Menu

11.4.14

O Começo de Tudo - Robyn Schneider

 
 
O Começo de Tudo - Robyn Schneider
 
“ O garoto de ouro Ezra Faulkner acredita que todo mundo tem uma tragédia esperando ali na esquina – um encontro fatal depois do qual tudo o que realmente importa vai acontecer. Sua tragédia particular esperou até que ele estivesse preparado para perder tudo de uma vez: em uma noite espetacular, um motorista imprudente acabou com a perna de Ezra, com sua carreira no esporte e com sua vida social.

Depois que perdeu o favoritismo ao posto de rei do baile, Ezra agora almoça na mesa dos losers, onde conhece Cassidy Thorpe. Cassidy é diferente de qualquer pessoa que Ezra tenha encontrado antes – melancólica e com uma inteligência mordaz.

Juntos, Ezra e Cassidy descobrem flash mobs, tesouros enterrados e um poodle que talvez seja a reencarnação do Grande Gatsby. À medida que Ezra mergulha nos novos estudos, nas novas amizades e no novo amor, aprende que algumas pessoas, assim como os livros, são difíceis de interpretar. Agora, ele precisa considerar: se uma tragédia já o atingiu, o que poderá acontecer se houver mais infortúnios? ”

***
O Começo de Tudo conta a história de Ezra Faulkner.


Um garoto de 17 anos, popular e eleito o rei do baile. Estuda na Eastwood High cursando o 3º ano, ele joga desde os 14 anos na principal equipe de tênis da escola, sendo um dos melhores dessa equipe, mas  uma noite fatídica tudo muda, dando “solavancos imutáveis” na vida de Ezra como uma montanha russa sem volta.

Ezra se afastou de seu melhor amigo Toby Ellicott, foi traído pela namorada Charlotte e sofreu um grave acidente de carro, comprometendo seu pulso e “destruindo” seu joelho. E isso, destruiu  seu sonho como atleta.

Ele acabou sendo o excluído da escola e o “centro das atenções” no quesito fofoca. Para seus “amigos” e colegas de escola, ele parecia não existir, como se estivesse invisível.

Depois de seu acidente, sua vida era chata e monótona, mas o destino o fez se aproximar de Toby novamente, e nisso acabou conhecendo Cassidy Thorpe.
Cassidy Thorpe é uma ruiva que se veste com roupas de menino, com bolsas bem surradas, alguns vestidos em estilo antigo. Não se importa com a opinião dos outros e tem um ar misterioso, às vezes um olhar triste e perdido, que começa a intrigar Ezra.

Ela era dolorosamente linda sem qualquer esforço, e nunca, nem mesmo em um milhão de anos, me escolheria. Mas por alguns minutos, me contentei com a maravilhosa possibilidade de que isso pude acontecer. ” – Ezra

Ezra entra na disciplina Discurso e Debate. Conhecendo os amigos de Toby: Luke, Austin, Phoebe e Sam. Por conta de uma brincadeira por parte de Toby e Ezra, ele e Cassidy tiveram que participar do Torneio de Debates, em San Diego.


A convivência e a amizade do mocinho com seus novos amigos se fortaleciam a cada dia. Os pais de Ezra são estranhos, mas amam o filho do jeito deles. Cooper (poodle velho de Ezra) é um amor de cão. Companheiro e muito amoroso, parecendo sempre falar com seu dono somente com o olhar. Segredos podem destruir tudo que foi conquistado em questão de segundos, e Ezra não imaginava que algo tão fatal poderia atordoá-lo.

O Começo de Tudo é muito bem escrito, envolvendo sentimentos e a dificuldade das pessoas demonstrarem o que realmente são, e não ser o que elas querem que você seja.

Cassidy a meu ver foi à força e a luz que Ezra precisava para enxergar a sua vida de outra forma. Na realidade ver o seu futuro no presente, suas decisões, seus atos de agora em diante.

Ele “cresceu” e amadureceu cedo demais, pois teria que enfrentar um novo começo.

Como uma leitora bem romântica me decepcionei um pouco com o desfecho da história. Acho que a autora tinha tudo para deixar a trama perfeita, mas em minha opinião faltou algo substancial. Não que a história seja ruim, de jeito nenhum! Mas para mim não ficou uma sensação gostosa depois de terminar a leitura.

Uma história maravilhosa e totalmente única, que se passa no período escolar. Bailes, festas regadas a muita cerveja e pegação. O tipo de história bem adolescente, mas que traz logo a maturidade de certos personagens e a realidade que enfrentam ou irão enfrentar daqui pra frente. Uma história terna, com diálogos engraçados, tocante e muito verdadeiro. Algo que toca seu coração profundamente.

