Menu

28.2.13

Laços Inseparáveis - Emily Giffin

Laços Inseparaveis.indd

Depois de um fim de semestre tumultuado enfim eu consegui parar pra escrever a resenha de “Laços Inseparáveis”, depois que terminei o livro passei dias pensando em tudo o que eu queria escrever, e como fazer isso sem contar toda a história do livro.

Emily Giffin é uma das autoras queridinhas da minha estante, a sensibilidade que a autora tem pra escrever é uma coisa fora de série. Ela não tem medo de abordar temas polêmicos e criar acontecimentos que poderiam surgir na vida de qualquer pessoa. Acredito que essa característica da escrita dela é um dos motivos que tornam a leitura de seus livros envolvente, rápida e gostosa.

Laços Inseparáveis traz como tema a adoção, retratada com todas as nuances de emoções que envolvem o tema, o leitor vivencia com os personagens as tristezas, dúvidas, decepções e alegrias. Tudo descrito com a sensibilidade única da autora.

Marian Cadwell é uma produtora de TV, com o namorado perfeito, com o emprego perfeito, mas vê tudo o que construiu desmoronar quando o segredo de seu passado bate em sua porta. Segredo que somente sua mãe sabia e que ela lutou para esquecer durante anos enquanto construía sua vida perfeita.

Kirby é uma adolescente de 18 anos, ela soube desde o começo de sua vida que era adotada, e sempre nutriu um desejo de conhecer os pais biológicos e saber sobre suas histórias, ela resolve ir atrás de Marian quando um dia houve os pais adotivos conversando e se perguntando se Kirby não tinha os mesmo interesses que eles por conta de suas origens.

Ao encontrar a mãe biológica e se deparar com uma mulher bem sucedida profissionalmente, Kirby começa a questionar porque Marian a colocou para adoção. A partir de então elas começam a desenvolver um relacionamento enquanto Marian ajuda Kirby a compreender o seu passado e tenta solucionar os problemas que surgem à medida que as mentiras que ela contou para ter sua vida perfeita vêm à tona.

Muitos conflitos surgem no decorrer da história, muitas mágoas, desencontros e reencontros que emocionam o leitor.

A história é narrada por mãe e filha, cada uma narra um capítulo dando ao leitor a oportunidade de entender os dois lados da história, isso não me impediu de ter raiva da Marian em alguns momentos, principalmente pelo fato dela se importar demais com a opinião alheia. Acho que como eu não sou nem um pouco assim, não consigo entender esse tipo de pessoa.

Enfim, o livro é emocionante, não é o melhor livro que eu li da autora, mas foi uma das melhores leituras desse ano.

180342_152341594821083_100001357296212_247258_1566297_n

Essa resenha foi escrita por Rafaela Carvalho, colaboradora do blog sempre que desejar.

Twiiter: @RafinhaSy

Facebook: http://facebook.com/RafinhaSy

 

 

 

Sinopse

A autora de cinco romances de sucesso, Emily Giffin, lança uma história inesquecível de duas mulheres, as famílias que a fazem ser quem são, e a lealdade e o amor que as ligam. Marian Caldwell é uma produtora de televisão de 36 anos, vivendo seu sonho em Nova York. Com uma carreira bem-sucedida e um relacionamento satisfatório, ela convenceu todo mundo, inclusive si mesma, que sua vida está do jeito que ela deseja. Mas uma noite, Marian atende a porta... para apenas encontrar Kirby Rose, uma garota de 18 anos com a chave para o passado que Marian pensou ter deixado para trás para sempre. Desde o momento que Kirby aparece na sua porta, o mundo perfeitamente construído de Marian — e sua verdadeira identidade — será chacoalhado até o fim, fazendo ressurgir fantasmas e memórias de um caso de amor apaixonado que ameaça tudo para definir quem ela realmente é. Para a precoce e determinada Kirby, o encontro vai provocar um processo de descobrimento que a leva ao começo da vida adulta, forçando-a a reavaliar sua família e seu futuro com uma visão sábia e doce. Enquanto as duas mulheres embarcam em uma jornada para encontrar o que está faltando em suas vidas, cada uma irá reconhecer que o lugar no qual pertencemos normalmente é onde menos esperamos — um lugar que talvez forçamos a esquecer, mas que o coração se lembra eternamente.

