Menu

11.9.15

Preces e Mentiras - Sherri Wood Emmons

Quando Bethany, de 7 anos, conhece sua prima de 6 anos, Reana Mae, é o começo de uma relação desajeitada que salva ambas de uma solidão profunda. Todo verão, Bethany e sua família vão de Indianopolis para West Virginia's Coal River Valley. Para a mãe de Bethany, essas viagens até lá  a lembram de sua infância pobre e composta por minas de carvão, um lugar do qual ela desejou escapar. Mas seus amados familiares e a amizade de Bethany e Reana Mae continuavam trazendo lembranças.
Mas conforme Bethany cresce, ela percebe que a vida nessa comunidade pequena e unida não é tão simples quanto pensava... que as cabanas na beira do rio, que guardam muito da história de sua família, também geram fofocas escandalosas... e aqueles mais próximos a ela guardam segredos inimagináveis. No meio das florestas densas e da beleza silenciosa do vale, esses segredos estão finalmente sendo revelados, com uma força suficientemente devastadora para acabar com vidas, fé, e a conexão que Bethany pensou que duraria para sempre.

Confusa, muito confusa. Foi assim que eu me senti lendo os primeiros dois capítulos deste livro. A autora resolve apresentar TODOS os personagens e todos os seus parentescos em dois capítulos. Gente, que tipo de alma sádica faz isso? Tenho um sério problema em entender relações familiares. Quando alguém fala “o pai do meu cunhado fez...” eu peço uma pausa para entender, juro. A palavra “tia-avó”, então... faz estragos no meu cérebro. Confesso que, devido essa minha dificuldade específica, passei batida por esses dois capítulos. Lá para a segunda metade do livro, quando eu estava de saco cheio de não entender como Bethany e Reana eram primas, resolvi reler esses capítulos com calma. Ainda bem que o fiz, porque o final do livro está totalmente relacionado a essas relações de parentesco.

O livro é narrado em primeira pessoa por Bethany, muito embora eu não a encare como a protagonista do livro. Nada de importante acontece na vida de Bethany, ela simplesmente está por perto quando coisas importantes acontecem na vida dos outros. Mas isso é ótimo porque você vai descobrindo os segredos com ela. Falando em segredos, gostei muito de como a autora administrava os mistérios do livro; parecia até que ela sabia em que momento você ia desvendar o mistério e, puft!, duas páginas depois ela já contava tudo. Gostei muito mesmo! É muito chato quando você já desvendou aquele segredo há 3 capítulos e o livro insiste em fazer suspense, argh!

O tema geral do livro é um drama familiar. Perdão, um não: vários. Não é o tipo de livro que eu estou acostumada a ler mas fui surpreendida positivamente com essa experiência. Em alguns momentos, me peguei revoltadíssima com os acontecimentos. E é tão difícil eu me envolver ao ponto de esculhambar os personagens, haha. Engraçado que eu esculhambava uma personagem (geralmente Reana Mae) em um capítulo, 10 páginas depois eu já a havia perdoado, daí no capítulo seguinte eu já estava com ódio de novo. Mas não é assim que funciona a vida? "A gente briga, a gente chora, mas a gente se ama." (bela música, rs)

Reana mexeu muito comigo. Ela é uma personagem que faz TUDO errado mas você, mesmo assim, não consegue ficar com ódio dela por muito tempo. Você se coloca no lugar dela. Você a entende. Você quer ajuda-la. Já ouviram Help Yourself, da Amy Winehouse? Acho que é a música tema dela.


“Quando eu ando com seus sapatos eu entendo um cara confuso (...)
Eu sinto o peso que seus ombros carregam (...)
E eu lhe conheço, você é tão frustrado
Mas todos nós nos tornamos o que, um dia, nós odiamos (...)

Mas eu não posso te ajudar se você não ajudar a si mesmo”
Recomendo o livro (e a música também, haha, LINDA!), sem dúvidas. É de fácil leitura, embora sua temática às vezes seja meio... pesada. Um dos poucos livros que quer ter ares de realidade e tem mesmo; eu acreditaria se me dissessem que Preces e Mentiras é uma autobiografia de Bethany. Resumindo e repetindo: eu recomendo. Muito. Muito mesmo.

