Menu

24.10.15

Lançamento da Faro Editorial!






No livro Diário de uma Garota Normal, a autora Phoebe Gloeckner trata do amadurecimento, das descobertas mais íntimas de uma garota de 15 anos, dito por algumas pessoas que é quase uma autobiografia da autora (a capa original traz uma foto de infância da escritora), mas ela sempre negou esta conclusão. 


Possui o formato de um diário, onde a personagem relata os acontecimentos mais íntimos de sua vida, desde família até a convivência com garotos, com uma carga gigante de erotismo. 

Há uma adaptação cinematográfica com lançamento junto com o livro!

Fiquem com o Booktrailer/Trailer:



Minnie é uma garota de 15 anos que registra num diário tudo o que sente e acontece em sua vida.
Seu relato é incomum apenas porque ela conta tudo. Não há aqui a sutileza das histórias para meninas, quase sempre romantizadas para parecerem mais leves. A descoberta da sexualidade, o interesse pelos garotos, as novas amizades, tudo é contado de forma tão natural que acaba por revelar como o mundo adulto é cáustico, doloroso e cruel, se visto pelos olhos de uma adolescente que está prestes a entrar nele.

Em Diário de uma garota normal, Phoebe Gloeckner combina uma narrativa poderosa a ilustrações com imagens vívidas, provocando o leitor o tempo todo, com honestidade e humor, apresentando uma personagem que irá se manter para sempre em sua imaginação.
Esta é uma história sobre mulheres, antes de terem crescido.


23.10.15

Lançamentos de Outubro da Editora Arqueiro!




Temos lançamentos aguardadíssimos por vocês que eu sei! Gostam da Abbi Glines? Então se segura aí que temos o lançamento do novo livro da saga Rosemary Beach!

A Primeira Chance - Abbi Glines
Lançamento: 1/10
Sinopse: Harlow é uma jovem incomum. Filha de um astro do rock, a garota bonita e inocente prefere levar uma vida sossegada. Mas seus dias de tranquilidade terminam quando ele sai numa longa turnê e ela vai passar esse tempo com sua meia-irmã Nan.

O problema é que Nan a odeia. Acostumada a ser o centro das atenções, ela morre de inveja de Harlow, que, além de ser a queridinha do pai, atrai os olhares masculinos por onde passa.

Harlow não entende por que Nan a maltrata tanto, mas acha melhor se esconder atrás de seus livros e passar o maior tempo possível no quarto. Porém seus planos vão por água abaixo quando ela esbarra com Grant Carter de cueca na cozinha.

Grant está desesperado para conquistá-la, mas será que destruiu suas chances antes mesmo de conhecê-la? Só o que Harlow quer dele é distância. Afinal, que tipo de pessoa se envolveria com uma criatura amarga feito Nan?


Detalhe Final - Harlan Coben
Lançamento: 8/10
Sinopse: O agente esportivo – e detetive ocasional – Myron Bolitar está num verdadeiro paraíso. Divide uma praia caribenha com Terese, uma mulher deslumbrante que acabou de conhecer.

Seu retiro é interrompido por Win, seu amigo e parceiro em inúmeras investigações. Ele não traz boas notícias: um dos clientes mais antigos de Myron, o problemático Clu Haid, arremessador dos Yankees, foi assassinado e a principal suspeita é Esperanza, melhor amiga e sócia de Myron.

Determinado a provar a inocência de Esperanza, Myron terá de encarar o submundo nova-iorquino e abrir feridas antigas que podem ser o seu fim.




Noites de Tormenta - Nicholas Sparks
Relançamento: 8/10
Sinopse: Há três anos, Adrienne Willis perdeu as esperanças no amor quando o marido a trocou por uma mulher mais jovem. Tendo que cuidar sozinha dos três filhos adolescentes e de seu pai doente, ela acha que nunca conseguirá recuperar a autoestima e a vontade de viver.

Por isso, quando sua amiga Jean lhe pede que tome conta de sua pousada, ela aceita pela oportunidade de mudar de rotina. A previsão de tempestade iminente, no entanto, faz com que os próximos dias não pareçam muito promissores. Pelo menos até a chegada de Paul Flanner, o único hóspede com reserva para o fim de semana prolongado.

Aos 54 anos, Paul é um cirurgião bem-sucedido que enfrenta fantasmas parecidos com os de Adrienne. Logo eles começam a descobrir suas afinidades e a se aproximar cada vez mais. Ao longo do fim de semana, a tempestade que toma conta da cidade finalmente chega ao fim, mas o que nasce entre eles ressoará pelo resto de suas vidas, entrelaçando passado e futuro e dando um novo  significado às palavras amor e perda.



