Menu

13.2.15

Garota Exemplar – Gillian Flynn


“Há uma diferença entre realmente amar alguém e amar a ideia que se tem dela.”


Título Original: Gone Girl
Editora: intrínseca
Sinopse: Amy Dunne desapareceu. No dia de seu quinto aniversário de casamento, seu marido, Nick, encontra a casa revirada e nem sinal da esposa. Tudo indica se tratar de um sequestro, e Nick imediatamente chama a polícia, mas logo as suspeitas recaem sobre ele. Exibindo uma estranha calma e contando uma história bem diferente da relatada por Amy em seu diário, Nick parece cada dia mais culpado, embora continue a alegar inocência. À medida que as revelações sobre o caso se desenrolam, porém, fica claro que a verdade não é o forte do casal.


Alternando entre os pontos de vista de Nick e Amy, Garota Exemplar – um best seller que conquistou público e crítica e já vendeu mais de 3 milhões de exemplares em todo o mundo – traça o retrato cruel sobre como as mentiras podem construir um relacionamento. E também destruí-lo.

“Esses são tempos difíceis para ser uma pessoa, uma pessoa real, ao invés de uma coleção de personalidades selecionadas de vários personagens automatizados.”


Sabe, não sei porque houve tanta coisa sobre esse livro. Comprei ele e ficou um tempo estacionado na minha estante, só comecei a ler quando o filme foi lançado... E demorei acho que mais de um mês pra ter vontade de terminá-lo. Não tinha nada que me interessava no começo: marido sem emoções (essa era a característica dele), esposa chata, policiais sem personalidade, irmã gêmea de Nick legal. Mas era só isso. Tipo, o assunto se prolongou e prolongou umas 200 páginas sem nenhuma reviravolta! Se você passar das 250 páginas, aí tem coisas que podem interessar... Mas eu tive que lutar bravamente viu.
Então... o livro retrata a história de um casal nova iorquino: Amy Elliot é formada em psicologia, tem como pais dois psicólogos escritores. Escreveram best sellers intitulados Amy Exemplar: baseados em sua filha, criaram estórias sobre como a personagem era perfeita e fazia sempre a coisa certa. Amy Elliot cresceu nessa persona, mas extremamente mimada, orgulhosa e arrogante. Cria comportamentos que os outros esperam que ela tenha, como a Garota Legal, por exemplo. A Garota que todo homem que namorar, que não liga para o que come, que gosta de ver futebol e passar o dia jogando vídeo-games e ainda por cima é linda e gostosa.

“Amigos veem a maior parte de seus defeitos. Casais veem cada pedacinho detestável delas.”

Nick é o tipo de cara que faz toda mulher se apaixonar por ele com um mero sorriso. Bonitão, jornalista. Tem uma história triste que deixa qualquer mulher tocada. Mulheres do tipo da Garota Legal, pelo menos. Te faz se sentir amada e faz de tudo para te ver feliz. Tem uma irmã gêmea chamada Margot que traz tanto rancor do pai quanto ele, senão mais; um pai abusador e misógino, uma mãe carismática e típica sulista dos Estados Unidos.
O começo do casamento é puro amor. Nick tem a mulher perfeita, Amy cumpre bem sua persona. Até que ambos perdem seus empregos, os pais de Amy falem e pedem pra ela emprestado o que resta de sua fortuna. A mãe de Nick fica doente e sua irmã não pode cuidar dela sozinha... E pouco depois, o casal nova iorquino se torna o casal caipira do sul, na cidade natal de Nick. Amy se porta como a perfeita esposa cansada, Nick se cansa... E Amy desaparece após uma briga. O livro vai e vai com tudo indo contra o homem, ainda mais por parecer o marido frio e distante, que sorri diante de uma coletiva. Os repórteres o tratam como o assassino, a polícia o trata como suspeito. E Nick parte sozinho em busca de pistas, uma vez que ele diz ser inocente e quer provar isso.
Os pais de Amy tem uma tradição de casamento, que é montar uma caça ao tesouro para o outro encontrar o presente de aniversário de casamento e é nisso que Nick se concentra. Aos poucos, vai revelando uma conspiração para incriminá-lo, mas a polícia não dá atenção. Ele mente para salvar a própria pele.

