Menu

3.12.16

{O menino que vê filmes} Animais Fantásticos e Onde Habitam



Direção: David Yates
Elenco: Eddie Redmayne, Katherine Waterston, Colin Farrel, Ezra Miller, Dan Fogler, Alison Sudol, John Voight, Carmen Ejogo, Samantha Morton, Jenn Murray, Faith Wood-Blagrove, Johnny Depp, Ron Pearlman
Sinopse: A cidade de Nova York tem sido atormentada por um estranho fenômeno, que tem apavorado os não-mágicos e colocado em risco a harmonia entre o nosso mundo e a ordem dos bruxos. A confusão só aumenta com a chegada do excêntrico Magizoologista Newt Scamander e sua maleta mágica, cheia dos mais estranhos, maravilhosos e, por que não dizer, FANTÁSTICOS animais?

ATENÇÃO: Contém spoilers (revelações sobre o enredo) referentes ao filme em questão. Se você ainda não assistiu, prossiga por sua conta e risco.

Resenha

Oi gente! Vim hoje falar pra vocês sobre esse maravilhoso longa, ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM, que para mim é simplesmente o melhor filme do ano, até agora. Isso mesmo que vocês leram! Não tem pra Vingadores – Guerra Civil, Batman vs Superman e nem mesmo para o incrível Lar das Crianças Peculiares (todos excelentes filmes que a gente viu por aqui esse ano). Animais Fantásticos superou todas as minhas expectativas! Absolutamente TUDO nesse filme prende a atenção do começo ao fim! O elenco, os efeitos especiais, as reviravoltas, cada detalhe foi pensado na medida e conduzido com maestria por David Yates.

Animais Fantásticos e Onde Habitam faz referência direta ao universo de Harry Potter. Tudo e todos têm alguma relação com Hogwarts, a escola do Professor Dumbledore. O próprio protagonista, Newt Scamander (Eddie Redmaine) teria sido expulso da escola de bruxos, por colocar em risco a vida de colegas, em decorrência de suas pesquisas no campo da Magizoologia – a ciência que estuda os chamados animais fantásticos.

Eddie Redmaine, ganhador do Oscar de melhor ator por "A Teoria de Tudo", na pele de Newt Scamander
Embora as intenções de Scamander sejam nobres (seu trabalho consiste na catalogação, estudo e proteção dos animais fantásticos), não é raro vê-lo metido em situações caóticas, devido à própria natureza dos seres que estuda.

Nessa parte da estória, o jovem Newt vem da Inglaterra à Nova York com o objetivo de devolver um de seus animais a seu habitat natural, nos EUA.
Porém, ao chegar, escuta com atenção os relatos de uma família de fanáticos religiosos, que dão conta da aparição de um velho conhecido de Scamander na cidade: Um Obscurus – criatura de sombra e maldade, que se apossa de jovens e crianças, consumindo-as por completo.
Para piorar ainda mais a situação, assim que Newt desembarca em Nova York, o mais sapeca da sua coleção de animais, o Pelúcio, uma criaturinha parecida com um ornitorrinco e totalmente cleptomaníaca quando se trata de objetos brilhantes, escapa da maleta mágica.


Os sensacionais coadjuvantes

Logo que começam as confusões, Newt Scamander acidentalmente esbarra no simpático Jacob (Dan Fogler), um padeiro que está tentando, sem muito sucesso, conseguir um empréstimo para abrir sua própria padaria. Jacob acaba testemunhando alguns eventos mágicos e precisa urgentemente ser “obliviado” (ter as memórias recentes apagadas). Acontece que ele acaba sendo de grande utilidade para Scamander na busca por seus animais fantásticos, razão pela qual ele entra de cabeça na aventura. Espontâneo e engraçado, Jacob arrancou risadas da plateia durante todo o filme.


No encalço de Newt, está a tímida e atrapalhada Porpetina Goldstein, uma jovem bruxa que está tentando de tudo para recuperar seu emprego na MACUSA, uma espécie de agência governamental secreta que cuida dos interesses dos bruxos nos EUA. A pesonagem acaba se juntando a Scamander e Jacob na procura pelos animais da maleta. Mais tarde, a irmã de Porpetina, a bela leitora de mentes Queenie, junta-se ao trio, desenvolvendo um núcleo cômico junto a Jacob, que acaba se tornando seu par romântico.


