Menu

29.10.15

Dom Pedro I Vampiro - Nazarethe Fonseca

Dom Pedro I Vampiro

Capa comum: 336 páginas
Autora: Nazarethe Fonseca
Editora: Planeta; Edição: 1ª (22 de julho de 2015)
Idioma: Português

Sinopse:
A vida de Pedro já havia sido bem diferente. Em outro momento, ele foi mortal. Muito jovem, teve de enfrentar o desafio de governar uma colônia corrupta e falida, atividade da qual fez questão de livrar-se na primeira oportunidade.Cansado e ser contido ou controlado, o que não combinava com o seu temperamento, declarou independência de um país tropical, sobre o qual haviam depositado muitas esperanças, mas que andava pouco acreditado. E Pedro o fez prosperar, contra tudo e contra todos!Amado, odiado, disputado pelas mulheres, sedento de sangue e de poder, governou o Brasil e nele deixou marcas profundas de suas paixões e desejos. Reis, rainhas e imperadores tornam-se imortais através da morte, como aconteceu a Dom Pedro I, que, por um golpe do destino torna - se um vampiro.


O que relatar de um livro de uma autora que eu admiro? O que proferir se a cada livro que leio da Nazarethe Fonseca o fascínio por sua escrita só aumenta pelo seu modo fantástico de descrever uma história?

Em Dom Pedro I Vampiro ela não decepcionou. Ela realizou um empreendimento memorável, onde ao inserir um personagem tão conhecido da história como Dom Pedro I, o Imperador do Brasil deu nova dimensão ao passado, tornando a biografia de Pedro simplesmente fascinante. Apesar do livro abordar sobre o vampirismo ela não se limita apenas a dentes afiados, olhos vermelhos, mortes atrozes e medo do sol. Ela consegue envolver mesmo o mais leigo leitor que não teve contato nenhum com histórias de vampiros a aquele que detesta história do Brasil – assim com eu. Foi um trabalho excepcional, descrevendo personagens históricos e acontecimentos de maneira envolvente de forma que a obra consegue ser acessível a todos os gostos literários.

A história é narrada por Dom Pedro I, com uma estrutura de narrativa-base com entalhes entre o passado e presente. Além da narrativa se avolumar, avançando em cada capítulo, para um ápice de cair o queixo a rica narrativa enriquece a obra nos tornando cativo a cada linha escrita. Com maestria, ficção e história deram as mãos e a história criada é tão real que senti em certos momentos o hálito quente de Pedro em meu pescoço...

O conflito que Dom Pedro passa por toda a história é real. Uma luta de um Imperador contra uma sociedade, contra o sobrenatural e principalmente contra ele mesmo. Um personagem a frente de seu tempo, com fama de mulherengo, aventureiro e boêmio, que pagou muito caro para manter as aparências e financiar seus gastos pessoais. Independência ou morte, um grito para libertação do Brasil ou um brado pessoal do nosso querido Imperador?

O livro tem uma linda estrutura, a capa muito bem realizada, a fonte agradável e folhas amareladas são um complemento ao talento de nossa autora Nazarethe Fonseca. Um livro que foge do estereótipo de um exemplar comum de vampiros que lemos por aí. Livro viciante que recomendo a todos!


28.10.15

O Álbum - Timothy Lewis





Título Original: Forever Friday
Autor: Timothy Lewis
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013~2015
Sinopse: Para Adam, negociante de objetos usados, a casa de Gabe Alexander é apenas uma propriedade que será esvaziada e vendida pelo maior lance. Entretanto, em meio às prateleiras repletas de relíquias, um álbum antigo atrai sua atenção. Nele há cartões-postais amarelados pelo tempo, escritos ao longo de 60 anos. Intrigado, Adam começa a lê-los: eles estão cheios de frases românticas e delicadas, as provas do amor incondicional entre Gabe e Pearl Alexander.



Desde o primeiro momento em que vi esse livro, já fiquei ansiosa para lê-lo.

E foi tudo o que eu esperava.


"Porque, Adam... Sem perguntas profundas há apenas respostas superficiais."

Pearl é uma mulher incrível, com uma esperança ferrenha de que irá encontrar sua alma gêmea, depois de ter provas disso quando criança. Sua infância foi em uma casa cheia de irmãos, sendo que ela é a caçula (embora tenha um irmão gêmeo, este ainda é mais velho) e não era a típica menininha: parecia mais um menino, preferindo ser chamada de Huck. E assim ela foi chamada a vida toda. Uma pequena feminista de opinião, não via sentido na maior parte das convenções de comportamento.

