Menu

15.1.17

{Resenha} Jantar Secreto



Autor: Raphael Montes
Editora: Companhia Das Letras
Sinopse: Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de sucesso na capital fluminense. Mas o dinheiro está curto e o aluguel está vencido. Para sair do buraco e manter o apartamento, os amigos adotam uma estratégia heterodoxa: arrecadar fundos por meio de jantares secretos, divulgados pela internet para uma clientela exclusiva da elite carioca. No cardápio: carne humana. A partir daí, eles se envolvem numa espiral de crimes, descobrem uma rede de contrabando de corpos, matadouros clandestinos, grã-finos excêntricos e levam ao limite uma índole perversa que jamais imaginaram existir em cada um deles.


Um convite muito especial está sendo feito a você leitor. Venha participar desse jantar secreto tão solicitado e requintado com pratos exóticos e de ótima qualidade!

Junte ser jovem de um país em crise com falta de emprego na sua área, não ter reconhecimento, não estar satisfeito com um emprego que paga mal e adicione tudo isso ao desespero com a situação financeira. Essa história pode acabar muito mal...

Quatro amigos, Dante, Miguel, Hugo e Leitão vão morar sozinhos no Rio de Janeiro. Os quatro rapazes estão cheios de sonhos para realizar: cursar a universidade, conseguir um bom emprego e ser bem sucedido. Hugo que ser mestre de cozinha, Miguel quer ser médico, Leitão quer trabalhar na área da computação e Dante que ser administrador. Porém, cinco anos se passam e os obstáculos nesse período vão atrapalhando pouco a pouco o sonho de cada um deles e os deixando enfadonhos e desmotivados. Ser jovem e cheio de sonhos na situação atual do país não lhes trazem nada de bom.


“Uma vez formado, esperava trabalhar em uma empresa sólida, juntar dinheiro suficiente para capitalizar meu próprio negócio e conseguir realização profissional antes dos trinta. O sucesso só faz sentido quando se é jovem.” Página 24

“Muita coisa não estavam nos livros. [...] Não havia nada sobre ser jovem e formado em administração. Nada sobre buscar emprego na sua área e não conseguir. Nada sobre ser ignorado.” Página 24

Dante é formado em administração pela UERJ, mas não consegue arranjar emprego em sua área e tem que trabalhar em uma livraria onde os clientes vão a procura de livros sem saber o título ou o autor ou com as intermináveis lista de materiais escolares. Seus amigos também não estão em melhor situação. No entanto, a vida deles está prestes a mudar quando Dante recebe a notícia do corretor que o apartamento não foi pago nos últimos seis meses e que eles serão despejados em duas semanas. Leitão não estava pegando o aluguel, estava gastando tudo com a namorada/prostituta Cora.


Desesperado, Hugo tem a ideia de se cadastrar no site JantarSecreto.com onde o objetivo é fazer um jantar exótico para pessoas desconhecidas como uma espécie de aventura gastronômica para elas e poder ganhar um dinheiro para tentar saldar uma parte da dívida. Entretanto, além de acabar com o dinheiro do apartamento, Leitão decide fazer uma brincadeira e coloca no site que a carne servida será humana e cobra um bom preço pela refeição, porém o que ele e os outros não imaginavam era que pelo menos 10 pessoas ficariam interessadas e a partir daí suas vidas dariam uma volta de 360°.

A narração é em primeira pessoa e fica por conta de Dante. O acabamento do livro está muito bem caprichado. A lombada das folhas está vermelha e a capa com alguns respingos de sangue dão um toque a mais. Por dentro, o livro contém troca de mensagens no WhatsApp dos rapazes, cardápio do jantar e muitas mensagens deixadas em banheiros públicos. O livro não poderia estar mais caprichado!

“O cagaço motiva
O recalque constrói.” Página 182

                                         
Já tive a oportunidade de ler O Vilarejo do autor, tem resenha no blog, e eu adorei a experiência. Raphael Montes tem uma escrita única, ele escreve com muita precisão e talento. Tem uma leveza na escrita que me encanta e me faz querer sempre vir a ler algo que ele possa lançar.