Partindo para outro núcleo, grata foi a minha surpresa quando dei de cara com Ezra Miller, interpretando o jovem Credence, um menino pertencente a um grupo de fanáticos anti-bruxos que prega a caça às bruxas nas ruas de Nova York. Ezra já apareceu aqui nas nossas resenhas na pele do polêmico Kevin em Precisamos Falar Sobre o Kevin. Trata-se de um ator de primeiríssima grandeza, apesar da pouca idade. Miller interpretará também o super herói Flash, no longa da Liga da Justiça, que sai em 2017.


No desenrolar da trama, descobrimos que há a suspeita por parte dos bruxos de que o temido bruxo Gellert Gindenwald, que escapou da prisão, tenha vindo refugiar-se na cidade de Nova York. Para investigar o caso entra em cena o bruxo Percival Graves (Colin Farrell), que passa a desconfiar das intenções de Scamander.

Puxando um pouco a brasa para a minha sardinha, não posso deixar de dar destaque para meu querido (e feioso) Ron Pearlman, um dos protagonistas da minha série favorita, Sons Of Anarchy. Aqui ele aparece como Gnarlak, um contrabandista do submundo mágico de Nova York.

Uma surpresa escondida no finalzinho

A reação foi geral... a sala toda foi tomada por um “Ohhhhhhh”... hahaha... Mas é óbvio que eu não vou contar aqui qual foi a surpresa. Quem já foi, sabe o que eu estou falando. Quem ainda não foi, está esperando o que?


Conclusão

Eis que quase no finalzinho de 2016, David Yates vem nos brindar com esse que se tornará outro clássico da queridíssima J.K. Rowling, e que promete continuações no futuro, já que a tal surpresa do fim do filme não foi colocada lá em vão, acredito eu. Não sei quanto a vocês, mas eu vou esperar ansiosamente...

Até a próxima, gente!

2.12.16

{Dica de Leitura} Matheus Peleteiro


A Dica de Leitura aqui do blog é voltada para a divulgação de autores nacionais!

O autor de hoje é o Matheus Peleteiro!

Conheça suas obras:

Mundo Cão

Editora: Talentos da Literatura Brasileira
Ano: 2015
Unindo elementos de literatura marginal com sentimentos altruístas, surge Mundo Cão, que narra, em primeira pessoa, a história de Pedro Contino, um jovem que so­fre desde cedo por conta das peripécias da vida, e, por mais que busque o melhor, vê, em sua sombra, o caos. Morador da favela Roda Vida, Pedro poderia ter traçado qualquer caminho, mas a vida escolheu um em especial. Mesmo em meio à ausência de recursos, é apresentado à literatura por um vizinho mais velho, e, por conta dela, cria uma importante consciência social. Guiado por músicas e livros, ele logo percebe como tudo funciona. Indigna-se e, amargamente, percebe que não tem poder para realizar uma mudança no mundo…
O caos já faz parte dele, envolvendo-se com drogas, álcool, e, para completar, com as mais belas e loucas mulheres. 
Onde adquirir:

Notas de um Megalomaníaco Minimalista


Editora: Giostri
Ano: 2016
Uma novela, um romance, uma história de amor, ou um simples debate existencialista de caráter profundo e linguagem popular. São estas algumas das maneiras as quais pode ser denominada essa obra, que, na verdade, é muito mais que uma história, um relato, um desabafo.
Uma história contada por um rapaz que discute sobre tudo o que teme e lhe agrada, um relato sobre os seus egoísmos e suas formas de buscar a grandeza nas coisas mais simples, um desabafo aos ouvidos de uma moça que sorri e esbanja estilo enquanto tudo que deseja é perpetuar aquele momento.
Notas de um megalomaníaco minimalista é uma manifestação do autor em torno das aflições contemporâneas e das suas próprias também. Ou, talvez, apenas um singelo registro do conjunto de inquietações de um mundo globalizado, sob a face de um rapaz e uma moça num dia ensolarado frente ao mar.
Onde Adquirir:

Ambos os livros também podem ser adquiridos no Facebook.