Confissões de Inverno - Brendan Kiely
Lançamento: 8/10

Sinopse: À medida que sua família se desintegra, Aidan Donovan, um adolescente de 16 anos, procura consolo em estimulantes químicos, no estoque de bebidas do pai e nas atenções do padre Greg, o único adulto que realmente o escuta.


O Natal chega, e seu mundo entra em colapso quando ele reconhece o lado obscuro do afeto que o padre Greg lhe dedica. Enquanto tenta dar sentido à sua vida, Aidan conta com o apoio de um grupo de amigos desajustados: Josie, a garota por quem se apaixona; a rebelde e espontânea Sophie; e Mark, o carismático capitão da equipe de natação cujas agonias secretas podem ser as mesmas
do próprio Aidan.

Confissões de inverno mostra as formas pelas quais o amor pode ser usado como uma arma contra a inocência – mas também pode, nas mãos certas, restaurar a esperança e até a fé. O corajoso romance de estreia de Brendan Kiely expõe o mal que os segredos mais profundos que guardamos podem causar e prova que é na verdade que reside a verdadeira força. E o verdadeiro amor.

21.10.15

O Diamante - A história de uma paixão




Título Original: The Engagements
Autora: J. Courtney Sullivan
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Sinopse: Cinco personagens, separados pelo tempo e aparentemente sem conexão entre si, contam a história da paixão das mulheres pelo diamante aliás, não só das mulheres!


Revezando-se em uma ciranda de acontecimentos divertidos, infelizes, revoltantes ou surpreendentes, a extraordinária Frances Gerety que existiu de verdade e outros indivíduos muito especiais mostram que a história de uma sociedade é construída por meio das relações humanas, na intimidade dos lares. As transformações do mundo moderno nem sempre conseguem abalar aquilo em que se acredita com todo o coração mas as decepções com aqueles que amamos... essas podem mudar as nossas opiniões.
Um livro diferente, que fala das muitas formas de viver o amor e que deixa no ar uma pergunta: os casamentos são mesmo feitos para durar?


Quando você lê o título, já pensa que é mais um livro de romance.

Mas não é.

Fui surpreendida por este livro, por estas cinco histórias que ele conta que, em algum ponto, se cruzam de maneiras inesperadas. Todas elas, é claro, marcadas por seu diamante.

São focadas em cinco pessoas diferentes, em diferentes períodos históricos.

Me fez pensar em que não importa o que os homens façam, suas esposas sempre são obrigadas a perdoarem simplesmente por eles serem homens e poderem fazer tudo o que quisessem.

A primeira pessoa a aparecer é Frances Gerety, uma canadense que conseguiu conquistar os estados unidos com sua publicidade em um tempo que as mulheres eram privadas de muitas liberdades dadas apenas aos homens. Essa pessoa incrível existiu de verdade e é a razão pela qual o diamante é tão famoso nos Estados Unidos e tão cobiçado pelas mulheres de lá – sim, não vejo o diamante ser a pedra número um aqui do Brasil. Ela foi uma publicitária que criou slogans para o quase monopólio de diamantes do mundo em 1940+ e sua frase “O diamante é para sempre” ainda é usada até hoje. Ela também introduziu o uso da pedra nos filmes e nas séries de tv e se você cobiça um diamante, é por culpa dela. Ela quem fez as mulheres e homens pensarem que seu relacionamento só teria valor se dessem a sua pessoa amada uma grande pedra recheada de quilates.

Como se casamento fosse somente sofrimento e dispêndio de dinheiro

Frances, pelo menos no livro, foi uma mulher de opiniões fortes e que sempre safava a bunda de seus superiores com seu excelente trabalho, correndo atrás de seus direitos. Uma feminista maravilhosa, se me permitem dizer.

Evelyn é uma mulher presa em conceitos conservadores mas que tem o coração no lugar. Acredita que a instituição do casamento é sagrada e seu filho no final agiu contra tudo o que ela acreditava. Sua história é doce e com toque de melancolia e tudo gira praticamente em torno dela.

Já as mulheres de antigamente precisavam desistir de seus sonhos pessoais se estes não estivessem relacionados ao casamento...

James é um pai e marido dedicado que cresceu com o sonho de ser rico e famoso frustrado quando sua banda não deu certo. Vê sua família se afundar em dívidas e para piorar, algo terrível acontece e abala seu orgulho de macho e ele tenta a todo custo reparar os danos causados, mesmo que pra isso tenha que causar mais danos. Ele é uma boa pessoa, tentando fazer sua família feliz apesar de tudo.

Delphine é uma peça à parte. Uma francesa de Monmartre cujo pai amava a música e passou para ela todo esse amor. Ela, casada já a algum tempo vê-se enamorada por outra pessoa e sua vida vira de cabeça para baixo. País diferente, pessoas diferente, uma situação extrema que só piora sua vida no novo local. Ela é aquela que, mesmo rodeada de pessoas, ainda estava se sentindo sozinha e encontra em uma pessoa sua salvação e sua perdição.


