Menu

18.10.14

Novidades de Outubro – Bertrand Brasil

clip_image002

A importância do Halloween na formação da civilização

Considerado pela crítica um dos autores mais importantes de todos os tempos e o maior escritor de ficção científica e fantasia do século XX, Ray Bradbury, com A Árvore do Halloween, surpreende mais uma vez os leitores com a história definitiva e mais educativa sobre o Dia das Bruxas. Uma narrativa cheia de lirismo sobre amizade, medo, morte e renascimento. Uma leitura assustadora, como as noites escuras de Halloween.

É noite do dia 31 de outubro numa pequena cidade dos Estados Unidos. Oito garotos vestem suas fantasias e saem às ruas em busca de “Gostosuras ou Travessuras”. Mas não deveriam ser nove? Onde está Joe Pipkin? Na expectativa de encontrar o amigo, o restante da turma decide explorar a casa mal-assombrada do outro lado da imensa ravina. Nos fundos da propriedade, eles descobrem uma gigantesca e magnífica árvore, repleta de abóboras de diferentes tons, formas e tamanhos. Em cada uma delas, há um rosto talhado, um sorriso que cintila à luz fraca de uma vela. Eles nem imaginam o que estão prestes a conhecer.

clip_image002[5]

Estas páginas oferecem ao leitor uma boa dose de esperança nos tempos difíceis em que ele vive

Eleito um dos dez melhores romances de 2013 pela revista italiana Panorama, A pirâmide do café apresenta uma escrita firme e límpida, característica do estilo do autor. Nicola Lecca criou uma elegante fábula contemporânea capaz de mergulhar nos paradoxos, na solidão e nas hipocrisias da sociedade de consumo.

Aos 18 anos, o jovem Imi sai de um orfanato húngaro e realiza seu sonho de morar em Londres, onde, logo, consegue um emprego numa importante cafeteria. Ele acredita que o local é um universo extraordinário, capaz de lhe oferecer ótimas oportunidades. Além disso, as muitas e minuciosas regras que orientam a vida dentro da Proper Coffee, reunidas no Manual do Café, parecem escritas por mãos iluminadas.

Contudo, com o tempo ele perceberá que o mundo não é tão simples assim.

clip_image002[7]

A saga que agradará desde o mais aficionado por ficção científica até aquele que afirmava não ser fã do gênero

Vinte anos após a publicação do elogiado best-seller The Year Without Michael, Susan Beth Pfeffer retorna à literatura com um romance impactante de ficção científica. Presente na lista de mais vendidos do The New York Times, a tetralogia Os Últimos Sobreviventes, que se inicia com A vida como ela era, foi considerada pela crítica, ao lado de Jogos Vorazes, uma das duas séries mais bem-escritas e viciantes dos últimos anos.

Miranda é uma adolescente e suas principais preocupações são os trabalhos extras que os professores passaram – tudo por causa de um meteoro que está a caminho da Lua. Os cientistas afirmam que a colisão será pequena. Acreditam que esse será um evento interessante a se observar do quintal de casa. Contudo, pra surpresa de todos, o impacto é bem maior do que o esperado, o que altera de modo catastrófico a humanidade. Em 24 horas, milhões de pessoas estão mortas e, com a Lua fora de órbita, muitas outras mortes são previstas. Existe esperança?

clip_image002[9]

Autor apresenta consistente trabalho de pesquisa, aliado a um suspense viciante

Conhecido mundialmente por suas séries best-sellers, como Ramsés e Mozart, Christian Jacq lança Caça ao homem, primeiro volume do díptico A Vingança dos Deuses. A saga foi considerada pela crítica francesa e pelos fãs o melhor livro do escritor em anos, tendo figurado em posição de destaque nas listas de mais vendidos da França.