Jantar Secreto é escrito com toques de ironia e humor negro que fazem a leitura fluir rapidamente. Mesmo a história contendo muito sangue, personagens fora de controle, ambiciosos e mórbidos, Raphael Monte é mestre em nos fazer assistir sua história de camarote. Foi impossível não parar de pensar em como esse livro iria terminar, mesmo com a primeira cena contendo um pedaço do final dessa história. Como dar um final digno a uma história tão bizarra? De fato foi O FINAL. Estou até agora chocada com tanta ousadia. Não sei se fico horrorizada com o final ou admirada com a genialidade do autor.

Além de a história ser fantástica, o livro me remeteu a reflexão. Quantas vezes não comemos com gosto a nossa carne de cada dia e nem por isso sentimos pela vaca ou pelo porco? Ou se sentimos, esquecemos logo depois de uma boa garfada. Isso me remete a ver como tratamos as pessoas e nossos próprios interesses em níveis diferentes. Quando não somos afetados diretamente, não percebemos que o próximo pode ser afetado. Além do fator da crise, que é muito real em nosso país e em como momentos desesperados exigem medidas desesperadas. A sobrevivência própria vem sempre em primeira instância.



22 comentários:

  1. Crisss!!
    To lendo e amandooo esse livro e a escrita de Raphael Montes é deliciosa!! To apaixonada com esse autor!! Espero poder ler outros livros dele...
    Um beijo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda!
      Quando li "O Vilarejo" fiquei encantada com sua escrita e criatividade para criar suas histórias. Mas quando li esse livro... :O Anda em choque! rsrsrs...
      Beijão!

      Excluir
  2. Olá, achei demais a indicação, não conhecia esse liro
    achei uma otima dica !
    Beijos

    http://www.modaimagem.com.br/

    ResponderExcluir
  3. o estilo do autor não é o meu favorito na escrita, mas verdadeiramente é um talento
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Cris, adorei a indicação e principalmente como você inicia essa resenha. Me deixou bem instigada. A narrativa do livro parece ser envolvida em suspense e isso é muito positivo.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jéssica!
      Obrigada! Que bom que a resenha te instigou. ^^
      E não deixei de ler se o livro te interessou mesmo. ;)
      Beijão!

      Excluir
  5. Olá, Crislane! =^.^=

    Que ideia ousada essa do Jantar Secreto, hein? rs. Achei a ideia do livro sensacional e mórbida ao mesmo tempo (e eu adoro isso), fiquei pensando por horas o que pode ter acontecido com eles após aquelas pessoas terem manifestado interesse pelos serviços do site. Gostei também de saber que o livro tem certa interatividade, quebrando aquela barreira de puro texto para adicionar conversas de WhatsApp, o cardápio, etc. Isso faz com que a obra fique mais lúdica! A reflexão que você propôs também é super válida, e certamente fará parte de meus pensamentos após a leitura. Fiquei muito ansiosa e espero comprar a obra em breve!

    Um beijo,
    Débora
    Amor Livrônico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Débora!
      O livro é realmente muito bom. Quando tiver oportunidade compre e leia o livro.
      Acredito que você vai se deliciar com esse livro. ;)
      Beijão!

      Excluir
  6. Não é meu estilo de livro, mas a sua resenha me deixou extremamente curiosa para saber o final desta história, rsrs.

