedade atual em que vivemos, pode não ser perfeita, mas sinceramente eu prefiro assim.

Irei aguardar o lançamento do próximo livro da trilogia e quem sabe algumas dúvidas que ficaram no ar, possam ser esclarecidas.

Se gostaram da resenha, comentem. Vou adorar saber o que vocês acharam desse livro.