Cresceu em uma casa religiosa, então o livro tem muito sobre Deus e Anjos, uma vez que ela diz viver uma vida abençoada. Tornou-se professora para solucionar um problema causado em sua infância e simplesmente ama o que faz. Sua vida ia muito bem, estava noiva de seu amor de infância, Clark, quando conheceu Gabe Alexander em um dia comum de sua vida.



Com um amor que todos desejam em suas vidas, Gabe e Huck devotaram-se um ao outro, passando por várias intempéries, mas nunca deixando de se amar. Gabe possui uma teoria que nomeou de Divisão Longa, que é o tempo que os casais começam a se afastar até que se separam de fato. Eles fazem de tudo para que isso não aconteça com eles, Gabe em especial. Ele prometeu que surpreenderia sua esposa sempre, então decide mandar para ela um cartão postal com uma poesia escrita por ele, para ela toda sexta-feira, até o fim de suas vidas. São declarações de amor inspiradas em suas vidas diárias, coisas que amam um no outro ou que aconteceram e foram marcantes.

Adam, depois que Huck foi para um asilo já bem velhinha, encontra esses cartões postais escondidos junto com álbuns de fotos que iriam para o lixo. Separado há pouco tempo, acredita que saber mais da vida de Huck e Gabe, irá descobrir a razão que levou seu casamento ao fim.

Buscando mais informações, acabou encontrando Yevette, filha da empregada do casal Alexander e que sabe toda a história deles. E acaba encontrando uma resposta, mas não a que queria.

Esse livro nos ensina a nunca perder a esperança em nossas vidas. Seja num relacionamento, seja num sonho, numa viagem, um emprego, a crença de que um momento tempestuoso irá passar. Basta acreditar.



27.10.15

Novidades do mês de Outubro!





A Farol literário vem este mês nos apresentar seu lançamento, o novo livro de Teri Terry, já famosa pela sére Reiniciados! Uma distopia que promete nos envolver e surpreender como nenhuma outra, justamente o que você estava precisando!

Neste link você pode conferir o primeiro capítulo desta história!


Jogos Mentais
Autora: Teri Terry

Assunto: Jovens Adultos

ISBN: 9788582770917

Idioma: Português
1ª edição 2015
BROCHURA COM VERNIZ | 480 PÁGINAS | 14X21CM
Sinopse: Luna vive em um mundo em que, todos os dias, milhares de pessoas se plugam a uma realidade virtual onde podem fazer tudo: se divertir, ir às compras ou estudar. Porém, ao se conectar, ela é capaz de vivenciar os dois mundos ao mesmo tempo, uma habilidade muito rara que ela deve manter em segredo. Mas ao ser convocada para um importante teste na escola, Luna sente que seu segredo poderá ser revelado. A partir daí uma série de estranhos acontecimentos a levam a questionamentos e descobertas inusitadas sobre os dois mundos. Agora ela precisará decidir o que fazer, pois as suas escolhas terão consequências incalculáveis para todos! Da mesma autora da premiada série Reiniciados, Jogos Mentais irá levar você por uma trama envolvendo Hackers, conspirações e grandes corporações do governo, fazendo-o acessar mundos que escondem verdades surpreendentes.


Sobre a Autora: Teri Terry vive na Inglaterra, mas já morou na França, no Canadá e na Austrália, o que lherendeu certa obsessão por personagens que se sentem estrangeiros no lugar onde vivem.

Já administrou empresas, trabalhou em escolas e bibliotecas e chegou a atuar como  cientista, advogada e até optometrista! Escrever sempre fez parte da sua vida, mas foi só a partir de 2004 que ela começou a fazer disso seu trabalho. Hoje, mora num condado no sudoesteda Inglaterra, detesta brócolis, ama gatos e, depois de tantas profissões, finalmente descobriuque criar histórias é o que quer fazer pelo resto da vida.








Parece que os aliens estão invadido o mundo literário!

A Editora Valentina nos traz o primeiro livro da saga Lux, já bem conhecida fora do Brasil (atingiu primeiro lugar de vendas segundo o The New York Times), tendo mais de um milhão de exemplares vendidos, é a promessa deste mês, com lançamento no dia 30/10 (tanto o livro físico quanto o e-book).

