Menu

5.1.17

{2016} Os melhores de 2016




Pedi para as Meninas nos contarem quais foram os melhores livros de 2016. Então cada uma delas escolheu três de suas leituras do ano que se foi para montar seu TOP 3!

Manuh 

Este foi um ano de leituras incríveis. Apesar de ter lido bem menos que ano passado, valeu muito pelo que aprendi e refleti com as leituras feitas.
Meu top 3 de melhores leituras do ano fica assim:

3º lugar: A resistência, de Julián Fuks: com um texto poético, o autor fala sobre adoção, ditadura e pertencimento, tudo assim, misturado e carregado de emoção, para encantar quem aprecia fato histórico e drama familiar. Ma-ra-vi-lho-so!

2º lugar: A vida invisível de Eurídice Gusmão, de Martha Batalha: faz a leitura de uma época (anos 50), aborda o machismo e a condição da mulher. E nos traz a reflexão sobre a necessidade de falarmos cada vez mais sobre empoderamento feminino. Leia! Leia! Leia com as amigas, leia em um clube de leitura! O livro foi vendido para várias editoras estrangeiras e virará filme por aqui.
Resenha: Aqui


1º lugar: O tribunal da quinta-feira, de Michel Laub: disparado o melhor livro que li para resenha no blog em 2016. O texto de Laub é muito inteligente, ousado, provocativo. Os temas abordados são a privacidade/a exposição e a intolerância no ambiente das redes sociais. Junte a isso uma traição, AIDS e confidências violadas. Preciso dizer mais? Você não sairá ilesa/ileso desta leitura, acredite!

Menção Honrosa: De mim já nem se lembra, de Luiz Ruffato: o texto de Ruffato já vale a indicação. E este livro fala de saudade, de identidade, com a delícia de mesclar ficção e um tanto de autobiografia. Como só podia premiar três, este aqui ficou de fora, mas merece destaque.
Resenha: Aqui

Amanda

Aaaahhhh que honra estar aqui novamente para falar sobre meus livros preferidos do ano! No começo de 2016, o primeiro post em que participei nesse blog, também foi o de Top 3 (2015). Mas até então, eu ainda não havia escrito nenhuma resenha, e hoje me sinto muito feliz por poder escolher meus livros favoritos do ano me baseando nas resenhas que escrevi durante esse primeiro ano de participação minha no blog As Meninas Que Leem Livros.

Gostaria muito de agradecer à Priscila pelo convite, que mesmo sabendo das minhas correrias e loucuras, sempre me apoiou e me ajudou a cumprir minhas metas e prazos, acima de tudo, confiando no meu esforço e na minha competência para ajuda-la nessa tarefa de administrar um blog tão grande e tão lindo! Priii, muito obrigada mesmo, estou adorando participar disso tudo com você e espero do fundo do coração melhorar minhas contribuições para 2017!

Meninas e menino, muito obrigada por nos ajudarem a manter a qualidade desse blog que já existe há tanto tempo, sempre renovando os conteúdos e evoluindo a cada dia, a cada leitura, a cada filme ou série. Me sinto muito orgulhosa de fazer parte dessa equipe!
Mas agora chega de babação de ovo e vamos ao Top 3!!!!

Em terceiro lugar, os dois livros que me apresentaram à autora Rosana Rios. Sangue de Lobo e Olhos de Lobo nos trazem muito mistério e histórias sobrenaturais que são extremamente bem costuradas ao mundo real, aos experimentos de Guerra, além de se passarem no Brasil, em contextos nos quais podemos facilmente nos identificar.

Em segundo lugar, O Primeiro Dia do Resto da Nossa Vida, de Kate Eberlen. Quem leu minha resenha aqui, sabe o quanto me impressionei e ameeei esse livro. Uma das histórias de amor mais realistas que já li, pois nada acontece na hora certa, todo mundo passa por perrengues e descobertas antes de realmente ser “feliz para sempre”.
Resenha: Aqui

Em primeiro lugar, o queridinho do ano, que já foi minha indicação de presente de natal e também já passou por aqui com O Menino Que Vê Filmes, já que chegou às telonas no final desse ano. O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares (que agora foi relançado como “O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares), de Ramson Riggs, é uma mistura de fantasia, ação, com leves pitadas de terror e personagens maravilhosos que me encantaram desde as primeiras páginas. Com certeza foi o melhor livro que li e resenhei no ano de 2016, e em breve chegarão aqui as resenhas das continuações: Cidade dos Etéreos e Biblioteca de Almas.
Resenha: Aqui

Confesso que esse ano foi difícil escolher os três melhores, e isso é algo muito positivo, pois significa que as editoras têm se comprometido a lançar livros e autores excelentes todos os dias.  Espero que continuem assim e que a cada ano essa escolha se torne mais e mais difícil!! Feliz 2017 pessoal!!!

Crislane

Meu Coração e Outros Buracos Negros de Jasmine Warga 
Esse livro... Senti meu emocional abalar com essa história. Os conflitos internos de Aysel me tocaram muito. Vi uma menina muito perdida, em que ninguém conseguia penetrar em sua armadura, até encontrar Roman. O livro é bastante comovente, mas acredito que os acontecimentos foram muito rápidos. A relação com a mãe e a meia-irmã, e ainda o reencontro com o pai poderiam ter sido mais aprofundadas, mas talvez a autora quisesse deixar essas partes para depois. Para nos dar uma noção de que as coisas vão continuar, que Aysel vai lutar pela vida. Essa perspectiva me deixou feliz. Feliz por ela e Roman, que também decide viver. As coisas não serão fáceis, mas nada na vida é.