Edição: 1 
Editora: Novo Conceito 

ISBN: 9788581630458
Ano: 2012
Páginas: 368

Para todos os garotos que já amei - Jenny Han


"A vida não precisa ser tão planejada. Deixe rolar e veja o que acontece."


Título Original: To all the boys I’ve loved before
Autora: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Ano: 2015
Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.



Se o amor é como uma possessão, talvez minhas cartas sejam meus exorcismos.

Sabe quando um livro é tão fofo que você se apaixona logo de cara? Quando li a sinopse do livro, já fiquei doida por ele pelo simples fato de falar sobre cartas de amor. São as mais preciosas cartas que alguém pode receber (seja de amor romântico, seja de um amigo, de um familiar...). Ainda mais quando é uma carta de fim (ou de recomeço), é aquela carta que você dedica toda sua atenção e sentimentos. É uma carta tão íntima que às vezes você não tem nem a intenção de que a pessoa leia, é apenas para você. E como você reagiria se, sem querer, todas aquelas cartas fossem parar nas mãos de seus destinatários?

A família de Lara Jean, a irmã do meio de uma família com três filhas, mãe de ascendência coreana e pai norte americano (aparentemente), é aquele tipo de família que fica linda nas fotos e também é linda no dia-a-dia. Margot é a filha mais velha, responsável e pragmática que, além de cuidar das irmãs mais novas e do pai, também faz voluntariado com idosos, entra em grupos da escola para ajudar todo mundo... E vai se mudar para a Escócia, onde fará faculdade. Deseja o tempo todo, que Lara Jean seja mais dedicada aos estudos e as atividades extracurriculares. Kitty – Katherine para os desconhecidos – é a menina mais nova, tem apenas 9 anos e deseja com toda sua força ter um cachorrinho! É cuidada pelas duas irmãs mais velhas e também pelos amigos delas. É espirituosa e sabe sempre muito bem o que quer.

O livro é repleto de personagens marcantes, jovens experimentando a vida diante das incertezas do amor. Todos sabemos que nessa época todo amor é eterno... E acaba na manhã seguinte. Lara Jean, a protagonista principal, é uma jovem sonhadora, típica princesa do papai que tem um ideal de vida e de como o amor deve ser. Vê “seu mundo ruir” qu
ando os rapazes lhe questionam a respeito de suas cartas. Essas são a maneira encontrada por ela de retirar o sentimento de dentro de seu coração e lacrá-los com suas palavras, de um modo simbólico, e esquecê-los (os sentimentos). É um jeito bonito de despedir-se deles... Exceto pelo risco de que alguém as leia.

O amor é assustador: muda; pode ir embora. Isso faz parte do risco.

Quando ela descobre que as cartas foram entregues, ela tenta a todo custo livrar-se de um mal entendido, um amor já esquecido que na atualidade em que vive é impossível de se concretizar por n motivos. E, por conta disso, acaba caindo em um enrosco ainda maior após contar algumas mentiras... E uma mentira sempre leva à outra. Só que tem aquela história de que uma mentira contada muitas vezes pode acabar se tornando verdade.

Não quero contar muito da estória, que é muito doce e de uma inocência relegada apenas aqueles que
se lembram como foi a situação de seu primeiro amor. Há uma continuação: “P.S. I still love you” a ser lançada no primeiro semestre de 2016 , também pela Intrínseca.




Capa do 2º livro.
 Resenha por:



9.9.15

Encruzilhada - Kasie West


"Conhecer o futuro nem sempre

torna a escolha mais fácil."

