Menu

30.11.15

Julieta - Anne Fortier


“Tudo o que dizemos é uma história. Mas nada do que dizemos é apenas uma história.”


Título Original: Juliet
Autora:  Anne Fortier
Editora: Arqueiro
Ano: 2010
Sinopse: “Em seu excelente romance de estreia, Anne Fortier navega por entre pistas falsas e reviravoltas, e o resultado é uma história de amor que poderíamos chamar de O Código Da Vinci para mulheres inteligentes e modernas.” Publisher’s Weekly

Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, mas, desde que seus pais morreram, foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose.

Quando Rose morre, deixa a casa para Janice. Para Julie restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei.

A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar muito antigo e misterioso. Intrigada, Julie parte para Siena.

Mas tudo o que a mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio.

O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue as duas famílias.

E, levando-se em conta sua linhagem e seu nome de batismo, Julie provavelmente é a próxima vítima. Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo.

Repleto de romance, suspense e reviravoltas, Julieta nos leva a uma deliciosa viagem a duas Sienas: a de 1340 e a de hoje. É a história de uma lenda imortalizada por Shakespeare. Mas é também a história de uma mulher moderna que descobre suas origens, sua identidade e um sentimento devastador e completamente novo para ela: o amor.




Não esperava gostar tanto desse livro como acabei gostando. Toda vez que retornava a ele, demorava a deixá-lo de lado pela envolvente narração de Anne Fortier. Repleta de mistério e reviravoltas, não há como ter certeza de nenhum acontecimento.
Quando você acredita que desvendou um dos mistérios – Ahá! Por essa você não esperava!

As personagens possuem personalidades contrárias – bem aquela coisa de gêmea boa, gêmea má. Enquanto Julie – Giulietta – é pacifista com um currículo de protestos por acidentes, contra armas, é boazinha e tenta propositalmente fazer tudo o que sua irmã não faz; já Janice – Gianozza – é aquela bom vivant que faz tudo o que tem vontade, carregando seu tom sarcástico e irônico, a típica personagem que você pode não gostar por passar por cima de qualquer um para ter o que quer.

“[...] Naquele dia, comecei a pensar nela e me dei conta de que era muito estranho ser Romeo quando não havia uma Julieta no mundo. Estranho e solitário.”

A história que se passa em 1340 é completamente diferente daquela que Shakespeare eternizou. A mãe da autora fez diversas pesquisas em Siena para que Anne pudesse escrever com a maior precisão possível sobre os fatos que aconteceram naquele século e a escritora trouxe de volta à vida pessoas que existiram há tantos. Talvez suas personalidades não fossem aquelas mesmas, mas sinceramente gosto agora muito mais de Julieta depois de ler seu romance do que da Julieta do Bardo. Giullieta é uma jovem vigorosa e forte em suas opiniões. Não aquela menina dócil e meiga que quase todos representam. Ela luta com todas as suas forças diante da Fortuna, mesmo quando já não via mais saídas em seu destino.

“Janice sempre dissera que a pessoa precisa sofrer pelo menos uma desilusão para crescer e descobrir quem realmente é.[...]”

Romeu é quase um coadjuvante, porém ainda tem seu valor quando enfrenta publicamente Salimbeni – o cara mais malvadão de todos – tomando para si Julieta e praguejando aos céus a injustiça que estava sendo cometida. Achei todos os personagens mais humanos, em todas as suas características: bons, maus, em cima do muro... Tomados por arrependimentos e com ações que na obra shakespeariana passa batido.

Julieta, Frei Lorenzo e Romeo
Diante da descoberta que seus antepassados eram figuras tão históricas, Julie se depara com essa maldição e pessoas que realmente acreditam nela! E, como ela está falida, um tesouro bem que cairia como uma luva em suas necessidades, uma vez que sua tia não deixou para ela nada mais que uma carta, dizendo que precisava ir atrás do que sua mãe, uma mulher obcecada com a história da família e essa maldição, havia deixado para ela no banco de sua família. A partir disso, ela se vê em perigo, sozinha em uma cidade que aparentemente todos sabem de sua história, menos ela.

Enfim, recomendo demais a leitura! Ela avança de um jeito gostoso de seguir, que torna a escrita longa nada chata de se continuar.

Resenhado por:


27.11.15

O Vilarejo – Raphael Montes

o vilarejo

Edição: 1
Editora: Suma de Letras
Ano: 2015
Páginas: 96
Autora: Raphael Montes

Sinopse: Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.
As histórias podem ser lidas em qualquer ordem, sem prejuízo de sua compreensão, mas se relacionam de maneira complexa, de modo que ao término da leitura as narrativas convergem para uma única e surpreendente conclusão.

***

Comecei a leitura sem expectativas. Não sabia o que exatamente encontrar nesse livro, já que eu não li seu trabalho anterior, o livro Dias Perfeitos.

O horror do livro não vem de nada que seja sobrenatural. Nós temos esse horror em nós e Raphael acaba por utilizar cada um deles de modo extraordinário. Mostra nossa parte da natureza mesquinha e cruel.

