Menu

25.9.13

Só Tenho Olhos Para Você – Bella Andre

 

SO_TENHO_OLHOS_PARA_VOCE_1368368230P

Se os Sullivans são uma grande paixão, Sophie é, sem dúvida alguma, uma moça apaixonante pela perseverança e desejo de ser feliz. Ela consegue remar contra a maré, ultrapassar barreiras invisíveis e desconhecidas com aquele toque de meiguice e pimenta que seduz Jake mesmo contra a sua vontade nos ensinando que a felicidade não vem de uma hora para outra, mas com certeza, ela chega para aqueles que acreditam e não desistem, mesmo quando tudo parece incerto e perdido. E a gêmea “boazinha” mostra como sabe ser maquiavélica quando quer. Eis um livro light de sedução e recompensas que ADOREI e recomendo.

Jake é um cara legal. Meio reprimido, sofrido, carrega consigo um trauma que o faz sentir-se inferior aos demais, indigno da gêmea “boazinha” Sullivan. Apesar do título de Bad Boy, por trás da fama tem um adulto que ainda não superou o trauma de infância e nem aprendeu a lidar com um problema não tão sério e nem tão segregador. Ele pode resistir, mas o que é para acontecer, acontece. E o amor o transforma, cura suas feridas do passado e promove um futuro com toda a felicidade e amor que ele merece.

Eu realmente admiro as pessoas que vão buscar tudo aquilo que desejam com muita garra e amor próprio, porque, acima de tudo, viver é arriscar-se de peito aberto, uma queda livre rumo à felicidade... e Sophie é mestra nisso.

Hasta La vista!

Suzana Pandora.

------------------------------------------------

Vou meter meu bedelho na resenha alheia e dizer o que achei desse livro. Eu conheci essa autora através dos milhões de elogios feitos pela Suzana, resenhista acima, bem antes da novo conceito ter a brilhante ideia de publicar essa série no Brasil, Bella Andre já tinha muitas brasileiras ligadas em suas histórias.

Uma coisa que adoro nesses livros é a simplicidade e fluidez da escrita. A história é totalmente despretensiosa, não espere encontrar heróis ou vilões. Vamos nos deparar com pessoas reais, com dramas, lutas e felicidades de verdade, é isso que me agrada.

Suzana já descreveu com perfeição as personalidades do casal principal. Jake e Sophie são almas gêmeas, tão certos um para o outro que chega a ser impactante o tamanho desse amor.

Acho que já falei demais, nem devia ter me metido aqui, mas gente, alguns livros são bons demais para não falarmos deles.

Ansiosa pelo próximo livro da série. Espero que vocês curtam tanto quanto eu!

Juliana Vicente

Sinopse

Sophie Sullivan, uma bibliotecária de São Francisco, tinha cinco anos de idade quando se apaixonou por Jake McCann. Vinte anos depois, estava convencida de que o bad boy ainda a via como a gêmea Sullivan boazinha. Isso quando ele se dava ao trabalho de olhar para ela. Ao se envolver na magia do primeiro casamento dos Sullivan, Sophie sente que já passou da hora de fazer o que quer que seja preciso para que Jake a veja como a mulher que realmente é.

No entanto, ela terá dificuldade em mostrar a Jake que pode ser uma mulher forte e decidida, capaz de amá-lo para sempre. E não só porque ela é a inacessível irmã de seus melhores amigos, mas porque ele tem medo de tê-la perto demais. Na verdade, ele desconfia que seu segredo mais vergonhoso poderá ser desvendado.

Livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/315398-so-tenho-olhos-para-voce


23.9.13

O Visconde que me amava - Os Bridgertons 02–Julia Quinn

 

O_VISCONDE_QUE_ME_AMAVA_1374675648P

A temporada começou este ano de 1814 sem que existam razões para confiar em que vamos ver alguma mudança destacável como a de 1813. Como sempre, os atos de sociedade continuam cheios de mamães ambiciosas cujo único objetivo é ver suas preciosas filhas casadas com solteiros convenientes. As deliberações entre as mamães indicam o visconde do Bridgerton como seu partido mais cotizado para este ano e, de fato, se o pobre homem parece despenteado e seu cabelo alvoroçado pelo vento se deve a que não pode ir a nenhum lugar sem que alguma jovem senhorita sacuda suas pestanas com tal vigor e celeridade que provoca uma brisa de força impetuosa. Talvez a única jovem dama que não mostrou interesse pelo Bridgerton seja a senhorita Katharine Sheffield; sua atitude para com o visconde às vezes roça a hostilidade.

Nunca vi um casal mais turrão.  Ele insiste em casar com a irmã da Kate, Edwina.  Ela jura que ele, mulherengo como é, só casa com  Edwina por cima do cadáver dela. Deste impasse sai um livro divertido, leve, agradável de se ler em uma tarde de preguiça.

Anthony é o mais velho dos oito filhos da Família Bridgerton,  tem fama de mulherengo, tem jeito de mulherengo, mas mulherengo não é, quer dizer… era, não é mais e não quis fazer nada pra limpar a reputação. O problema é que agora ele quer casar e a escolha não poderia ser diferente: Tem que ser com a “Incomparável da Temporada”, no caso, com Edwina Sheffield, uma moça bela, culta, inocente e que ele tem certeza que nunca irá se apaixonar.  O que ele não esperava é que com essa escolha teria que passar primeiro pelo crivo da irmã mais velha, Katharine Sheffield, não tão bela quanto Edwina, mais velha, turrona e quando ele chega perto sai faísca, e quando está longe ela habita seus sonhos.  Kate, por outro lado, não espera mais se casar, está debutando também nesta temporada, mas o que mais deseja é que a amada irmã se case com uma pessoa que a respeite e a ame e não acredita, nem por um segundo, que o Visconde possa ser este homem. Principalmente quando ela descobre que quer ele para si mesma.

O livro como todos da  família Bridgerton é engraçadíssimo,  isso por conta da fofoqueira de plantão que atende por Lady Whistledown. E nos conta as novidades da temporada com o máxímo de bom humor e detalhes.

A capa do livro está maravilhosa! A Editora Arqueiro, mais uma vez, fez um trabalho incrível

 

A série “Os Bridgertons” no Skoob:

1 - O Duque e Eu

2 - O Visconde que me amava