Menu

7.8.12

Uma Surpresa de Sorteio – Resultado de Julho.

DMS_Misfit_Negative_Paper 6 copy

Julho já acabou, passou tão rápido que quase nem percebi. O livro escolhido para ser sorteado foi “Tudo que ela sempre quis” da Editora Novo Conceito.

Para conferir a resenha e os participantes válidos clique AQUI.

Os concorrentes do mês são:

1 - Danielle CGA Souza;

2 - Paula Alves;

3 - Manuela Cerqueira;

4 - Leninha - sempre romântica.

5 - Jeanne Rodrigues.

6 - Raquel Campos.

7 - thaila oliveira.

8 - Luciane Eleotéria

A vencedora é:

2 - Paula Alves;

GANHADORA DO TOP DE JULHO

Parabéns! Irei entrar em contato com a ganhadora e caso ela não responda ao contato no prazo de 48 horas, novo sorteio será realizado.

Até a próxima.


6.8.12

Belo Desastre – Jamie McGuire

capa-da-edicao-nacional-de-belo-desastre-1343777922204_300x420

A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade. Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura.

Apaixonante! Falar de um livro quando se gosta muito é complicado, fico querendo falar de tudo, dos grandes e pequenos momentos que tornaram esse livro tão especial.

Assim que foi lançado e li a sinopse fiquei com a sensação que iria Amar Belo Desastre. A história me pegou nas primeiras páginas e me apaixonei profundamente por Travis Maddox que é o tipo de personagem do qual é impossível sentir raiva por muito tempo. Ele faz várias besteiras, comete vários erros, mas seu jeito de menino carente me comove todas as vezes. Só a descrição física do rapaz é de deixar qualquer uma babando.

“…Tinha tatuagens dos dois lados do peito, e tribais em preto cobriam ambos os ombros salientes. No braço direito, linhas negras e símbolos se estendiam do ombro até o pulso. No esquerdo, as tatuagens terminavam no cotovelo, com uma única linha manuscrita na parte de baixo do antebraço…” – Páginas 46/47.

Abby é a garota que deseja deixar seu passado para trás e fazer tudo direito, está super feliz de começar a faculdade e conhecer pessoas novas. Por causa de sua melhor amiga, America, acaba conhecendo Travis que irá acabar com todo o sossego que ela tanto deseja. Em muitos momentos fiquei irritada com atitudes e pensamentos de Abby, eu não teria a paciência de Travis para aguentar tudo, mas talvez ele mereça passar por tudo isso, pois acho que ele é o personagem mais “galinha” que já conheci.

A relação de Travis e Abby é repleta de altos e baixos, nada acontece facilmente para esses dois. Demoram a sintonizar suas vontades e reconhecer o que sentem, mas é só ficarem próximos que faíscas voam.

O livro é narrado na visão de Abby, através dela conhecemos os demais personagens que compõe a história. America é a melhor amiga de Abby e namora Shepley, primo de Travis, os dois formam um casal muito mais maduro que o principal, ainda que tenham seus momentos de crise. Os demais personagens secundários só tornam a leitura mais interessante, e caso ela decidisse escrever suas histórias, eu faria questão de ler.

Eu me encantei com a família Maddox, seria um prazer se a autora lançasse livros falando de cada  um dos seus irmão, assim não sentiria tanta saudade de Travis, poderia encontrar ele e Abby de vez em quando.

Vários trechos do livro me deixaram com um grande sorriso bobo no rosto. Quando percebia estava rindo sozinha ou suspirando alto, totalmente encantada. O final me surpreendeu, achei adorável a forma como a autora decidiu concluir o livro. Ainda que em muitos momentos Abby e Travis tenham atitudes imaturas e impensadas, não posso julgar, pois acredito que o verdadeiro amor é capaz de tornar todos nós em verdadeiros patetas.

No site da autora (http://www.jamiemcguire.com/ginormous-awesome-smantastic-news-and-other-stuff/) ela fala que está escrevendo um livro que irá mostrar a versão do Travis de seu romance com Abby. Fiquei feliz demais com isso, pois será um prazer entrar na mente dele. Torcendo para que o livro seja lançado aqui também.

Belo Desastre chegou com tudo e já está entre meus livros preferidos. Espero que vocês curtam tanto quanto eu.


5.8.12

Agendas: Bienal 2012.

Cada editora tem sua programação. Como é impossivel estar em todos os lugares ao mesmo tempo, o melhor é escolher aquilo que tem mais a ver com você.

Universo dos Livros

bienaldolivro2012_06-v3

Editora ID.

programacao_bienal_id

Editora Novo Conceito

Programação_A5-VERSO_Alteração-011-723x1024

Uma Bienal proveitosa e divertida.


3.8.12

Visão Mortal – J.D Robb

198288_414193505292578_1846603081_n

O verão de 2059 tinha sido muito longo, quente e sanguinolento. Em uma das noites mais quentes do ano, uma ligação da Emergência envia a tenente Eve Dallas ao Central Park, onde ela vai mergulhar de cabeça em uma investigação nada menos que infernal. A vítima foi encontrada nas pedras, pouco acima da superfície escura e plácida das águas do lago. Não usava roupa alguma, com exceção de uma fita vermelha, feita de gorgorão, atada em torno do pescoço. Suas mãos estão colocadas sobre os seios, em oração. Mas são os seus olhos – removidos com a precisão de quem tem a habilidade de um cirurgião veterano – que deixaram Dallas mais alarmada.