O Vilarejo é contado em sete contos. Em cada um, um pecado capital é abordado: gula, inveja, soberba, luxúria, preguiça, ganância e ira. Supostamente, o padre e demonologista, Peter Binsfeld, teria escrito cada conto, em 1589, relacionando cada pecado capital a cada um dos Setes Reis do Inferno, demônios. Eles eram responsáveis por invocar o seu pecado em cada ser humano, semeando a degradação e corrupção do ser. Todos os personagens vão se envolvendo com um deles e a partir daí a natureza egoísta toma conta.

vila

Os contos são curtos e rápidos. Porém isso não interfere em nada na compreensão de cada um. Os personagens são todos do mesmo vilarejo, então algum personagem de um conto pode aparecer em outro. Os contos não estão em ordem cronológica o que não interfere no seu entendimento e permite que possa ser lido em qualquer ordem. No entanto, recomendo que o primeiro e o sétimo contos sejam lidos na ordem estabelecida pelo autor. O impacto será maior...

As imagens foram feitas por Marcelo Damm. Cada traço trás vida a um acontecimentos do horror descrito. As imagens ficaram muito bem feitas. Elas nos trazem a sensação de ser um expectador de cada acontecimento.

Na primeira parte do livro temos o prefácio, ele nos relata como esses contos chegaram às mãos do autor. Foi ali que Raphael Montes me conquistou. Ele foi bastante persistente em identificar a língua no qual os contos foram escritos. A língua desconhecida seria o cimério, uma língua morta há anos. Persistiu até conseguir traduzir os contos. Raphael se apresenta apenas como um mero tradutor dos contos.

image

O autor me conquistou e me enrolou. Fui lendo e acreditando de verdade que os contos relatados realmente aconteceram, ou no mínimo chegaram perto de ser reais. E eu me senti boba por ter sido enganada. Boba, mas satisfeita. A sensação de prazer foi intensa. Incrível como ele me levou a envolver na leitura e me fazer acreditar em cada palavra descrita.

Se eu recomendo? Claro que sim. Leia e se delicie. Ou choque-se.

image

crislane

Crislane Barbosa

http://www.skoob.com.br/usuario/368409


25.11.15

Ardente ⁄ Em chamas - Sylvia Day

Ardente Em chamas
Capa comum: 216 páginas
Autora: Sylvia Day
Editora: Companhia das Letras (7 de abril de 2015)
Idioma: Português

Sinopse:


Nunca misture trabalho com prazer. Nunca fale de política dentro do quarto. De certa forma, no momento em que me tornei amante de Jackson Rutledge, fiz exatamente essas duas coisas. E não posso dizer que foi por falta de aviso. 
Dois anos depois, ele voltou. Mas eu não era mais a garotinha que ele havia conhecido, ao passo que ele não mudara nada. Ao contrário da última vez em que nos esbarramos, eu sabia exatamente com quem estava lidando… e quão viciante seu toque poderia ser. Só que desta vez eu conhecia as regras do jogo. No ambiente competitivo e impiedoso do mundo dos negócios, há uma regra que vale para todo mundo: mantenha seus inimigos por perto, e seus ex-amantes mais perto ainda…





Uma leitura rápida e fluída – era tudo que eu precisava para um fim de tarde e Ardente Em chamas foi com certeza uma excelente opção. A escrita da aclamada diva Sylvia Day é de fato contaminante, você tenta parar de ler, porém simplesmente não consegue, além de ser muito erótica e fascinante. Assim, mais uma vez a danada conseguiu me tornar cativa e apaixonada por mais um herói maravilhosamente sedutor, lindo e gostosamente imperfeito.

A devastadora paixão e fagulhas corporais da proeminente atração entre Jax e Gia correram soltas página a fora e sinceramente eu queria que o livro de fim de tarde tivesse umas páginas a mais.


A história além do forte apelo sexual mostra que todos merecemos uma segunda chance mesmo que o término seja doloroso e inevitável. Que é sempre importante pararmos para expor nossos sentimentos e reavaliar os verdadeiros motivos que ás vezes nos transportam para longe de nossas vontades e desejos. Nossos protagonistas tinham se afastado há quase dois anos atrás, mas quando se reencontraram tudo reacendeu de forma escaldante como a paixão, a luxúria e claro, velhos ressentimentos.


Gia foi uma heroína maravilhosa, gostei bastante da personagem criada pela Sylvia Day. Dona de uma personalidade forte era uma mulher independente, que lutava pelo que queria e para Gia, não era uma opção suportar novamente o mesmo sofrimento a que Jax lhe impusera há tempos atrás, não importando seus palpáveis sentimentos e o clamor do seu corpo toda vez que o via.


Jax mais uma vez foi o sonho de qualquer mulher: viril, sedutor, lindo de morrer e quente como o inferno. Apesar do fato dele ter destruído o pobre coração de Gia torci muito para que ele pudesse ter a chance de reconquistá-la.