“O pior sentimento: quando você apenas tem que esperar e se preparar para a mentira.”

O livro se divide entre os dias atuais do desaparecimento de Amy e um diário que ela escreveu, contando desde o primeiro encontro com Nick, até a noite anterior de seu desaparecimento. Os pensamentos de Amy, suas ideias feministas, seus encontros. Sua dedicação ao casamento e sua visão a respeito de Nick se modificando. Era a esposa perfeita e Nick o marido babaca.
Sabe um livro que no final, te deixa p*** da vida com a impunidade do sistema? Com pessoas manipuladoras e psicóticas? Eu tive a sensação de ser enganada o tempo todo, acho que por isso esse livro fez sucesso. Você cria uma teoria... Aí bum, sua teoria vai pro espaço e você percebe que foi muito inocente em pensar nisso. Que o ser humano é uma criatura podre e que a humanidade está perdida, se todos forem como o criminoso do livro. Sério, é um daqueles livros que você termina e tem vontade de jogá-lo na parede! Nunca fiquei tão contrariada com um final!
Te faz pensar se cada relacionamento que você tem na vida – amigos, namorados, familiares – são verdadeiros. Te faz pensar se sua vida não é criada numa mentira e se até você mesmo não é um grande mentiroso fedido e não percebe isso. Aquelas que chamamos de mentirinhas brancas, sabe? Que não fazem mal nenhum. Fazem, minha gente, elas fazem! Quando as coisas vão mal, você tenta mentir apenas para manter o sentimento vivo... Mas um sentimento baseado em mentiras, não pode ser verdadeiro, não é?

“Você pode imaginar, finalmente mostrar quem você verdadeiramente é ao seu cônjuge, sua alma gêmea, e ele não gostar de você? Então é assim que o ódio começa. Eu pensei muito sobre isso, e acho que é onde começou.”

Depois dessa, vou ali ler algo que restaure minha fé na humanidade e já volto.

11.2.15

Sorteio: Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern

 

10967160_10203523356944132_846058895_o

Oi pessoal. Tudo bem? Hoje é dia de sorteio, é muito simples participar. Em parceria com a Editora Novo Conceito iremos sortear um exemplar do livro Simplesmente Acontece – Cecelia Ahern.

Acredito que já ouviram falar desse livro, mas caso não seja assim, vocês podem conferir a resenha dele AQUI.

Para participar é preciso:

1 – Residir ou ter endereço de entrega no Brasil.

2 – Curtir a página do blog no face: CURTA AQUI.

3 – Compartilhar o post da promoção em modo Público.

4 – Clicar em QUERO PARTICIPAR.

Prontinho! Já está participando. Viu como foi fácil?!

O ganhador terá 48 horas para enviar seus dados para o e-mail: asmeninasqueleemlivros@gmail.com, caso contrario novo sorteio será realizado.

O envio do livro será feito pela Editora Novo Conceito no prazo de 30 dias.

O blog não se responsabiliza por perdas ou extravios.

O sorteio será realizado dia 28/02/2015.


9.2.15

Uma chance para recomeçar - Lisa Kleypas

 

10433140_793280360710771_3522785610139804419_n

 

Edição: 1
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 176
Autora: Lisa Kleypas

Sinopse: Victoria morreu em um trágico acidente, deixando sua filha Holly sob a responsabilidade do seu irmão, o solteiro convicto Mark. O tio Mark não se sentia muito preparado para cuidar da menina, mas assumiu o compromisso de devolver o sorriso aos seus lábios. No entanto, ele desconfia de que não esteja fazendo um bom trabalho, uma vez que Holly nunca mais falou desde que ficou órfã. Uma cartinha para o Papai Noel revela um desejo que pode ser a chave da felicidade de Holly: ela só quer ter uma mãe.