Sobre o autor 

Matheus Peleteiro nasceu em Salvador, Bahia, em 1995. Acadêmico da área de direito, escritor, poeta e contista, em 2015 publicou seu primeiro romance Mundo Cão, e, em
2016, a sua novela Notas de um Megalomaníaco Minimalista.
O escritor também faz parte do coletivo Sapiens Marginalis, onde poetas de todo o Brasil divulgam seus trabalhos através das redes sociais.
Matheus iniciou seus escritos na internet, utilizando o nome Espirituoso e Trágico. E em dezembro dá um grande passo à frente abordando temas contemporâneos com o seu primeiro livro de poemas, intutulado "Tudo que arde em minha garganta sem voz".

Através de seus livros, Matheus tenta retratar, através de uma linguagem universal, os medos, anseios e o período em que vivemos. Se utilizando do humor, e da sátira, como os escritores que lhee serviram de referência. Em Mundo Cão (editora Novo Século, 168 págs), há a tentativa de retratar o cenário político e musical, apresentando personagens adolescentes que se tornam adultos cedo, através de uma narrativa que mistura amor, ódio, sangue, e humor. Já em Notas de um Megalomaníaco (editora Giostri, 82 págs), o romance paira, e através de reflexões de dois personagens e até referencias a seriados e filmes, o autor tenta trazer questionamentos que todos fazemos em determinados momentos nos dias de hoje.

Matheus afirma que o seu principal foco é trazer, através de uma narrativa com boa fluidez, e através de uma linguagem atual, um cenário em que nos identifiquemos, para que seus leitores possam ler hoje ou no futuro, e sentir de forma profunda o que nós sentimos hoje.
Matheus Peleteiro nas Redes:

Skoob
Facebook
Instagram

Se deseja ser divulgado pelo blog, assim como o Matheus, entre em contato conosco através do email: asmeninasqueleemlivros@gmail.com que lhe daremos toda a atenção! <3

1.12.16

{Lançamentos} Novembro: Editora Arwen


A Editora Arwen nos traz este mês lançamentos em diversos gêneros literários e as capas estão uma obra de arte à parte!

Ao clicar no título de cada livro, você será redirecionado à página de cada um deles, onde você também poderá ver mais informações e adquirí-lo!

Confira abaixo todos os lançamentos:


Gênero: Romance / Drama
Ano: 2016
Idioma: Português
Páginas: 132
ISBN: 978-85-68255-72-8
Acabamento: Brochura
Sinopse: A Beleza de um Cacto é uma novela de drama que nos apresenta a história de Amanda, uma jovem que conheceu muito cedo o inferno na terra e, apesar de ser inteligente e ter um temperamento forte, terá que enfrentar traumas do passado e medos do presente na esperança de que, com isso, possa salvar seu futuro. Contará, mesmo que não esperando, com a ajuda de Pedro, um rapaz que aprendeu com a vida que nem tudo é o que parece ser.
Não se trata de mais um romance onde tudo é colorido, tampouco é um livro de autoajuda, embora possa marcar sua vida. Aos que resolverem se aventurar por estas páginas, sejam bem-vindos.

Alex Camargo 


Gênero: Romance / Auto-ajuda
Ano: 2016
Idioma: Português
Páginas: 168
ISBN: 978-85-68255-75-0
Acabamento: Brochura
Sinopse: Neste livro, falaremos de alguns dos temas mais abordados e questionados há séculos. Perguntas que, na maioria das vezes, não possuem respostas e que afligem a cabeça do homem. Em Quem é Você?, encontramos as respostas para questões como: qual é o nosso objetivo na Terra? O famoso inferno e os seus demônios realmente existem? E o karma? E muitas outras questões. O autor nos dá as respostas de sua alma, do seu “EU” conectado ao Criador.
Quem é Você? mostra que nada na vida acontece a menos que queiramos. Você pensa, deseja e sua alma produz!

Joyce Santalme


Gênero: Aventura / Mitológica
Ano: 2016
Idioma: Português
Páginas: 167
ISBN: 978-85-68255-76-0
Acabamento: Brochura
Sinopse: Daniela cresceu longe da mãe, sendo criada apenas pelo pai, um homem que procurava suprir a ausência com presentes caros e viagens. Cansada de tudo isso, decide assumir as rédeas de sua vida e, nesse processo, conhece Thálasso.
Thálasso é um amigo sem igual, um jovem com o poder de acalmá-la, fazendo as coisas parecerem muito mais fáceis do que ela sequer poderia imaginar antes dele. Porém, até que ponto esse sentimento é apenas amizade? Daniela prefere arriscar descobrir a resposta para essa pergunta e assim parte para a Grécia com Thálasso, em uma viagem cheia de beleza, romance e mistérios que vai mudar toda a sua vida.