Link do livro no skoob: http://www.skoob.com.br/livro/268577


27.2.13

Lucinda Riley vem ao Brasil

Promocional-lucinda22

Autora best-seller Lucinda Riley vem ao Brasil escrever o seu próximo romance

Lucinda Riley, autora best-seller de A Casa das Orquídeas e A Luz Através da Janela,  com mais de 1,7 milhões de exemplares vendidos em todo mundo está desembarcando no Brasil, mais precisamente no Rio de Janeiro, na próxima semana. Desta vez, a autora vem com um objetivo especial: escrever seu próximo romance, cuja história se passará no Rio. A inspiração surgiu em sua primeira visita ao Brasil, no ano passado, quando participou da Bienal Internacional do Livro, em São Paulo. Em passagem pelo Rio, a autora se apaixonou pela beleza e história da cidade, e elegeu-a como cenário de seu próximo título. Lucinda estará em pesquisa na cidade, com a ajuda de uma historiadora, por quatro dias, e depois seguirá para Búzios, onde escreverá o livro.

A Novo Conceito aproveita o momento em que estreia na rede social Google+ para promover um Hangout em parceria com o Google Play entre a autora e todos os seus leitores.

Participe do nosso Concurso Cultural e tenha a chance de participar do Hangout e fazer sua pergunta, ao vivo, para a Lucinda Riley ou de ter sua pergunta selecionada para que ela responda.

E o melhor: os leitores que tiverem as 20 melhores perguntas ganharão um exemplar de "A Luz Através da Janela" autografado com seu nome.

Fique tranquilo! Se você não puder falar ao vivo pela webcam com a autora, você poderá acompanhar o bate-papo através do link que será divulgado em nossas redes sociais.

Faça suas perguntas neste post ClIQUE AQUI , em nossa página no Google +, leia atentamente o regulamento e participe!


26.2.13

À primeira vista - Nicholas Sparks


À-Primeira-Vista
Jeremy Marsh tinha três certezas: jamais se mudaria de Nova York, não se apaixonaria novamente e nunca teria filhos. Mas agora ele está prestes a se casar com Lexie Darnell e aguarda a chegada da primeira filha, enquanto conduz a reforma de sua nova casa na pequena cidade de Boone Creek, na Carolina do Norte. Em meio a tantas mudanças, Jeremy luta para reencontrar o equilíbrio pessoal e profissional ao lado da mulher que o fez mudar todos os seus planos. Quando tudo parece estar entrando nos eixos, Jeremy recebe um misterioso e-mail que dá início a uma série de acontecimentos que irão testar a força dessa paixão.Atormentado pela ideia de estar sendo traído, vivendo uma crise criativa que o impede de trabalhar e angustiado com a gestação complicada de Lexie, ele não poderia imaginar que o pior – e o melhor – ainda estava por vir. À primeira vista captura toda a incerteza, a tensão e a angústia da vida desse jovem casal, mas também retrata o romantismo, o companheirismo, a descoberta e o amadurecimento que só o verdadeiro amor pode proporcionar.
Esse livro foi difícil de ler, confesso que sofri um bloqueio total quando me disseram que ele era continuação de “ O milagre”, fiquei me perguntando como um livro tão ruim (não consegui passar da página 15) podia ter continuação? Lendo “À primeira vista”  senti que o autor estava tentando se redimir pelo fiasco do primeiro livro e o desculpei na hora. Agora sim, era o Nicholas Sparks que eu conheço e amo. Não classificaria  entre os melhores livros deste autor, mas não deixa de ser uma história  sensível e apaixonante, a emoção transborda das páginas, de uma forma muito bem narrada e escrita.Vale a pena dar uma conferida.
Veja o livro no:
computer-24843_640 copycomputer-24843_facecopyedito0 copy