Menu

29.7.15

Se Eu Morrer – Amy Plum



 

Ano: 2015 / Páginas: 512
Idioma: português
Editora: Farol

Depois de um longo tempo de espera para se encontrarem, Kate e Vincent veem desmoronar a perspectiva de enfim ficarem juntos. Ao serem traídos por alguém em quem achavam que podiam confiar, Kate perde Vincent. Agora o inimigo está determinado a controlar os imortais da França e até a iniciar uma guerra para conseguir o que quer. Mas Kate não desiste, ela sabe que Vincent está em algum lugar e fará qualquer coisa para salvá-lo.

 

***

É com uma pontinha de tristeza que começo essa resenha. O que me deixa triste é saber que esse é o ultimo livro dessa série que conquistou meu coração. Sempre tive fascinação por Paris, então quando leio que um livro se passa lá, já coloco na minha listinha de futuras leituras e com essa serie não foi diferente. Quando finalmente consegui realizar o sonho de conhecer a Paris, não tive como abandonar meu livro amado (o primeiro volume) no Brasil, sim eu levei meu livro. Lá fiz vários passeios e visitei vários lugares citados no livro e isso tornou minha viagem muito mais especial.

Agora voltando a resenha. Em Até Que Eu Morra, Kate e Vincent foram traídos por uma amiga na qual confiavam muito e com essa traição Vincent é levado para longe, Kate entra em desespero e o livro acaba assim, então imaginem minha ansiedade para que esse terceiro livro fosse logo publicado.  O livro inicia exatamente onde o anterior acabou, quando Kate descobre que Vincent não se foi de verdade e começa uma lutar para traze-ló de volta e com a ajuda de todos os Revenants de Paris e sua família, Kate busca uma forma de ajudar Vincent e derrotar os numas e sua nova líder.

Assim que recebi o livro comecei a ler quase que desesperadamente para saber o que Amy Plum havia decidido para o destino de cada personagem e posso dizer que ela conseguiu me surpreender  que uma forma muito positiva.

Se Eu Morrer, está cheio de ação, cenas de lutas, dramas, segredos e revelações inesperadas. Quando você acha que tudo vai dar errado, acontece uma coisa que dá uma nova esperança e novamente o leitor fica com o coração na mão em algumas partes esperando o pior e novamente ela vem dá uma nova onda de esperanças.  Kate que sempre foi uma garota decidida a lutar pelo amor que sente por Vicente, se mostrou capaz de lutar por ele e superar suas angustias e medos e ainda conseguiu contar com o apoio dos seus avós e sua irmã.

Já Vincent se mostrou mais inseguro e em alguns momentos, muito contrario aos planos de Kate para salva-ló e de ajudar na luta entre os numas e os bardias. Um personagem que veio ganhando minha atenção/coração foi o Jules, e nesse livro ele se mostrou de verdade, se expôs e me fez torcer muito por ele.

Me surpreendi negativamente com alguns personagens dos quais nunca esperava certas atitudes, mas também me surpreendi com outros, como a irmã da Kate, Georgia.  Adorei conhecer uma nova temática nos livros de fantasias, por mais que em alguns momentos os Revenants sejam teoricamente zumbis, eles são de alguma forma totalmente diferente disso.

Espero que a Editora Farol lance os dois contos do Jules, nem que só em ebook, pois seria mais uma forma de continuar, pelo menos mais um pouco,  essa série tão maravilhosa.

3 comentários:

  1. ai flor, de verdade, por esse livro, só o apreço da capa bonita
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Incrível!!! Amei a coleção e sua resenha ficou ótima. Obg

    ResponderExcluir
  3. Incrível!!! Amei a coleção e sua resenha ficou ótima. Obg

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.