O escriba Kel acordou e correu até a janela do quarto. Pela posição do sol, a manhã já estava bem avançada. Ele, considerado superdotado em inteligência, acreditou que seria castigado por seu indesculpável atraso. Mas, ao chegar ao local, uma visão de horror o paralisou: seus companheiros de trabalho tinham virado cadáveres.

clip_image002[11]

Perdoe a verdade que Maria Carpi trará para dentro de sua casa

O perdão é, por definição, o processo espiritual de cessar o sentimento de raiva por alguém. Uma remissão de culpa. Em seu novo livro, O perdão imperdoável, a poetisa Maria Carpi, corajosamente, inverte esta visão, afirmando que esta dor só será minimizada no momento em que cada um aprender a se perdoar.

clip_image002[13]

A conclusão esperada há meses por milhares de fãs ao redor do planeta

Com uma história repleta de fantasia e de mistério, Os 13 segredos, de Michelle Harrison, chega como o tão esperado desfecho da trilogia Os 13 Tesouros. O primeiro volume da série é vencedor do Waterstone's Children's Book Prize, uma das mais importantes premiações britânicas para livros infantojuvenis. No Reino Unido, as vendas dos títulos da autora já somam quase 600 mil exemplares.

clip_image002[15]

Um estudo divertido sobre impostores clássicos

Os grandes impostores: as verdadeiras histórias por trás de famosos mistérios históricos, de Jan Bondeson, diferentemente do sensacionalismo de muitas obras a respeito de segredos célebres e controversos, apresenta um estudo sério e respeitado de casos sem explicação. O autor utiliza todo o seu conhecimento médico e seu juízo criterioso para analisar grandes mistérios não resolvidos envolvendo as mais controversas personalidades dos últimos duzentos anos.

Bondeson aborda enigmas como a lenda do Czar Alexandre I, que teria falsificado a própria morte e virado um eremita; o importante mistério Druce-Portland, hoje uma peça esquecida da história britânica; e o suposto falecimento do filho de Luís XVI com Maria Antonieta.

clip_image002[17]

É necessária a compreensão de que não há possibilidade de se desfazer dos momentos sombrios da existência

O filósofo, educador e escritor Roger-Pol Droit, após vários livros de sucesso e reconhecimento da crítica de todo o mundo, apresenta, como o próprio afirma, talvez sua obra definitiva: Se só me restasse uma hora de vida. Esse pensamento, tão urgente e profundo, surge em algum momento da vida de cada pessoa, colocando em perspectiva todas as suas prioridades. Mas e se essa fosse mais do que uma simples suposição?

Roger-Pol nunca havia pensado em escrever especificamente sobre o tema. Contudo, em um momento de reflexão, ponderou: “caso eu morra neste instante, minha filha terá muitos artigos, obras, editoriais, crônicas, mas saberá ela o que realmente tive vontade de transmitir? Tentei agrupar o que faria, diria, pensaria e deixaria como legado. Tudo essencial em um só texto”.


16.10.14

Recordação Mortal - J. D. Robb

RECORDACAO_MORTAL_1402520130P

Assim que Recordação Mortal chegou aqui, parei tudo e mergulhei fundo no cenário futurista que permeia a série, sem falar que é um prazer gigantesco reencontrar velhos amigos.

Nesse livro conhecemos um pouco mais do passado de Eve, sua infância não foi fácil e é sempre muito difícil lidar com as lembranças, quando é obrigada a relembrar detalhes, as coisas saem do controle e por mais durona que seja acaba precisando da ajuda de Roarke para afastar os pesadelos. É apaixonante acompanhar a relação desses dois, a cada livro somos surpreendidos com momentos encantadores, repletos de confiança e amor. É gente, eu sou total e completamente ligada nessa série e apesar de curtir muito o lado investigativo da série, curti muito que em recordação mortal Roarke esteja tão presente.

Diferente dos demais livros, não teremos múltiplos assassinatos, o foco será a morte de  Trudy, a pessoa que surge do nada trazendo memorias há muito enterradas. Eve irá fazer de tudo para encontrar os motivos por trás dessa morte, e irá contar com a ajuda de sua parceira Peabody.