Capa comum: 304 páginas
Autora: Kasie West
Editora: Seguinte; Edição: 1ª (16 de julho de 2015)
Idioma: Português



Sinopse:

A vida de Addison Coleman é um grande “e se…?”, graças à sua habilidade especial: Investigar Destinos. Addie é capaz de prever duas possibilidades de seu futuro toda vez que precisa tomar uma decisão. Quando os pais dela anunciam o divórcio, a garota deve escolher se vai morar com o pai entre os Normais ou se prefere ficar com a mãe no Complexo Paranormal. Para ter certeza do que a espera, Addie resolve Investigar. Em uma alternativa, ela conhece Trevor, um Normal sensível com quem logo sente uma conexão. Na outra, se envolve com Duke, o garoto mais popular da escola Paranormal. E agora, em qual futuro Addison estará disposta a viver?




Addison Coleman Searcher reside em um Complexo Paranormal com outras pessoas que possuem habilidades únicas. Como Investigadora de Destinos ela tem a habilidade de olhar para o futuro e analisar suas preferências com apoio nos múltiplos resultados de suas opções.

Quando seus pais anunciam que irão se divorciar, Addison é pressionada a escolher com qual ela irá morar. Sua mãe iria continuar no Complexo, mas seu pai decidiu viver no mundo “Normal”. Esta difícil decisão vai leva-la a pesquisar suas opções e qual caminho será o melhor a ser seguido.

A grande parte da história é Addison em suas “pesquisas”. Eu amei a maneira como os capítulos foram explorados de forma alternada entre os dois futuros possíveis de Addie. As escolhas de destinos eram intrigantes e confesso que começei a privilegiar um destino sobre o outro. A história me envolveu, passei a imaginar alucinadamente o que acontecia com cada caminho jogado fora, e sentia a tensão cada vez que algo ruim surgia na trama que não era desejado por mim. Confesso que li com o livro grudado na mão, pois pensei seriamente em arremessar pela parede algumas vezes.  Este é o tipo de narrativa que faz com que você deseje fervorosamente gritar com os personagens e queixar-se em frustração.

[...] Só me prometa uma coisa: se isso for uma Investigação e você não me escolher, se não escolher esse caminho por algum motivo, prometa que não vai me Apagar [...]

Este livro foi feito para mim. Teve tudo que eu esperava e muito mais. Vi habilidades paranormais, um olhar para o futuro, realidades alternativas, personagens cativantes e bem concebidos, relacionamentos famíliares, amizade, romance, descrições e imagens marcantes.

Kasie West sabe realmente contar uma história, a dose exata de mistério, expectativas e notáveis revelações com certeza levam os leitores a uma aventura emocionante, onde apenas a menor modificação em uma decisão pode levar a consequências avassaladoras. Tudo está perfeitamente conectado.

Indico demais a leitura, o livro tem uma capa linda soft touch, a fonte é maravilhosa pra ler, diagramação impecável, folha amareladas, teor altamente contagiante... Enfim, um livro a ser devorado! E o melhor, tem continuação einh galera? Mal posso esperar!




8.9.15

Lançamentos de Setembro da Editora Arqueiro!




Esse mês me deixou em dúvida! Não sei qual lançamento é o melhor! Então... Vamos ler todos!
Para saber mais sobre os autores, basta clicar em seus nomes que será redirecionado para a página do autor direto da Editora Arqueiro!


Desejo Proibido - Sophie Jackson

Lançamento: 1/9
Preço: R$ 39,90
Ficção • 416 págs.
ISBN e EAN: 978-85-8041-450-9
16 x 23 cm • 15.000 exemplares
E-book:
Preço: R$ 24,99
eISBN: 978-85-8041-451-6

Primeiro livro de uma trilogia, Desejo proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora.

Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado.

Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária.

Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim pela crescente atração entre os dois.

Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.

“Bem escrito e viciante. Impossível parar de ler.” – The Romance Cover

Perdido em MarteAndy Weir

Lançamento: 1/9
Preço: R$ 39,90
Ficção • 336 págs.
ISBN e EAN: 978-85-8041-448-6
16 x 23 cm • 10.000 exemplares
E-book:
Preço: R$ 24,99
eISBN: 978-85-8041-336-6

Primeiro lugar na lista de mais vendidos do The New York Times.

