Menu

10.7.14

O Dominador - Tara Sue Me

 
 

Neste aguardado segundo volume da trilogia iniciada por A submissa, Tara Sue Me conta a história de Abby e Nathaniel do ponto de vista dele, revelando seus sentimentos, pensamentos e desejos mais profundos. Nathaniel West é um bem-sucedido empresário em Nova York. Mas é entre quatro paredes que reside seu verdadeiro domínio. Experiente dominador, ele não aceita novatas como submissas. Espera de suas parceiras disciplina e rigor, e não tem tempo nem paciência para treinar alguém. Mas quando o nome de Abigail King aparece entre as candidatas a seu anúncio, ele se permite abrir uma exceção. Nathaniel se pergunta se a inexperiente e doce Abigail está pronta para o complexo e lascivo mundo que está prestes a admiti-lá. Mas talvez a maior questão seja se ele está preparado para o turbilhão de emoções que virá com a entrada de Abby em sua vida.

Ao contrário do que imaginava, O Dominador de Tara Sue Me, não se trata de um continuação de A Submissa (RESENHA) e sim a versão de Nathaniel da história. Quem me acompanha sabe que prefiro a versão masculina, pois acho mais direta, sem muita frescura e muitas vezes, dependendo da personalidade do "mocinho", adoro suas indiretas.
Com relação a essa versão em específico, não morri de amores por Mate no livro anterior devido a sua frieza no início e a maneira como tratava Abby, isso me deixava com os nervos a flor da pele e com muita vontade de inverter os papéis dos personagens para que ela lhe desse uns bons tapas. Porém tudo isso mudou já no primeiro capítulo de O Dominador. Sérioooooo.... Não sei o que deu em mim, mas nesse momento da leitura me apaixonei por Nathaniel! 

"...até que  sua inscrição aparecesse em minha mesa, eu não tinha como saber se ela sabia que eu existia. Até então, Abby simbolizava para mim o um por cento que faltava...(pág.10)"

Se você já leu o primeiro livro vai entender o que estou dizendo e o que senti com a leitura. Não posso evitar spoilers, mas vou tentar...
Desde o dia que Nathaniel West pegou a ficha de inscrição de Abby para ser sua nova submissa, ele não acredita que está lendo exatamente o nome dela. Ela que foi sua obsessão desde o tempo da faculdade, ela que seria seu 1% faltante dos 100 para que sua vida fosse completa e para sua surpresa: Ela que queria ser sua submissa... Inicialmente quis declinar, mas como fazer isso se Abby era o que mais desejava desde sempre, não podia e foi a partir daí que sua vida mudou completamente. 

"...Queria estudar seu corpo até que os contornos estivessem permanentemente gravados em minha mente, até que minhas mãos conhecessem e reconhecessem cada resposta dela. Eu queria ceder a sua verdadeira natureza de submissa. Eu queria ser seu dom...(pág.11)"

Foi quando comecei a entender o motivo de tamanha frieza, insensibilidade e falta de amor que vi antes de sua versão da história. O medo de perder Abby foi o principal motivo por ele agir assim, apesar de conhecer toda a história complicada de Dom e Sub dos dois, não consegui deixar de torcer para que o amor deles tivesse um final feliz. Vai entender uma coisa dessas?! Isso explica o quanto a escrita de Tara Sue Me é fantástica, que consegue nos prender na leitura independente por qual olhar estamos lendo e nos faz torcer para eles de formas diferentes: em A Submissa, por Abby e temos raiva de Nate e em O Dominador temos dó de Nate e pedimos, ou melhor, quase imploramos para que Abby o aceite. 

"...Antigamente eu era seguro de mim, mas agora não sou. Quando estou com você, não estou seguro de nada...(pág. 156)"

Achou complicado?! Imagina eu que li ansiosa para que tudo desse certo e que Nate conseguisse enfim demonstrar seus sentimentos por seu amor de faculdade e sua submissa: Abby. 

