Menu

25.1.17

{Resenha} Eu só quero mais uma história de amor - Do elevador ao fim do mundo


Autor: Neto Bach
Editora: Alternativa Books
Ano: 2016
Sinopse: Eu só quero mais uma história de amor é um livro que trata o cotidiano de maneira empolgante e sedutora. Um misto de realidade e ficção que faz o leitor imaginar que cada conto é parte de sua própria vida. Afinal, quem nunca paquerou no elevador ou fez planos para o fim do mundo? Amores shakespearianos com toques picantes e finais surpreendentes. É assim que Neto Bach relata situações do dia a dia. Textos para rir, chorar e, acima de tudo, se divertir.

Resenha:

Neto Bach escreve seus contos de forma fluida, são fáceis e gostosos de ler. Fala de amor com facilidade, com emoção, e temos a impressão de muitos destes contos serem autobiográficos.

Porém, uma coisa me incomodou nesse livro. Apesar de ser um tema recorrente, do nosso cotidiano, achei exagero tantos contos terem como tema principal a traição. Apesar de “comum”, não consigo achar a traição uma coisa normal, e me incomodou muito ler mais de metade do livro em que cada história alguém trai a confiança de outra pessoa. Ainda assim, o autor trabalha com as possíveis consequências dessas ações, afinal, alguém sempre sai machucado.

“Bem, quando você quer muito algum coisa, o universo conspira para ferrar com sua vida. Pode chamar isso de destino.”

No conto “Paixão de Ocasião”, que achei lindinho, a situação se desenvolve dentro do metrô. Um estudante de teatro apaixonado por Shakespeare é atraído por uma garota sentada, lendo Romeu e Julieta. Beto se interessou pela garota, por seu estilo, e principalmente por sua leitura, mas, por mais que tentasse, não conseguiu reunir coragem o suficiente para falar com ela, que acabou descendo do metrô. Mas o que poderia ter acontecido caso ele tivesse abordado essa garota? Pode parecer clichê, mas esse conto me fez pensar no quanto perdemos na vida pelo medo de tentar.

Em “O Maior Pecado do Mundo”, Ana descobre que pode estar namorando seu próprio filho, fruto de um estupro quando ela era muito jovem. Esse foi um dos textos mais chocantes do livro para mim. Como lidar com algo tão perturbador?

Além da traição, do estupro, do incesto, o autor também escreve sobre outro tema polêmico: o racismo. Em “A Cor da Morte”, Thiago começou a trabalhar muito cedo para não ser “malvisto” na comunidade, visto que era negro. Ele se apaixonou pela menina mais bonita da escola, loira, de olhos verdes, de família rica e racista, fazendo com que a história terminasse em tragédia.

“Lágrimas escorriam pelo meu rosto, enquanto a raiva me consumia. Não podia ser. Isso não podia estar acontecendo comigo. Quando pensei em me virar para encarar aquele racista maldito, levei uma coronhada na nuca. Era o fim. No momento da agressão a arma disparou. Meu corpo caiu, e com ele minha dignidade. Caí de olhos abertos e pude ver a morte. Ela não era como eu imaginava. Não usava preto e não tinha uma foice. A morte era branca. E estava fardada.”


Uma coisa ficou clara com a leitura desse livro: Neto Bach escreve para incomodar, para nos tirar da nossa zona de conforto, nos fazendo refletir sobre o amor, suas diversas formas de manifestação, e também suas consequências. Vale à pena conhecer seu trabalho!

*Livro cedido pela Alternativa Books

38 comentários:

  1. Olá
    Eu nao conhecia esse titulo, mas fiquei bem interessada depois de ler seus comentários e a premissa parece ser ótima, deve mesmo tirar da zona de conforto pelo que pude compreender. Achei a capa bem curiosa na verdade e fiquei intrigada quanto ao desenvolvimento Espero poder ler em breve, e obrigada pela indicação!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Fer!!
      Então... O autor traz temas bem interessantes e atuais, que realmente nos fazem refletir... Espero que goste!
      Um beijo!

