Menu

30.4.16

O QUE ESPERAR DE CAPITÃO AMÉRICA: GUERRA CIVIL


CAPITÃO AMÉRICA: GUERA CIVIL

Direção: Joe Russo, Anthony Russo
Elenco: Chris Evans, Robert Downey Jr., Scarlett Johanson, Martin Freeman, Anthony Mackie, Paul Rudd, Jeremy Renner, Elizabeth Olsen, Sebastian Stan, Daniel Brühl, Tom Holland, Chadwick Boseman, Paul Bettany, Frank Grillo, Emily Vancamp, Don Cheadle, Willian Hurt e Gen Farber. (Ufa!)


ATENÇÃO: SPOILERS FREE! A resenha de hoje é diferente, uma vez que eu ainda não assisti o filme. Minha intenção aqui é apenas trazer para vocês uma visão geral acerca do que trata a tal “Guerra Civil”, uma vez que este longa baseia-se numa saga inteira da Marvel, ou seja, muita informação. Podem ler sem medo que não tem spoilers!

Sinopse

Capitão América: Guerra Civil encontra Steve Rogers liderando o recém-formado time de Vingadores em seus esforços continuados para proteger a humanidade. Mas, depois que um novo incidente envolvendo os Vingadores resulta num dano colateral, a pressão política se levanta para instaurar um sistema de contagem liderado por um órgão governamental para supervisionar e dirigir a equipe.
O novo status que divide os Vingadores, resultando em dois campos: um liderado por Steve Rogers e seu desejo de que os Vingadores permaneçam livres para defender a humanidade sem a interferência do governo; o outro seguindo a surpreendente decisão de Tony Stark em apoio à supervisão e contagem do governo.

Resenha

Olá pessoal! Conforme eu disse mais acima, AINDA NÃO FUI ASSISTIR Capitão América: Guerra Civil. Porém, tendo acompanhado a saga Guerra Civil dos quadrinhos, que se deu entre os anos de 2006 e 2007, tenho muito material sobre o assunto. Decidi então disponibilizar um pouquinho da matéria nesta resenha para você que, como eu, não gosta de chegar no cinema totalmente por fora quando o assunto é HQ na telona. Espero que gostem!

Bom, pra começar, pelo que deu pra depreender dos trailers – aliás, parece que virou moda agora as produtoras liberarem quase todo o enredo nos trailers, de modo que, quando a gente vai ver o filme, parece que a gente tá vendo um trailer, só que mais longo – Capitão América: Guerra Civil tem muito pouco a ver com a saga dos quadrinhos. Vejamos o porquê.

O tema Guerra Civil nos quadrinhos não serve pra designar uma saga propriamente dita, mas uma série de eventos que se desenrolaram por nada menos que 9 publicações e envolveu praticamente TODOS os grupos e subgrupos de heróis e vilões da Marvel, dentre estes podemos citar os Vingadores, Os Novos Vingadores, os X-Men, O Quarteto Fantástico e por aí vai... Como vocês devem estar imaginando, a primeira dificuldade de se transportar essa treta para a telona é essa, pois cada uma dessas marcas, embora pertençam todas à Marvel Comics, têm seus direitos reservados à diferentes produtoras no mercado cinematográfico. Só pra citar um exemplo, para que o Homem Aranha participasse da festa (o cabeça de teia apareceu no último trailer com um maroto “oi pessoal!”, causando verdadeiro frisson entre os fãs) foi necessário um acordo muito bem amarrado entre a Marvel Studios e a Sony Pictures Entertainment, esta última detentora dos direitos sobre o Homem Aranha. Tal acordo inclui o amigo da vizinhança definitivamente no universo Marvel nos cinemas.  

QUAL A CAUSA DA GUERRA? Paralelo entre os quadrinhos e o filme


Na história original dos quadrinhos, depois de uma terrível explosão causada por um grupo de heróis denominados Novos Guerreiros, explosão esta que tirou a vida de centenas de civis (incluindo crianças de uma escola em Stamford), o governo norte americano levanta a questão da responsabilidade sobre os danos colaterais provocados pelos super humanos.

Surge então a ideia da Lei de registro de Super Humanos, que submeteria todos os super heróis ao controle estatal.

