Menu

4.3.14

I Love New York - Teca Machado

Alice cresceu apaixonada por Nova York. Mas sempre que tentava ir à Big Apple acontecia algo para atrapalhar seus planos. Quando um vídeo na internet fez com que ela virasse a piada de sua cidade e também do país, largou tudo e finalmente foi para Manhattan passar um tempo e tentar ser “esquecida por todos”. Estudando numa universidade americana, com novos amigos, um lindo namorado e um apartamento de cair o queixo, Alice pensou que tinha deixado o passado um tanto comprometedor para trás. Só que não foi bem assim que aconteceu. Ela não era mais anônima nem mesmo na nova cidade.

Teca machado me surpreendeu com seu primeiro livro, um chick-lit com a dose certa de micos e momentos de amorzinho. Com personagens fofos e reais (nada de super, hiper, mega bilionários donos do universo), um enredo sem muita invenção e acontecimentos mirabolantes Teca com simplicidade criou um chick-lit que prende o leitor do começo ao fim, que te faz rir, chorar e suspirar.


A Alice é uma jornalista, que sempre foi apaixonada por Nova Iorque, fã de todos os seriados que tem como cenário a cidade (bate aqui Alice o/), vê sua vida desmoronar ao flagrar o namorado se pegando com uma amiga no meio de uma boate badalada, e então meus amigos começa uma cena histórica de vergonha alheia, por que a louca da Alice simplesmente se mete no barraco do ano que é filmado por todos os jornalistas possíveis e imagináveis e sai da confusão deixando um beijinho pros fãs.


Olha juro que eu não queria colocar a foto aqui, mas não pude deixar de associar a cena. :)

E lógico que as doces pessoas que usam esse instrumento de satã denominado internet logo fazem um meme pra nossa amiga corna mansa do ano, com direito a musiquinha chiclete e tudo mais. Alice então passa a sofrer com o novo status, mas somente até ter a oportunidade de viver seu grande sonho que é morar em Nova Iorque, bancada pelos pais e o melhor de tudo onde ninguém conhece o “Rap da Corna Mansa”(ela que pensa).

Lá Alice vai morar de grátis em uma cobertura no Upper East Side (Diva, faltou só o Chuck Bass), se aperfeiçoar profissionalmente (mero detalhe) e conhecer o lindo, espetacular, doce, carinhoso, fofo, cheiroso ‘Apertador de traseiros alheios’ ou Mateus para os mais convencionais. Chorei de rir no momento em que a Alice e o Mateus se conhecem, a cena é impagável.

Tudo vai muito bem pra Alice, ela estava divando em Nova Iorque até novos acontecimentos surgirem e a nossa querida Corna Mansa ter que enfrentar as dores da fama novamente, por que né enfim tirando o fato do rap da corna mansa ser um viral, a Alice tava muito bem, obrigada.

O Mateus é um amor, e eu já quero o meu onde encontro Teca???

Super indico a leitura do livro, o meu já está passando de mão em mão pela sala de aula na faculdade. 

E agora vou deixar vocês com três musicas que tocaram na minha playlist enquanto eu lia, uma a própria Alice plantou na minha mente:

1. Frank Sinatra - New York, New York


2.Madonna - I Love New York


3. Alicia Keys - Empire States





3 comentários:

  1. muito bacana a dica de chic lit!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito fã de chick-lit, mas esse parece ser divertido
    só acho que faltou na playlist New York State of Mind do Billy Joel, de resto ela ta perfeita rs

    Abraços
    http://des-construindooverbo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ooi, Rafaela!
    Fiquei muito feliz com a sua resenha.
    Obrigada de coração. E obrigada por estar repassando o livro também, isso é muito importante, haha.
    Olha, eu também queria saber onde eu posso encontrar um Mateus além de dentro da minha imaginação... Hahaha (E uma tia Wanda também, é claro).

    Ah, eu amo a cena em que a Alice e o Mateus se conhecem. É ma das minhas preferidas do livro.. *.*

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.