      Excluir
  2. Oieee, ainda não conhecia o autor nem a obra, mas logo de cara me parece ser bem intenso e pela sua resenha ele aborda temas bem polêmicos, gostei muito da capa e fiquei curiosa para conhecer mais da obra!

    Bjs Jany

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jany!
      Espero que goste dos temas e da escrita do autor...
      Depois me conta o que achou...
      Um beijo!!

      Excluir
  3. Oi, Amanda!
    Não parece ser um livro de contos fácil de ler, mas pelo que parece ainda assim é uma leitura que vale a pena por conta dos temas abordados. Além de quê, nem tudo nessa vida são flores, não é?
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Cris!!
      Com certeza... Não podemos ler sempre as mesmas historinhas com finais felizes, né? hehehehe
      Um beijo!!

      Excluir
  4. apesar dos elogios a trama não é o tipo de leitura que tenho buscado atualmente

    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thaila...
      Quem sabe numa próxima oportunidade??
      Beijos

      Excluir
  5. Oi Amanada,

    Adorei a ideia desses contos. Não leio muito esse estilo, mas quando leio gosto bastante da experiência.
    Não conhecia esse livro e os contos que você citou me deixou muito instigada a ler. E esses temas ai me chamam muito a atenção, curiosa para ver como algumas delas terminam.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Thiana!
      Eu também não leio muitos livros de contos, mas são sempre bons pra quebrar a rotina e é uma leitura fácil e rápida.
      Espero que goste, depois me conta!
      Um beijo!

      Excluir
  6. Eu adoro contos e essa coletânea aqui, eu ainda não conhecia. Achei bem interessante o fato de temas tão fortes como incesto, abuso, racismo, serem abordados e isso me deixou curiosa. Vou procurar pra ler o mais rápido possível.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ivi, pode ter certeza que os temas foram escolhidos a dedo e não são pra qualquer um não rs
      Espero que goste e volta aqui depois pra me contar...
      Um beijo!!

      Excluir
  7. Oie! Tudo bem? Eu não conhecia esse livro e não me chamou a atenção ele infelizmente e concordo com você que se eu lesse ele não curtiria encontrar tantos contos com a temática Traição, é uma coisa que dificilmente trabalho nos meus livros, e quando leio não curto muito quando acontece!
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Nay...
      Esse tema me incomodou bastante...
      Mas os outros contos são muito bons e com temas variados, sempre pra nos deixar com aquela pulga atrás da orelha rs
      Um beijo!!

      Excluir
  8. Olá!
    Eu gosto muito de ler contos, embora meu gênero preferido seja terror! Este parece ser uma leitura pra se ler quando que se sentir leve... Gostei, mas que título enorme né? rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha realmente, Marcia, o título é grandinho né...
      Mas os contos não são tão leves assim, apesar de não ter nada de terror hehehe
      Um beijo!

      Excluir
  9. oi, gosto de ler esses livros que trazem temas fortes, polêmicos e que nos tiram da nossa zona de conforto. Mas talvez eu também me incomodaria com esse fato de muitos contos abordarem a traição como se ela acontecesse o tempo todo. Adorei a dica, eu não conhecia o autor ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tamara!!
      Talvez a intenção seja realmente incomodar com temas atuais e cotidianos né?
      Um beijo!

      Excluir
  10. Oi.

    Esse deve ser um livro maravilhosos pelos temas que ele aborda. Ainda não o conhecia, mas adorei a premissa dele. Vou anotar a dica e se tiver como obter depois o livro, irei separar um momento para o ler.

    ResponderExcluir
  11. Oi!

    Eu gosto muito de autores que nos tiram da zona de conforto, que nos causam desconforto, que nos fazem pensar e sermos críticos. Eu não conhecia o autor, nem o livro, mas fiquei bem curiosa com a temática, até mesmo para me instruir melhor e até desconstruir algumas coisas. Adorei e anotei a dica. :d

    bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anelise!
      Também acho super importante sairmos da zona de conforto e sermos críticos.
      Espero que goste do livro!
      Um beijo!