Embora o livro soe clichê, fiquei com gostinho de quero mais. Não é um livro para aqueles críticos chatos que ficam de plantão só esperando para alfinetar meus queridos livros hots, mas um livro para descontrair, suspirar e torcer por um final feliz!




24.11.15

A Irmandade Perdida - Anne Fortier




Título Original: The Lost Sisterhood
Autora: Anne Fortier
Editora: Arqueiro
Sinopse: Diana Morgan é professora da renomada Universidade de Oxford. Especialista em mitologia grega, tem verdadeira obsessão pelo assunto desde a infância, quando sua excêntrica avó alegou ser uma amazona – e desapareceu sem deixar vestígios. 

No mundo acadêmico, a fixação de Diana pelas amazonas é motivo de piada, porém ela acaba recebendo uma oferta irrecusável de uma misteriosa instituição. Financiada pela Fundação Skolsky, a pesquisadora viaja para o norte da África, onde conhece Nick Barrán, um homem enigmático que a guia até um templo recém-encontrado, encoberto há 3 mil anos pela areia do deserto. 

Com a ajuda de um caderno deixado pela avó, Diana começa a decifrar as estranhas inscrições registradas no templo e logo encontra o nome de Mirina, a primeira rainha amazona. Na Idade do Bronze, ela atravessou o Mediterrâneo em uma tentativa heroica de libertar suas irmãs, sequestradas por piratas gregos. 

Seguindo os rastros dessas guerreiras, Diana e Nick se lançam em uma jornada em busca da verdade por trás do mito – algo capaz de mudar suas vidas, mas também de despertar a ganância de colecionadores de arte dispostos a tudo para pôr as mãos no lendário Tesouro das Amazonas. 

Entrelaçando passado e presente e percorrendo Inglaterra, Argélia, Grécia e as ruínas de Troia, A irmandade perdida é uma aventura apaixonante sobre duas mulheres separadas por milênios, mas com uma luta em comum: manter vivas as amazonas e preservar seu legado para a humanidade.



Capa Original
"Quem controla o presente controla o passado." - George Orwell

Gente, essa Anne Fortier escreve bem demais da conta, sô!

A Irmandade Perdida foi bem além de todas as minhas expectativas. Se eu já gostava da escritora por “Julieta”, nesse livro eu me apaixonei de fato. Não há história melhor no mundo que uma investigação sobre um tema tão polêmico: amazonas!

Admito que sou aficionada por elas, estudei (amadoramente, é claro) sobre o mito. Também sou apaixonada por mitologias, em especial a grega. Então, para mim, esse livro foi um prato cheio de chocolate com avelã!

Anne consegue trazer a vida personagens antigas como Pentesilea, Hipólita, Hércules, Páris e tantos outros de uma forma completamente nova e inusitada, uma vez que ela reconta seus mitos à sua própria maneira, conforme as mulheres do antigo Templo da Deusa da Lua vão seguindo seu Destino em busca e vingança. 

"A morte é um teste. Ela nos força a lembrar que somos humanos, não animais."

Ao mesmo tempo, ela relata a história de Diana Morgan, e seu próprio caminho. Acadêmica de Oxford, doutora em filologia (estuda linguagens em fontes históricas) (obs: eu não sabia que essa palavra existia! =x), é alvo de chacota no meio acadêmico (de um professor machista em especial) por sua obsessão nas históricas amazonas. Estava num dia particularmente ruim quando um homem misterioso surge em nome de uma fundação desconhecida e lhe informa que descobriram um templo dedicado as amazonas e precisam dela para desvendar a linguagem encontrada. 

Entre um cargo nada seguro na faculdade e a descoberta de sua vida, uma pessoa de seu passado a quem ela espera reencontrar, ela acaba se colocando num fogo cruzado que nada tinha a ver com sua vida até então. Organizações obscuras e perigosas acabam indo em seu encalço durante sua busca por respostas e novas descobertas. 

É incrível como a autora consegue casar sempre tão bem o passado e o futuro (também foi assim em 
Anne Fortier
“Julieta”), deixando o leitor ansioso a cada novo capítulo. O livro foi dividido em 4 partes: Crepúsculo, Aurora, Sol, Zênite, Eclipse e Equinócio, de acordo com seu conteúdo. A escrita é muito bem elaborada e te prende como um rato numa ratoeira. 

É sempre bem ver a valorização do Girl Power em uma história, que tentam se desenvolver por conta própria. Mas infelizmente teve aquela coisa de uma personagem não querer mais saber de homem, aí surge um cara rude, sujo e babaca e ela cai de amores por ele. Embora Diana seja independente e forte, querer resolver tudo sozinha... Acaba caindo no papo mole dos machos. Mas tudo bem, tudo bem. Há muitas outras mulheres fortes e independentes, até mesmo as mais fragilizadas como a avó de Diana e a irmã mais nova de Mirina.

"[...] Às vezes só notamos a existência de nossa amazona interior quando a vida nos desfere um golpe atordoante... mas tenho certeza de que ela está lá, esperando para nos emprestar a sua força."

