Menu

24.8.15

Na pele de uma jihadista - Anna Erelle

Edição: 1
Editora: Paralela
ISBN: 9788565530965
Ano: 2015
Páginas: 208
Autor: Anna Erelle


Sinopse: Na Pele de Uma Jihadista - A história real de uma jornalista recrutada pelo Estado Islâmico.

A jovem e frágil Mélodie, recém convertida ao islamismo, conhece, num chat de Facebook, Bilel, integrante de alto escalão do Estado Islâmico e braço direito de Abu Bakr al-Baghdadi, um dos terroristas mais perigosos do mundo. Após somente dois dias de conversas por Skype, ele já se declara "apaixonado". Mais do que isso: pede Mélodie em casamento, instigando-a a juntar-se a ele na Síria para viverem juntos uma vida idílica, repleta de riquezas materiais e espirituais. Mas o que Bilel não sabe é que Mélodie não existe fora do mundo virtual. Ela é, na verdade, Anna Erelle, uma jovem repórter parisiense que investiga as redes de recrutamento de grupos terroristas e suas propagandas digitais.


O livro conta a historia de “Anna” (nome fictício), uma jornalista francesa que por meio da internet, consegue adentrar uma das mais elusivas e violentas organizações do mundo, o EI (estado islâmico). “Anna” cria a persona virtual de “Melodie”, uma jovem francesa, submissa, muçulmana convertida, que inicia um relacionamento virtual com uns dos homens mais importantes por trás da organização EI. Por meio dessas conversas, “Melodie” consegue descobrir mais sobre o esquema de recrutamento usado pela organização, que anualmente alicia milhares de jovens por todo mundo a se juntarem a luta e irem para localidades distantes, onde podem se preparar para morrer sob as graças de Allah por uma causa “maior”.

De uma leitura bem fluida e com poucas páginas o livro praticamente se lê sozinho. Apesar disso tenho de admitir que não foi uma leitura realmente marcante. Ainda mais se você como eu, já tiver lido livros mais complexos e que se aprofundam mais nos tópicos tratados pela autora. Em alguns momentos fiquei meio perdida com os acontecimentos da história e acabei tendo de voltar à leitura e conferir de novo alguns trechos para tentar me situar no que estava acontecendo.

A jornalista e autora do livro lançou seu trabalho sob o pseudônimo de “Anna Erelle” e ate hoje vive em reclusão e sobe a constante ameaça de organizações terroristas. Esse fato só confere mais força a obra, como um ato de coragem e de alerta aos acontecimentos que se desdobram diariamente naquele lado do mundo. De qualquer modo é um livro recomendado para pessoas que querem uma introdução bem rápida sobre os conflitos travados na Síria e seus impactos em toda a sociedade.

Gif aleatório para descontrair. hehehe :3

Por hoje é isso pessoal, beijo grande ate à próxima. o/ 
***





Escrito por Mary Zombie, colaboradora do blog. http://www.skoob.com.br/usuario/45011

2 comentários:

  1. uau, o enredo parece ser muito bom, e vem super a calhar com o momento em que estamos vivendo! além do que parece ser interessante poder conhecer mais a fundo a organização
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. OI Mari,
    Acho que vou deixar esta passar, já li histórias muito mais emocionantes e marcantes, então acho que nem vou curtir muito, embora eu ame livros fininhos.
    Beijos!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.