Menu

20.12.13

Em casa para o natal – Cally Taylor

 

Em-Casa-para-o-Natal-417x620

Ela tem a vida quase perfeita. Seu único desgosto é nunca ter ouvido as três palavras mágicas: eu amo você. Beth Prince sempre adorou contos de fadas e acredita que está prestes a viver um final feliz: tem o emprego dos sonhos em um charmoso cinema independente e um namorado maravilhoso chamado Aiden. Ela faz parte de um grupo privilegiado de pessoas que trabalha com o que ama, e o entusiasmo pelos filmes intensifica a busca por seu próprio “felizes para sempre”.
Só há um problema: nenhum homem jamais declarou seu amor por ela. E, apesar de acreditar que Aiden é o príncipe encantado, a protagonista desconfia de que ele tem medo de dizer “eu amo você”. Desesperada para escutar essas palavras mágicas pela primeira vez, ela resolve assumir as rédeas do destino — e acaba se arrependendo.


Se você procura um livro divertido, fácil de ler e quer ter a certeza que vai se acabar de rir,  então ”Em casa para o natal” foi feito para você! Estava com tempo que eu não me divertia tanto lendo um livro. Bom, teve aqueles momentos de vergolha da vergonha alheia, mas qual bom livro de cómedia não tem uma boa pagação de mico, não é?
Beth  - é a típica garota sonhadora, que fala com cartazes do George Clooney e adora filmes. É apaixonada por seu trabalho em um cinema que está em decadência. Sonha que as extratégias do seu Plano de Ação vai fazer o cinema melhorar, mas em vez disso descobre que ele será vendido.  Tem um namorado e espera que ele se declare para ela, em vez disso ele se diz sufocado e vai embora. A vida não está fácil nem pra personagens ficitícios!!!
Matt - é o mocinho bonzinho,  que toda vez que vê a Beth fala alguma coisa sem nexo ou gagueja. Tem um uma ex-namorada psicopata e um avô fofo (me apaixonei pelo vovô. Tá,  pelo Matt também, mas meu coração é grande e cabe todo mundo). Trabalha para Apollo, que quer comprar o Cinema que a Beth trabalha e transformá-lo num conglomerado igual a tantos espalhados pelo mundo.Tem uma chefe megera, e é o tipo “boa –praça” que só se ferra no quisito amor.
Quando Beth e Matt se juntam, o livro fica repletos de momentos fofinhos e hilários. O que mais gostei ao longo da história foi que a autora nos brinda com a visão tanto de Matt, como com a de Beth, sobre o que está acontecendo entre eles. Os capítulos são alternados e nos dá a sensação de conhecer os dois de forma mais íntima e deixa os  sentimentos de cada um deles bem explicado.
Recomendo sem sombra de dúvidas!
 
Livro no Skoob:
 
 
 
 
 
 

16.12.13

Emoção - (Flor da Pele 005) - Leslie Kelly

 

Edição: 5
Editora: Harlequin Brasil
Ano: 2013
Páginas: 192

SINOPSE

Seis anos haviam se passado desde que Ross Marshall e Lucy Fleming tiveram um Natal muito quente em Manhattan. Nessa época, ele era apenas um cara com corpo definido e um cinto de ferramentas, e ela, uma ousada estudante de fotografa. Alguns natais depois, Ross e Lucy se encontram de novo na festa da empresa cujo dono é ele! Quando o último convidado vai embora, deixando-os sozinhos e presos no escritório por conta de uma nevasca, não demoram a buscar calor no corpo do outro. Sendo que desta vez o sexo é muito mais hot! Eles terão apenas outra transa casual, ou a emoção da surpresa será mais forte do que tudo?

Olha o que chegou galerinha! Vamos falar dessa autora talentosa que tive o prazer de conhecer agorinha. Nunca tinha lido nada da Leslie, mas ao programar o post de lançamentos Harlequin e me deparar com essa capa me apaixonei pelo livro. Sim! Eu desejei só pela capa. Muito linda! Claro que quando chegou veio a expectativa, será que o conteúdo correspondia à bela embalagem que prometia um romance “À Flor da Pele”?

O livro é muito bem escrito e conta o romance entre Ross e Lucy. Fala de encontros e desencontros e achei muito “real”. O casal é muito humano com emoções e atitudes muito próximas da gente. Gostei por que é o tipo de romance que realmente pode acontecer com qualquer um. O mocinho é um cara normal que comete seus erros e acertos e a mocinha não fica atrás.  Não quero me aprofundar na história para não contar detalhes, mas o romance dos dois cumpre o prometido. É bem caliente e muito empolgante.