Ah, nesse volume é  quase natal e se você  acompanha a série sabe que Natal com Roarke é sempre algo especial! É muito divertido acompanhar Eve nas compras.

A autora conseguiu criar um mistério bem amarrado e só fui suspeitar de algo  quase no final, aos poucos a Eve vai descobrindo os fatos e amarrando as pontas soltas, permitindo que o leitor suspeite das pessoas certas e erradas.

Eu queria muito que a editora publicasse mais livros da série por ano. Eu sei que é um processo complexo, que leva tempo, mas é que essa série é tão, tão, tão incrível que é impossível não querer mais. Sem dúvida esse foi um dos livros que mais gostei da série, possui todos os elementos que me tornaram fã.

Abaixo vou deixar a lista completa dos livros publicados no Brasil.

1. Nudez Mortal
2. Glória Mortal
3. Eternidade Mortal
4. Êxtase Mortal
5. Cerimônia Mortal
6. Vingança Mortal
7. Natal Mortal
8. Conspiração Mortal
9. Lealdade Mortal
10. Testemunha Mortal
11. Julgamento Mortal
12. Traição Mortal
13. Sedução Mortal
14. Reencontro Mortal
15. Pureza Mortal
16. Retrato Mortal
17. Imitação Mortal
18. Dilema Mortal
19. Visão Mortal
20. Sobrevivência Mortal
21. Origem Mortal
22. Recordação Mortal

Sinopse

Em Recordação Mortal, a corajosa tenente Eve Dallas é forçada a mergulhar de volta em seu passado. Trudy Lombard, uma mulher cruel e oportunista que diz ser sua mãe, aparece na Central de Polícia e desperta as piores lembranças na tenente, fazendo-a relembrar o tempo em que era atormentada e torturada diariamente. Mas parece que Eve não foi a única a sofrer nas mãos de Trudy, e talvez alguém esteja em busca de vingança.

Livro no Skoob: http://www.skoob.com.br/livro/396002


13.10.14

A Namorada Do Meu Amigo - Graciela Mayrink





Sinopse:

“ Quando voltou das férias de verão, Cadu não imaginava a confusão em que a sua vida se transformaria. Era para ser um ano normal, mas ele entrou em uma enrascada e está correndo o risco de perder a amizade do cara mais legal do mundo. O que fazer quando a namorada do seu amigo vira uma obsessão para você? Os churrascos da turma da faculdade talvez ajudem a esquecer Juliana, e, se depender do esforço do divertido Caveira, não faltarão garotas gente boa para preencher o coração de Cadu. Mas não adianta forçar... Quem consegue mandar no coração? Alice, a irmã de Beto, é só mais uma das dores de cabeça que Cadu tem que enfrentar. A vida inventa cada cilada! ”

Resenha

" Os momento de decisão são importantes em nossa vida, mas nem sempre significam algo bom ou fácil."

Cadu, Caveira e Betosão conhecidos como os “Os 3 Mosqueteiros” na cidade de Rio de Pitangas, em Belo Horizonte. É aquele tipo de amigos que se tornam inseparáveis. Sempre andam juntos pra todo lado.
Sua vizinha Juliana(Juju) para ele era uma garota insuportável, pois ficava direto no seu pé, e dizia pra todo mundo que quando crescessem iriam se casar. E enchia a paciência dos 3 amigos, pois queria ser o D'Artagnan (que na história real é como se fosse o 4 Mosqueteiro), coisa que nunca fui aceita por eles.
Quando Cadu soube que sua vizinha indesejável iria se mudar para longe, foi um grande alivio.
Alguns anos se passaram e Cadu voltou para sua cidade, depois de suas férias de 3 meses em Florianópolis (onde sua mãe mora), não imaginava que tudo havia mudado. Inclusive as pessoas que ele conhecia tão bem.
Ele não sabia que teria uma baita surpresa quando encontrasse um de seus melhores amigos, Beto. E quando encontrasse a namorada dele.

