Menu

21.3.13

A garota do outro lado da rua - Lycia Barros

A garota do outro lado da rua

Quando li a sinopse desse livro fiquei imediatamente interessada. Gosto muito de histórias “adolescentes” porque elas são ideais para todas as idades, inclusive a minha.

O livro tem poucas páginas, consegui ler de uma vez só, mesmo porque fiquei muito curiosa em saber como essa história terminaria.

Enzo é um garoto inteligente que sempre foi apaixonado por Rafaela, apesar de terem trocado poucas palavras durantes todo o tempo em que foram vizinhos e estudam juntos. Ele meio que idealiza em Rafaela, a garota de seus sonhos, tudo nela é perfeito, algo a ser admirado, isso até os dois ficarem perdidos juntos.

Gostei da forma que a autora descreveu o ambiente onde a história se passa, consegui visualizar perfeitamente, também temos acesso aos pensamentos de Enzo e Rafaela.

Rafaela é a típica garota popular sem nenhum conteúdo, se preocupa com sua imagem e acaba magoando quem realmente gosta dela, quando é obrigada a ficar junto de Enzo começa a ver que ele é especial. Gente, eu queria um Enzo pra mim, um cara legal, que é inteligente e se preocupa com os outros, o tipo de cara que é dificil de encontrar.

Pelo que falei até aqui tenho certeza que vocês já estão imaginando o final desse livro. Muitos irão falar que é super clichê, mas a verdade é que eu adoraria que tivesse sido clichê, quando o leitor acredita que a história está indo por um caminho, ela tá indo na direção contraria. Infelizmente na minha opinião para que o final tivesse sido melhor, precisaria de umas 50 páginas a mais, ou pelo menos 5.

O final é abrupto e me deixou com a sensação que ainda tinha muito mais a ser dito.

Em resumo é um livro legal que tinha potencia para ser ótimo!

Sinopse

Enzo é um menino intelectual e aplicado nos estudos que não se importa em ser ridicularizado pela maioria dos colegas de turma. Ao lado de seu amigo Leandro, entra e sai do colégio com uma vida monótona e sem grandes emoções. Entretanto, há alguém que sempre balança a serenidade de Enzo: Rafaela, sua vizinha de frente, por quem Enzo é apaixonado desde a infância e é sua colega de turma. Porém, linda e popular entre os estudantes, Rafaela não se dá conta da sua existência até que um dia, em uma excursão do colégio, ambos se perdem juntos na mata. Rafaela e Enzo começarão a se conhecer melhor e perceberão o quanto estavam enganados a respeito um do outro. Mas será que esse conhecimento resultará em uma grande amizade? Será que o amor de Enzo sobreviverá além das aparências? Afinal, quem é verdadeiramente a garota do outro lado da rua?

Link do livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/202148


19.3.13

Lançamento: Sonhe Mais - Jai Pausch


Você saberia lidar com a partida da pessoa amada?
Esta pergunta é o tema central do livro de Jai Pausch, Sonhe mais. Muito bom, diga-se de passagem.
Sabe quem é ela? A viúva de Randy Pausch, o sujeito que tinha câncer no fígado, fez um discurso e escreveu um livro: A lição finalSonhe mais é a versão dela, da esposa, sobre  uma vida de paixão, amor e família. Mais incrível que o primeiro!
 É tão provocante, mexe tanto com a gente que eu não consegui desgrudar do livro. Logo que comecei a ler tive raiva de Randy Pausch(!), o marido, fechei o exemplar e comecei a refletir. Mas aquele livro ao meu lado parece que me chamava, então iniciei a leitura novamente, de onde parei.
Três capítulos depois e eu estava com dó -- pena mesmo -- do Randy Pausch, afinal ele estava morrendo! Pensei: "acho que ele está certo, só pensando no melhor para a esposa e filhos", e continuei a ler.
 Conforme Jai Pausch, a autora de Sonhe mais, escrevia e descrevia suas experiências -- que senti todas -- comecei a pensar que ela é quem estava errada, achei a mulher fria em certos momentos.
Pois fiz uma pausa e pensei novamente! Que loucura!
Mas o livro continuava a me provocar e lá fui eu, novamente, ler. Finalmente, percebi que Jai estava vulnerável, ela ia perder o marido de quem tanto gostava, mas tinha que continuar a vida, tinha que cuidar do doente e dos filhos ao mesmo tempo ( nada como uma mulher para fazer isso), e pensar no que aconteceria depois que Randy falecesse!
Como ela foi forte, como sofreu e como amou!
Na verdade, eles viveram um grande amor!  E eu vivi um turbilhão de sentimentos!
Veja, já li livros intrigantes, emocionantes, mas que me provocasse sentimentos de compaixão, raiva, compreensão, amor, dó... tudo ao mesmo tempo, este foi o primeiro.