'...Seu cheiro, seu toque, sua essência. Eles faziam parte de mim...(pág. 167)"

Bom acho que conseguiram perceber o quanto amei a leitura e já quero logo a sua continuação.... A capa, a diagramação são lindas. As cenas quentes, gente são quentes mesmoooo... Por isso super indico a leitura, lembrando que o livro não é para menores de 18 anos por haver conteúdo adulto. 
 
Espero que tenham gostado e até a próxima!!!


11 comentários:

  1. É pelo que vi a continuação é melhor ainda do que imaginava. A versão dele é mais primorosa e detalhada. Gostei muito de ler a resenha e comprovar que a história continua sendo uma boa pedida. Quero ler e comprovar cada detalhe mencionado por você. Não vejo a hora de ter o meu Dominador. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. acho interessante colocar sempre as duas versões da história, isso dinamiza a trama e nos faz entender alguns pontos!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Hum...adorei sia resenha. Achei bem diferente esse segundo livro da trilogia mostrar a versão de outra personagem e não um "continuação de história em si". Fico boba como vendo o lado de alguém que não gostávamos inicialmente, pode mudar.
    Beijos!
    Monólogo de Julieta.

    ResponderExcluir
  4. Amei A Submisa, estou doida pra ler essa versão de Nathaniel da história, já foi pra minha lista de leitura!

    ResponderExcluir
  5. Oi! Não gosto muito desse tipo de leitura,sendo que também sou menor de idade, mas a história parece ser interessante! Que bom que gostou!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Eu sempre fico com o pé atrás com este tipo de leitura, mas pela sua resenha, eu me interessei, mais um livro para a listinha que só cresce :)

    ResponderExcluir
  7. Adoro quando a mesma história é contada sob outro ponto de vista. Quando "vazou" alguns capítulos de Sol da Meia Noite (podem julgar, adoro Crepúsculo), me envolvi muito com o fato de estar na mente de outra pessoa e entender pensamentos que a protagonista da primeira versão não entendeu.
    Não li o Dominador ou a Submissa, mas parecem interessantes. :)

    ResponderExcluir
  8. Olá Camila, vou dizer que ando um pouco afastada dos livros eróticos, acho que li muito deste gênero que acabei enjoando. Mas lendo sua resenha eu me peguei com vontade de descobrir. Ainda mais você apontando sobre a frieza do personagem e o medo dele. Então estou bastante curiosa para conhecer esta historia e descobrir como sera o grande final, e ficar aqui na torcida para que tudo de certo para estes personagens.

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
  9. Oii será que vocês poderiam divulgar o meu blog, eu já divulguei o de vocês! Vou deixar o link aqui em baixo!

    http://livrosfilmesechoco.blogspot.com.br/2014/07/resenha-todo-dia-david-levithan.html

    Desde já eu agradeço! Bjoss

    ResponderExcluir
  10. Li "A Submissa" e sem dúvida " O Dominador" é mto melhor já q no primeiro livro a história não é mto detalhada e expõe uma visão mto fria do dom, "O Dominador" veio pra deixar a história mais interessante. "O Treinamento" é o melhor de todos pq reveza entre os capítulos a visão dos dois sub e dom. . mas como li o "rascunho" achado na internet os nomes eram diferenfes e até engraçado já q usaram os nomes da "Saga Crepúsculo" mas isso não atropalhou.. Espero q ainda mudem um ítem do livro q ficou completamente errado no terceiro livro qdo contam a mãe se Bella e a mãe é falecida.

    ResponderExcluir
  11. Li "A Submissa" e sem dúvida " O Dominador" é mto melhor já q no primeiro livro a história não é mto detalhada e expõe uma visão mto fria do dom, "O Dominador" veio pra deixar a história mais interessante. "O Treinamento" é o melhor de todos pq reveza entre os capítulos a visão dos dois sub e dom. . mas como li o "rascunho" achado na internet os nomes eram diferenfes e até engraçado já q usaram os nomes da "Saga Crepúsculo" mas isso não atropalhou.. Espero q ainda mudem um ítem do livro q ficou completamente errado no terceiro livro qdo contam a mãe se Bella e a mãe é falecida.

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.