A autora soube desenvolver muito bem os personagens. Foge do clichê, do fofo e água com açúcar. É realmente uma trama que envolve sentimentos e o modo errado de perceber as coisas ao redor. Apesar de não ser o meu gênero de leitura (pois fui enganada pela sinopse) tenho que ser sincera é dizer que é uma história tocante e bem marcante.

Recomendo!

“ Oscar Wilde disse certa vez que viver é a coisa mais rara do mundo, porque a maioria das pessoas apenas existe, e isso é tudo. Não sei se ele tem razão, mas sei que passei um longo tempo existindo, e, agora, eu pretendo viver. ” – Ezra


CAPA AMERICANA:


O Começo de Tudo - Robyn Schneider


Título: O Começo de Tudo

Autor(a): Robyn Schneider

Editora: Novo Conceito

Número de Páginas: 288



9.4.14

Novidade de Abril - Bertrand Brasil


logo-bertrand-960x428
Chegou a hora de confirir os lançamentos de Abril da Editora Bertrand. Tem para todos os gostos, já tenho os meus favoritos!
O_CANTO_DAS_SEREIAS_1383661559P
Inspirado pelo acervo de um museu dedicado a aparelhos de tortura, o Assassino de Bonecas – como é conhecido por abandonar suas “obras de arte” em locais de público gay – parece ter descoberto a grande vocação de sua vida. E suas mortes são planejadas com tamanha frieza e impiedade que não deixam nenhum rastro para trás.
Por causa da ausência de pistas, o psicólogo Tony Hill é convocado para ajudar na investigação. Com a ajuda da detetive Carol Jordan, sua missão é entrar na mente do criminoso e estabelecer um perfil que possibilite desvendar sua identidade. No entanto, mesmo para um profissional experiente como ele, a série de mutilações sexuais seguidas de assassinato é diferente de tudo que já viu antes.
Um suspense psicológico tenso e muito bem escrito, O canto das sereias explora a mente atormentada de um assassino em série diferente de qualquer outro que o mundo da ficção já tenha visto. Os métodos de tortura utilizados, assim como o modo de abordagem das vítimas – narrados pelo criminoso em seus relatos sombrios – chocarão os leitores.
CORACAO_ENVENENADO_1386352721P
em os pais desde a infância, Genevieve Paradis tem uma história de vida trágica. Já passou por abrigos infantis e, inclusive, precisou dormir na rua por um tempo. Suas origens aparentam ser indecifráveis, até que, em mais uma de suas idas e vindas, ela se muda para a mesma cidade de Katy Rivers. Quando a intrusa começa a transformar a vida de Katy num inferno, tentando roubar tudo o que lhe pertence, tal comportamento se torna mais do que suspeito, e ela decide, então, investigar o passado dessa misteriosa menina.
Coração Envenenado, diferentemente da maior parte de romances para jovens, apresenta uma estrutura de suspense do mais alto nível. Ao longo da história, S.B. Hayes libera diversas pistas e informações, proporcionando aos leitores a possibilidade de montar o quebra-cabeça e desvendar o complexo caso. Mesmo assim, ela aposta: “só os melhores detetives desvendarão o mistério”.
Ao fim desse livro de amor, amizade e vingança, Katy e os leitores descobrirão que nada poderia ter lhes preparado para as verdades assustadoras que estavam prestes a ser reveladas.
A_LOBA_VERMELHA_1386961882P
Um jornalista é atropelado no cenário congelante de uma cidadezinha ao norte da Suécia. Enquanto isso, Annika Bengtzon, repórter de um tabloide de Estocolmo, planeja escrever uma série de artigos sobre um ataque terrorista ocorrido há mais de trinta anos contra uma base aérea próxima daquele lugar remoto. Ela pretendia entrevistar o repórter, e agora desconfia de que sua morte tenha alguma relação com o atentado. Indo contra ordens explícitas de seu chefe, Annika começa a investigar o caso, que logo é sucedido por uma série de assassinatos chocantes.
Marklund desenvolveu em A loba vermelha trama política com similaridades às obras de John Lé Carre, utilizando, contudo, linguagem mais direta e cenas com mais ação. Quando publicada nos Estados Unidos, recebeu críticas positivas de autores importantes de suspense, como David Baldacci, James Patterson, Henning Mankell, Karin Slaughter e Harlan Coben.
O_JOGO_DE_RIPPER_1390855947P
O Primeiro e aguardado romance policial de Isabel Allende. Ripper é um inocente jogo de RPG que envolve cinco participantes de diferentes países, reunidos via Skype, para desvendar enigmas criminais. Amanda, filha de um policial da divisão de homicídios de São Francisco, é viciada em crimes sinistros e neste jogo de mistério online.
Quando o vigia de uma escola é assassinado e uma série de mortes misterioras começa a acontecer em São Francisco, os cinco jogadores de Ripper se envolvem com os casos. Afinal, eles logo se dão conta de que os crimes parecem ter sido cometidos por um mesmo assassino.
Mas o que deveria ser apenas um entretenimento vira questão de vida ou morte quanto Amanda percebe que o cerco do serial killer se fecha em torno de alguém que ela ama. Um plano perverso, premeditado até o último detalhe, está prestes a se tornar realidade. A escritora chilena Isabel Allende faz sua estreia no gênero policial em um romance repleto de intrigas, humor e ironia.
PDM_1389107483P
PDM apresenta a história de dois adolescentes que lutam para escapar de um ataque alienígena. Alternando a narrativa entre a voz de Megs e a de Josh, o autor revela ao leitor o quanto a humanidade é capaz de lutar pela sobrevivência e como os seres humanos podem acabar se mostrando inimigos ainda mais perigosos do que os invasores desconhecidos.
Inicialmente pensado para ser volume único, o livro conquistou tantos admiradores ao redor do planeta que Wallenfels entregou há poucos meses a continuação. Segundo o próprio autor, o segundo vai chocar ainda mais os leitores. Hoje, PDM já passou de vinte edições lançadas.
O_SEGREDO_DA_FLORESTA_DO_PANICO_1389307898P
Após praticamente derrotar um elfo diabólico, Keelie Heartwood se junta com relutância a seu pai na Floresta do Pânico. Seus amigos “reais” se foram, seu pai está ocupado com as novas responsabilidades como Senhor da Floresta, e o recente romance dela com o sedutor Sean está em crise.
Enquanto isso, uma antiga questão, importante para a família de Keelie, atinge um perigoso ápice quando humanos e forças mágicas das trevas invadem o mundo encantado dos elfos.
Agora, neste surpreendente desfecho da trilogia O Povo das Árvores, mais do que nunca o destino da Floresta do Pânico e de todos aqueles que nela habitam está nas mãos de Keelie.
Até a próxima!