O diferencial do livro que dá aquele toque legal é o fato de os capítulos serem altarnados entre passado e futuro. Assim conhecemos como foi o relacionamento dos dois 6 anos atrás e como está sendo o reencontro agora. Quando percebi que a autora escreveria dessa forma fiquei apreensiva pois nem todo autor tem o talento para escrever assim sem se perder na história ou confundir a cabeça do leitor, mas Leslie foi extremamente delicada e não nos confunde nem um pouco. Passei o tempo inteiro naquela empolgação, querendo saber do passado e do presente ao mesmo tempo. Realmente muito recomendado. Ansiosa para ler os próximos livros dessa série “À Flor da Pele”. Sei que tem mais títulos da Leslie nele e já estou querendo. Até o próximo livro galera!


O Sonho de Uma Filha - Francine Rivers

 

O_SONHO_DE_UMA_FILHA_1365127191P

Recebi esse livro de presente da minha amiga secreta, e queria agradecer: meu muito obrigada! Você me deu o livro perfeito, que me emocionou do início ao fim. Foram tantas lágrimas derramadas e pensamentos revistos que ainda estou me recuperando emocionalmente.

Alguns livros são especiais, marcam o leitor e o mudam de alguma forma, ficam na memória para sempre e serão sempre lembrados com carinho e emoção. O sonho de uma filha é o segundo volume da saga o Legado de Martha, uma família composta de mulheres fortes, mas que por vezes não conseguem expressar o que sentem de forma clara, fazendo que pequenas mágoas se tornem gigantescas. Esse livro é continuação direta de “A esperança de uma mãe”- não leia fora da ordem-, para entender esse é necessário conhecer o primeiro livro onde se inicia a história de vida de Martha e sua filha Hildemara.

Nesse volume o foco inicial é Hilde; sua filha Carolyn; os conflitos que nunca conseguiu superar com sua mãe e que acabam surgindo entre ela e sua própria filha. Como somos onipresentes durante a leitura, é fascinante perceber que algumas coisas fogem ao controle dos personagens, situações que a vida impõe que resultam em palavras não ditas, abraços não dados, gesto de amor incompreendidos.

Francine tem um jeito lindo de incluir Deus em seus livros, sua presença é sentida através dos personagens que cria. Seus defeitos, dúvidas e desejos aos poucos são postos a prova, e ainda que o final esteja longe daquele que considero ideal, não posso dizer que esperava algo diferente. A vida muitas vezes não é justa, só nos resta aceitar o que não pode ser mudado. Existe tanto amor nessa escrita, tanta beleza, tanta dor e esperança que posso garantir que indiferença é um sentimento impossível durante a leitura. Então sim, você irá amar, odiar, chorar, gritar com a autora pelas injustiças cometidas, mas então irá parar, rever algumas coisas e talvez mudá-las.

Não falarei da história, é preciso ler para entender a profundidade das relações descritas. Seria muita pretensão minha achar que com poucas linhas conseguiria passar tudo que ganhei através dessas páginas. Por isso eu peço a vocês, leiam! Se permitam sentir, e todas as lágrimas derramadas terão valido a pena.

Aqui eu me despeço desses personagens incríveis, que através de seus erros e acertos me emocionaram. Martha, Hilde, Carolyn e Dawn, mulheres que precisaram abdicar de muito em favor uma das outras, foi um imenso prazer acompanhar suas trajetórias de vida.

Sinopse

Conclusão da saga familiar iniciada em A esperança de uma mãe, uma história sobre família e fé, sonhos e decepções e, acima de tudo, sobre a resiliência e a perseverança do amor.

Crescer não é fácil para a pequena Carolyn. Com a mãe isolada por causa da tuberculose, a menina cria um laço especial com a avó. Mas, à medida que as tensões entre as duas mulheres aumentam, Carolyn se sente culpada. Quando a mãe volta a trabalhar e a avó vai embora, Carolyn e o irmão são criados praticamente sem a supervisão dos pais, o que trará consequências nefastas. A faculdade dá a Carolyn a oportunidade de se encontrar, mas uma tragédia na família abala sua recém-conquistada independência. Em vez de voltar para casa, ela corta todos os laços e se perde na intoxicante contracultura de San Francisco. Quando reaparece dois anos depois, grávida e mais desorientada do que nunca, ela precisa construir uma vida para si e para o bebê.

Exatamente como Carolyn, sua filha, May Flower Dawn, desenvolve uma ligação mais forte com a avó do que com a mãe, provocando mais uma rixa entre gerações. Mas, conforme cresce e se torna uma moça gentil e generosa, Dawn vai lutar para evitar os erros de seus antepassados, prometendo ser uma ponte entre as mulheres da família, e não um muro que as separe para sempre.

Abarcando desde a década de 1950 até os dias de hoje, O sonho de uma filha é o emocionante capítulo final de uma história sobre quatro gerações de mulheres e seus erros e acertos.

Livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/314239