Cadu é o tipo de garoto que toda garota quer namorar. É lindo, divertido, simpático, amoroso, carinhoso.
Não tinha ideia de que se apaixonaria a primeira vista pela sua vizinha magricela e que essa mesma menina seria a atual namorada de seu melhor amigo Beto.
Juliana se tornou uma mulher linda, meio tímida, de sorriso encantador, simpática e meiga, fazendo com que Cadu tivesse certos pensamentos totalmente errados com a namorada de seu melhor amigo. Mas quanto mais ele queria esquecê-la, mais gostava dela. Era inevitável.
Mas a amizade dos “3 Mosqueteiros” sempre seria mais forte e estaria em primeiro lugar, mesmo que isso o fizesse “desistir” de Juliana. Talvez sim, talvez não.
Além de ter esse probleminha, a irmã de Beto, Alice que não tinha papas na língua, é determinada naquilo que quer, e que todo mundo sabe que ela é apaixonada por Cadu (menos o irmão dela), não perderia a chance de finalmente conseguir ficar com ele. Seria mais um problema a ser resolvido, tirando a ex, casos com outras garotas que sempre resolviam aparecer nas horas mais erradas, e o pacto que Caveira e ele fizeram com Beto, de jamais ter nenhum relacionamento com suas irmãs.
O que Cadu poderia fazer para reverter essa tremenda enrascada? Só lendo pra saber. :)

A autora transmitiu para o leitor a força que tem uma verdadeira amizade. A importância de cada um na vida do outro, os conselhos, os erros que cada um comete, é levado sempre em consideração pela amizade.
Adoro quando a autora não deixa de lado os outros personagens que ficam ao redor do protagonista, tem suas participações e deixa a história muito divertida.
Caveira é uma figura, ri demais das conversas e seu jeito brincalhão, Beto é completamente superprotetor com suas duas irmãs, Alice e Emília. Meio que as sufoca, mas não deixa de ser engraçado.
Alice é bem louquinha, e é decidida quando tudo está relacionado ao Cadu, e não se importa com a loucura de seu irmão sufocante Beto.
A leitura é tão boa, que você se vê torcendo pelos outros personagens que vão aparecendo ao decorrer da história. Que se tornam tão importantes quando os principais.

"É claro que eu iria querer ser amigo dela, mesmo que só isso. Não hesitaria nem um instante para ter Juliana ao meu lado."

 "A Namorada do Meu Amigo" na minha conclusão como leitora, foi uma leitura bem gostosa e rápida.
Um ponto a favor da autora, é que a história é contada pela perspectiva de Cadu, uma autora escrevendo um livro tendo que ter os pensamentos de um menino em conflito com seus sentimentos X amizade. Realmente isso foi uma das coisas que mais gostei.
Ri muito, me diverti e torci muito pelo Cadu. Mas o que achei que ficou faltando, foi um final melhor. E vou explicar por que.
A história tinha tudo pra ser ótima, mas achei bem corrido do meio pro final, eu gostei do final, entende?  Pois foi totalmente inesperado. Mas não foi realmente o final que eu estava imaginando.
Eu entendi a forma que autora quis terminar o livro, entendi e até gostei, mas poderia ter sido bem melhor. Infelizmente o final acabou um pouco com a história em si. A leitura flui rápido, porque você quer ficar por dentro dos acontecimentos e quando vê já está bem pertinho de terminar. Como foi o meu caso.
Cada leitor teu o seu gosto diferenciado. Pois ouvi muitas opiniões negativas sobre esse livro, e outras positivas. Mas é isso mesmo, alguns leitores gostam e outros não gostam. Fato! Em minha opinião eu gostei bastante, mas só fiquei um pouco desapontada com o final, mas fora isso eu recomendo a leitura.



Título: A Namorada Do Meu Amigo
Autor(a): Graciela Mayrink
Editora: Novas Páginas
Número de Páginas: 336