Menu

9.3.16

Teatro Selena


"Alguns segredos são feitos para serem guardados."

Autor: Domnall September

Editora: Young
Ano: 2015
Sinopse: O misterioso teatro Selena abre as portas à procura de talentos que deem vida ao teatro. De tempos em tempos, faz audições para recrutar os melhores talentos que puder encontrar. Pessoas com capacidades de canto, dança e instrumentais. Mas acima de todos esses cargos, está o Grand Coryphe. Aqueles que dão energia para manter Selena sempre vivo e interessante. Erika Isoni é uma garota sonhadora que ama dançar e cantar, mas que tem uma doença rara que a impede de fazer o que mais ama se não tem uma parada cardíaca, decide fugir das “paredes brancas” – seu isolamento do hospital –, se depara com o teatro e se arrisca a fazer uma audição. Erika é o que o Teatro procura há muitos anos. Mas o que será que acontecerá com ela? Selena é um teatro normal? Fantasia, comédia e muito mistério te aguardam nessa incrível história.

"Entendia perfeitamente a dor do silêncio e por vezes se perguntava se essa não era a maior punição que alguém poderia receber, dependendo de seu crime: a solidão."

Eu já havia feito as primeiras impressões deste livro aqui. E minha opinião mudou um pouco, mas não muito.

Quer dizer, a história tem um tema muito bom: um teatro onde somente pessoas muito talentosas podem viver e se apresentar. E, por talentosa, quero dizer com poderes mágicos.
Não é um teatro comum, com apresentações comuns. Há um mestre de apresentações, chamado de Grand Coryphes, que nada mais é alguém que passou por uma seleção, um treinamento de seus poderes, para então assumir um cargo. São quatro Grand Coryphes, cada um representa um ponto cardeal. Neste livro, somos apresentados a apenas dois deles, sendo que um deles é o malvado e infantil Thomas Rivaille.

Thomas é um jovem (pelo menos em aparência, pois em Selena o tempo passa diferente do que passa no mundo fora dele) ambicioso, invejoso, egocêntrico, mentiroso e tantos adjetivos mais que eu passaria a resenha toda só falando deles. Não é nada carismático e deseja destruir nossa protagonista Erika Isoni... Ao mesmo tempo em que nutre sentimentos confusos em relação a ela e acaba tendendo ao sadismo. Ele me lembrou muito de Thomas Barrow, do seriado Dowton Abbey (meu novo vício, logo falo dele aqui no blog), tanto em personalidade quanto em ações e aparência.

Por ser poderosa e muito carismática, Erika acaba atraindo muitos inimigos, na mesma quantidade em que atrai aliados para sua causa. E tem uma coisa muito louca a respeito de sua sexualidade, mas isso deixamos de lado. Ela luta por aquilo que acredita e vai em busca de seus onhos, o que acho acredito que deixa as pessoas enciumadas quanto aos resultados que ela recebe.

Seu treinamento acaba rápido, bem como vários outros acontecimentos do livro. Acho que isso poderia ser muito bem trabalhado, com um pouco de dedicação. algumas cenas nos deixam com um gostinho de "quero mais", mas com um pequeno vazio e um "Ué? Cadê mais?" no final.




Houveram coisas na história que meio que não colaram, pelo menos para mim. Me pareceu muito abuso sexual e muito abuso de poder, colocando a mulher como submissa muitas vezes... Sou feminista, então isso não me agradou muito. Quando vocês lerem o livro irão identificar essas cenas, tenho certeza. Outra coisa que nã gostei também são as frases no início de cada capítulo, funcionaram como pequenas sinopses-spoilers do que iria acontecer. Sou do tipo que não acha graça numa coisa depois que tem um spoiler.

A história em si tem uma premissa muito boa, tem um ar meio steampunk em algumas coisas, ares de Moulin Rouge também. E essas duas coisas casam muito bem juntas.

O livro termina com um mistério no ar, que indica uma possível continuação.  Eu gostaria de ler a continuação para saber como a história evolui, uma vez que nos mostra pouco ainda de como é o Teatro de fato e nos apresenta também outros teatros (também com nomes lunares) ao redor do mundo, que busca novos talentos.


Recomendo a leitura, pois pode acabar conquistando muitos corações por aí, com seus rapazes e moças muito lindos e a perfeição que só os livros podem nos dar!




Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.