Menu

10.8.15

Primeiro e Único - Emily Giffin

Primeiro e Único

Capa comum: 448 páginas

Autora: Emily Giffin

Editora: Novo Conceito; Edição: 1ª (22 de abril de 2015)

Idioma: Português

Sinopse:

Shea tem 33 anos e passou toda a sua vida em uma cidadezinha universitária que vive em função do futebol americano. Criada junto com sua melhor amigas, Lucy, filha do lendário treinador Clive Carr, Shea nunca teve coragem de deixar sua terra natal. Acabou cursando a universidade, onde conseguiu um emprego no departamento atlético e passa todos os dias junto do treinador e já está no mesmo cargo há mais de dez anos.
Quando finalmente abre mão da segurança e decide trilhar um caminho desconhecido, Shea descobre novas verdades sobre pessoas e fatos e essa situação a obriga a confrontar seus desejos mais profundos, seus medos e segredos.
A aclamada autora de Questões do Coração e Presentes da Vida criou uma história extraordinária sobre amor e lealdade e sobre uma heroína não convencional que luta para conciliá-los.


Emilly Giffin discute uma enormidade de temáticas distintas dentro do conteúdo do livro Primeiro e Único. O ponto principal da história não é apenas Shea Rigsby e sua resolução de traçar um novo destino para sua vida, mas de um relacionament que irrompe entre ela e o treinador Carr, um homem que ela sempre possuiu um imenso apreço, um homem respeitado dentro da comunidade e pai de sua melhor amiga Lucy.

O treinador Carr sempre foi como um pai para Shea, a viu crescer e no ínicio da história tinha acabado de perder sua esposa, uma mulher igualmente amada por todos. Considerei a autora bastante destemida de trazer esse tema para seu livro, pois relacionamentos como este entre homem que vê uma mulher crescer, sempre a tratou como uma filha e ainda por cima essa mulher é a melhor amiga da sua filha não são tão difundidos no mundo real e quando acontece é duramente barrado por uma sociedade ainda preconceituosa que não encara com bons olhos um romance construído nessas circunstâncias.

[...] O amor sempre faz tudo parecer instável, e, quando pararmos para pensar nisso, tudo na vida é frágil, fugaz e, por fim, trágico [...].
Outros tópicos fatigantes, mas não menos importantes são abordados ao longo do livro como fraude em esportes, violência doméstica, divórcio, negligência e abando familiar. Mas todo o cerne da história gira em torno do romance de Shea e do treinador Carr, e toda a narrativa da autora acontece em 1ª pessoa, o que para meu deleite pessoal torna a leitura mais rápida e envolvente.

Emilly discorreu extremamente do Futebol Americano. Felizmente foi envolvente o suficiente para que mesmo uma não conhecedora e apreciadora como eu, ficasse sobrecarregada com tanta informação ou me sentido excluída pelo tema. Reconheço que achei até cativante e no termino fiquei entusiasmada em puder compreender mais do esporte.

A personagem criada pela autora é uma protagonista agradável de ler e é interessante seguir com ela na trama enquanto ela tenta descortinar sua existência, profissão e família. Primeiro e Único é um livro ambíguo daqueles que ou você ama ou você odeia, mas certamente é um livro que revira nossos paradigmas.

Eu apreciei a escrita do livro e amei o desfecho da narrativa. Realmente fiquei sensibilizada e até aliviada com a direção que a história atingiu. Os personagens bem construídos, a escrita fluente bem como os temas atuais e controversos foram indispensáveis para uma leitura instigante. Indico demais o livro. Se você gosta de romances que realmente acontecem e possuem acima de tudo uma abordagem honesta você encontrou o livro certo!
[...] Sim. Mas não se deixe enganar. As melhores coisas da vida parecem simples. Mas só parecem [...].


2 comentários:

  1. não sou uma fã da Giffin, mas a capacidade dela de criar situações e personagens é inegável, no fim sinto que estou sempre de um lado da história ora amando, ora odiando
    felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Nádia!
    Eu AMO os livros da Emily Giffin!! Sério!! Esse me deixou mais ainda com vontade de ler, porque é bem diferente esta coisa de treinamento, nunca li nenhum livro assim. E olha que sou apaixonada com futebol!!
    Beijos!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.