Será que preciso dizer que amo os  livros da Série Mortal? Cheguei até Visão Mortal, 19º livro da série, e ainda continuo apaixonada pelo Roarke ( Juliana, sei que ele é seu, mas não consigo mandar meu Brushe-38 parar de palpitar quando o Roarke aparece), não é só por ele que o livro se torna especial, todos os personagens fazem dessa série sempre um prazer de ler, acompanhar a evolução de todos, os sentimentos, a amizade crescente não tem preço. Em Visão Mortal iremos acompanhar mais uma vez o trabalho de Eve na Divisão de Homicídios da Polícia de Nova York, e desta vez o criminoso é um psicopata que dá medo. Esse foi um dos melhores livros da série no quisito  Investigação Criminal, se tivesse um prêmio esse seria o ganhador com certeza. “Dilema Mortal” tratou mais dos sentimentos conturbados entre Eve e Roarke, enquanto este estava tudo em paz na vida pessoal deles, o que deu espaço para a investigação criminal ser o centro da história. Desta vez Eve contou com a ajuda da agora Detetive Peabory e da colaboração um tanto contraditória da Vidente Celina. Não que a Eve acredite em videntes, mas ajuda nunca é demais, quando o terror se espalha por Nova York na forma de um brutamontes que anda estuprando, multilando e assassinando mulheres nos parques da cidade.

O livro tem previsão pra ser lançado na Bienal do livro em São Paulo. Então, se tiver oportunidade, garanta o seu. Vale a pena! 


2.8.12

Belle – Lesley Pearse

capa belle

Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris. Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro. Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente. A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade?

Fiquei ansiosa para ler esse livro desde que a Novo Conceito começou a divulgar. Fui conquistada pela capa belíssima e pela sinopse que trazia uma história diferente das que tenho lido ultimamente.

Belle é um livro muito bem escrito que conta uma história tão viva e real, que ainda que o livro seja de época, poderia muito bem se passar nos dias atuais. A autora consegue contar a história dos muitos personagens que interagem com Belle antes e depois dos eventos que alteram sua percepção de mundo.

Até seus quinze anos, Belle sempre foi protegida por Anne, sua mãe, e Mog, com quem tem um laço forte e inquebrável. Ao testemunhar o assassinato de uma das meninas da casa onde vive, tem sua vida virada de cabeça para baixo ao ser vendida como prostituta na França.

O livro fica realmente interessante quando Belle é sequestrada, antes disso não estava empolgada com a leitura, mas após ser levada da vida que conhece, Belle irá se mostrar uma personagem forte, esperta e decidida. Ela sabe que a vida que tinha é passado, e agora precisa ser a melhor, quem sabe assim todo o sofrimento pelo qual passou tenha algum sentindo.

Outros personagens do livro merecem destaque. Jimmy me conquistou por seu desejo sincero e apaixonado pelo bem estar de Belle, ele não desiste dela em nenhum momento; Mog com seu jeito discreto e esforçado de fazer todos se sentirem bem; Noah que se torna incansável em sua busca por Belle, ainda que não a conheça, felizmente a autora nos apresenta um pouco de suas vidas, então é fácil se identificar com um ou outro.

Temos vários vilões na história, pessoas que se veem obrigadas a fazer mal ao próximo em busca de sobreviver no obscuro mundo do tráfico humano, De algumas pessoas até senti pena, mas outras apenas profundo asco e raiva. Belle encontra pessoas que são dúbias em relação ao bem e o mal, e confiar em alguém é certeza de se decepcionar no futuro.

Esse livro traz uma leitura intensa e envolvente, depois que fui tragada para dentro da história eu precisa chegar ao final e saber como a história de Belle seria encerrada. Vou evitar Spoiler, mas posso dizer que valeu a pena chegar ao final.


1.8.12

Promoção “Os Defensores”

002 copy

Em parceria com a editora Farol literário iremos sortear “Museu de Ladrões” que é o primeiro volume da série Os Defensores.

Sinopse do livro:

Bem-vindo à tirânica cidade de Jewel, onde a impaciência é um pecado e a ousadia é um crime. Goldie Roth viveu em Jewel por toda a sua vida. Como toda criança da cidade, ela deve andar presa em correntes até o Dia da Separação, e é forçada a obedecer aos temidos Guardiões Abençoados. Quando o Dia de sua Separação é cancelado, por causa de uma misteriosa ameaça à cidade, Goldie não suporta a ideia de ser novamente acorrentada e foge para o Museu de Dunt, onde conhece Toadspit. No entanto, seus dias não serão mais calmos que antigamente. Os corredores do Museu são cheios de armadilhas e segredos adormecidos que se despertos podem acabar com a vida na cidade. Mas se você pensa que esse livro traz histórias de crianças, está inteiramente enganado. Morte, suspense e muita crueldade envolvem o primeiro volume desta trilogia, em que os protagonistas terão que provar suas habilidades e frieza para garantir sua sobrevivência.

Achou interessante?! Que tal receber um lindo exemplar em casa?

Participar dessa promoção é muito simples! Regras:

1 – Seguir o blog.

2 – Seguir o Twitter @meninasqueleem, e @FarolLiterario.

3 – Twittar a frase abaixo:

Conheça "Os Defensores" da @FarolLiterario que só as @meninasqueleem vão te dar. http://kingo.to/19Kf

4 – Residir no Brasil ou ter endereço de entrega.

Atenção

A promoção é válida de 01/08/2012 a 17/08.

O livro será enviado pela editora no prazo de 45 dias.

Se o ganhador não entrar em contato no prazo de 48 horas, novo sorteio será realizado.

Boa Sorte!