Menu

5.2.17

{Séries} Séries assistidas em Janeiro!


Devo admitir que minha leitura do mês de janeiro ficou atrasada, mas é culpa do Netflix!!!


Então resolvi transformar isso em mais que um tempo de entretenimento... Vou falar um pouquinho de cada e você escolhe alguma para assistir se lhe interessar, ooookay?

Eu (e meu companheiro) começamos este ano num ramo mais nacional. Vimos muita gente falando de...

3%


Em um futuro pós-apocalíptico não muito distante, o planeta é um lugar devastado. O Continente é uma região do Brasil miserável, decadente e escassa de recursos. Aos 20 anos de idade, todo cidadão recebe a chance de passar pelo Processo, uma rigorosa seleção de provas físicas, morais e psicológicas que oferece a chance de ascender ao Mar Alto, uma região onde tudo é abundante e as oportunidades de vida são extensas. Entretanto, somente 3% dos inscritos chegarão até lá.
Então, como eu disse, vimos muita coisa positiva sobre essa série e meu companheiro resolveu que queria ver. Então assisti com ele e até que foi boa, viu? É meio confusa, no começo senti estar vendo malhação em algumas partes, mas se você se deixar levar, nota que o enredo é bom, tem personagens e atores bons. Claro que é um enredo completamente novo para as telinhas televisivas brasileiras, mas não deixou a desejar pra muita série norteamericana não.



As personagens foram bem construídas, não tem muito uma personagem principal, mas o foco acontece mais na Michele (Bianca Comparato), uma jovem que deseja entrar para o Processo depois de ter perdido o irmão. É confusa, não sabe agir de acordo com o que é esperado, mas apresenta bastante capacidade para liderança. Temos Fernando (Michel Gomes) um cadeirante que não acredita no Processo e só está lá porque seu pai é um profeta/pastor e acredita no Casal Fundador.

Rafael (Rodolfo Valente) é o alívio cômico da série: não leva nada a sério e está disposto a pisar em qualquer um para chegar ao Mar Alto. Joana também merece ser citada, é a linha dura e que ela sim, está disposta a fazer qualquer coisa, destruir quem tentar tirá-la do caminho. No começo meio que peguei antipatia por ela, mas no final, é uma personagem brilhante, em minha opinião.

Claro que tem muito mais personagens, inclusive os do próprio Processo. Mas não gostei muito das interpretações dele, então deixo para vocês formarem opiniões e depois comentarem comigo!

Temporadas: 1|| Próxima: Renovada - Sem previsão de estréia || Episódios: 10

The Shannara Chronicles

Um misto de mágica com tecnologia primitiva em um reino de fantasia. A história ocorre milhares de anos após a destruição da atual civilização, e é centrada na família Shannara, cujos descendentes possuem magia e protagonizam aventuras com o poder de remodelar o futuro do universo.
Essa série foi uma pequena surpresa. Eu já havia lido coisas boas sobre ela e a própria Juliana (uma antiga - fundadora - Menina) que a mesma era muito boa. Aí havia terminado 3%... Estávamos de bobeira, Watson e eu... E pum! Vamos ver isso aqui.

Gente, foi a melhor deste mês, okay? Efeitos, personagens, enredo... Tudo muito bom! Conta a história de Will Ohmsford (Austin Butler), um meio-elfo cujo pai delirava sobre o poder mágico de três pedras e que ele havia sido um grande salvador do mundo. Will sai em busca de um druida que possa lhe contar se isso é verdade ou não, mas há muito tempo aqueles que fazem uso das artes mágicas desapareceram - bem como a magia.

Eretria, Will e Amberle
Amberle Elessedil (Poppy Drayton) é uma jovem elfa, princesa de Westland (cuja capital é Arbolon). O papel da realeza dos elfos, além de prezar pela paz dos Quatro Reinos (conquistada depois de uma guerra cujos vencedores foram eles) é proteger a Ellcrys, uma árvore cujo conto descreve que ela é um selo que prendeu os demônios que estavam dizimando os Quatro Reinos.

Eretria (Ivana Baquero), uma humana rover (nômade) que faz tudo para ter vantagem e conseguir algum dinheiro. É egoísta, manipuladora e é a personagem que mais evolui no decorrer da primeira temporada. Sua participação é essencial na trama e é uma das personagens com a melhor construção (embora o melhor ator tenha sido Austin... Mas cheguei a conclusão que deve ter sido pela personalidade do personagem!)