Lilly Belmount


Gênero: Romance
Ano: 2016
Idioma: Português
Páginas: 238
ISBN: 978-85-68255-77-0
Acabamento: Brochura
Sinopse: O que é um amor puro e verdadeiro? É ser sincero ao estar ao lado de quem se ama profundamente? É mudar por ele na esperança de tornar o seu mundo mais colorido?
Amar é arriscar tudo para fazer alguém feliz.
Jared e Cindy, com certeza, se amam. Mas será que isso é o bastante? Para descobrir, eles terão que ultrapassar muitos obstáculos. Juntos, eles descobrirão que estar ao lado de quem se ama pode ser uma grande aventura para se autodescobrir e que o amor tudo pode superar.

Wesnen Tellurian


Gênero: Fantástico
Ano: 2016
Idioma: Português
Páginas: 615
ISBN: 978-85-68255-79-2
Acabamento: Brochura
Sinopse: Existe um lugar mágico, superabundado por seres com poderes especiais, onde o equilíbrio da natureza é regido por quatro relíquias mágicas – as quatro esferas eólicas.
Uma imperatriz, unida com seu pai nefasto, deseja as quatro esferas para levantar seu império sobre os quatro cantos do mundo e obter imortalidade e onipotência, mas, de acordo com a lenda, a reunião destas esferas terá como consequência um desequilíbrio devastador sobre a natureza que poderá levar toda a alma vivente à extinção.
Até onde você iria por aquilo que ama? Éolo está disposto a tudo. Ele cruzará dimensões, lugares sombrios e amaldiçoados, enfrentando quem for preciso, deflagrando o maior embate da história entre seres mágicos para “garantir” a sobrevivência do planeta e de seus entes queridos.
Tente imaginar todos os monstros viventes do planeta em um só combate... Isso vai acontecer, é o que a lenda garante. Será que Volátil irá sobreviver?

Tatiane Durães

Gênero: Fantasia
Ano: 2015
Idioma: Português
Páginas: 428
ISBN: 978-85-68255-80-2
Acabamento: Brochura
Sinopse: Tayara decidiu enfrentar os erros de sua vida passada e acabou sendo levada através de Arcantatys pelos acontecimentos e consequências de suas escolhas. As sombras começam a espreitá-la. Uma terrível vilã, em busca de poder, entrará em seu caminho de forma inusitada e Tayara terá seus limites testados ao descobrir segredos do seu passado.
Traições e batalhas pairam em sua trajetória. Diante de uma sombria realidade que pode confundi-la, ela terá que fazer difíceis escolhas para proteger a quem ama. Em As Faces da Sombra, Tayara terá que confrontar o seu maior medo. A batalha final está se aproximando e ninguém sabe de qual lado ela estará.

Carine Raposo

Título: Olhar de Fogo
Autor: Carine Raposo
Gênero: Romance / Fantasia
Ano: 2016
Idioma: Português
Páginas: 206
ISBN: 978-85-68255-78-3
Acabamento: Brochura
Após ter sua casa invadida na manhã de Halloween, Hannah decide seguir o novo vizinho misterioso até sua mansão. Hipnotizada pelo desejo de desvendar os segredos por trás daqueles olhos de fogo, ela entra. Só não imaginava que essa escolha a faria descobrir muito mais do que gostaria. Pois há algo errado come la. Um ritual terá início. Planos macabros entrarão em ação. E, em três noites, seu passado se revelará de maneira cruel.
O tempo e a verdade serão seus maiores inimigos. Hannah nunca deixou o medo lhe servir de conselheiro. Nessa noite, ela se arrependeu.
ENTRE, E SEJA BEM-VINDO À MANSÃO, MAS NÃO ESQUEÇA: TOME MUITO CUIDADO COM SEUS OLHOS...
Hannah não seguiu meu conselho, e acabou pagando caro por isso.

