Menu

23.12.15

A escolha do coração - Amanda Brooke


Capa comum: 336 páginas
Editora: Novo Conceito
Autora: Amanda Brooke
Idioma: Português
Sinopse:

Recém-casados, Holly e Tom se mudam para uma casa grande e confortável, onde ela espera esquecer de vez os fantasmas de sua infância problemática. O destino, contudo, lhe preparou uma surpresa, que se revela depois que Holly encontra um relógio lunar enterrado no jardim. O relógio oferece a imagem de um futuro que é ao mesmo tempo animador e preocupante: a visão de um lindo bebê nos braços de Tom... mas Holly, estranhamente, não aparece na visão. Em pânico diante da previsão, ela teme que um dia precise fazer uma escolha terrível: dar um filho ao marido, sacrificando sua própria vida... ou salvar-se e se esquecer para sempre da filha não nascida – a quem Holly já aprendeu a amar.





Holly está por fim alcançando todas as suas metas de vida. Ela e Tom estão casados ​​e mudaram-se para a casa de seus sonhos em uma pitoresca cidade. Tudo está indo do jeito que eles queriam, afora um único detalhe: Tom quer ser pai e Holly definitivamente não quer nem pensar no assunto. Holly teve uma infância muito sofrida e tornando-a uma pessoa traumatizada e ela não está mentalmente e nem tampouco emocionalmente preparada para ser mãe.
[...] Seus pais negligentes a deixaram à deriva, mas, quanto Tom surgiu em sua vida, ele se tornou sua âncora. O plano original de cinco anos determinara o curso de vida de Holly, mas fora Tom, e apenas ele, que deu a ela a estabilidade por que tanto ansiava [...]
No entanto, involuntariamente ela terá que reconsiderar quando seu mundo virar de ponta cabeça. Tom tem de viajar, deixando Holly cuidando das reformas necessárias a casa, tendo em vista que a casa era antiga e precisava de reparos. O jardim na parte externa está precisando de cuidados e em um desses momentos de limpeza ela se depara com um tipo de artefato que nunca tinha visto antes, um relógio lunar. O senhor responsável pela obra externa da casa, encontra uma caixa com uma cúpula e entrega para Holly.

Em uma noite de lua cheia Holly está sozinha em casa e parece que o relógio de alguma forma a chama. Ela se ver compelida a utilizar o relógio e descobre que o mesmo é capaz de conduzi-la para o futuro. Ela então é empurrada para o futuro e consegue ver sua linda filha, que se chamará Libby, nos braços de seu esposo Tom.  Holly tenta na sua euforia conversar com o marido, mas percebe que não é ouvida por ele, mas Tom parece diferente, ele está atormentado... Ele está sofrendo com a sua morte!  Mas, contudo diante de tal revelação ela percebe que Libby, sua filhinha consegue vê-la.

Holly fica totalmente desolada e começa a utilizar de forma frequente o relógio e assim passa a conviver com sua filha e nessa rotina Holly aprende a amar e finalmente compreender o amor de uma mãe por um filho. Sua pequena Libby consegue mudar radicalmente sua consciência quanto à maternidade. Agora ela deve escolher o que é mais importante, salvar sua própria vida ou morrer para permitir que sua filha possa viver.
[...] Não devemos alterar o destino. É um fardo pesado demais para qualquer homem o poder de ver o futuro e aceitar que aquele caminho que tomamos não é o de nossa escolha. Como uma gota de chuva que escorre pela vidraça de uma janela, o futuro que vemos deixará uma marca à qual os destinos que reescrevemos voltarão inevitavelmente [...]
Esta história é totalmente encantadora, emocional e por assim dizer poética. A nossa protagonista Holly é intensa, forte e consegue ser completamente indefesa. Tom é o marido perfeito, completamente adorável e apaixonado pela esposa. Os personagens secundários, Billy e Jocelyn, integram-se na história de forma única. O final é um mix de prazer e amargura, plenamente impressionante. E acabei chegando a uma conclusão: tenho de parar de ler livros comoventes, meu estoque de lágrimas está chegando ao fim!


O trabalho da editora em relação à revisão, diagramação e layout foi primoroso. Achei a capa bem inspiradora e condiz acertadamente com toda a história.


Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.