Todas as mulheres da história fazem contribuições a seu curso, misturando a versão de Anne Fortier com a versão que já conhecemos de modo bastante congruente.

E, como não poderia ser diferente, há tanto mistério e reviravoltas na história contada por ela que te deixa aflita! Sério, você não pode confiar em ninguém! Me delicio quando sou pega de surpresa e esse livro é uma caixa repleta delas.

Para além disso, creio que a mensagem que fica é:

Nunca desista.

Não deixem de acessar seu site (em inglês): annefortier.com

Resenha de:



18.11.15

Lições de Amor - Livro 04 - Ali Cronin


Lições de Amor - Livro 04 - Ali Cronin



Donna sempre sonhou em ser atriz. Mas entre ela e seu sonho há um “pequeno” obstáculo: as provas finais de inglês. Para ser aceita em qualquer faculdade de teatro, ela precisa tirar uma boa nota nessa matéria, mas ao que tudo indica será reprovada. Afinal, como a garota conseguirá fazer um trabalho de três mil palavras sobre Romeu e Julieta se mal consegue acompanhar as lições? Assim, incentivada (para não dizer forçada) por seu pai e Barbie, a namorada mais nova e controladora que ele arrumou, Donna vai atrás de um professor particular. Por um anúncio na biblioteca, ela descobre Will, um universitário que ensina inglês para ganhar um dinheiro extra.
Desde a primeira aula, Will percebe o potencial de Donna e a ajuda a enxergar a peça de Shakespeare sob uma nova luz. Mas o clima de romance não fica só nas frases escritas há mais de quatrocentos anos: Will é lindo, fofo, inteligente… e parece ter a mesma opinião sobre Donna. O único problema é que esse sentimento reabre cicatrizes profundas no coração dela.
Desde que viveu uma experiência amorosa horrível, seu lema passou a ser “não deixe que se aproximem e nunca poderão machucá-la”. Agora ela precisa decidir se irá se proteger - evitando que Will chegue perto demais - ou se colocará tudo em risco e abrirá de vez seu coração, para finalmente viver uma história de amor.”

***

Uma turma de amigos e amigas que estudam juntos na mesma escola há muito tempo e agora estão na fase final para ingressarem na faculdade.
Donna já desiludida no amor/relacionamento por conta dos pais que são separados (ela mora com o pai) quer ser atriz sendo muito elogiada por seus professores de arte pelo seu potencial. Da turma é a única sem namorado. Isso a entristece um pouco, mas quando para e pensa no que passou, decide que está melhor assim.
Duas coisas no momento estão perturbando a nossa Donna: a Barbie namoradinha do seu pai e a reprovação em inglês que fará com que repita o ano e perca a chance de ser atriz.

E nessa pasmaceira de vida, resolve estudar na biblioteca, numa semana de recesso. Ao passar por um quadro de avisos, avista a oferta de um professor particular de inglês.
Liga para o numero sem saber ou tomar nenhuma informação sobre esse tal professor. O interesse de Donna não é saber falar inglês, mas quer fazer o trabalho e tirar um “A” e garantir assim o seu ingresso na faculdade e finalmente realizar o seu sonho. Para Donna se dá bem no “filme”, só falta o professor ser ator!

"Fui para cama me sentindo abatida, rejeitada e triste. Claro, eu não tinha nenhum direito de me sentir rejeitada. Mas me sentia. Estava com tanta saudade que chegava a doer, literalmente. Fiquei deitada, encolhida, porque a dor no estômago que a falta dele provocava me deixava com a sensação de que, se eu ficasse reta, quebraria."

Nossa protagonista é uma jovem que se preocupa com tudo, pensa que é menos inteligente que a maioria, não tem facilidade de se abrir, tem medo de não agradar, enfim tem uma autoestima meio avariada.

Will o professor-aluno parece ser mais velho que ela e Donna se sente bem e motivada com ele. Entre uma aula e outra eles se descobrem e passam a namorar.
Will dá sustentação, na realização dos sonhos de Donna de ser atriz. São dias maravilhosos juntos, mas por uma simples palavra pode acabar com tudo de uma vez só.
Donna faz um escarcéu por conta dessa diferença boba entre ela e Will, faz besteira e não sabe como voltar atrás.

Será que os dois tem futuro? Ela conseguirá ser aprovada? Só lendo pra descobrir.
É um livro com uma história bem contada, envolvendo problemas familiares que todo adolescente passa e também de superação, mas sem maiores pretensões.


Título: Lições de Amor
Autor (a): Ali Cronin
Editora: Seguinte
Número de Páginas: 294


16.11.15

Onde Cantam os Pássaros - Evie Wyld


"Há oportunidades esperando em cada esquina."