    ResponderExcluir
  7. somente a capa ja é totalmente envolvente por completo, a história é bem cantadora dar vontade de você ler, ler, ler sem para, a historia de prende nela, essa autora é incrível, ja quero esse livro. Vou procurar preciso ler ele

    ResponderExcluir
  8. Oi!
    Já li dois dos quatro livros lançados pelo autor e me Tor ei fã das suas obras e estou muito animada pra ler esse livro. A premissa é bastante arriscada e ousada mas pelas resenhas que tenho lido o autor se saiu muito bem nesse desafio. Fiquei particularmente curiosa pra saber qual é o desfecho que te impressionou tanto é gostei de saber que a trama foi além e te induziu reflexões sobre o consumo de carne.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Larissa!
      Quero ler "Dias Perfeitos" e "Suicidas". Parece que esse último vai ter uma nova versão. Quero ler!!!
      Beijão!

      Excluir
  9. Oie
    eu ainda não acredito que não li nada desse autor pois estou louca para ler todos inclusive esse que só vejo resenhas super elogiando, assim como a sua. Que bom saber que além de ser bom, também nos leva a reflexão, não vejo a hora de ler

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Achei a premissa parecida com um filme que tem o Jhonny Deep, que tem uma mulher que faz torta de humanos, rs. Nunca li nada do autor, mas já espero uma leitura maravilhosa! E sua resenha só me deixou mais empolgada para iniciar a leitura. Achei o enredo macabro, mas interessante. E deve ser bem reflexivo mesmo.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    A premissa desse livro me intriga, pois traz a mesma reflexão que você teve. Nós comemos carne de outros seres vivos e não nos importamos com isso, porque quando é de humano, nos importamos? É algo que devemos pensar mesmo. Me pergunto quais caminhos Raphael Montes quis seguir ao escrever esse livro e quão extraordinário deve ser ler ele por completo.
    Dica anotadíssima.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. OOi!
    Esse livro parece ser ótimooo!
    É a segunda resenha que leio do livro, e ela aumentou ainda mais minha vontade de lê-lo. Essa premissa é muito instigante, e sua resenha maravilhosa. "Quando não somos afetados diretamente, não percebemos que o próximo pode ser afetado. " Realmente!
    Parabéns pela resenha! Espero ter a oportunidade de realizar a leitura.
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  13. Faz alguns dias que tenho a curiosidade de ler este livor, essa é a segunda resenha que vejo dela. Esse humor negro empregado na história faz com que eu fique instigado pela leitura. A reflexão que o autor cria com este tema, é bastante interessante, espero logo poder ter essas mesmas impressões positivas que você.

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    Vi esse livro em outros blogs, confesso que já pelo título fiquei curiosa pela leitura.
    Não conheço nada do autor, mas já li ótimos elogios a respeito da escrita dele.
    Aqui pelo que vi encontramos algo que de inicio tem o toque de realidade de muitos jovens, após a formação trabalhando em outros serviços, aquele loucura de ter dividas e tal...
    Fico intrigada com esse humor negro, dica anotada.

    Beijo

    ResponderExcluir
  15. Oiii.
    Esse livro traz uma temática muito pesada, não sei se teria estômago para esse jantar kkkkk. Já li outros livros do autor e sei que ele escreve muito bem, desse modo quem gosta de livros com esse tema pode se identificar.
    sua resenha ficou ótima como sempre♥
    Bjs Mary

    ResponderExcluir
  16. Oie!
    Nossa eu sou uma pessoa muito medrosa, sabia?
    Por conta disse, esse livro definitivamente não é pra im, mas tenho que dizer que eu fiquei mega curiosa com a história e com a diagramação dele pelo que disse.

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  17. Uau! Que livro é esse?
    É a primeira vez que ouço falar do autor e estou de boca aberta. O enredo é completamente diferente de tudo que eu li. Mesmo eu sendo bastante medrosa, resolvi que esse ano pretendo deixar o meu medo de escanteio, então é claro que vou dar uma conferida no livro.
    Adorei conferir suas impressões.
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Adorei a resenha e saber um pouquinho mais da obra. Não sou muito de ler livros nesse estilo, mas alguma coisa nos livros do Raphael me chamam muito a atenção.
    E o fato de ele ter reflexões junto com ironias e humor negro só me deixam ainda mais empolgada para participar desse jantar - mas só de fora, claro!
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.