Surpreendentemente, Tony Stark (Homem de Ferro) posiciona-se à favor do plano governo, o que leva à insurgência e, posteriormente, fuga do Capitão América (Steve Rogers), que arregimenta outros personagens para lutarem ao seu lado contra à instauração da Lei de Registro. Em contrapartida, Tony Stark parte em busca de seu companheiro de esquadrão, prometendo ao governo americano não só trazê-lo de volta, mas obrigá-lo a concordar com a lei. The treta has been planted ou está plantada a Guerra Civil.

Já no filme, pelo que dá pra perceber dos trailers, o estopim da confusão toda nem é a Lei de Registro, mas sim a lealdade do Capitão América para com seu amigo Bucky Barnes. Quem assistiu ao Capitão Améria 2: O Soldado Invernal lembra-se que um assassino misterioso conhecido como Soldado Invernal é enviado pela H.Y.D.R.A para dar cabo do Capitão. No desenrolar da trama, Capitão América descobre que tal assassino é ninguém menos do que seu amigo de infância e companheiro de guerra Bucky Barnes, que sofreu uma lavagem cerebral e teve seu corpo modificado, transformando-se numa máquina de matar. No fim das contas o Capitão parece fazê-lo lembrar do passado.
Mas não interessa. Por mais que Bucky tenha se lembrado de quem é e não queira mais problemas, é fato que ele causou muito estrago e muitas mortes em sua caçada a Steve Rogers. Agora o governo americano o quer enjaulado e envia o Homem de Ferro para o serviço. Mas o Capitão está disposto a defender o amigo. Esse parece ser o argumento/estopim da Guerra Civil do filme, além, é claro, de todo o estrago causado pelos vingadores, primeiro contra Loki, depois contra Ultron.
Mas, não importa como a Guerra vai começar... O fato é que a briga vai ser boa, com direito à toda pirotecnia dos filmes da Marvel.

PERSONAGENS

Conforme eu disse mais cedo, a tal Guerra Civil envolveu um sem número de heróis e vilões do universo Marvel. Nem vou me atrever a enumerar todos aqui. Porém, neste lançamento, além dos heróis que a gente já anda vendo a algum tempo nas telonas, foram trazidos alguns personagens inéditos.

Em outras palavras, além dos já manjados Capitão América (Chris Evans), Homem de Ferro (Robert Downey Jr.), Viúva Negra (Scarlett Johansson), Hawkeye (Jeremy Renner), Homem Aranha (Tom Holland) e War Machine (Don Cheadle), teremos em Guerra Civil os não tão famosinhos Falcão (Anthony Mackie), Homem Formiga (Paul Rudd), Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), Bucky Barnes/Winter Soldier (Sebastian Stan), Visão (Paul Bettany), além dos INÉDITOS vilões Barão Zemo (Daniel Brühl) e Crossbones (Frank Grillo), além do herói Pantera Negra (Chadwick Boseman).

Dos inéditos, um personagem certamente recebeu maior destaque nos trailers: O Pantera Negra. Mas quem é ele?

Trata-se de T’Challa, príncipe do fictício país africano de Wakanda. Exímio artista marcial, o Pantera tem sua força e agilidade aumentadas quando veste o traje cerimonial da Pantera, que é feito de Vibranium, um material praticamente indestrutível proveniente de um meteorito que caiu em Wakanda (do qual também é feito o escudo do Capitão América) e cuja exploração por Ulysses Klaw (que mais tarde se transformaria no super vilão Garra Sônica) levou à morte de seu pai e rei de seu país.

Vale lembrar que o Pantera Negra deve ganhar seu filme solo em meados do ano que vem. Sou suspeito pra falar, porque acho ele um personagem sensacional!


Bem pessoal, acho que pra quem não assistiu o filme eu já falei até demais hahaha... Mas espero ter cumprido com o propósito de abrir mais uma janelinha em direção a esse universo dos super heróis, que é um tema que eu adoro... Quem aí já assistiu? O que acharam? Sem spoilers, hein?

Até que não existam cidadãos de primeira e segunda, classe de qualquer nação, até que a cor da pele de um homem seja menos significante do que a cor dos seus olhos, haverá guerra! (Bob Marley)


2 comentários:

  1. eu não conheço muito do enredo geral, mas eu estou animada para ver o filme por conta do Chris Evans, sou sincera rsrsrsrs
    como minhas amigas querem ver, lá vou eu de companhia
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha ainda não vi, mas tenho a impressão de que o Chris (Capitão América) vai apanhar um bocado rs

      Excluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.