7.4.14

Divergente - Veronica Roth

DIVERGENTE_1343154852P Eu as vezes sou do contra, quando todo mundo tá lendo um determinado livro eu resolvo deixar ele de lado. Foi assim com a série jogos vorazes, apesar de curtir muito os filmes, nunca parei para ler os livros. Com Divergente não foi diferente, não estava muito empolgada em lê-lo, mas então eu vi o trailer do filme e fiquei com aquela curiosidade típica do leitor, mas como não tinha o livro não havia muito o que eu pudesse fazer. Um dia desses recebi um pedido de troca no Skoob e a menina me ofereceu Divergente na troca, foi então que eu decide que iria ler e saber o motivo de tanto “ti ti ti” e não é que fui surpreendida pela qualidade da história.

Divergente é um livro bem escrito com uma linguagem simples, apesar da quantidade de detalhes descritos pela autora. Li em poucas horas, é impossível não ficar ligado ao destino de Beatrice que sempre se sentiu diferente dos demais, mas que não tinha ideia do que essa diferença faria com sua vida. Eu amei acompanhar Beatrice e vê-la superar as dificuldades ; Fazer amigos nunca é algo fácil, mas quando você precisa competir com esses amigos tudo é ainda pior. Apesar da idade, achei essa personagem madura e inteligente, as vezes eu até esquecia sua idade tamanha maturidade. Ah, se preparem para vê-la apanhar muito e não estou exagerando viu, metade do livro ela está com marcar pelo corpo ou então apanhando de novo, afinal na audácia não irão faltar desafios que irão exigir sacrifícios físicos e mentais. (Massa demais!)

Genteeee, e o que falar do “Quatro”, ainda suspiro quando lembro dele. Espero que o filme consiga retratar pelo menos parte do carisma e da força que esse personagem transmite. Desde o começo sua relação com Tris é diferente. Sem dúvida ele é um dos motivos de eu ter curtido tanto a leitura de Divergente. A relação deles é construída desde o primeiro olhar, e cada ato depois só fortifica o que na minha opinião é um dos melhores casais jovens que conheço. Ainda que “Quatro” se mostre auto-suficiente, ao lado de Tris, ele pode baixar as defesas e mostrar quem realmente é.

Divergente é bem mais que um relacionamento entre jovens, ele mostra como o ser humano nunca está satisfeito com o que tem, sempre querendo mais e mais, e que a maldade é intrínseca do ser humano, mas antes que vocês desanimem, existem atos de coragem que restauram a fé nas pessoas. Me emocionei em algumas passagens, não esperava que o livro fosse avançar tanto nesse primeiro volume, achei que seria mais introdutório.

Terminei divergente pensando em como será a continuação que espero ler em breve, será muito emocionante reencontrar velhos amigos e inimigos. Quando o filme for lançado vou assistir na esperança que seja tão bom quando o livro, mas duvido disso.

Sinopse

Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto.

A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é.

E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive.

Livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/195226