A história é sobre uma menina que tem um alien gatíssimo de olhos verdes como vizinho. É uma ficção científica não-clássica (creio que seria meio bizarra ver o gatão do Daemon cheio de tentáculos, né?)

Segundo informações que temos, o livro ficou tão famoso no estrangeiro que terá uma adaptação cinematográfica, com roteirista já contratado!




Sinopse: Começar de novo é um saco.

Quando a gente se mudou para o interior, bem no início do último ano do colégio, eu já vinha me preparando para o sotaque caipira, o tédio, a internet lenta e um monte de chatices... Até dar de cara com o meu vizinho lindo e seus intimidantes olhos verdes. Hummm... os prognósticos estavam melhorando.


Até que... ele abriu a boca.


Daemon é irritante. Arrogante. Dá vontade de matar. A gente não se dá bem. Não mesmo. Mas, quando um caminhão quase me transforma em panqueca, o garoto literalmente congela o tempo com um aceno de mão, e aí, bom, algo inesperado acontece.


O alien gato (meu vizinho) tem poderes!!!


Você me ouviu bem. ALIEN! A verdade é que ele e a irmã têm uma galáxia de inimigos que querem roubar seus poderes. O rastro que deixou em mim brilha como uma árvore de Natal, e isso não é nada bom. O único jeito de sair viva dessa é ficar colada em Deamon, até a magia alienígena desaparecer.


Quer dizer, isso se eu não matar o cara primeiro.



Se quiserem conferir o primeiro capítulo de Obsidiana, cliquem aqui!






E tcharaaaam! A Editora Agir Now fez uma enquete para escolher o nome de seu novo lançamento, o primeiro livro da série Firebird da autora Claudia Gray que parece ser incrível demais e esta que vos fala tá doidinha pra tê-lo nas mãos *cof cof*, cujo título original é A Thousand Pieces of You terá, no Brasil, o título deeeeee:


Sinopse: Os pais de Marguerite Caine são físicos conhecidos por suas conquistas científicas radicais. A invenção mais surpreendente deles é o Firebird, que permite que seus usuários pulem para universos paralelos, alguns completamente diferentes do nosso. Mas quando o pai de Marguerite é assassinado, o assassino, – Paul, o enigmático e belo assistente – escapa para outra dimensão antes que possa ser julgado.

Marguerite não pode deixar que o homem que destruiu sua família fica livre, então ela corre atrás de Paul através de diferentes universos, nos quais suas vidas se entrelaçam de formas familiares. A cada encontro ela começa a questionar a culpa de Paul – e seu próprio coração. Logo ela irá descobrir que a verdade sobre a morte de seu pai é mais sinistra do que ela pode imaginar.

“Mil pedaços de você” explora uma realidade onde testemunhamos as incontáveis outras vidas que podemos levar em um universo incrivelmente intrincado e nos perguntar se no meio de infinitas possibilidades o amor pode durar."


Adooooro quando as editoras mantém o título ao estilo original!

Sinopse: 

O livro será lançado em novembro pela Agir Now e os gringos já possuem até mesmo o segundo volume da série lançado, com o título de Ten Thousand Skies Above You.

Capas Originais da série.


26.10.15

A Noiva Fantasma - Yangsze Choo





Título Original: The Ghost Bride
Autora: Yangsze Choo
Editora: DARKSIDE
Ano: 2013-2015
Sinopse: “Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma...”

1893. Li Lan é uma jovem que recebeu educação e cultura, mas que vive sem grandes perspectivas depois da falência de seus pais. Até surgir uma proposta capaz de mudar sua vida para sempre: casar-se com o herdeiro de uma família rica e poderosa. Há apenas um detalhe: seu noivo está morto.

A NOIVA FANTASMA, que a DarkSide® Books publica no Brasil em 2015, é o surpreendente romance de estreia de Yangsze Choo, a escritora de ascendência oriental que está encantando fãs por todo o mundo.

Por mais fantásticas que pareçam, as noivas fantasmas ainda resistem até hoje em parte da cultura asiática. A prática, que chegou a ser banida por Mao Tsé-Tung durante a Revolução Cultural, foi muito frequente na China e na Malaia (hoje Malásia) no final do século XIX. O casamento era usado para tranquilizar um espírito inquieto, e garantir um lar e estabilidade para as mulheres que diziam "sim" a maridos já falecidos. É claro que elas tinham um preço alto a pagar, e com Li Lan não seria diferente.