Título Original: All the Birds, Singing
Autora: Evie Wyld
Editora: DarkSide
Ano: 2015
Sinopse: A DarkSide® também é alta literatura. Uma verdadeira amante das letras, livreira por opção e uma das novas vozes da nova literatura por vocação Onde Cantam os Pássaros vem conquistando prêmios literários tradicionais como o Barnes & Noble Discover Award, oferecido pela livraria aos novos autores de destaque, o britânico Jerwood Fiction Uncovered Prize e o mais importante prêmio australiano, Miles Franklin Award, resenhas encantadoras e inúmeros fãs por onde é lançado. Com tramas paralelas, passadas em épocas e hemisférios diferentes, o leitor vai montando um intrigante quebra-cabeça com o que lhe é fornecido por essa autora criativa e, ao mesmo tempo, rigorosamente precisa. No premiado romance de Evie Wyld, a fazendeira Jake White leva uma vida simples numa ilha inglesa. Suas únicas companhias são rochedos, a chuva incessante, suas ovelhas e um cachorro, que atende pelo nome de Cão. Tendo escolhido a solidão por vontade própria, Jake precisa lidar com acontecimentos recentes que põem em dúvida o quanto ela realmente está sozinha - e o quanto estará segura. De tempos em tempos, uma de suas ovelhas aparece morta, o que pode ser muito bem obra das raposas que habitam a floresta próxima à sua fazenda. Ou de algo pior. Um menino perdido, um homem estranho, rumores sobre uma fera e fantasmas do seu próprio passado atormentam a vida de uma mulher que sonha com a redenção. 
Onde Cantam os Pássaros é o segundo romance de Evie Wyld - selecionada em 2013 pela revista Granta entre os melhores jovens escritores britânicos da década - e mantém uma simpática livraria independente no bairro de Peckham, em Londres, a Review Bookshop. Sua prosa refinada com altas doses de terror psicológico está muito bem representada nesta edição da DarkSide® Books. Prepare-se para descobrir uma grande autora. EVIE WYLD é inglesa e, como sua personagem em Onde Cantam os Pássaros, viveu parte da vida na Austrália. É autora do premiado After the Fire, a Still Small Voice e integrou a edição da revista Garanta com os melhores jovens escritores britânicos da década. Onde Cantam os Pássaros é o seu premiado segundo romance, sua estreia no Brasil.

"Uma história repleta de beleza, sombria e poderosamente perturbadora [...] Uma obra engenhosa, como o melhor de Nabokov." - William Boyd, New Statesman Books of the Year

"Marcante [...] Tão bom quanto os primeiros romances de Ian McEwan." - The Spectator




Olha, o livro tem uma capa maravilhosa. As margens externas negras me chamaram muito a atenção, o contraste do rosa e preto. O título me chamou muito a atenção e logo eu quis ler. E claro, é um DarkSide Book, o que significa que é coisa boa. Porém... as páginas são de papel jornal! Como assim!?



Aí comecei a ler, vi que se passava na Australia. Pensei: Nooooh, deve ser um bixo cabuloso esse que matou essa ovelha! Afinal, é na Austrália, né!

E, no fim, me surpreendi: a história não se tratou do mistério da ovelha, mas do mistério que é a vida de Jake Whyte. É uma jovem... Ou não tão jovem (não fica muito claro) mulher que é extremamente forte, tanto física quanto psicologicamente, que usa os exercicíos físicos até a exaustão para q. Passou por maus bocados durante a vida toda, que assistimos de modo regressivo. O livro parece começar do fim para o começo, te mostrando o caminho que Jake passou para chegar até aquele ponto. Como ela se tornou uma pessoa extremamente solitária e arisca ao se relacionar com outras pessoas.

A história é meio confusa de se acompanhar, uma vez que sempre vai e volta em diferentes períodos da vida de Jake, convivências com pessoas diferentes que já não estão em outros momentos. Ela vive em uma fuga constante, de sua cidade natal, de novas cidades, novos países e ilhas. Mas sempre trabalha em uma fazenda, onde precisa provar seu valor. Sempre conta como foi sua chegada, como se relacionou... E, de repente, todas essas pessoas somem de sua vida – e da história do livro – te deixando apenas a imaginar o que aconteceu à elas.

Uma coisa importante do livro é que apesar de situações de agressão (psicológica, física e verbal), a mulher sempre escapa. Ela sempre tem forças para se virar sozinha, não necessitando de nenhuma defesa de outrem. Tá, ela apenas precisou de uma única vez de ajuda. E a única vez que ela foi atrás da ajuda, foi tratada como incompetente pela pessoa.

 As consequências dos atos que se comete está claro também, pois aparentemente toda sua vida mudou após um único acontecimento. É até difícil de acreditar que algo assim seja possível, mas seria impossível a história não acontecer como aconteceu. Ação e reação, pura e simplesmente.


Há relatos dos animais australianos pelo livro todo, sempre nos trazendo o som dos pássaros nativos os quais ela presta atenção. Creio que é por esta razão que o livro tem esse nome, eles sempre estão presentes... Seja nos momentos de relativa tranquilidade, seja nos momentos em que algo está à espreita. Presentes mesmo na ausência dos cantos, uma vez que há algo ali que os faz ficarem quietos quando uma ovelha é morta...