30.11.16

{Resenha} Kafka à beira-mar







Autor: Haruki Murakami
Editora: Alfaguara
Sinopse:  Kafka à beira-mar é um dos romances mais ambiciosos do escritor japonês Haruki Murakami, e uma das mais surpreendentes obras da literatura contemporânea. Centrado na jornada de dois personagens, é um livro imaginativo, com referências que vão do mundo pop japonês às tragédias gregas.



“As pessoas podem ser gays, lésbicas, héteros, feministas, facistas, comunistas, hare krishna, nada disso me importa. Qualquer que seja sua bandeira, não me importa. O que eu considero insuportável são as pessoas vazias (...) Teorias infundadas, palavras vazia, ideais usurpados, sistemas inflexíveis. Essas são as coisas que eu realmente temo e odeio. É muito importante saber o que é certo e errado. E erros de julgamento individuais são na maioria das vezes passíveis de correção. São reparáveis, desde que haja coragem para reconhecer o erro. Mas a mentalidade tacanha e a intolerância resultantes da falta de imaginação são como parasitas: transformam seus hospedeiros, metamorfoseiam-se e continuam a existir. Não há salvação para elas (…)” (Página 225)


Roubarei para mim as palavras do Chicago Tribune, “Murakami é um gênio.” A primeira experiência que encontrei com esse autor foi com o livro “Após o Anoitecer”, não pensei que algum outro superaria esse primeiro, mas me encontrei redondamente enganada após finalizar a leitura de “Kafka à beira-mar”.

A trama envolve dois protagonistas, Kafka Tamura o menino de 15 anos mais valente do mundo que foge de casa no intuito de escapar de uma maldição de nível edípica; e Nakata (meu favorito por sinal), um bondoso senhor de idade que quando criança passou por um incidente sobrenatural.



Na história de Kafka encontramos a narrativa em primeira pessoa, onde descreve seus sentimentos e ansiedades devido ao mundo nova a que se entrega, em busca de sua mãe e irmã. Com diálogos entre ele e “o menino chamado Corvo”, seu companheiro desde criança.

Com Nakata, a narrativa é em terceira pessoa, o senhorzinho se encontra vazio desde o sofrido acidente, expressa a si mesmo como alguém em dúvidas do que é e um projeto do que deve ser.
Como disse anteriormente, o personagem que mais me cativou foi Nakata, de forma que lia apressadamente os capítulos voltados ao Kafka, só para ver os rumos de Nakata. Porém, Murakami construiu a trama com diversos outros personagens importantes, Oshima (meu favorito da parte de Kafka), Sakura, Sra. Saeki, Hoshino, os gatos Kawamura, Mimi, Goma; todos os personagens tiveram papeis importantes na história.

Grande parte da trama desse livro se dá em torno de uma “pedra de entrada”, que só acabando de finalizar a leitura entendi o que quer dizer. Com “abrir e fechar a pedra de entrada”, acredito que Murakami quis nos mostrar que devemos aceitar e conviver com nossas lembranças e maldições, mas não podemos fazer isso sozinhos, precisamos da ajuda de pessoas, pessoas que nem sempre serão quem já  conhecemos, às vezes pode ser que sejam estranhas as que nos ajudarão com nossos problemas. Mas precisamos aceitar esse fato e pedir ajuda, sem vergonha ou preconceito.



“Todos nós perdemos coisas preciosas ao longo da vida (...) Oportunidades ou possibilidades importantes, emoções que nunca mais experimentaremos. Esse é um dos significados da vida” (Página 566)  


29.11.16

{Lançamentos} Novembro: Editora Paralela


A Editora Paralela este mês já começa com um guia lindo para os cabelos divos, O Livro dos Cachos, de Sabrinah Giampá.
Tem também o livro 3 da série Os Diários de Bridget Jones, O Bebê de Bridget Jones!
Confira abaixo mais informações sobre os lançamentos deste mês!