“Não consegui largar este livro! É a rara combinação de uma ótima trama original, personagens incrivelmente reais e uma precisão técnica fascinante. É como um episódio de MacGyver na Ilha misteriosa.” – Astronauta Chris Hadfield, comandante
da Estação Espacial Internacional e autor de An Astronaut’s Guide to Life on Earth.


Há seis dias, o astronauta Mark Watney se tornou a décima sétima pessoa a pisar em Marte. E, provavelmente, será a primeira a morrer no planeta vermelho.

Depois de uma forte tempestade de areia, a missão Ares 3 é abortada e a tripulação vai embora, certa de que Mark morreu em um terrível acidente. 

Ao despertar, ele se vê completamente sozinho, ferido e sem ter como avisar às pessoas na Terra que está vivo. E, mesmo que conseguisse se comunicar, seus mantimentos terminariam anos antes da chegada de um possível resgate. 

Ainda assim, Mark não está disposto a desistir. Munido de nada além de curiosidade e de suas habilidades de engenheiro e botânico – e um senso de humor inabalável –, ele embarca numa luta obstinada pela sobrevivência.

Com um forte embasamento científico real e moderno, Perdido em Marte é um suspense memorável e divertido, impulsionado por uma trama que não para de surpreender o leitor.

􀀃Perdido em Marte tem estreia prevista para 1/10, com Ridley Scott na direção, Matt Damon como Mark Watney, Jessica Chastain no papel de Melissa Lewis, Jeff Daniels interpretando Teddy Sanders e Chiwetel Ejiofor como Venkat Kapoor. 

Primeiro trailer oficial legendado:

Segundo trailer oficial legendado:



A Irmandade Perdida - Anne Fortier

Lançamento: 3/9
Preço: R$ 49,90
Ficção • 528 págs.
ISBN e EAN: 978-85-8041-452-3
16 x 23 cm • 10.000 exemplares
E-book:
Preço: R$ 29,99
eISBN: 978-85-8041-453-0

Da lista de mais vendidos do The New York Times.
Da mesma autora de Julieta.

“Fundamentado em um profundo conhecimento de literatura clássica, este hábil entrelaçamento de mitologia, aventura e arqueologia irá deliciar os fãs de autores como Kate Mosse (Labirinto) e Katherine Neville (O enigma do oito).” – Library
Journal

Diana Morgan é professora da renomada Universidade de Oxford. Especialista em mitologia grega, tem verdadeira obsessão pelo assunto desde a infância, quando sua excêntrica avó alegou ser uma amazona – e desapareceu sem deixar vestígios.

No mundo acadêmico, a fixação de Diana pelas amazonas é motivo de piada, porém ela acaba recebendo uma oferta irrecusável de uma misteriosa instituição. Financiada pela Fundação Skolsky, a pesquisadora viaja para o norte da África, onde conhece Nick Barrán, um homem enigmático que a guia até um templo recém- encontrado, encoberto há 3 mil anos pela areia do deserto.

Com a ajuda de um caderno deixado pela avó, Diana começa a decifrar as estranhas inscrições registradas no templo.

Diana e Nick se lançam em uma jornada em busca da verdade por trás do mito – algo capaz de mudar suas vidas, mas também de despertar a ganância de colecionadores de arte dispostos a tudo para pôr as mãos no lendário Tesouro das Amazonas.

Ligeiramente EscandalososMary Balogh



Lançamento: 3/9
Preço: R$ 29,90
Ficção • 288 págs.
ISBN e EAN: 978-85-8041-454-7
16 x 23 cm • 12.000 exemplares
E-book:
Preço: R$ 19,99
eISBN: 978-85-8041-455-4

Ligeiramente escandalosos é o terceiro volume da série de
romances de época Os Bedwyns.

“Diálogos bem-humorados e personagens atraentes dão uma nova vida a uma trama clássica. Este livro delicioso e excepcionalmente bem-feito é uma prova do estilo incomparável da autora.” – Library Journal

Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer
coisa – até mesmo do amor.

Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata.

Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima.

Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta parece ser a oportunidade perfeita para se divertir. Mas a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas. Aos poucos, suas máscaras vão caindo e ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentam.

