Menu

5.1.17

{Primeiras Impressões} Ossos do Clima


Autor: André Souto
Editora: Arwen
Ano: 2016
Sinopse: O misterioso desaparecimento de um renomado cientista, um incêndio criminoso, um roubo que deu errado e as mortes inexplicáveis de diferentes pesquisadores ao redor do mundo. 
Aparentemente nenhum desses fatos está relacionado, mas com o desenrolar da história fica evidente cada pequena conexão. Algumas nem tão pequenas assim. 

Entre inúmeras perguntas sem respostas e enigmas que parecem insolúveis acontece, em Brasília, a Cúpula Mundial do Clima, pano de fundo para tramas políticas que podem mexer com algumas das mais íntimas certezas dos protagonistas da trama, assassinatos e uma caçada pelas pessoas que podem mudar a nova ordem mundial.
Junte-se a Alice Gianne e Amilton Vidal para tentar desvendar esse mistério e entender quais são os Ossos do Clima.


Sobre o autor:
  
André Souto nasceu em 1982 em Minas Gerais. É Mestre pela UFG, atuando como servidor público do Judiciário Federal e professor universitário. Morou em algumas regiões do Brasil antes de chegar à Brasília, palco de seus textos, que envolvem subgêneros da literatura policial em um ritmo moderno e instigante que deram origem a Ossos do Clima (com PRÉ-VENDA a partir de 05-12-16) e à obra Cubos de Marfim, terceiro colocado e menção honrosa do Prêmio Mark Wertz de Literatura.



Primeiras Impressões: 

"Quando as cinzas das hipóteses são tomadas como verdades, é preciso clarear os fatos."

Ossos do Clima nos apresenta o Professor Caio Sodré, especialista em climatologia, que conduz um trabalho misterioso em uma passagem secreta da Biblioteca Central da Universidade de Brasília.

Alice Gianne, também cientista e professora, estudava a teoria do efeito estufa. Porém, apresentava algumas características derivadas do autismo, o que dificultava suas relações afetivas e emocionais.

Além da apresentação de personagens extremamente interessantes, o princípio desse livro já nos traz duas mortes daquelas dignas de me impressionarem, mostrando um homem pegando fogo e com duas flechas atravessadas em seu corpo e um outro homem que teve sua água do banho substituída por óleo quente.


A história acontece ao mesmo tempo em vários lugares do mundo, e apesar de muito pouco ser revelado nos primeiros capítulos, já dá pra sentir que será um mistério de tirar o fôlego! A forma com que André Souto narra os acontecimentos e a forma como divide os capítulos me lembraram um pouco o estilo de escrita de Dan Brown, um dos meus autores favoritos. Me sinto ansiosa para ler o livro todo!


3 comentários:

  1. tomara que a leitura como um todo seja tão promissora quanto o início
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.