Evocando obras como Neverwhere, de Neil Gaiman, A NOIVA FANTASMA é uma história impressionante sobre o amor sobrenatural e sobre o amadurecimento, escrita por uma extraordinária nova voz da ficção contemporânea. Eleito o Livro da Semana pela Oprah.com, entrou em diversas listas de melhores livros do ano, como Indie Next List’s Pick, Glamour Magazine Beach Read, The Bookseller Editor's Pick e Library Journal Barbara's Pick.


U-A-U!

A autora Yangsze Choo
Depois de O Demonologista, este, de todos os livros da Darkside que li até hoje, se tornou o melhor dessa editora linda (para mim). Tá que não li muitos dela, mas sempre procuro ter pelo menos um livro por mês. E o escolhido deste foi esse romance da Choo que me chocou completamente.

Pan Li Lan (acho que é assim que se escreveria o nome dela todo) é uma jovem de dezoito anos cuja família, residente em Malaca (Malásia) no bairro de comerciantes, está à beira de falência. Anos antes, sua casa foi acometida pela varíola, devastando-a. Seu pai guarda marcas terríveis dessa doença em seu corpo, o que o desestimulou a prosseguir com os negócios da família e o fez cair no vício em ópio. Por conta disso, Li Lan teve sua educação voltada aos estudos e aos livros e não a ser senhora de uma casa, costura e outras coisas voltadas para o papel da mulher em 1893. Mesmo seu casamento foi esquecido pelo pai.


No livro, existe a ideia de que aqueles que realmente se amam possuem um cordão dourado que os ligam na morte. Também existe essa ideia nas tradições orientais.
Li Lan foi criada por Amah, uma espécie de governanta/babá da cultura (e. pelo que entendi, possuem toda uma sociedade de Amahs!) que lhe educou o máximo e melhor que pode. Uma mulher de idade avançada supersticiosa e dedicada à família, usando até mesmo suas economias para cuidar de Li Lan adequadamente.

Tudo começa quando Li Lan recebe uma proposta de casamento que seria vantajoso para sua família, uma vez que liquidariam todas as dívidas de seu pai e os manteriam em segurança financeira pelo resto de seus dias. O pedido vem de uma família rica de Malaca, a família Lim, que já possuía laços com a família Pan e até mesmo uma promessa de casamento. Porém, não era o que o pai imaginava.
O filho herdeiro da família Lim faleceu por uma febre misteriosa e, para aplacar sua fúria, propõem um casamento fantasma com Li Lan. Ela e seu pai, que sempre foram céticos, não acreditam em fantasmas ou antigas superstições mas a jovem se vê presa em um mundo completamente estranho para ela. Um fantasma domina seus sonhos enquanto seu pai não responde negativamente a oferta da outra família então sua Amah resolve tomar o caso com suas próprias mãos, levando a menina a uma médium. As coisas a partir daí apenas pioram...



Há ainda em culturas orientais o costume de casar a noiva/noivo com símbolos para tirar algum sinal de infortúnio ou má sorte antes de realizar um casamento com outra pessoa. Porém, casar com um morto não é tãaao comum e não é muito aceito, uma vez que a pessoa ficaria ligada ao morto pelo resto de sua vida. É aceito no caso de o casal ter falecido sem realizar a cerimônia mas, no caso do livro, not cool. Lim Tian Ching (o nome do noivo) seria representado por um galo durante a cerimônia.

Fanart d'A Noiva Fantasma
O livro é muito interessante pois retrata toda a cultura e história da Malásia naquele século: o domínio britânico, a influência da cultura chinesa, a chegada de outros estrangeiros e como os malásios se misturaram a eles mantendo suas tradições; bem como a cultura supersticiosa: as criaturas, como acreditam que é o Além, a vida após a morte. É claro que a autora deu seus toques especiais a tudo, mas ainda assim vale muito a pena ler para ter um pequeno vislumbre de algo completamente diferente do Céu e Inferno que estamos acostumados.

Capa Original


Há muito romance, uma vez que Li Lan é uma jovem que nunca teve a chance de conviver muito com rapazes – ela parece que se apaixona a cada novo jovem que aparece, ou que se deixa encantar por eles. Temos até um triangulo amoroso e fantasmas rancorosos. É bem interesse ver que o maior perigo para ela nem são os demônios ou criaturas fantásticas mas sim os próprios seres humanos.

