Menu

7.4.16

Vinci




Autora: Jaqueline Cristina
Editora: Young Editorial
Edição: 1ª
Sinopse: Vinci... Um livro para ler, suspirar, interagir e se encantar. Em cada página uma história para rir, se emocionar, refletir. Seu caderno, sua agenda, seu livro sobre vida, amor, sobre você! Impossível resistir ao encanto de Vinci.












Opinião: Minha primeira opinião desse livro foi: incomum.  Com esse livro revivi muitas lembranças de infância.

Em Vinci, a autora conta sua memórias de infância e com elas incentiva a todos a seguirem seus sonhos como uma criança, sem medo e com determinação.




Quando crianças, não temos medo de fazer algo que pode nos machucar, como balançar bem alto em um balanço, sentindo a emoção de pular, e mesmo que espatifássemos de cara no chão, nos sentíamos orgulhos do feito, e no outro dia, tentando de novo, para melhorar habilidades.

Sendo sincera, poucas coisas nesse livro me interessaram realmente. Os desenhos da autora são lindos, seus traços e cores são delicados, confortáveis de se ver. 

A infância de Jaqueline, a autora como ela mesma comenta, foi muito parecida com a das demais crianças, então pude relembrar diversas coisas, idas ao Parque Aquático, brincadeiras  perigosas em beiradas de piscinas, apresentações na frente da escola todas, enfim, revivi grandes lembranças.



   O estilo do livro é meio autoajuda, a única coisa que não me atraiu nele. Não gosto muito de livros desse estilo. A forma como a autora conta é meio um diário, onde várias vezes pede desculpas aos parentes por suas confissões, outra coisa que me desagradou. Mas fora esses detalhes, me diverti com o livro.

É um livro que daria de presente para alguém que precisasse de “up” motivacional, pois tenho certeza que, através das lembranças contidas nele, buscando em si mesmo a própria motivação, vai conseguir realizar o que planeja.







Leiam e me contem suas conclusões.

Deixarei então para finalizar, o desenho e a frase que mais me chamaram atenção em Vinci.



"A máscara do medo oculta o brilho da alma." 









1 comentários:

  1. que bacana poder recorda-se do que tão bom é, como a infância!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.