Maggie perdeu o marido em uma batalha contra o câncer e não quer jamais - passar por tudo isso de novo. Por isso, ela fechou seu coração e prometeu a si mesma dedicar-se somente a sua nova loja de brinquedos em Friday Harbor, que permite às crianças viajar um pouco nas asas da imaginação. A amizade entre Maggie e Holly (que até passou a acreditar em fadas!) ao mesmo tempo comove e preocupa o tio Mark. Ele tem certeza de que a nova amiga fará bem a sua sobrinha, mas precisa decidir se a deixará entrar em sua própria vida...
Nós também torcemos do fundo do coração, para que Holly tenha uma linda noite de Natal.

***

Quando vi que esse livro ia ser lançado, fiquei com muita vontade lê-lo. Já li outros livros da autora, Lisa Kleypas. Sua série Os Hathaways é maravilhosa. Esses são livros de época, leves e divertidos. Então eu queria me aventurar em algum livro contemporâneo da minha autora favorita de romances de época.

Em Uma Chance para Recomeçar você encontra personagens que acabaram de perder alguém muito querido. Temos Holly, uma garotinha de 6 anos, que acaba de perder a mãe, Victoria, em um trágico acidente de carro. Com o trauma de perder a mãe, Holly para de falar. Mark, o irmão de Victoria, é nomeado como tutor de Holly.

Mark é o mais velho de 4 irmãos: Alex, Sam e Victoria. Mark sempre foi o tio solteiro despreocupado, não tem interesse em compromisso. Ele aparecia eventualmente para visitar a irmã e a sobrinha, agora ele se vê nas vias de cuidar de uma criança.

“Mark não tinha qualquer dúvida de que ele não possuía aqueles instintos. Foi por isso que recebeu um choque após o outro ao descobrir que não apenas havia perdido a irmã, mas também acabava de ganhar uma filha.” Página 10

Como um homem que não tem nenhuma habilidade para cuidar de uma criança, vai conseguir dar conta disso? Com uma forte persuasão, Mark convence seu irmão Sam a ajudá-lo. Então Mark e Holly se mudam para a casa dele, em False Bay, na Ilha San Juan.

image
Maggie perdeu o marido há apenas alguns meses. Decidida a mudar de ares, ela se muda para Friday Harbor, na Ilha San Juan. Abre uma loja de brinquedos, a Magic Mirror, onde ela acredita que a magia reina. Maggie conhece Mark e Holly quando os dois vão a sua loja de brinquedo. Ela logo se aproxima de Holly e as duas criam um laço de amizade. Maggie vê a tristeza nos olhos de Holly e quer ajuda-la como puder.

“Eu entendo, Maggie queria dizer a ela. Também perdi alguém.” Página 28

Maggie se vê um pouco interessada em Mark, mas ele é comprometido, além dela não querer se relacionar com mais ninguém. A morte do marido a deixou devastada, ela não quer ter que amar mais ninguém depois disso. Já Mark vem de uma família desestruturada, não consegue acreditar que um casamento possa dar certo.

Porém a vida quer encarregar de dar uma segunda chance aos dois, além da pequena Holly. Com muita suavidade e emoção, Mark e Maggie se aproximam cada vez mais e os dois vão descobrir como o amor pode ser redentor.

Um Chance para Recomeçar é o primeiro da série Friday Harbor, composta por mais 3 livros: Rainshadow Road, Dream Lake e Crystal Cove.

Os livros da Lisa Kleypas são sempre cheios de sentimentos. Sua fórmula de escrever é sempre bem-vinda para mim, que adoro romances e que nos faz ficar com o coração na mão, mas sempre há um final de encher o coração de alegria.

Descobri a pouco que o livro inspirou um filme, Christmas With Holly. Porém, não o encontrei legendado. :/

image
 image

 

              Crislane Barbosa
http://www.skoob.com.br/usuario/368409