      Excluir
  12. Nossa, fiquei bastante curioso pelo enredo do conto que mostra a mãe que pode estar namorando o próprio filho, realmente a autora aprece querer tirar o leitor da zona de conforto, mostrando que devemos entender as varias formas de amor. Apesar da maioria dos contos serem sobre traição. fiquei bastante interessado no livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim...
      Esse conto sobre a mãe e o filho é bastante interessante, e pra mim foi um dos melhores textos do autor.
      Espero que goste!
      Um beijo!

      Excluir
  13. Oiee Amanda ^^
    Eu ainda não conhecia este livro, mas também não fiquei muito curiosa para conhecer. Lendo a sua resenha, fui imaginando mesmo que o autor escrevia para tirar o leitor da zona de conforto, e, como você confirmou isso no final, só tive mais certeza...haha' uma pena que todos tenham "ganhado" uma traição, também não acho normal :/
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza não é um livro pra qualquer um Dryh! hehehe
      Um beijo!

      Excluir
  14. Gostei muito de ser um livros de contos e a tematica dele, mas tambem acho que me incomodaria com a normalização da traição que é uma coisa que eu detesto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Gabriela!
      Porém, os outros contos valem à pena...
      Um beijo!

      Excluir
  15. Olá,

    Confesso que não gosto muito de livros de contos, mas recentemente tenho criado um carinho especial por contos, até mesmo escrevi um (risos) e a temática deste livro em especial, me deixou bem intrigada. Adorei conferir suas impressões, pois apresentaram elementos que eu prezo muito nas histórias. Futuramente vou adquirir o meu exemplar.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vivianne!
      Espero que goste do livro!
      Depois volta aqui e me conta o que achou...
      Um beijo!

      Excluir
  16. Oi, Amanda. Tudo bem?
    Eu não gosto muito de livros de contos porque eu sempre acho que está faltando alguma coisa. Esse não me parece ser um livro fácil de ler, mas parece-me ser uma leitura bem importante por conta dos temas abordados. Gostei muito de sua resenha. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cat!!
      Livros de contos realmente são complicados hehehe
      Mas os temas são bem interessantes mesmo...
      Obrigada!
      Um beijo...

      Excluir
  17. Oi Amanda, tudo bem?
    Eu vez ou outra pego um livro de conto pra ler, geralmente estes são leituras rápidas e sempre é bom conhecer um novo livro de contos. O ponto que te incomodou, que é com relação aos contos de traição me agradariam pois dificilmente vejo esse tema sendo retratado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Italo!
      Acho que o problema não é o tema ser retratado, mas sim a forma como é retratado.
      No caso, achei um tema muito recorrente, tratado com muita normalidade, e por isso me incomodou.
      Mas claro que sempre tem alguém que gosta né? hehehe
      Um beijo!

      Excluir
  18. Helloo, tudo numa nice?!
    Eu gosto de livros que me choquem e que em certos momento me deixa desconfortável, de modo que me faça refletir em certo aspecto. Achei muito válida a sua observação sobre o conto simples e clichê, pois abriu seus olhos para oportunidades que temos e deixamos passar. Me fez pensar em mim mesma e o tanto de oportunidade que deixei passar por timidez ou medo. Eu também ficaria incomodada com tantas estórias falando de traição. Concordo com você, apesar de ser "comum" ainda não é aceitável.
    Ótima resenha.
    Beijin...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alana!
      Também gosto de sair da zona de conforto e refletir sempre, principalmente quando posso aprender algo para usar na minha própria vida...
      Obrigada!
      Um beijo!

      Excluir
  19. Já ouvi falar sobre o autor e os livros. esse ano ainda não cheguei a ler contos e preciso. Mas assim como você, fiquei incomodada também por saber que os exageros sobre traição são recorrentes, mas mesmo assim eu leria pra formular a minha própria opinião.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oieee!!
      Espero que goste do livro e volte depois pra me dizer o que achou!
      Um beijoo!

      Excluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.