Sabrinah Giampá


Lançamento: 31/10
“O liso é sempre mais chique e elegante!” “O cabelo enrolado não é profissional.” “Não dá para ir à festa sem fazer chapinha!”
Se você tem cachos, provavelmente escuta frases como essas desde a infância. Isso porque, em nossa sociedade, o cabelo não liso é tido como um problema que deve ser corrigido a qualquer custo. Não é à toa que o Brasil é um dos países em que mais se gasta dinheiro com tratamentos químicos de alisamento. Mas o que está por trás da suposta supremacia do liso? Quais são os males que as escovas progressivas, japonesas e afins trazem para nossa saúde? Como tratar, hidratar e estilizar nosso cabelo (e o de nossas filhas) de forma eficaz e saudável, respeitando a natureza dos fios? Em O livro dos cachos, Sabrinah Giampá – jornalista e cabelereira com especialização em cachos – responde a todas essas perguntas de maneira simples e direta. De quebra, ensina técnicas infalíveis para escolher os produtos adequados, higienizar o cabelo da maneira correta e, claro, combater o ressecamento e o tão temido frizz. Uma leitura indispensável para todas as mulheres, cacheadas ou não. E aí? Pronta para fazer as pazes com suas madeixas?

Diários de Bridget Jones #3
Hellen Fielding

Título Original: Bridget Jones's Baby
Lançamento: 20/10
“(O bebê adora batatas com queijo, e os fetos têm um conhecimento instintivo daquilo de que precisam.)” “Até pensei em comprar uma boneca para vestir e já ir treinando, mas seria bizarro demais, não?” “Será que eu me esforcei tanto para os caras não pensarem que gosto deles, para não parecer carente, que eles pensam que não gosto mesmo?”
Criada há mais de vinte anos, Bridget Jones continua a voz de mulheres de trinta e poucos anos ao redor do mundo, narrando os percalços da busca pelo amor verdadeiro, satisfação no emprego, decisões sobre o matrimônio e a maternidade. Este último desafio é o que a espera agora. Apesar de todos em seu redor a pressionarem, Bridget não estava planejando engravidar justamente agora. E mais: ela planejava saber quem era o pai de seu bebê. Já que as coisas nunca saem de acordo com o plano, ela aproveita o lado bom da situação e se diverte ao comprar roupas para recém-nascidos e consumir todas as batatas gratinadas possíveis. À medida que os meses se passam e a data do parto se aproxima, Bridget precisa tomar decisões e tentar descobrir quem é o pai de seu bebê. Mais divertida do que nunca, Helen Fielding apresenta mais um romance da série Bridget Jones. Reunindo os nossos personagens preferidos, sem deixar de fora Daniel Cleaver e Mark Darcy, ela prova que continua uma voz única na literatura feminina contemporânea.
#1 – O diário de Bridget Jones
#2 – No limite da razão

28.11.16

{Resenha} Depois da Última Dança



Autor: Sarra Manning
Editora: Suma de Letras
Ano: 2016
Sinopse: Estação de King’s Cross, 1943. Rose chega a Londres querendo se entregar a uma vida de romance, glamour e dança, e para isso ela escolhe o Rainbow Corner, o mais famoso salão de dança da cidade. Enquanto a Segunda Guerra Mundial entra em seu momento final, Rose se apaixona perdidamente por um piloto, mas terá que lidar com as reviravoltas do destino antes que a guerra chegue ao fim.
Las Vegas, dias atuais. Uma linda mulher vestida de noiva entra em um bar procurando alguém para se casar com ela. Quando Leo assume o papel e diz “sim”, ele não tem nenhuma ideia da situação em que está se metendo. Quem será Jane, a mulher misteriosa?Quando Jane e Rose, agora uma senhora de idade, se conhecem, a fagulha da discórdia se acende. Mas acontecimentos que elas não podem controlar fazem com que o tempo se torne um bem muito precioso. Será que as duas conseguirão apagar os fantasmas do passado e encontrar a paz no futuro?Depois da última dança conta a extraordinária história dessas duas mulheres, separadas pelo tempo, mas ligadas pelo destino. Um romance que fará com que você acredite no poder do amor.

Resenha:

Confesso ter tido dificuldades para terminar esse livro. Não por estar achando ruim, não por não gostar da escrita ou da história. Mas quem está acostumado com as minhas resenhas por aqui, sabe que não sou lá muito adepta de romancinhos e histórias de amor. Parece que travo, e demoro para chegar ao final.

Enquanto lia o livro, comecei a pensar no quanto nosso passado, nossa história pregressa, influencia e dita as nossas atitudes futuras. E a cada vez que vejo essas situações, penso no quanto vivemos de “e se...”. Porém não podemos voltar ao passado, não podemos mudar o que já aconteceu, e mesmo que pudéssemos, deixaríamos de aprender algo, de sobreviver a algo, que pode definir realmente o que somos.

