Menu

12.12.16

{Resenha} Desejo Proibido






Sinopse: Primeiro livro de uma trilogia, Desejo Proibido é uma história de amor e redenção, de universos distantes que se aproximam e se fundem numa paixão avassaladora. Seu amor é proibido, mas não pode ser ignorado. Katherine Lane nasceu em berço de ouro. Filha e neta de senadores, a bela ruiva de olhos verdes e curvas perfeitas se formou em Literatura e surpreendeu a todos ao decidir dar aulas em uma penitenciária. Mas quando Carter, um detento inteligente e perigosamente sexy, desperta ao mesmo tempo a raiva e o desejo de Kat, ela é forçada a admitir para si mesma que a decisão de lhe dar aulas particulares pode ter sido motivada não pela generosidade, mas sim, pela crescente atração entre os dois. Embora a família e os amigos de Kat temam que a paixão destrua sua carreira e sua vida, tudo o que ela quer é ficar com esse homem que a faz sentir-se completa. Porém, Carter guarda um segredo que tanto pode unir seus destinos para sempre quanto afastá-los de uma vez por todas.




Romance proibido! Quem curte ler uma história de amor que tem tudo para não acontecer, mas o destino insiste em reunir as duas partes? Eu!

Com apenas 9 anos, Katherine Lane viu o pai ser atacado e morto por cinco homens. Aquela noite ficou gravada para sempre na mente de Kat, mas durante os dezesseis anos seguintes ela lutou constantemente para seguir em frente.

Mesmo tendo nascida em uma família rica, Kat se importa mais em fazer a diferença na vida de alguém do que pensar em dinheiro. Para ela, vale mais retribuir a vida que leva fazendo algo de bom para os outros, pois foi isso que seu pai lhe ensinou antes de ser assassinado brutalmente. Kat começa sua retribuição às pessoas quando decide dar aulas de literatura na prisão Arthur Kill para os presidiários.


“Uma promessa que tinha estado lá desde que seu pai morrera. Estava lá no dia em que ela terminou o ensono médio e no dia da formatura da faculdade de Literatura Inglesa. [...]
– Nós temos que retribuir, Katherine. – dissera seu pai na noite em que morreu.”  Página 16

Isso acaba gerando um conflito entre ela e mãe. Desde a morte do pai, há dezesseis anos, Kat é constantemente assediada pela proteção excessiva da mãe e ela ter decidido dar aulas para detentos causou ainda mais desentendimento entre as duas. Em Arthur Kill, Kat conhece os detentos e pode ver que nem todos são como sua mãe acredita: monstros prontos para machucar qualquer um. Às vezes o que precisam é de uma segunda chance, uma oportunidade. Então Kat conhece Wesley Carter, um detento que parece não se importar com ninguém e nem consigo mesmo, mas ao colocar os olhos nele, Kat sente uma imensa conexão.

Wesley Carter tem um histórico criminal imenso. Desde muito novo ele se mete em confusão e já foi preso várias vezes. Pelo temperamento forte e se metendo em confusão na prisão, ele provavelmente não conseguirá a liberdade condicional, porém Kat está disposta a lhe dar aulas particulares e assim ajudá-lo a conseguir a condicional. Pois assim como Kat, Carter sentiu a mesma conexão que ela.

“Ele pegou um biscoito, abriu-o e lambeu o recheio. Fascinada, Kat ficou observando a língua dele lamber para cima, para baixo em volta. Como é que comer um biscoito podia ser tão sensual, meu Deus?” Página 118


Pouco a pouco Kat e Carter se conhecem melhor e a forte atração entre eles cresce durante as aulas, mas alguns segredos do passado podem acabar atrapalhando, além da proibição de confraternização entre professor e aluno.

Sobre o livro, a capa é aveludada e nem preciso dizer que me dava agonia de pegar. Rsrs... A edição está caprichada e bem elaborada. A ilustração da capa representa muito bem a intensidade da relação entre Kat e Carter. Olhar para ela me faz sentir a explosão de amor entre os dois. A narração é feita em terceira pessoa com o foco em Kat e Carter.

Se você procura um romance quente, esse é uma boa pedida. Se você procura um romance proibido esse livro também é uma boa pedida. Desejo Proibido é um livro cheio de romance e com bastante drama. Muito drama tanto do passado de Carter, quanto do passado de Kat. Os dois tem uma bagagem enorme para carregar, mas juntos fazem as dificuldades no caminho se tornarem pó.

Com muita sensualidade e encanto, a autora cria uma atmosfera cheia tanto de desejo como de autoconhecimento. Carter sempre andou tão perdido na vida, que encontrar Kat lhe deu um rumo, a direção correta a seguir e com isso, finalmente conhecer o seu verdadeiro eu.

Apesar da leitura ter sido arrebatadora, existem certos aspectos que não foram bem abordados ou foram deixados de lado. Acreditei que o fato dos dois estarem se encontrando às escondidas seria um dos fatores que dariam um clímax à história, porém isso não aconteceu. A parte proibida ficou mais por conta dos conflitos familiares. Ainda temos o sumiço de um personagem que foi de certa forma, um elo para o romance de Kat e Carter. E a resolução final entre Carter e outro personagem também não foi satisfatória para mim.


Apesar disso, esses fatores não estragam de maneira nenhuma o envolvimento do leitor com o romance de Kat e Carter, mas para um livro de 400 páginas, a autora poderia ter desenvolvido mais as partes citadas acima. Ia esquecendo. O próximo livro da série é com outro casal. Max é um personagem que precisa de muito cuidado e carinho. Louca para ler a história dele!

1 comentários:

  1. eu gostei muito da autora ter trabalhado temas tão importantes quanto amizade, drogas, preconceito
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.