Resenhado por:


12.11.15

Preciso do Seu Amor - Os Sullivans - Vol. 11 - Bella Andre


Preciso do Seu Amor - Os Sullivans - Vol. 11 - Bella Andre

Sinopse:

“A bem-sucedida corretora de imóveis de Seattle, Mia Sullivan, não é nada boba... A não ser naquela única semana em que entregou seu coração a um músico sensual, que não lhe deu nada em troca além de dias e noites perfeitas em sua cama. Apesar de ter jurado que nunca mais o veria, ele foi o único homem de quem não conseguiu se esquecer. Um dos roqueiros mais desejados do mundo, Ford Vincent pode ter a mulher que quiser... exceto Mia Sullivan. Agora ele sabe que as milhares de fãs que cantam suas músicas não podem preencher o seu vazio. Só o amor de Mia tem esse poder – então, ele jura fazer tudo o que for preciso para conquistar o coração dela novamente. Depois de um reencontro, uma atração intensa surge entre eles. Será que, finalmente, Mia e Ford irão descobrir um amor forte o suficiente para durar para sempre?”


Essa história é um romance tórrido entre o roqueiro sensação Ford Vincent e Mia Sulivan, a empresária bem sucedida.
Ford fazendo sucesso pelo mundo afora, sua casa é seu ônibus, onde compõe, dorme.
Quando dá come, planeja, enfim vive como quer viver.
 Num dos seus shows, Mia vai assistir e se encanta por ele. De onde ela está, Ford a vê e desse momento em diante, o contato visual não se quebra mais, ele passa a cantar só pra ela.
Depois do show eles se encontram e passam uma semana inteira se curtindo, se conhecendo.
Mas no final da semana idílica, Ford a convida para seguir com ele, em turnê.
Mia fica estática, extasiada e custa um pouco a responder.
Esse pequeno momento pensando é o suficiente para Ford imaginar que ela não quer ir com ele e toma uma atitude radical.

"No entanto, nunca existiu um momento com Ford, tanto no passado quanto agora, em que seu coração não estivesse em jogo."

Mia não esperava essa reação abrupta de Ford e mesmo assim ela espera algum contato dele, um telefonema, um email, uma carta, flores, ou qualquer coisa, mas nada acontece durante cinco longos anos.
Parece que aquele romance nunca aconteceu.

Como o destino não deixa as pessoas seguirem seu caminho, sem que aja uma “reconciliação”.
Certo dia, um advogado contata Mia, fazendo um pedido bem esquisito. Pede para que mostre as melhores propriedades que ela tiver ao seu cliente.
Como era seu trabalho até aí tudo bem. Mas o nome do cliente não poderia ser revelado.
Bem incomum, mas Mia nunca deixou nada lhe intimidar. E qual não é sua surpresa, quando chega à propriedade escolhida por ela para ser mostrada ao cliente, ele está parado olhando-a de cima a baixo, esperando por ela.
Qual será a reação de Mia? O que ele quer ali? Só lendo pra descobrir.

"Não quero somente um tudo bem com você. Não quero bom ou bom o suficiente com você. Quero tudo. Quero muito mais que isso."

Desse momento em diante o livro é expectativa e fogo.
Vale muito a pena lê-lo.
Vi muitas resenhas negativas sobre o livro, mas não se pode se basear na opinião dos outros né? Cada leitor com sua opinião. Como fã dos livros e da autora, sou leiga pra falar qualquer coisa. Amo a Série Os Sullivans desde o primeiro livro (muita gente odeia o primeiro livro) e esse não decepcionou.
Fico com a minha opinião então. É melhor rs.
Bella Andre, despensa comentários e expectativas.
Ela tem esse jeitinho de misturar e equilibrar na medida certa as cenas românticas e hots. Não precisa apelar ou ter conflitos absurdos pro livro ser bom, tem que ter história, um amor, e a união e amor de uma família tão unida que a cada livro é esperado por mim com tamanha expectativa.
Traduz entretenimento sem perda de tempo. Muito sucesso pra você Bella!

"Apenas uma coisa – apenas uma pessoa – tinha sido capaz de preencher aquele vazio. Somente Mia."


Título: Preciso do Seu Amor
Autor (a): Bella Andre
Editora: Novo Conceito
Número de Páginas: 320


10.11.15

Prometo Falhar: O amor acontece quando desistimos de ser perfeitos - Pedro Chagas Freitas






Autor: Pedro Chagas Freitas
Editora: Novo Conceito
Ano: 2015
Sinopse: Prometo Falhar é um livro que fala de amor. O amor dos amantes, o amor dos amigos, o amor da mãe pelo filho, do filho pela mãe, pelo pai, o amor que abala, que toca, que arrebata, que emociona, que descobre e encobre, que fere e cura, que prende e liberta. Em crônicas desconcertantes, Pedro convida o leitor a revisitar suas próprias impressões sobre os relacionamentos humanos. A linguagem fluida, livre, sem amarras, faz querer ler tudo de uma vez e depois ligar para o autor para terminar a conversa . Medo, frustração, inveja, ciúme e todos os sentimentos que nos ensinaram a sufocar são expostos sem pudores. Mergulhe de cabeça numa obra que mostra que é possível sair ileso de tudo, menos do amor. Você escolhe a ordem em que vai ler as crônicas do jovem escritor que tem 21 obras publicadas e é sucesso de vendas em Portugal.