A Garota InglesaDaniel Silva


Lançamento: 3/9
Preço: R$ 39,90
Ficção • 336 págs.
ISBN e EAN: 978-85-8041-456-1
16 x 23 cm • 10.000 exemplares

Primeiro lugar na lista de mais vendidos do The New York Times.

“Faz tempo que não tenho vontade de segurar alguém pelas lapelas e falar ‘Leia isso!’, então deixe-me recomendar fortemente que você leia A garota inglesa. Daniel Silva é um escritor de espionagem moderno, mas com boa parte do DNA de John le Carré e Graham Greene.” – Neal Thompson, da Amazon

Madeline Hart é uma estrela em ascensão no governo britânico: linda, inteligente, com uma trajetória de enorme sucesso após uma infância pobre. Mas ela também guarda um segredo obscuro – é a amante do primeiro-ministro Jonathan Lancaster. E isso é tudo que os sequestradores dela precisam saber para chantagear o premier e fazê-lo pagar caro por seus pecados, ameaçando Madeline de morte.

Temeroso de um escândalo, Lancaster decide lidar com o caso sem envolver a polícia inglesa. É uma manobra perigosa, especialmente para o agente que conduzirá a busca pela garota. Porém, operações mortais com alto risco político não são novidade para o espião israelense Gabriel Allon.

À medida que se aproxima o dia da execução de Madeline, Gabriel mergulha em uma angustiante empreitada para resgatá-la. Mesmo sob pressão, ele está certo de que será bem-sucedido, até que os acontecimentos se desenrolam de forma chocante, e nem mesmo o leitor estará preparado para o que Daniel Silva lhe reserva.



7.9.15

Soldier: leal até o fim - Sam Angus


Capa comum: 256 páginas
Autor: Sam Angus
Editora: Novo Conceito; Edição: 1ª (6 de julho de 2015)
Idioma: Português

Sinopse:

Baseado em fatos históricos e relatos reais sobre a atuação de corajosos animais durante a Primeira Guerra Mundial.
Uma história de amor e bravura, para quem gosta de animais. Misturando fatos históricos e drama, livro foi baseado nos cães que trabalharam com os soldados aliados durante a Primeira Guerra Mundial. 
Quando Tom Ryder é convocado para lutar na Primeira Guerra Mundial, não imagina o quanto o seu irmão mais novo, Stanley, sentirá sua falta. A única alegria do garoto são os filhotes de Rocket, a cadela premiada que é o orgulho da família. Porém, ao descobrir que Rocket teve filhotes mestiços, o pai de Stanley fica furioso e ameaça afogar os cãezinhos. 
Inconformado e desejando reencontrar Tom, Stanley foge de casa. Mentindo a idade, consegue se alistar no exército britânico. Somente o amor incondicional pelos animais será capaz de fazê-lo sobreviver à brutalidade e à frieza dos campos de batalha.

    Soldier: leal até o fim é uma narrativa fantástica e em meio a tantos lançamentos no mercado, ler uma história dessas é de fato uma experiência muito agradável. Fazia tempos que uma leitura não me sensibilizava a ponto de me fazer sorrir e chorar. A escrita é tão concreta e pungente, que acabei me transportando para o lado dos personagens, sentindo, compadecendo, vivenciado o dia a dia de cada um deles.

    E é em meio a Primeira Guerra Mundial, no ano de 1917 que o enredo acontece. Uma história dramática de amor, renúncia e destruição.  Stanley Ryder é um garoto de 14 anos, cujo pai Da, mudou de forma abrupta depois da morte de sua esposa Ma, transmutando de um renomado treinador de cavalos e cães de corrida, para um homem emocionalmente deformado, onde a apatia e insensibilidade afastava a cada dia seu filho do seu convívio. Para Stanley, com a ida do seu irmão Tom que tinha se recrutado no exercito inglês e tinha ido lutar na 1° Guerra Mundial as coisas só tinham se complicado ainda mais. Para Stanley só uma coisa não tinha mudado para pior, a querida cachorra Rocket, uma premiada cadela de raça ainda estava com ele. Mas infelizmente nada parecia caminhar de forma correta e um dia Rocket escapa de casa e retorna prenha de uma ninhada de cães mestiços.