Há uma série de livros, de nome homônimo, cujo autor é Terry Brooks que muito me interessou e, pelo que entendi, se passa antes da série! Percebemos que a história se passa há alguns milhares de anos a frente de nossa época, onde os humanos destruíram o ecossistema e sua era passou. De algum modo (e aqui eu estou falando de minha teoria) os ataques nucleares e coisas assim alteraram a genética humana: alguns ficaram com orelhas maiores, outros sofreram alterações genéticas terríveis... Então, como os humanos conhecem criaturam de fábulas, deu novos nomes a esses humanos alterados geneticamente pela radiação e tudo o mais... Elfos, Trolls, Gnomos... Tudo criaturas humanas, com com alterações. Sou brilhante! (-sqn)

Recomendo demais a série, também, não perca tempo e corre pra assistir!

Temporadas: 1|| Próxima: Verão de 2017 (lançamento norteamericano)|| Episódios: 10

Desventuras em Série

Os órfãos Baudelaire são três irmãos muito inteligentes; Violet é a mais velha, Klaus é o irmão do meio e Sunny é a mais nova, com três anos. Quando seus pais morrem, eles passam a morar com diferentes tutores, e o primeiro é Conde Olaf, que irá tentar roubar a enorme herança deixada pelos pais.
Qual leitor não estava ansioso por esse lançamento da Netflix? Sei que eu estava!

Vi o filme de 2004, tive contato só com o primeiro livrinho há muitos anos atrás, mas só esse primeiro livro já me deixou apaixonada pelo autor. Gosto muito do estilo dele, de sua escrita melancólica e nostálgica, do modo misterioso com o qual ele dedica seus livros a Beatrice. 

Como não li muito dos livros desta série, eu fiquei meio a deriva, tentando entender se nos livros também tem uma organização secreta. Tá, eu sei que tem, mas não sei se é como é a da série, pois no filme não vemos muito... Ainda acredito que tme pano pra filme!

Conde Olaf (Barney Stinson Neil Patrick Harris) caiu como uma luva para o papel, mas o tempo todo eu estava esperando ele dizer:


Estou gostando bastante de como a série está sendo conduzida, nada apressada. Os ators e personagens combinaram bastante e sei que a Sunny (Presley Smith) tem mais haver com a Sunny do livro... Mas a Sunny (Kara Hoffman e Shelby Hoffman) do filme ficou mais fofinha!!! Tá, na verdade, sinceridade em mesa... Eu gosto mais dos atores do filme, que foram Violet (Emily Browning) e o Klaus (Liam Aiken) ficaram bem mais parecidos com minha imagem para os personagens e o estilo Steampunk que deram para o filme me agradou muito mais... Maaaas eu sei que os atores crescerem, get over it, Priscila!



É um ótimo divertimento, os cenários, as falas tudo tá muito legal, também recomendo! Cada dois epísódios abarcam um livro da série, de modo que a primeira temporada já utilizou 4 livros da série, então suponho que, se for renovada, a série terá 3 temporadas.

Temporadas: 1 || Próxima: Suspeita-se que em Janeiro/18|| Episódios: 8 ||

Essas foram as séries que assisti a todos os episódios em Janeiro, mas estou seguindo também Gilmore Girls e ShadowHunters. Então, quando eu terminá-las, também falarei de minhas impressões!

E então, o que acharam deste post? Deixe aí nos comentários suas séries de janeiro e o que achou delas!

2 comentários:

  1. Eae! Esse mês vi Desventuras em série e gostei bastante, só me irritava quando ninguém via que era o Conde Olaf disfarçado, aff! Comecei 3%, estou no 4ª episódio e estou gostanto muito, não sabia que ia gostar tanto, estou até indo com calma para não acabar logo. Joana e Rafael são os meus preferidos, mas também gosta da Michelle. Com a sua indicação vou ver Shannara, tenho quase certeza que irei gostar, mas sempre melhor ir sem expectativas, né? Ótimo post, abraços.

    http://blogabstraindoideias.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. e não assisto séries, mas gostei das dicas, espero ter a oportunidade de assistir em breve
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um imenso prazer receber seu comentário. Seja sempre bem-vindo aqui.