Este é um dos livros que eu estava ansiosa para ler e não me decepcionei nada. É como ter ganho um amigo novo que sabe como nos sentimos na maior parte dos momentos da nossa vida e simplesmente não conseguimos falar sobre. Pedro consegue isso e mais um pouco, trazendo temas diversos, mas todos eles falando sobre o amor.

Seja o amor dedicado à alguém, dedicado ao egoísmo, ao sofrimento, à paixão avassaladora, o amor perdido, o sonhado... Nos joga uma sensibilidade ímpar em todos os aspectos humanos, mostrando também àqueles os quais grande parte da sociedade nem presta atenção, fala sobre crises econômicas e crises pessoais, amores esquecidos, perda daqueles que amamos para a fatalidade. E o mais interessante é que nem parece que é delas, até vir aquele final que tá um soco na boca do estômago.

É um livro sem letras maiúsculas, sem capítulos e demarcações. Passa de uma história a outra seguidamente, apenas com o passar de páginas, um modelo o qual eu ainda não tinha lido. 

Se espera um livro de romance... Não é. Achei que contaria uma história só, não várias e curtas, pequenas crônicas como se escritas a partir das pequenas e adoráveis banalidades do dia a dia. Ao mesmo tempo, é muito melhor que uma história longa, pois te joga para cima e depois no chão, seguidamente. Uma avalanche deliciosa de emoções que, quando você se deixa levar, não tem mais nenhum medo, apenas quer deixar se envolver por todas aquelas palavras. 

É um livro sincero, que tenta nos mostrar que o amor não é perfeito, que não é eterno modelo felizes-para-sempre, que a felicidade existe quando prestamos atenção nos pequenos detalhes.



Não há muito o que dizer... Apenas que para mim, é um dos livros que todos deveriam ler também pelo menos uma vez em suas vidas.


Na proximidade do lançamento do livro criaram um site com o Manifesto: Viva o amor Real. Basta entrar aqui!

Resenha de: 



6.11.15

Lançamentos e novidades da Editora Companhia das Letras!



E aí moçes? Animados com os lançamentos do mês de Outubro da parceira Companhia das Letras? Eu estou! Sinceramente, muito curiosa a ideia de lançarem as histórias de Star Wars em novas narrações, quero muito ler!


Vem nos trazer desde a série que já conhecemos e é aguardadíssima (tem até uma edição de capa dura rolando na Saraiva, gente!): Felizes para sempre, da série A Seleção de nossa queridíssima Kiera Cass! Teremos também livros que deixam os e as nerds doidinhas(os): Star Wars! As capas estão maravilhosas, quero muito ler pois amo Star Wars! Traz novas versões das histórias que já conhecemos pelos filmes, mas de um modo nunca visto antes.

Felizes Para Sempre - Série A Seleção - Kiera Cass

Revisite o universo da série que já vendeu mais de 1 milhão de exemplares no Brasil.

Esta coletânea traz os contos “A rainha”, “O príncipe”, “O guarda” e “A favorita” ilustrados e com introduções de Kiera Cass. Conheça o príncipe Maxon antes de ele se apaixonar por America, e a rainha Amberly antes de ser escolhida por Clarkson. Veja a Seleção através dos olhos de um guarda que perdeu seu primeiro amor e de uma Selecionada que se apaixonou pelo garoto errado.


Você encontrará, ainda, cenas inéditas da série narradas pelos pontos de vista de Celeste e Lucy, o epílogo extra de A escolha, um texto contando o que aconteceu com as outras Selecionadas depois do fim da competição e um trecho exclusivo de A sereia, o novo romance de Kiera Cass. Este é um livro essencial para os fãs de A Seleção, que poderão mergulhar mais nesse universo tão apaixonante.



A Princesa, o Cafajeste e o Garoto da Fazenda - Alexandra Bracken

Ainda que a Aliança Rebelde tenha ganhado algumas batalhas contra o Império, a esperança está se esgotando. O Império está prestes a revelar a Estrela da Morte, uma estação bélica capaz de destruir planetas inteiros num piscar de olhos. Agora, o destino da galáxia está nas mãos de uma princesa, um cafajeste e um garoto da fazenda…

Essa é uma versão de Star Wars: Uma nova esperança (episódio IV) como você nunca viu. A edição vem acompanhada de ilustrações incríveis e apresenta a história original a uma nova geração de leitores, assim como fornece uma perspectiva inédita para os fiéis fãs da saga. Cada parte da narrativa é contada pelo ponto de vista de um dos três protagonistas, se aprofundando nos conflitos desses heróis que se unem para combater o mal que ameaça toda a galáxia.