O Desapego Rebelde do Coração de Bianca Briones
Esse é o terceiro livro da Série Batidas Perdidas. E ai meu coração!!! Bianca deixa a gente tão, tão... Não sei nem o que dizer. Seus livros tem muito amor, eles transbordam das páginas e nos tocam fundo no coração. Rodrigo amadurece de uma maneira magnífica. Foi muito tocante ver o modo como ele pode aprender com sua pequena Anna (leiam e descubram sobre essa fofura). Rodrigo foi uma surpresa nesse livro. Não tinha como não se apaixonar ainda mais por ele. <3 


“Jurassic Park” do Michael Crichton 
Gostei muito! A forma de escrita de Crichton é bastante acessível. Quando soube que o livro ia ser lançado, fique bastante empolgada. Adoro os filmes de Jurassic Park e poder vir a ler o livro me deixou empolgada, mas o medo do livro ser tedioso me deixou um pouco receosa. Bom, o livro não é tedioso. O autor soube dosar os momentos técnicos e teóricos muito bem. As cenas foram bem construídas. O que pude sentir falta foi não ter ilustrações dos dinossauros. Seria maravilhoso vê-los entre as páginas do livro. Se na edição original essas imagens tivessem sido pensadas, o livro ia ficar ainda melhor. Tive que recorrer ao google imagens para saber de qual dinossauro eles estavam falando. Ainda assim isso não interferiu na leitura, que é maravilhosa.

Priscila

2016 terminou, o livro acabou, o inverno nos deixou... Brincadeira! #voltainverno!

Li muitos livros bons em 2016, foi um ano muito bom em vários aspectos. Foi meu primeiro ano morando com meu companheiro, adquiri uma vida de independência de verdade. Aprendi a ter mais paciência, a sempre respirar fundo. Não vale a pena se estressar, é só fazer.

 O blog cresceu um bocado, me deu orgulho. Mesmo que às vezes seja estressante, eu amo fazer isso. Amo ler. Amo dedicar minhas horas livres a isso... Tá que nem sempre, pois gosto de jogar, gosto de ver TV, gosto de ficar à toa! Mas o blog tem sido uma de minhas prioridades, pois minha dedicação está nele.

Agradeço a todos que estão fazendo parte disso, vocês são todos importantes!

Vou tentar cobrar mais no ano de 2017 e. *assovia*

Vamos lá. Minhas três melhores leituras... Muito difícil escolher só 3, pois li muitos livros marcantes este ano. Muitos deles me tocaram na alma, me emocionei de verdade lendo... E olha que não sou fácil de me emocionar!

Em 3º lugar: Uma história incomum sobre livros e magia,de Lisa Papademetriou
Uma história simples e cativante, que marca qualquer leitor. Não tem como não acreditar na magia dos livros e no que a leitura pode fazer com uma pessoa, depois de ler este livro! É fácil relacionar qualquer personagem a nós, pessoas comuns e leitoras, com um toque de esquisitice. A capa é linda, a diagramação dele é maravilhosa. Gostei demais e foi uma das minhas primeiras leituras do ano - ou quase isso.
Resenha: Aqui

O 2º lugar ficou com: O livro de memórias, de Lara Avery
Aprendi muito com a história de Sammie. Chorei, não acreditei no que lia, torci de verdade pela vida dela. Ela é forte, decidida, uma lutadora. Não aceita o que acontece e luta contra isso desde o primeiro dia. Tive esperanças... Mas aprendi muito com a Sammie e seu diário para a Sammie do Futuro.
Resenha: Aqui

1º lugar vai para....! 
Juntando os pedaços, de Jennifer Niven!
Representatividade, alto astral, auto-conhecimento... Tudo de presente neste livro da Jennifer Niven! Foi minha melhor leitura de 2016 justamente pela quantidade de reflexões que ele me deu, a emoção me causou. Acredito até que pode se tornar uma leitura obrigatória para nossos jovens, pois trata do bullying de maneira magistral, suave... Mas impactante. Queria ter toda a coragem que a Libby tem.
Resenha: Aqui


Foi difícil para nós todas escolher apenas uma leitura de todos que lemos em 2016.

Espero que o ano de 2017 seja incrível no ramo literário para nós, e tenho certeza que será!

Obrigada por nos acompanhar neste ano que passou... E seja bem vindo ao nosso ano de 2017!



4 comentários:

  1. Quantos livros bons vou adicionar à minha já imensa lista, só porque foram os eleitos por vcs!
    Que este ano seja de ótimas leituras, muitas resenhas, encontros especiais!
    Beijoooo!

    ResponderExcluir
  2. Quero ler juntando os pedaços. Adoro este estilo de livro! bjos!
    http://thaydreams.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ai, amooo esses posts de melhores do ano! <3 Duas coisas: amei ver A Vida Invisível de Eurídice Gusmão aí porque eu estou querendo muitooo ler esse livro há um tempinho já. E esse novo do Michel Laub também está na minha wishlist - fiquei fascinada pelo autor depois que li A Maçã Envenenada.

    Beijão e ótimo ano para vocês!
    Aline - Livro Lab

    ResponderExcluir
  4. meninas obrigada por todas as dicas ao longo do ano de 2016, cada uma tem um estilo e sempre trouxe muita diversidade
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.