Duas histórias diferentes, duas épocas diferentes, que acabam se cruzando da forma mais improvável possível!

Rose fugiu da casa dos pais, ainda adolescente, em plena Segunda Guerra Mundial, para tentar a vida em Londres. Fez amigos, trabalhava durante o dia, e se divertia durante a noite no Rainbow Corner, salão de dança que recebia os soldados de passagem pela cidade. Conheceu o primeiro amor, a primeira decepção, e aquele segundo amor que cura todas as dores que o primeiro causou. Sofreu perdas irreparáveis na Guerra, e ajudou a abrigar refugiados de outros países.

Jane é apresentada já no tempo presente, deixando seu passado para ir se revelando aos poucos, conforme a história toma forma. Seu sonho era se casar até os 27 anos (e eu aqui chegando nos 28 ainda este ano), com alguém que lhe desse extremo conforto financeiro. Porém, aparece em um bar, vestida de noiva, onde conhece Leo.

Leo era um pintor frustrado, que não conseguia terminar nada que começava na vida. Tinha envolvimento com drogas, inclusive já tendo passado por uma overdose e um processo de reabilitação (que não pareceu surtir tanto efeito assim).

Quando Jane e Leo se encontram, ela lhe conta sua história recente, que havia sido abandonada no altar, e em breve faria 27, acabando com seu sonho de se casar antes desta idade. E assim os dois se casam em Las Vegas, sem ao menos se conhecerem por mais do que algumas horas.

“Quando ela lhe sorriu, não era porque aquilo era uma grande piada, uma noite louca em Las Vegas com a qual ele iria cansar as pessoas pelas próximas décadas, mas porque, naquele momento, naquele gazebo de bom gosto, eles se entendiam. Duas pessoas feridas à procura de algum conforto, algum tipo de distração, e que tinham encontrado uma à outra.”

E aí vocês se perguntam, mas o que Rose tem a ver com essa história desses dois doidos? Ocorre que Rose era uma tia-avó de Leo, de quem ele havia se afastado há aproximadamente dez anos. Porém, chega a notícia de que Rose está com câncer e não tem muito tempo de vida, e ele convence sua esposa desconhecida a viajar com ele para Londres, para ajudá-lo a fingir para a família que ele não é mais aquele garoto inconsequente e que conquistou algo na vida.

Jane não tem para onde ir, por isso aceita a proposta de Leo, mesmo sem ter nada a ganhar com isso. Ou pelo menos é o que ela pensava, pois quando chegaram em Londres, Rose descobriu que a família de Leo tinha muito dinheiro, e que talvez ele fosse um dos herdeiros de Rose, caso ela o perdoasse e o colocasse em seu testamento. A princípio, Jane planeja ajudar Leo com seus problemas familiares, e pedir o divórcio após ele ter recebido a herança.

O casal aprende no dia a dia o real significado do amor e do perdão. Leo amadurece, deixa de lado seus vícios, e passa a realmente se esforçar para ser uma pessoa melhor e conseguir ser perdoado pela tia. Vendo isso, Jane o encoraja, e mesmo achando que não é merecedora do cara que ele se tornou, ela continua ao seu lado, e também ao lado de Rose, mesmo podendo partir a qualquer momento.

“Às vezes, o que você acha que quer não chega nem perto do que você de fato precisa.”


Cada personagem dessa história passou por sofrimentos tão intensos, dores tão profundas, que chegaram a me angustiar em alguns momentos. E olha que alguns mistérios só são revelados bem no final do livro. Dessa forma, posso dizer que não se trata “apenas” de uma história de amor, mas também de sofrimento, de perdão e aprendizado. Apesar da minha resistência, é um livro de uma sensibilidade sem tamanho, super recomendo!! 

27.11.16

{Evento} Lançamento Prometida - Fortaleza - Carina Rissi


Oie amores, tudo bem? Espero que sim. 😉
Vim postar a minha "trajetória" no evento Prometida que teve em várias cidades, e dessa vez Fortaleza foi agraciada com a notícia de que a Diva Carina Rissi viria.
Fiquei me programando e comprando coisas pra comer na fila, porque se quisesse ser uma das primeiras e ir pra casa "cedo", teria que chegar bem antes do horário do evento, que seria das 18:00 as 22:00 no dia 10 de Novembro.
Uma data que jamais será esquecida!