Eee a minha preferida é Kate! Uma moça New Yorker que tem uma união diferente daquilo que sua família acha correto. Ela é contra essa coisa toda de anéis de diamante, consumismo desenfreado, junkie food... Tem uma filha adorável que tenta manter longe de toda as coisas que podem fazer mal e se vê em apuros quando lhe convidam para ser madrinha de casamento. É engraçado ver seu quase surto o tempo todo e que seus questionamento realmente fazem um enorme sentido.

Essas pessoas tão diferentes veem suas vidas unidas apenas pelo diamante. É incrível ver que realmente a vida domina nossas vidas de maneira completa – já notou que quando você entra em um site de comprar, ele imediatamente aparece anunciando em seu facebook? – Parece que realmente não temos nenhum controle de nossas vidas e que somos apenas peões da mídia e grandes empresas hoje em dia. Queremos o que elas querem que queiramos, na maior parte das vezes.

E, no final, ainda tempos que suportar ouvir uma frase assim de um homem que apronta algo muito ruim e não sabe não ser perdoado
É um livro que te faz refletir sobre várias coisas, em especial no ponto de evolução em que estamos como sociedade e seres inter-relacionais.

Vale muito a leitura!


Resenhado por: 


19.10.15

Insurgente - Veronica Roth

"Insurgente. Substantivo. Uma pessoa que age em oposição à autoridade estabelecida, mas que não é necessariamente considerada agressiva."


Título Original: Insurgent
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco Jovens Leitores
Sinopse: Uma escolha poderá destruir tudo!
Mais uma inebriante e emocionante história, repleta de reviravoltas, corações partidos, romance e poderosas revelações sobre a natureza humana. Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas.
Em Insurgente, segundo volume da bem-sucedida série de distopia que conquistou os fãs de Jogos Vorazes e alcançou o primeiro lugar na disputada lista dos mais vendidos do The New York Times, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama e a própria vida enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor.




Sempre gosto de ler o livro antes de ver a adaptação cinematográfica. Com Divergente eu fiz isso e agora com Insurgente, também. Até esperei sair a adaptação para ler o livro para já assistir com minha opinião meio que formada... Neste livro, as coisas estão um pouco mais tensas, pois há um mistério a respeito da sociedade da "nova Chicago". Pois, não sei se quem leu lembra, os portões são trancados pelo lado de fora, impedindo que qualquer um saia... Mas a facção da Amizade fica do lado de fora. Então... se há monstros, por que uma das facções está à mercê deles?

Tris, Quatro, Caleb... Todos eles estão diante de um dilema, com notícias que podem mudar a sociedade que eles conhecem. A cidade está em pé de guerra, com Jeanine ainda perseguindo os Divergentes e neste livro descobre-se a razão de tanto ódio contra eles. Eles são tipo as criaturas mágicas que todo mundo tem medo e conta histórias de terror para seus filhos, isso fica bem claro com algumas atitudes das pessoas.

Tudo é uma questão de escolha. Se você escolhe acreditar naquilo ou não. Se você escolhe abandonar tudo o que conhece e confiar em seus instintos. Se você escolhe ser aquilo que querem que você seja. Se você escolhe ser forte ou fraca. Até mesmo a não-escolha é uma escolha... Se escolhemos uma coisa, deixamos de escolher outra. Se escolhemos ajudar uma pessoa, outra deixa de ser ajudada... É uma coisa complexa, essa coisa da escolha e a culpa que ela nos traz.

"Uma escolha se torna um sacrifício. Uma escolha se torna uma perda. Uma escolha se torna um fardo. Uma escolha se torna uma batalha. Uma escolha pode te destruir."


Imagine agora que suas escolhas podem destruir o mundo como você o conhece. Ou salvá-lo... Sua escolha pode mostrar a verdade para todo mundo e, aquele que você ama, escolhe algo diferente. E a partir daquele momento, suas escolhas te fazem traí-lo, desde o começo... A culpa é arrasadora, você se destrói. Tris escolheu isso.

Mas somente a destruição de algo - ou alguém - permite o recomeço. O caos é responsável pela movimentação do ser em direção a um novo "eu".

O livro é empolgante e nos mostra a responsabilidade que Tris e Quatro tem com a sociedade das facções e tem umas boas reviravoltas, coisas que não se imagina que poderiam acontecer. Mostra também um pouco mais da Facção da Amizade, o que é bem legal. É uma boa leitura, difícil de parar depois que se começa.
Deixe a culpa ensiná-la a como se comportar da próxima vez. - Insurgente