Menu

13.7.15

A Playlist de Hayden - Michelle Falkoff




Edição: 1 
Editora: Novo Conceito 
Ano: 2015 
Páginas: 288
Autor
a: Michelle Falkoff


A Playlist de Hayden - Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.

A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.


***
Quando um ente querido, seja ele do seu sangue ou não, conviver com a perda é sempre difícil. Sam acaba de perder o único e melhor amigo, Hayden. Depois de uma festa, Sam e Hayden brigam por conta dos acontecimentos que nela ocorreram. No dia seguinte, Sam encontra o amigo morto. O que aconteceu de tão ruim naquela festa para que Hayden tenha cometido suicídio? Agora Sam tenta entender o que aconteceu, o que levou o amigo chegar a esse ponto. Ao lado do corpo de Hayden, Sam encontrou um pen drive e um bilhete para ele.

“Para Sam. Ouça. Você vai entender.” Página 10

Hayden era um rapaz tímido, não costumava sair, adorava jogar vídeo game e era tão aficionado por música quanto Sam. Porém, Sam descobre que tinha muito mais por trás disso. Sam parte em uma busca sobre o significado da morte prematura do amigo e acaba descobrindo coisas sobre a vida de Hayden que ele não sabia ou nem imaginava que aconteciam.

“Então ela conhecia mesmo Hayden. Eu não conseguia imaginar como. E por que ele não me contou?” Página 30

Sam descobre que uma garota chamada Astrid conhecia Hayden. Ela sabe bastante sobre o seu melhor amigo. Sam está determinado a saber mais sobre como isso aconteceu, além de saber mais sobre a própria Astrid.

Cada início de capítulo tem uma música da lista de Hayden e cada uma trás uma lembrança ou algo relacionado ao capítulo. É como se Hayden soubesse o que poderia vir em seguida. Algumas eu curti bastante, outras não são meu estilo. Com certeza uma lista de músicas deixa o livro mais dinâmico e atraente para o leitor.



Michelle Falkoff soube adicionar músicas que dariam um significado a cada capítulo. Porém, o bilhete de Hayden foi um incômodo durante o livro todo para mim. Não de um jeito ruim, pois eu queria entender o que a lista de músicas significava. Mas fiquei decepcionada com o final em relação a isso. Não era para menos, já que as músicas são parte importante da história. Eu esperava mais do que apenas lembranças para Sam. Não acredito que o livro cumpriu o propósito que a sinopse prometeu.

Outro fato que senti falta foi não ter conhecido Hayden e não ter tido a chance de saber sobre seus sentimentos e pensamentos. Quanto mais Sam descobria segredos de Hayden, mais eu sentia que as lembranças de Sam sobre o amigo não eram suficientes para que eu pudesse conhecê-lo de verdade.

Quem era o verdadeiro Hayden? Uma pergunta que deixou mistério no ar.




O livro é leve na medida de que não acabamos se debulhando em lágrimas e tendo aquela enxaqueca depois. De modo geral, eu posso dizer que o livro tem seu charme, tem sua boa história. Porém, existem outros sick-lits mais intensos e com maior desenvolvimento.




Resenha escrita por Crislane Barbosa, colabora do blog.

http://www.skoob.com.br/usuario/368409





3 comentários:

  1. Ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas a Laís leu e gostou, isso já me anima um pouco. Mas ainda demoro a ler, a pilha tá enorme, rsrs.
    Quando eu ler juro que eu volto para comentar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. O que falar desse livro?

    Concordo quando vc diz que esperou um significado maior para a playlist, eu também esperava que Sam descobrisse e isso me deixou um pouco frustrada, sobre Hayden, acho que juntando as partes que Sam conhecia e que ele descobriu através dos outros, dá para ter uma ideia, mas ainda fica vago...
    No geral eu gostei do livro, achei uma leitura certeira, alguns pontos podem não ter sido maravilhosos, mas é agradável a leitura.

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    www.delivroemlivro.com.br

    ResponderExcluir
  3. oi flor, eu estou lendo ótimos comentários sobre o livro e isso só tem me motivado cada vez mais a dar uma oportunidade a história!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/2015/07/resenha-o-inferno-de-gabriel.html

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.