A capa e mais uma obra de arte da DarkSide: capa dura forrada, folhas bem trabalhadas e desenhadas. É uma qualidade que hoje só vejo na DarkSide.


Resenhado por: 




25.10.15

Minha Vez de Brilhar - Erin E. Moulton


Capa dura: 288 páginas

Autora: Erin E. Moulton

Editora: Novo Conceito

Selo: #Irado

Idioma: Português

Sinopse:

Em uma noite, Indie faz um pedido para uma estrela. Ela quer muito reencontrar a sua lagosta de estimação, e também quer que sua irmã Bibi volte a gostar dela. Mas ter os seus desejos realizados pode exigir dedicação integral! Indie trabalha no teatro durante o dia, mostrando a Bibi e seus amigos o quanto ela pode ser útil. À noite, ela procura sua lagosta perdida, e para isso conta com a ajuda de seu novo grande amigo, Owen. Tudo vai bem até que Bibi e sua turma começam a pegar no pé de Owen, o maior exemplo de nerd e futuro loser. Será que Indie vai conseguir manter em segredo sua amizade com Owen? Será que, para ser uma pessoa melhor, Indie precisa mesmo ser diferente?

O livro Minha Vez de Brilhar tem tudo que considero útil numa literatura infanto-juvenil, desde personagens cativantes a uma história agradável e cheia de delicadeza.

Indie Lee Chickory de apenas 12 anos está se encaminhando para seu último dia de aula na escola onde definitivamente ela não consegue se sentir uma pessoa normal. Sua irmã mais velha Bibi, diferente dela, parece ter sido feita para aquela escola, se veste como ou outros e nunca parece cheirar a peixe podre como ela sempre cheira. Quando Indie acidentalmente leva sua lagosta dourada Monty Cola para a escola naquele último dia de aula, ela faz muito mais do que chamar a atenção para si e envergonhar a irmã Bibi, ela foge da escola para colocar Monty na água em segurança. Mas quando chega ao mar, ela acaba perdendo sua lagosta amada e agora definitivamente Indie tem que descobrir não só como encontrar Monty, mas também como não ser tão excêntrica e não prejudicar mais sua irmã amada.
"Para conseguir realizar algo, 20% é o que temos que fazer e 80% é o que temos de acreditar."
Heroína da história, Indie, brilha com sua forte personalidade e compaixão e se recusa a não ser ninguém além dela mesma. Ela é uma heroína que os leitores vão se relacionar facilmente e querer tomar para si. Owen, seu amigo nerd é um menino original, inteligente e fascinante. Eu amo a amizade que se forma entre os dois e como genuína ela é. A relação de irmãs entre Indie e Bibi é muito realista, cheia de lutas e amor. E, claro, Monty Cola, a lagosta é completamente o dono da história.

"Só porque outras pessoas são idiotas não significa que haja algo de errado com o restante de nós - digo, olhando para a lagosta dourada. - Veja Monty, por exemplo. Ela é diferente, e nós a amamos."
A narrativa é peculiar, mas de uma maneira boa onde encontramos um animal de estimação que desaparece, estrela mais brilhante da constelação de Peixes, um barco em uma árvore, uma pequena comunidade de pessoas ecléticas e uma tocante e fiel amizade entre duas pessoas tão distintas. A jornada de Indie para encontrar Monty está cheio de novas experiências, novos amigos, lições de vida e um monte de risadas.

”Passo o polegar pelo pingente e envio o pedido lá para o céu. Quero ser uma Chickory que consiga fazer a mamãe e papi sorrirem. Uma chickory que consiga encontrar a lagosta Monty Cola. Uma Chickory muito boa, não a peixólatra de Plumtown.” 
Minha Vez de Brilhar é uma leitura breve, mas muito agradável. Erin Moulton elaborou uma narrativa bem escrita, graciosa e tocante com uma heroína simplesmente apaixonante. Bem ritmada e recheada de grandes momentos, a autora consegue captar a essência da juventude maravilhosamente e garanto que leitores de todas as idades serão cativados do começo ao fim. A autora sobe oferecer aos leitores uma mensagem reconfortante e animadora sobre amizade, amor e aceitação.