Menu

18.12.15

As Gêmeas - Saskia Sarginson


Capa Comum: 336 páginas
Autora: Saskia Sarginson
Editora: Novo Conceito
Idioma: Português

Sinopse:

As gêmeas Isolte e Viola eram inseparáveis na infância, mas se tornaram mulheres muito diferentes: Isolte tem um emprego glamouroso em uma revista de moda de Londres, namora um fotógrafo e vive em um bairro descolado. Viola, desesperadamente infeliz, luta contra um transtorno alimentar e não faz questão de se ajustar a nenhum grupo. O que pode ter acontecido para levar as gêmeas a seguirem trajetórias tão desencontradas? À medida que as duas jovens começam a reviver os eventos do último verão em família, terríveis segredos do passado vêm à tona – e ameaçam invadir suas vidas adultas.




Conhecem aqueles livros que te convidam a uma leitura meramente porquê a capa é encantadora? Então, sucedeu comigo na ocasião que vislumbrei esse livro As Gêmeas da autora Saskia Sarginson, e aqui estou ponderando sobre uma trama não muito comum de se ler por aí!

O livro descreve a história de Isolte e Viola, gêmeas fieis, que quando crianças foram amigas inseparáveis, detentoras de personalidades reversas, mas quando alcançam à fase adulta seguem por rumos opostos. Isolte namora um fotógrafo bem sucedido e trabalha em uma revista de moda popular. Viola, padece de um grave transtorno alimentar, sofre de anorexia, e a cada dia que passa sua vida está se deteriorando tanto pela terrível doença, como por uma culpa misteriosa que traz consigo e as irmãs voltam a se aproximar justamente por conta da saúde frágil de Viola e suas constantes internações.

As gêmeas cresceram por volta dos anos 70 em uma comunidade hippie e tinham uma mãe chamada Rose totalmente “cuca fresca” que não se importava com regras e moldes da sociedade da época. As coisas começam a sofrer mudanças quando a mãe das gêmeas resolve morar em uma cabana na floresta em Suffolk.

O livro é narrado em terceira pessoa por Isolte e em primeira pessoa por Viola. O início da trama é um tanto quanto confusa, pois enquanto Isolte vive no presente com Flashbacks do passado e carrega consigo fantasmas do seu passado que não a impedem de ter uma vida bem sucedida, Viola é sua antítese, se encontra internada, lembrando, da sua vida quando criança e de sua infância no meio dos campos e florestas. Confesso que esse excesso de feedback e essa mudança de primeira pessoa para terceira pessoa, me deixaram com os cabelos em pé e a leitura arrastada me cansou bastante embora a história fosse interessante. Mas segredo a vocês que fiquei até o final sem saber o que era ou não real.

As circunstâncias do passado vão tomando forma de maneira gradativa, fazendo que minha vontade de descobrir o que realmente tinha acontecido me conduzisse até o fim da história. Digo com convicção que esse é o ponto forte do livro, a maneira como a autora consegue envolver o leitor, nos tornando cativos do mistério que permeiam o livro, afinal as irmãs convivem diariamente com um grande segredo que dita à vida de ambas mesmo que de forma distinta e somente um leitor com zero de curiosidade não levaria a história adiante.

O final do grande mistério que gira em torno do livro é tão rápido e ao mesmo tempo tão infeliz que estou até agora me indagando o motivo da autora ter perdido tanto tempo no começo do livro, para nas partes finais correr com a história e permitir que uma trama que poderia ter sido tão bem trabalhada acabe de forma tão afobada.

[...]Mas são as pessoas que mais amamos que acabamos machucando[...]
Se eu recomendo o livro apesar de ser caótico em alguns momentos? Posso dizer que sim, pois de uma forma ou de outra a história tem tanto drama, suspense e fatos históricos que resulta por nos afetar com toda a carga emocional que ele sustenta.


3 comentários:

  1. Esse é um livro que eu quase sempre vejo em promoção nas lojas americanas e confesso que já fiquei bem tentada a comprar, tem uma sinopse misteriosa e eu sou amante de histórias de mistério, mas agora fiquei meio para baixo, não me dou bem com livros que correm com o final, eu gosto de ter tempo para absorver e sentir, de verdade, os acontecimentos sabe?
    Enfim, ótima resenha, muito mesmo, parabéns!
    Estou seguindo e amando o blog <3
    Beijos.
    Tenho um blog no qual falo sobre filmes, series e cultura no geral. Se puder dar uma conferida ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com/ :)

    ResponderExcluir
  2. eu ganhei este livro a algum tempo, mas não tive a oportunidade de lê-lo ainda, espero curtir e saber relevar esses incidentes assim como você!

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Esse eh um livro que está na minha lista desejo

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.