   Stanley espera desejosamente pelo nascimento dos filhotinhos, mas seu pai Da tem pensamentos de se livrar de todos assim que nascerem, pois cães de raça não definida de nada valeriam para a família, pelo ao contrário trariam apenas prejuízos, já que em tempos de guerra todos aqueles que possuíssem cães teriam que pagar uma espécie de licença para criar os mesmos. Dessa maneira, não querendo ter prejuízo, os cães são entregues por Da para um grupo de Ciganos, menos um cãozinho branco por quem Stanley tinha simpatizado e até colocará o nome nele de Soldier, em homenagem ao seu irmão Tom. Embora Da, visse que o filho gostava do cachorro ameaçava constantemente afogar o mesmo no lago.

   Um dia quando Stanley acordou e não encontrou Soldier ele admitiu que o pai finalmente tinha cumprido com o prometido e afogado o cãozinho, assim profundamente magoado com Da, Stanley decide fugir de casa e dessa maneira ele se alista no exército. Mesmo mentindo sobre a  idade consegue ir pra guerra, onde ele acredita que poderá encontrar e finalmente trazer Tom pra casa.  Apesar da sua juventude Stanley consegue um cargo valoroso, ele passa a treinar cães para serem mensageiros, cães responsáveis por levarem notícias, mesmo através de tiros e bombardeios em época que linhas de comunicação foram arruinadas.
"Os cães são quatro vezes mais rápidos do que os seres humanos. Eles conseguem atravessar as crateras de bomba alagadas e os canais. Eles conseguem encontrar seu caminho durante a noite e correr muito rápido, tanto de dia quanto à noite. Não têm medo de cruzar essas crateras. E podem pôr em prática seu instinto de direção apenas uma semana depois de chegar a uma nova área, escolhendo um cheiro individual e passando a segui-lo, apesar dos milhares de cheiros concomitantes, através de um terreno que é intransponível para o cavalo, o homem ou a máquina."
    Por intermédio de uma prosa sublime, a escritora Sam Angus dá vida a guerra de trincheiras e os horrores encarados por homens em frente aos campos de batalha. Seus personagens descritos de maneira inesquecível transmitem bravura até mesmo através do horror que só uma guerra pode remeter. Stanley encontra não apenas guerra e destruição, ele acaba conseguindo uma nova família entre os soldados e finalmente pelas próprias circunstâncias começa a entender melhor o comportamento de seu próprio pai, de como um homem pode se transformar por meio da dor, através da perda.
"A cada momento que se passava, a cada visão que passava defronte de seus olhos, seu medo crescia."
    Amei o livro, e fiquei tomada pela história desde a primeira página. Recomendo a leitura para toda e qualquer pessoa, apenas aviso que lágrimas serão inevitáveis, pois garanto a você que esse livro tem habilidade nata de nos provocar emoções fortes e reais.
"O cão deve querer estar com você. Se ele quiser estar com você, então ele será leal, corajoso e honrado. Não só isso: ele vai ser impulsionado como se por uma espécie de magnetismo, atravessando em meio às bombas, através de furacões de fogo e de campos com tanques se deslocando, pelo desejo de estar com você. Se ele amar você, vai correr para casa, para você, mesmo através de nevascas de estilhaços de ferro."
A seguir três imagens que retirei da internet. Créditos para http://www.museudeimagens.com.br/caes-mensageiros-guerra/

Cão mensageiro fotografado no exato momento em que salta trincheira alemã, durante a Primeira Guerra Mundial. Fotografia: Museu Imperial da Guerra, Londres, Inglaterra.
Canil central francês, Primeira Guerra Mundial. Fotografia: autor desconhecido.





6.9.15

Comentarista Premiado - Setembro


Olá moçada!
O comentarista premiado é mensal.
Cumpra as regras e participe!





Quanto mais comentar, mais chances você tem de ganhar!
O kit sempre será surpresa! Será informado no dia do resultado!
Excelentes comentários!