Cheguei no Iguatemi as 9:30 da manhã. Sim! Você não leu errado flor!
Cheguei nesse horário e adivinha? Já tinha gente na porta esperando abrir o shopping pra ficar na fila.
Eu não estava sozinha nessa espera, minha amiga Anne Viana (resenhista do blog) estava lá comigo e chegou poucos minutos depois.
Pode ser um absurdo pra algumas pessoas esperar das 9:30 até as 19:00 por uma autora, mas eu lhe digo que valeu demais a pena!
Sou muito fã da Carina, chega a ser um pouco demais a minha euforia quando recomendo qualquer livro dela... 😛



É incrível a capacidade de criatividade, de escrita que essa autora tem. Não é por menos todo esse sucesso que ela faz quando sai algum lançamento. Não é apenas por isso, é ainda mais o carisma, a atenção e o repeito que a Carina tem com seus fãs.


Essa é a Série Perdida para quem ainda não conhece. Uma das melhores séries que já li nos meus quase 30 anos, e afirmo que depois que você conhece Ian Clarke nenhum mocinho será tão encantador e apaixonante como ele. Só avisando que o Sr. Clarke tem esse poder sobre as leitoras.
Quando vou indicar essa série perfeita pra alguma amiga, eu não tenho palavras para descrevê-lo.


Agora vamos ao que interessa!
O momento tão esperado, quando a vi chegar toda sorridente e simpática.
Tiveram alguns atrasos, mas foi incrível!



Carina "Lacradora" Rissi 


Olha eu aí com minha Diva. 💕
Gente vocês não tem noção do nervosismo que eu sentia enquanto esperava a minha vez. 
Conversamos e ela me perguntou se já tinha lido quais livros e qual eu havia gostado mais.
Respondi que li todos, mas não sei se queria saber se tinha lido a série toda ou todos os livros dela já lançados. Essa dúvida na hora a minha cabeça tinha dado uns tiques. Mas só tinha lido a Série Perdida, e pretendo mudar isso logo.
O livro que mais gostei foi Destinado, porque quem narra é o Ian, amo quando as autoras nos deixam ver o outro lado da história, saber seus pensamentos... eu simplesmente adoro!


Levei pra autografar o primeiro, o terceiro e o quarto livro porque são as "versões" da Sofia, Ian e da Elisa. 
Depois de ter os meus livrinhos autografados, a pessoa era só felicidade.


Na época do lançamento, a Saraiva havia colocado de pré-venda o livro Prometida + poster. 
Como havia tido um problema com o Submarino que só queria me entregar o livro dia 12/12, cancelei e comprei o da Saraiva. Nunca rezei tanto pedindo pro livro chegar a tempo, e minha sorte foi que três dias antes do evento recebi o e-mail da Saraiva avisando que havia chegado na loja. 


Não é lindo? Fiquei apaixonada.


Minha série agora completa! Muito amor. Sem mais!
 Foi sem dúvida alguma um dia muito especial, que vou guardar para sempre.


 Pode ser meio dramático, mas sou dessas. Quem é fã da Carina como eu, vai entender.
Beijos amores. FUI! 



{Lançamentos} Novembro: Editora Alfaguara


O que dizer dessa edição linda de relançamento de duas histórias de Haruki Murakami, Ouça a canção do ventro & Pinbal 1973. É uma edição de capa dura e externo das páginas coloridas igual à capa!!! Ficou realmente linda!

Confira mais informações:

Ouça a canção do vento & Pinball 1973
Haruki Murakami

Lançamento: 11/11
Em 1978, um jovem Haruki Murakami se instala na mesa da cozinha para começar a escrever. Como resultado temos duas novelas brilhantes que marcam o início da carreira de um dos mais cultuados autores contemporâneos. Duas histórias poderosas, e levemente surreais, que tratam de amadurecimento, solidão e erotismo, no melhor estilo Murakami. Alguns dos personagens que conhecemos nessa obra irão reaparecer em Caçando carneiros e Dance, dance, dance, formando uma espécie de trilogia inicial do autor e esse conjunto, em vez de mostrar um escritor procurando sua voz, já mostra um autor maduro e seguro de seus temas. Traduzidas no Brasil pela primeira vez, Ouça a canção do vento & Pinball, 1973 são uma janela para o mundo fascinante de Murakami.