Menu

1.9.14

De Repente, Ana - Marina Carvalho

 
 
 
De Repente, Ana - Marina Carvalho
 
Sinopse:


“ Ana decidiu viver permanentemente na Krósvia, e tudo está às mil maravilhas. Além do namoro cada vez mais sério com Alexander, ela tem um emprego fixo na embaixada brasileira e dedica parte de seu tempo às meninas do Lar Irmã Celeste. Mesmo cumprindo tantos compromissos sociais como princesa, Ana nunca foi tão feliz. Porém, de uma hora para outra, tudo muda. Seu pai, o rei Andrej Markov, sofre um grave acidente e vai parar na UTI. Não resta alternativa: Ana vai ter que assumir o trono da Krósvia e governar a nação. Pouco – ou quase nada – familiarizada com a função, ela vai precisar de ajuda não só para reger o seu país, mas também para manter perto de si aqueles que ama. Muita gente está interessada no seu fracasso. ”
 
Resenha
 

Marina Carvalho está de parabéns pelo tema abordado, (porque, diga-se de passagem, o tema “realeza” nunca fica batido) e foi citados com muita propriedade, quando afirma que ser princesa, não é só conto de fada!

O conto de fada fica pelo parentesco, castelos, carruagens, mas o dia a dia de uma princesa é cheio de proibições, comportamento padrão, tudo previamente aprovado, um controle total.

No primeiro livro, Simplesmente Ana, retrata a Ana até então plebeia, mas quando se descobre filha do rei Andrej Markov aí o caso muda de figura.

De Repente, Ana (segundo livro) está de férias no Brasil, seu país de nascimento, com o seu amor Alexander, quando uma noticia bombástica tira o chão de seus pés.

Seu pai, o Rei de Krósvia sofreu um acidente e se encontra em estado grave.

Apesar dos poucos anos que Ana conviveu com seu pai, uma camaradagem e um amor muito grande se estabeleceu entre pai e filha.

Daí a necessidade urgente de retornar a Krósvia.

Além do desespero pelo estado do pai, o país está acéfalo e o primeiro ministro, coloca no “colo” de Ana, uma pasta com documentos sobre Krósvia para que ela leia, assimile, porque ela irá “assumir” o governo do país, até o rei se restabelecer ou não.

Ana não sabe como se conduzir. E agora?


Tinha muita gente do seu lado, Alex, seu namorado e também enteado do Rei, que iria auxiliá-la no que ela precisasse.


Tomando posse em substituição ao pai, acabaram-se os passeios, conhecer novos lugares, namorar então, quando que ia ser? O dia todo era com agenda lotada.


À noite, a princesa/rainha, simplesmente desmaiava no leito real. E aí? Cadê o conto de fadas?


Alguns partidos não estavam satisfeitos com a “postura e desempenho” da princesa. Tirando toda essa dor de cabeça de trabalho e partidos que não ajudavam em nada, ainda tinha que suportar Laica. Que se colocava entre seu namoro com Alex.

Ciúmes de Alex com o secretário de Ana, seu pai que não saia do estado grave, Ana se vê quebrando o protocolo e por causa disso sofre as consequências de seus atos.

Uma história muito bem escrita e por ter lido os dois livros recomendo!


Título: De Repente, Ana
Autor(a): Marina Carvalho
Editora: Novas Páginas
Número de Páginas:320

 

2 comentários:

  1. pelo visto a vida de Ana dará uma virada nesse segundo livro! espero ler em breve!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Comecei a ler "Simplesmente Ana" mas não cheguei a terminar o livro, agora que essa continuação saiu eu preciso ler!
    Adorei saber que esse segundo livro é bem escrito.
    Concordo com você, o tema realeza nunca fica batido!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.