Então você quer ser um Jedi? - Adam Giowitz

Com a ajuda de Luke Skywalker, a Aliança Rebelde conseguiu uma grande vitória contra o Império. Mas a guerra está longe de acabar. Agora, instalados em Hoth, um planeta gelado, os rebeldes temem que seu esconderijo seja descoberto pelas forças imperiais. Infelizmente, não demora muito para que o temível Darth Vader os encontre e organize o ataque…

Essa é uma versão de Star Wars: O Império contra-ataca (episódio V) como você nunca viu. A edição vem acompanhada de ilustrações incríveis e apresenta a história original a uma nova geração de leitores, assim como fornece uma perspectiva inédita para os fiéis fãs da saga. Aqui, você entrará na pele de Luke Skywalker, dando os primeiros passos para se tornar o maior Jedi da galáxia, e encontrará uma série de lições para aprimorar seus conhecimentos Jedi.


Cuidado com o Lado Sombrio da Força! - Tom Angleberger

O terrível Império está construindo uma segunda Estrela da Morte para acabar com a Aliança Rebelde. Mas Luke Skywalker tem outros planos: destruir o governo e deter o imperador de uma vez por todas. No entanto, há um obstáculo no caminho de Luke - seu pai.

Esta é uma versão de Star Wars: O retorno de Jedi (episódio VI) como você nunca viu. A edição vem acompanhada de ilustrações incríveis e apresenta a história original a uma nova geração de leitores, assim como fornece uma perspectiva inédita para os fiéis fãs da saga. Ao longo da história, os leitores encontrarão diversas notas de rodapé com curiosidades e comentários sobre esse universo extraordinário, tornando a jornada até o confronto final entre Luke e Darth Vader ainda mais emocionante.










After - Depois da Promessa - Anna Todd

Bem quando Hardin acreditava já ter enfrentado todos os fantasmas de seu passado, um terrível segredo sobre seus pais é revelado, despertando os seus piores demônios internos. Tessa sabe que só ela tem o poder de aliviar todos os sentimentos de raiva, traição e confusão que afligem seu amado badboy. Só ela sabe como salvá-lo de seu ciclo de autodestruição. Mas, dessa vez, ela não pode. Porque, quando menos espera, sua vida é para sempre alterada por uma tragédia. Hardin e Tessa prometem lutar com todas as suas forças para que o destino não os separe para sempre. Mas o que acontecerá quando suas forças chegarem ao fim? Depois da promessa... qual será o desfecho dessa história?





Teremos dois lançamentos aparentemente de prender o folêgo. Um deles é acompanhado de uma história em quadrinhos por Lourenço Mutarelli e Julián Fuks nos traz um drama familiar que promete tocar o coração dos leitores.

O Grifo de Abdera - Lourenço Mutarelli

Mauro é roteirista dos quadrinhos de Paulo. Os dois publicam sob a alcunha de Lourenço Mutarelli, e são representados publicamente pelo bêbado Raimundo. Mas a morte de Paulo forçará Mauro a tentar uma carreira solo com O cheiro do ralo, seu primeiro e bem-sucedido livro. É quando ele recebe de um estranho uma moeda antiga, o Grifo de Abdera, e sua vida muda. 

Oliver não conhece Paulo, Mauro, Raimundo ou Lourenço. Mas, quando Mauro recebe a moeda, uma conexão se forma entre eles.

É este delicioso jogo que alimenta O grifo de Abdera, primeiro romance de Mutarelli desde Nada me faltará, de 2010. Um labirinto de obsessões, taras, perguntas e mistérios, acompanhado ainda de uma longa história em quadrinhos.




A Resistência - Julián Fuks

“Meu irmão é adotado, mas não posso e não quero dizer que meu irmão é adotado”, anuncia, logo no início, o narrador deste romance. O leitor se descobre de partida imerso numa memória pessoal que se revela também social e política. Do drama de um país, a Argentina a partir do golpe de 1976, desenvolve-se a história de uma família, num retrato denso e emocionante.

Adotado por um casal de intelectuais que logo iriam buscar o exílio no Brasil, o menino cresce, ganha irmãos, e as relações familiares se tornam complexas. Cabe então ao irmão mais novo o exame desse passado e, mais importante, a reescritura do próprio enredo familiar. 

Um livro em que emoção e inteligência andam de mãos dadas, tocando o coração e a cabeça dos leitores.






Lançamento de uma autora muito amada de vocês, tenho certeza!


Vol. 2 - Antes que aconteça - Juliana Parrini

Isabel passou um ano fugindo. Depois de uma grande desilusão, ela não acreditava que conseguiria ser feliz novamente. Até que conhece Daniel e decide recomeçar. Quando Isabel finalmente dá uma segunda chance ao amor, o destino a surpreende com uma notícia que poderá mudar sua vida para sempre.


Em Antes que aconteça, o desfecho de Depois do que aconteceu, Isabel terá a chance de reencontrar o passado e lutar pela sua felicidade.